conecte-se conosco


Mundo Cristão

Abuso sexual e agressão física também são motivos para divórcio, diz teólogo

Publicado

Wayne Grudem é professor de Bíblia e cofundador do Conselho sobre Masculinidade e Feminilidade Bíblicas.

O teólogo e professor de Bíblia, Wayne Grudem, declarou que o entendimento sobre os motivos que a Palavra de Deus permite o divórcio não é apenas infidelidade e abandono, mas também abuso sexual e agressão.

Em entrevista ao Christianity Today, o teólogo norte-americano disse que novas pesquisas teológicas revelaram a ele que a Bíblia não é tão rígida em divórcio quanto ele passou anos alegando ser.

A mudança de opinião de Grudem parece ser devida, pelo menos parcialmente, às experiências de abuso que ele e sua esposa, Margaret, ouviram.

“Minha esposa Margaret e eu tomamos conhecimento de alguns exemplos comoventes de coisas como humilhação e degradação sexual severa que continuaram por décadas e outro caso de agressão física que durou décadas”, explicou o teólogo.”Em todas essas situações, o cônjuge abusado ficou em silêncio, acreditando que o dever de um cristão era preservar o casamento, a menos que houvesse adultério ou deserção, o que não havia acontecido”.

Grudem falou sobre sua mudança de pensamento na semana passada, no discurso chamado “Motivos para o divórcio: por que agora acredito que existem mais de dois”, na reunião anual da Sociedade Evangélica Teológica.

Sua nova crença depende de sua interpretação renovada de 1 Coríntios 7.15 , que diz: “Mas se o marido ou a esposa que não é crente insistir em partir, deixe-os ir. Nesses casos, o marido ou a esposa crente não está mais ligado ao outro, pois Deus chamou você para viver em paz”.

Grudem explicou que, na maioria dos comentários, “nesses casos” se refere a infidelidade ou deserção. Mas, depois de estudar 52 outros usos da frase de três palavras na literatura grega antiga, ele concluiu que o escritor raramente pretende “nesses casos” se referir aos casos já mencionados. Em vez disso, pretende se referir a situações semelhantes às já abordadas.

“Esses exemplos me levaram a concluir que, em 1 Coríntios 7.15, a frase ‘nesses casos’ deve ser entendida como incluindo todos os casos que destroem um casamento da mesma forma”, disse ele, concluir que o divórcio é aceitável se houver abuso.

Grudem agora se junta a uma pequena maioria de pastores evangélicos – apenas 55% – que acreditam que o divórcio é o melhor curso de ação para quem enfrenta abuso doméstico, embora ele tenha argumentado que a reconciliação, se possível, é o resultado mais desejável.

Leia mais:  Ana Paula Valadão critica pastores que não cancelaram cultos: “religiosidade”
publicidade

Mundo Cristão

Igreja cria “varal solidário” com máscaras para doação

Publicado

A Igreja de Deus em Morrinhos (GO), liderada pelo bispo Thiago Jaci, colocou um varal na praça da cidade onde pendura máscaras para quem precisar se proteger do coronavírus.

As máscaras são distribuídas gratuitamente no “Varal da Solidariedade”, na Praça do Mercado. Ao longo do dia, fiéis repõe o estoque de máscaras que tem tido muita procura.

A ação espera distribuir pelo menos 400 unidades. O bispo explica que o material é colocado à disposição da população em horários alternados, de manhã e à tarde.

O projeto tem sido muito elogiado nas redes sociais e mostra mais uma forma de a igreja contribuir em meio à pandemia de coronavírus.

Doação de máscaras na Praça do Mercado! Varal da Solidariedade… Viveiro Beira Mato e Igreja de Deus Morrinhos!!

Posted by Igreja de Deus Morrinhos on Monday, May 18, 2020

Leia mais:  [VÍDEO] Justin Bieber ministra louvor em igreja de Beverly Hills
Continue lendo

Mundo Cristão

Pastor vence “The Voice”, com a música cristã “I Can Only Imagine”

Publicado

Todd Tilghman, um pastor do Mississippi, foi coroado vencedor do The Voice, na noite da última terça-feira, 19. Ele incluiu em sua apresentação final a música “I Can Only Imagine” (Eu só posso imaginar), da banda Mercy Me, que inspirou o filme homônimo.

“Eu gostaria de saber como dizer obrigado. E gostaria que vocês soubessem o quanto respeito e admiro meus novos amigos e colegas artistas/concorrentes na @NBCTheVoice. Não sei quanto tempo levarei para processar, mas com certeza estou agradecido por cada momento”, escreveu o pastor em sua conta no Twitter.

Todd, 42 anos, atua como pastor líder da Cornerstone Church em Meridian, Mississippi (EUA). Ele chegou ao topo na temporada 18 do The Voice, depois de vencer outros nove cantores. O pastor integrou a equipe Team Blake, que era formada por calouros que recebiam orientações do cantor de country Blake Shelton.

Trajetória de Todd no programa

O pastor participou do programa através de uma videoconferência por conta da pandemia do coronavírus. Em sua primeira apresentação da final, tocou a música “Long Way Home”, e seu desempenho foi classificado como “incrível” pelo técnico de sua equipe.

Em seguida, interpretou I Can Only Imagine, que sensibilizou um dos jurados. “Pastor, adoramos ver sua jornada durante toda a temporada”, disse o treinador John Legend.

Muito emocioanda, a cantora Kelly Clarkson, uma das juradas, disse. “Você é muito emocionante. É porque você é um pastor, porque você tem uma crença tão maior dentro de você do que apenas a si mesmo. Eu adoraria ir à sua igreja apenas para ouvi-lo falar, não apenas cantar. Você é muito especial”, declarou.

Diante disso, seu treinador reiterou o elogio a seu calouro pela “conexão que você tem com as pessoas”.

Uma terceira música escolhida pelo pastor foi Authority Song, de John Mellencamp, que ele cantou ao lado de Blake Shelton. Quando saiu o resultado que lhe deu a vitória no The Voice, Todd Tilghman estava cercado por sua esposa – com quem é casado há 21 anos – e seus oito filhos como anfitrião Carson Daly o nomearam o vencedor da competição de canto.

Além de cantar remotamente para a competição, as restrições de arrecadação de dízimos e oferta impostas pela pandemia de Covid-19 forçaram a igreja de Tilghman a realizar seus cultos através de plataformas online.

Pregação

De acordo com informações do portal The Christian Post, o pastor pregou uma mensagem apropriada neste mês baseada no livro de Mateus 25:14-19 , a parábola dos talentos. O sermão foi transmitido ao vivo no Facebook.

“Pegue os talentos que o Mestre lhe deu antes de nos separarmos e multiplique-os durante esse período, para que, quando voltarmos juntos, você voltará com mais do que sobrou”, disse ele aos membros da Cornerstone Church no resumo de sua pregação.

Veja a apresentação do pastor na final do “The Voice”:

Leia mais:  Pastor é detido por promover culto na quarentena
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana