conecte-se conosco


Mundo Cristão

Ales reconhece atuação da Igreja Presbiteriana do Brasil

Publicado

Denominação completa 160 anos no país com foco na evangelização por meio dos ensinamentos bíblicos

A Assembleia Legislativa (Ales) reconheceu os trabalhos sociais desempenhados pela Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) ao longo de seus 160 anos no país em sessão solene na noite desta quarta-feira (13). Membros da entidade religiosa foram homenageados com certificados do legislativo e celebrados em sua jornada de evangelização no Espírito Santo.

Resultado de imagem para presbiteriana vitoria es

O proponente da sessão e presidente da Casa, deputado Erick Musso (Republicanos), ressaltou que a homenagem presta justiça à trajetória de “uma das mais respeitadas instituições que presta, junto com outras denominações, um trabalho de levar a palavra de Deus aos corações aflitos, angustiados, ao resgate de vidas.”. Musso também esclareceu que a homenagem partiu de um pedido do ex-deputado estadual Esmael Almeida. 

O deputado Gandini (Cidadania) comentou a prerrogativa dada ao Poder Legislativo de reconhecer os bons exemplos da sociedade e reforçou a importância de registrar na história, por meio da homenagem, os trabalhos desenvolvidos. “A Igreja Presbiteriana do Brasil é uma instituição extremamente importante na constituição da nossa sociedade, do Brasil e do Espírito Santo”, avaliou.

O vereador do município de Vitória Davi Esmael (PSB) fez uma reflexão sobre o momento atual pelo qual a sociedade passa e apontou problemas familiares como causa de muitas mazelas como abuso sexual infantil, crescimento da população em situação de rua e gravidez na adolescência. “Devemos valorizar cada vez mais as instituições religiosas”, avaliou.

Igreja da palavra

Lideranças destacaram que a palavra de Deus é a base da IPB. “Somos conhecidos como o povo da palavra. Nós cremos que somente a escritura e toda escritura nos traz a vontade de Deus”, sentenciou o presidente do Sínodo Central Espírito-santense Reverendo Jailto Lima do Nascimento.

“Somos desafiados a dar prosseguimento, levando o evangelho que salva, que restaura, para as vidas que lá fora estão perdidas e que não conhecem Cristo e só poderão conhecer através da pregação do evangelho”, corroborou o presidente do Sínodo Espírito Santo – Rio de Janeiro, reverendo Romildo Lima de Freitas.

Trabalho Social

A atuação social da IPB também foi destacada. “A IPB tem marcado sua atuação através de suas forças de integração com seu trabalho com áreas sociais através da construção de escolas, universidades, destacando-se a Universidade Presbiteriana Mackenzie, seminários de formação teológica, centros de pós-graduação, hospitais, instituições, assistência social a dependentes químicos como na cidade de Vila Velha a Apadd [Associação de Prevenção e Assistência aos Dependentes de Drogas] e outras instituições ligadas a essa denominação”, disse o presidente do Sínodo Minas – Espírito Santo, reverendo Marcelo Bernaldino da Silva.

Histórico

A Igreja Presbiteriana chegou definitivamente ao Brasil no século XIX, mais precisamente em 1859, com a chegada do missionário norte-americano Ashbel Green Simonton. Em Vitória a igreja chegou como congregação em 1928. É uma comunidade orientada pelos ideais da Reforma Protestante do século XVI.

Homenageados 

  • Ada Cunha Xavier do Carmo
  • Alex Almeida Santos
  • Arthur Vargas de Oliveira
  • Eni Ferreira Brito da Rocha
  • Flávia Moreira Viana Soares 
  • Marcos Vinícius Tavares Vieira
  • Matheus Satler Ramalho Soares
  • Pâmela Novais de Freitas
  • Presbítero César Romero Valente de Freitas
  • Presbítero Edmar de Souza Pereira Júnior
  • Presbítero Ronaldo Almeida Menenguci
  • Renato Jordão Belzof
  • Reverendo Abdiel Bibiano Neves
  • Reverendo Ademir Amorim
  • Reverendo Adilson Souza dos Santos
  • Reverendo Antônio Mateus Filho
  • Reverendo Antônio Raimundo Silva Alves
  • Reverendo Carlos Magno da Silva
  • Reverendo Gilberto Dutra Leite do Amaral
  • Reverendo Hernandes Dias Lopes
  • Reverendo Jailto Lima do Nascimento
  • Reverendo Jair Moreira
  • Reverendo Jefferson Gomes de Oliveira
  • Reverendo Jesiel Corrêa
  • Reverendo José Ernesto Spínola Conti
  • Reverendo Marcelo Bernaldino da Silva
  • Reverendo Marcelo Mariano da Cruz
  • Reverendo Moacyr Moreira de Freitas
  • Reverendo Robson Araújo Carreiro
  • Reverendo Rodrigo Geraldo da Silva
  • Reverendo Romildo Lima de Freitas
  • Reverendo Rômulo Schade Barcelos
  • Reverendo Ronaldo da Silva Moreira
  • Reverendo Vilson Machado
  • Sidinei Junio Pereira da Silva

Leia mais:  Blitz do Amor se prepara para levar 50 missionários em expedição evangelística pela Bahia
publicidade

Mundo Cristão

Deive Leonardo conta como tem impactado milhões: “Graça de Deus”

Publicado

As ministrações do pastor no Youtube foram assistidas mais de 145 milhões de vezes

Com mais de 3 milhões de inscritos no canal do Youtube, o pastor Deive Leonardo, da Igreja Assembleia de Deus, em Joinville (SC), tem conquistado uma multidão de pessoas através das redes sociais, inclusive artistas como o jogador Neymar, o humorista Whinderson Nunes, o cantor Luan Santana e outros.

Suas pregações e palestras motivacionais ajudam pessoas de todas as idades e classes sociais a conseguirem respostas para seus problemas cotidianos.

Com mais de 145 milhões de visualizações no Youtube, o pastor se alegra ao saber que tem impactado a vida de tantas pessoas.

“É uma graça de Deus alcançar tantas pessoas. Afinal de contas, todas essas pessoas que nos seguem é por conta da palavra de Deus. Por isso não me enxergo como uma celebridade. Seria até incoerência da minha parte me enxergar assim sendo que tudo o que faço é falar de Jesus. Se tiver uma celebridade sempre será o Senhor”, revelou.

Resultado de imagem para deive leonardo

Os artistas que os seguem não o conhecem pessoalmente, outros já estiveram em seus eventos como aconteceu com Neymar com quem Deive Leonardo tem uma foto.

“Nosso desejo é alcançar cada vez mais pessoas e essas pessoas têm poder de influência, então faz com que o nosso propósito seja mais efetivo. Também ajudamos esses artistas, que são pessoas normais, que também têm seus problemas. E que precisam de ajuda, oração”, disse o pastor.

Aos 29 anos, Deive Leonardo conta que encontrou o jogador Neymar no jogo da Copa América depois que o atleta compartilhou um vídeo dele.

Sobre o cantor Luan Santana, o pastor revela que ficou surpreso ao saber que o sertanejo tinha compartilhado em seu feed do Instagram uma mensagem dele.

“Eu não sabia que ele me acompanhava. Foi um presente”, lembrou.

Leia mais:  Médico cristão é demitido por se recusar a chamar de senhora “um barbudo de 1,80m”
Continue lendo

Mundo Cristão

Abuso sexual e agressão física também são motivos para divórcio, diz teólogo

Publicado

Wayne Grudem é professor de Bíblia e cofundador do Conselho sobre Masculinidade e Feminilidade Bíblicas.

O teólogo e professor de Bíblia, Wayne Grudem, declarou que o entendimento sobre os motivos que a Palavra de Deus permite o divórcio não é apenas infidelidade e abandono, mas também abuso sexual e agressão.

Em entrevista ao Christianity Today, o teólogo norte-americano disse que novas pesquisas teológicas revelaram a ele que a Bíblia não é tão rígida em divórcio quanto ele passou anos alegando ser.

A mudança de opinião de Grudem parece ser devida, pelo menos parcialmente, às experiências de abuso que ele e sua esposa, Margaret, ouviram.

“Minha esposa Margaret e eu tomamos conhecimento de alguns exemplos comoventes de coisas como humilhação e degradação sexual severa que continuaram por décadas e outro caso de agressão física que durou décadas”, explicou o teólogo.”Em todas essas situações, o cônjuge abusado ficou em silêncio, acreditando que o dever de um cristão era preservar o casamento, a menos que houvesse adultério ou deserção, o que não havia acontecido”.

Grudem falou sobre sua mudança de pensamento na semana passada, no discurso chamado “Motivos para o divórcio: por que agora acredito que existem mais de dois”, na reunião anual da Sociedade Evangélica Teológica.

Sua nova crença depende de sua interpretação renovada de 1 Coríntios 7.15 , que diz: “Mas se o marido ou a esposa que não é crente insistir em partir, deixe-os ir. Nesses casos, o marido ou a esposa crente não está mais ligado ao outro, pois Deus chamou você para viver em paz”.

Grudem explicou que, na maioria dos comentários, “nesses casos” se refere a infidelidade ou deserção. Mas, depois de estudar 52 outros usos da frase de três palavras na literatura grega antiga, ele concluiu que o escritor raramente pretende “nesses casos” se referir aos casos já mencionados. Em vez disso, pretende se referir a situações semelhantes às já abordadas.

“Esses exemplos me levaram a concluir que, em 1 Coríntios 7.15, a frase ‘nesses casos’ deve ser entendida como incluindo todos os casos que destroem um casamento da mesma forma”, disse ele, concluir que o divórcio é aceitável se houver abuso.

Grudem agora se junta a uma pequena maioria de pastores evangélicos – apenas 55% – que acreditam que o divórcio é o melhor curso de ação para quem enfrenta abuso doméstico, embora ele tenha argumentado que a reconciliação, se possível, é o resultado mais desejável.

Leia mais:  Donald Trump faz visita surpresa e recebe oração em culto
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana