conecte-se conosco


Entretenimento

Alimentos que melhoram a memória

Alguns alimentos ajudam a turbinar o raciocínio, ganhar foco e preservar as lembranças. Saiba quais são eles e monte a dieta que alimenta sua memória

Publicado

Espinafre, brócolis e companhia

Guarde esta: as hortaliças de coloração verde-escura concentram um mix de substâncias parceiras do sistema nervoso, daí porque não podem faltar no cardápio ao longo de toda a vida. É só escolher sua preferida e caprichar na receita.

Mas vale ter em mente que o espinafre merece destaque. Ele fornece bastante luteína, que faz parte de uma família de pigmentos conhecida como carotenoides. Esse componente contribui (e muito!) para a saúde cerebral.

Em estudo com 60 pessoas, realizado na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, os maiores consumidores de luteína exibiam memória e raciocínio mais afiados. Os cientistas apostam suas fichas na alta capacidade antioxidante do composto. Combater o excesso de radicais livres é uma estratégia primordial para a cabeça, já que o estresse oxidativo abre as portas para danos aos neurônios e às perdas cognitivas.

E as benesses dos verdinhos não param por aí. Além do afamado espinafre, a couve, a rúcula e os brócolis oferecem ácido fólico, vitamina que resguarda a massa cinzenta e ajuda a reduzir o risco de demências. Ela também aparece em vários estudos por atuar em prol do DNA das células cerebrais.

A nutricionista Evie Mandelbaum, especialista em gerontologia de São Paulo, afirma que nunca é tarde para incluir esses ingredientes na rotina. “Mas quem tem uma história de alimentação saudável e exercícios físicos já conta com uma poupança para um envelhecimento bem-sucedido”, enfatiza.

Leia mais:  'Se Joga' chega a ficar em terceiro lugar e deve passar por mudanças

Os vegetais ficam ótimos em sucos, saladas, refogados e cozidos no vapor. Mas não deixe tempo demais no fogo. O calor excessivo pode reduzir o teor de compostos bacanas.

Abacate

“Abacateiro serás meu parceiro solitário nesse itinerário da leveza pelo ar.” Seja nos versos de Gilberto Gil, seja nas receitas doces ou salgadas, o fato é que o abacate deveria fazer parte do dia a dia. Apesar das calorias, a polpa cremosa é um concentrado de substâncias que, entre inúmeras funções, blindam a massa cinzenta.

“O fruto é rico em vitaminas B6, B12, C e E, além de selênio, luteína, colina e outros compostos fundamentais para os neurônios”, elenca o nutrólogo e cientista de alimentos Edson Credidio, que pesquisou o fruto na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior paulista.

A deliciosa consistência denuncia seu alto teor de gordura, que, diga-se, é das boas. Trata-se da monoinsaturada, que protege as artérias, garantindo ótimo fluxo sanguíneo inclusive para o cérebro. Um estudo americano aponta uma ligação desse tipo gorduroso com a melhor funcionalidade de uma área na cuca que tem papel crucial na concentração e no aprendizado.

Leia mais:  Luciano Huck diz que não emprestou jato que buscou Lula em saída da prisão

A conclusão é que o nutriente aperfeiçoa as conexões entre os neurônios presentes na chamada rede de atenção dorsal do cérebro. Só não rola exagerar.

Suco de uva

Encha seu copo com suco de uva roxa integral e faça um brinde: vida longa aos polifenóis! São esses os compostos responsáveis pela fama da bebida. Em Porto Alegre, um experimento realizado com 35 idosas comprovou que o consumo diário de 400 mililitros melhora a função cognitiva.

“Os polifenóis penetram a barreira hematoencefálica, que protege o cérebro, e inibem danos ligados ao excesso de radicais livres”, conta a biomédica Caroline Dani, do Centro Universitário Metodista IPA e uma das autoras da pesquisa.

Não bastasse, eles promovem um aumento nos níveis de BDNF, proteína que estimula novas conexões entre as redes de neurônios, bem como a renovação dessas células.

Apesar de a fruta em si conter as aclamadas substâncias, a bebida concentra maior quantidade, pois nela há polpa, casca e semente. E não se esqueça: tem que ser suco 100% integral, combinado?

publicidade

Entretenimento

Abaixo-assinado pede veto de especial do Porta dos Fundos

Publicado

Internautas acusam o grupo humorístico de “ofender gravemente os cristãos” em programa de Natal; petição on-line já tem mais de 710 mil assinaturas

Um abaixo-assinado foi criado nesta quarta-feira (11) com o intuito de vetar o especial de Natal produzido pelo grupo humorístico Porta dos Fundos e exibido na Netflix. 

Até o momento, a petição on-line já reuniu mais de 710 mil assinaturas.

Na descrição do documento, os responsáveis acusaram o conteúdo de “ofender gravemente os cristãos”. Nos comentários, apoiadores também fizeram críticas à produção e alegaram “falta de respeito com a fé cristã e com Deus”.

O especial Primeira Tentação de Cristo, protagonizado por Gregório Duvivier, faz uma sátira religiosa e tem como enredo o aniversário de 30 anos de Jesus Cristo. Na sinopse, o grupo humorístico esclarece que é “um especial de Natal tão errado que só podia ser do Porta dos Fundos”.

Leia mais:  Bianca Bin perde contrato com a Globo após recusar papel
Continue lendo

Entretenimento

Que tal essa receita? Coxa de frango com ervas

Publicado

Ingredientes

  • 6 unidades de coxa de frango sem pele
  • 2 xícaras (chá) de farinha de rosca
  • 2 colheres (sopa) de ervas secas (salsinha, cebolinha, orégano, manjericão)
  • 1 colher (chá) de pimenta-do-reino amassada grosseiramente
  • 3 unidades de gema de ovo
  • • sal grosso a gosto

Modo de preparo

Misture a farinha de rosca com as ervas secas, a pimenta e o sal grosso.

Passe as coxas nas gemas batidas e envolva-as com a mistura de farinha.

Pressione com as mãos para grudar e formar uma crosta.

Asse em forno médio (170 ºC a 190 ºC), preaquecido, por aproximadamente 30 minutos ou até dourar.

Dica: Para ficar mais picante, junte pimenta-calabresa em flocos na farinha de rosca.

Leia mais:  Bianca Bin perde contrato com a Globo após recusar papel
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana