conecte-se conosco


São Mateus

Amadeu pode voltar ao cenário político mateense, depois de dizer que não seria candidato

Publicado

Apesar de dizer que não seria candidato a nada, o ex-prefeito estaria usando a estratégia de se livrar da romaria de solicitação de ajuda financeira de pré-candidatos a vereança, mas que sua pré-candidatura poderá ser anunciada em breve. 

São Mateus – O ex-prefeito de São Mateus, Amadeu Boroto (PP), está, segundo fontes ouvidas pelo JN, preparando a sua volta à disputa eleitoral deste ano. Ele havia dito para várias lideranças que não seria candidato a nada, mas nem todo mundo acreditou, mas como tem problemas na justiça por improbidade administrativa, tem contas rejeitadas pelo TCES que estão na Câmara para serem apreciadas e votadas, e acumula um alto índice de rejeição, ficou a dúvida. A sua omissão com relação a crise hídrica que levou a toda população mateense a consumir água salgada está muito viva na memória. “Ele se omitiu e deu a chance de Daniel se eleger”, disse uma liderança ouvida. “Sabia que o caos se instalaria no município e agora quer vir como o salvador da pátria”, continuou. “O povo quer renovação, mandar para casa esses candidatos que sempre querem estar no poder ou fazer uso dele para atenderem seus interesses”, lembrou. Por isso, apesar da dúvida, “eram indícios para ele desistir da sua pré-candidatura”, destacou a fonte, que “agora quer ser prefeito de novo como se o povo fosse otário de esquecer o que fez”, completou. 

Sobre a situação das contas rejeitadas, são duas. Uma já se encontra na Câmara de Vereadores e a outra ainda está no Tribunal de Contas. Sobre a que se encontra no legislativo mateense, ainda não tem data para a sua apreciação e votação. “Esse é um fator complicador para sua pré-candidatura”, disse um parlamentar municipal. 

Verdade ou não, a possibilidade de Amadeu Boroto voltar a disputar as eleições deste ano pode vir a ser uma realidade. É o que pensa a maioria das fontes ouvidas.  

Sobre a sua posição no seu partido, o Progressista, tem o apoio dos vereadores que lá se filiaram contando com a sua ajuda para a reeleição. O presidente do PP, Cássio Caldeira, até anunciou sua pré-candidatura tendo em vista a decisão de não ter Boroto como candidato do partido. Com a possibilidade da mudança de opinião “o jogo volta a ser jogado” e aqueles que apostavam na nova candidatura do PP que, com certeza vinha sendo muito elogiada, “pode tomar bola nas costas”. O autor da jogada seria, neste caso específico, Amadeu. 

Sobre o apoio do Governo do Estado a possível entrada do ex-prefeito na disputa eleitoral, o PSB de São Mateus não se pronunciou, mas membros da legenda destacaram que o partido tem pré-candidata e que ainda é cedo para tomar qualquer atitude antes da convenção que deve acontecer no próximo mês. 

Outros setores da política mateense nunca tiveram a segurança de dizer que o ex-prefeito ficaria de fora desse processo eleitoral. “Ele estava apenas blefando, enquanto acertava os detalhes para disputar as eleições e que agora o objetivo é tirar Daniel do páreo, já que Carlinhos é bom de acordo e poderia atrapalhar toda essa engenharia político-eleitoral construída”, disse didaticamente um observador da política local. 

Em contato com outras lideranças a opinião é que “Amadeu é candidatíssimo e andou dizendo que não seria, apenas para evitar a pedição de ajuda financeira, mas que, na última hora acaba se lançando na disputa”. 

Já o PCdoB que defende candidatura própria, também acredita que Boroto seja candidato e que, se for o nome de consenso do grupo a que está alinhado, pode ter o seu apoio. 

Para muitos que acompanham a política do município são unânimes em dizer que “São Mateus não é para amador” e que Amadeu terá dificuldade em agregar apoiadores “por ter demonstrado seu egocentrismo em atitudes que poderia ter tomado em apoio a outras candidaturas em eleição passada e, por vaidade, não o fez”.

Leia mais:  São Mateus vence o Atlético Itapemirim e é vice-líder do Campeonato Capixaba 2020
publicidade

São Mateus

Parceria da prefeitura com o Sebrae São Mateus visa melhores trabalhos com as micro e pequenas empresas da região

Publicado

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae/ES) de São Mateus passou por uma reforma de ampliação no espaço de atendimento aos clientes. A apresentação das melhorias aconteceu na quarta-feira (25), quem quisesse poderia acessar o evento de forma on-line. 

O espaço reformado e ampliado do Sebrae São Mateus conta com mais analistas e visa atender e receber melhor os empresários de pequeno negócios, microempresa (ME), empresa de pequeno porte (EPP) e microempreendedor individual (MEI). 

PARCERIA MUNICÍPIO E SEBRAE

“A parceria da Prefeitura com o Sebrae São Mateus visa melhores trabalhos com as micro e pequenas empresas da região. O Município expressou o interesse em aderir diversos projetos para o desenvolvimento local”, destacou a representante da Secretaria Municipal de Planejamento, Captação de Recursos e Desenvolvimento Econômico, Edna Milanez. 

Segundo Edna, o município está à disposição dos técnicos do Sebrae e já ficou acertada a adesão do Município ao ‘Projeto Cidade Empreendedora’, para atender os empreendedores dos setores de turismo, agronegócio, serviços, comércio, pequenas indústrias, dentre outras áreas. 

Representando o município, além do prefeito Daniel Santana, a reunião contou com a presença de gestores municipais.

Leia mais:  Audiência Pública sobre Segurança acontece em São Mateus no próximo dia 20
Continue lendo

São Mateus

Capital do Espírito Santo é transferida simbolicamente para São Mateus

Publicado

A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, participou, na manhã desta sexta-feira (20), da transferência simbólica da Capital do Espírito Santo para o município de São Mateus. O ato realizado no Dia Nacional da Consciência Negra está previsto na Lei Estadual nº 8.790/2007 e faz parte da programação da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) para o Novembro Negro. A solenidade aconteceu na Casa da Cultura, no Sítio Histórico Porto, com a presença de diversas autoridades.

Jaqueline Moraes, que é a primeira mulher negra eleita para o cargo, destacou a importância do ato de hoje. “Quando o País celebra o Dia Nacional da Consciência Negra, o Espírito Santo faz a transferência simbólica da Capital do Estado para São Mateus. Nos leva a pensar a partir daqui como um lugar de sonho do povo negro. Sonho como forma de cuidar de todos nós, a população negra deste Estado”, disse, citando o aumento na representatividade política de candidatos negros, mulheres e trans no último processo eleitoral.

“É necessário entendermos que esta é uma resposta social muito forte. As políticas afirmativas mostram que pretos e mulheres são a maioria, e se são maioria, precisamos ocupar os espaços de poder. Eu acredito muito nisso e vou continuar lutando para que estas mudanças continuem acontecendo”, reforçou Jaqueline Moraes, destacando que seu trabalho à frente da Vice-Governadoria do Estado é coletivo.

Para a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, a transferência simbólica da Capital para São Mateus é extremamente importante. “Aqui viveu Zacimba Gaba, mulher negra que lutou, resistiu e libertou muitas pessoas que foram escravizadas. Aqui atracou o último navio negreiro que chegou ao Brasil e aqui tem uma grande população negra. Estar aqui hoje, com nossa vice-governadora, que é negra, para esta solenidade também é histórico. Que possamos lutar dia a dia contra o racismo, que sejamos antirracistas e possamos transformar nossa sociedade em um espaço realmente democrático, justo e igualitário”, afirmou.

Já a gerente de Promoção da Igualdade Racial da SEDH, Edineia Conceição de Oliveira, enfatizou que a transferência simbólica da Capital é importante por causa do resgate cultural que se faz desse território. “Essa ação representa o reconhecimento a toda história do povo negro para os capixabas. É importante fomentar as políticas públicas para a população dessa cidade que tem uma representação tão grande para nosso Estado”, pontuou.

Consciência Negra

Leia mais:  São Mateus vence o Atlético Itapemirim e é vice-líder do Campeonato Capixaba 2020

O Dia da Consciência Negra relembra, por meio de ações em todo Brasil, a morte de Zumbi dos Palmares, líder quilombola que representa a luta dos negros contra a escravidão na época da colonização do País (1530 – 1888). Inicialmente incluída em 2003 no calendário nacional, a data foi oficializada pela Lei nº 12.519 já no ano de 2011.

No caso do ato simbólico no Espírito Santo, o presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Cepir), Rosemberg Moraes Caitano, explica a importância histórica da escolha de São Mateus para Capital neste 20 de novembro.

“Para mim, a importância da transferência da Capital para a cidade de São Mateus é um ato antirracista que o nosso Governo do Estado evidencia, tendo em vista que o porto de São Mateus foi o último a receber escravos em nosso Estado, mesmo depois da Lei Áurea. Eu acredito que quando o poder público efetiva essa ação de transferir a Capital, ele diz ‘não’ a toda a forma de racimo institucional”, lembrou.

Em razão das celebrações pelo mês da Consciência Negra, a SEDH preparou uma agenda especial, que teve início no último dia 11 de novembro e segue até 30 de novembro. Clique AQUI para conferir.

Prêmio Trajetórias

Leia mais:  Partido Progressista confirma o nome de Cássio Caldeira para pré-candidato a prefeito em São Mateus

Durante a solenidade, o secretário de Estado da Cultura, Fabrício Noronha, anunciou o Prêmio Trajetórias. “São 120 prêmios de R$ 30 mil para grupos artísticos, metade desses prêmios para a cultura popular. Comunidades quilombolas, comunidades ribeirinhas, grupos de jongo, congo, ticumbi, capoeira, todos podem participar do Prêmio Trajetórias”, comentou.

Leia o edital na íntegra: https://secult.es.gov.br/edital-emergencial-n-003-2020-renda-emergencial-mensa

Acesse a plataforma de inscrição AQUI. https://mapa.cultura.es.gov.br/oportunidade/61/ 

Agendas em São Mateus

Além da participação no ato de transferência simbólica da Capital do Estado, a vice-governadora Jaqueline Moraes cumpriu outros compromissos durante a agenda oficial no município. Foi assinada a Ordem de Serviço para reforma da 4ª Cia do 13º Batalhão da Polícia Militar, em Guriri. Ela também visitou as obras de reforma da Superintendência Regional de Educação (SRE) e de construção do espaço esportivo da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Ceciliano Abel de Almeida, no Centro do município.

As intervenções na unidade policial serão executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). Serão realizados serviços de revisão elétrica e da parte hidráulica, substituição de todo o piso e telhado, pintura em geral, troca de esquadrias, manutenção dos banheiros, além de pavimentação do pátio e calçada cidadã. O valor do investimento é de R$ 354.552,72 e o prazo de execução da obra é de sete meses.

“O Governo está fazendo um investimento robusto na área de segurança pública do Espírito Santo. Estamos reformando também outras unidades da PMES em Vila Velha, Serra e Linhares. Executar melhorias no local de trabalho desses servidores é proporcionar dignidade para que exerçam seu trabalho da melhor forma possível”, afirmou o diretor-presidente do DER, Luiz César Maretto.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana