conecte-se conosco


Cidades

Banestes amplia em 96 meses prazo para pagamento do consignado de servidores estaduais

Publicado

O Banestes ampliou o prazo máximo para pagamento do crédito consignado aos servidores públicos estaduais. O empréstimo, que antes poderia ser quitado em 72 meses, agora pode ser contratado por até 96 meses. O Decreto 4576-R, assinado pelo governador Renato Casagrande, com a ampliação do prazo, foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (11) e a mudança passa a valer a partir desta quinta-feira (13).

A medida beneficia mais de 51 mil servidores ativos, além de 39,2 mil inativos, entre aposentados e pensionistas. Servidores públicos civis e militares, ativos, inativos e pensionistas do Poder Executivo do Estado poderão contratar o produto com as novas condições. O Banestes é líder no mercado de consignado no Estado.

O diretor de Negócios e Recuperação de Ativos do Banestes, Marcos Vinícius Nunes Montes, ressalta que a ampliação do prazo possibilita a redução das parcelas mensais e aumenta o acesso dos servidores ao empréstimo consignado.

“O prazo mais dilatado no consignado, que é uma modalidade de crédito menos onerosa, permite aos funcionários públicos reorganizar sua vida financeira amortizando dívidas e equilibrando seu orçamento”, frisou Montes.

Os juros do Crédito Consignado Banestes são atrativos e o menor do mercado, com taxa a partir de 0,75% ao mês para as novas operações. A margem consignável, que é o valor máximo da renda a ser comprometida, foi alterada com o decreto. Passa a ser de 35% para servidor público civil e 30% para servidor público militar.

O produto oferece as menores taxas de juros e serve para substituir dívidas mais caras, como de cartão de crédito, além de disponibilizar o empréstimo no ato da negociação.

Para conseguir o crédito na hora, basta procurar a agência mais próxima do Banestes. As prestações são debitadas direto na folha de pagamento.

Leia mais:  Rodovias estaduais interditadas em Rio Novo do Sul e Alfredo Chaves
publicidade

Cidades

Governo do Espírito Santo divulga 16º Mapa de Risco Covid-19

Publicado

O Governo do Estado anunciou, neste sábado (1º), o 16º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (03) e o domingo (09). Ao todo, 22 municípios capixabas estão classificados em Risco Baixo, outros 46 estão em Risco Moderado e dez em Risco Alto.


A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril, levando em consideração o coeficiente de incidência da doença. No dia 04 de maio, o Mapa de Risco passou a contar a taxa de ocupação dos leitos de UTI. No dia 18 de maio, a Matriz de Risco Ampliada entrou na terceira fase com a inserção da taxa de letalidade, do índice de isolamento social e a porcentagem da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco. A nova Matriz de Risco Ajustada entrou em vigor no último dia 13, permitindo que todas as cidades capixabas fossem classificadas de forma individual, sem influência do grau de risco dos municípios vizinhos.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Águia Branca, Anchieta, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Colatina, Ibiraçu, Mucurici, Presidente Kennedy, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibitirama, Iconha, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Água Doce do Norte, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Brejetuba, Conceição do Castelo, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Irupi, Itarana, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Marilândia, Muniz Freire, Muqui, Pedro Canário, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Vila Pavão.

Leia mais:  Pagamento do lucro cessante será finalizado com atendimento remoto
Continue lendo

Cidades

Sem sair de casa! Serasa promete limpar nome por R$100 em feirão online

Publicado

Empresas e instituições financeiras estão oferecendo condições especiais para consumidores quitarem dívidas; negociações também podem ser feitas pelo Whatsapp

A Serasa Experian está com uma campanha para quem está com dívidas entre R$ 200 e R$ 1.000 com algumas empresas e instituições financeiras. O consumidor que acessar o ‘Feirão Limpa Nome’ poderá negociar os débitos e reduzior o valor para pagamentos de R$ 50 a R$ 100.

As empresas participantes são Ativos S.A, Tricard, Santander, Recovery, BMG e Credsystem.

A Serasa estima que mais de 25 milhões de dívidas poderão ser quitadas.

Para efetuar a negociação, o consumidor precisa acessar o site do Serasa Limpa Nome no endereço: www.serasa.com.br ou aplicativo do Serasa disponível para Android e iOS. Com seu número de CPF é possível verificar sua a situação de crédito.

O consumidor também pode regularizar seus débitos financeiros pelo Whatsapp, através do número: (11) 98870-7025. Fique atentou ao número para não cair em possíveis golpes!

Leia mais:  Pagamento do lucro cessante será finalizado com atendimento remoto
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana