conecte-se conosco


Política e Governo

Banestes atinge volume de R$ 195,7 milhões liberados nas linhas de crédito emergencial

Publicado

Em sete dias, o Banestes liberou mais R$ 15,9 milhões em 505 novos contratos de crédito emergencial, alcançando o montante total de R$ 195,7 milhões e o volume de 5.463 operações realizadas nas linhas de crédito, criadas exclusivamente para atender a microempreendedores, empresas de pequeno, médio e de grande porte, assim como o setor industrial, no enfrentamento da crise gerada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Os números são referentes ao balanço do fechamento da última sexta-feira (03) e fazem comparação aos dados divulgados no balanço do dia 26 de junho, em relação às quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banco.

“O aumento considerável no volume de liberações de crédito demonstra o compromisso do Banestes com o atendimento às necessidades da população capixaba, principalmente com o empreendedor local. Dia após dia, estamos aperfeiçoando os nossos serviços e estudando novas soluções financeiras para proporcionar a melhor experiência aos clientes”, ressalta o diretor-presidente do banco, José Amarildo Casagrande.

Outra ação em prol da sustentabilidade financeira de clientes Pessoa Jurídica (PJ) e também do grupo Pessoa Física (PF), ofertada pelo Banestes, é o reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias, que já ultrapassou o montante de R$ 567 milhões em repactuações. Vale ressaltar ainda que, para clientes PF, o Banestes reduziu ainda juros de linhas de crédito e disponibilizou outras modalidades de auxílios financeiros, que podem ser consultadas em www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Desde o início de 2020, o Banestes já disponibilizou um montante superior a R$ 1,5 bilhão em créditos que, somados, correspondem a mais de 97 mil contratos de clientes pessoas físicas e jurídicas atendidos.

Confira abaixo o balanço detalhado das quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banestes para enfrentamento dos impactos econômicos da pandemia do novo Coronavírus. Os dados são referentes ao período de março até 03 de julho de 2020.

1) Linha de Crédito Emergencial Bandes e Banestes:

Para esta linha de crédito, que atende a empresas de todos os portes e do setor industrial, com taxas a partir de CDI + 0,32%, ao mês, o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 163,9 milhões em recursos nesta linha, em um total de 1.572 contratos.

2) Linha de Crédito Aderes e Banestes – Nossocrédito Emergencial (Programa Nossocrédito):

A linha Nossocrédito Emergencial, com taxas de 0,65% a 0,95%, ao mês, já liberou mais de R$ 19,5 milhões em recursos, em 1.385 contratos com empreendedores de pequeno porte.

3) Linhas do Fundo de Aval – (01) Microcrédito Emergencial Covid-19:

Na linha de crédito de até R$ 5 mil, com taxa zero, cujo foco são microempreendedores individuais (MEIs), já foram liberados o valor total de mais de R$ 11,5 milhões, distribuídos em 2.448 operações de crédito.

4) Linhas do Fundo de Aval – (02) Capital de Giro Covid-19:

A linha de crédito de até R$ 31,5 mil, com taxa de CDI, cujos recursos são destinados especificamente para o pagamento de folhas de pagamentos de pequenas e médias empresas, já teve liberação de mais de R$ 553 mil, distribuídos em 58 contratos com empresas do Estado.

5) Reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias:

Condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). Ao total, o Banestes já realizou mais de R$ 567 milhões em repactuação de contratos.

A divulgação do balanço será realizada semanalmente pelo Banestes, no site oficial do banco. Para mais informações sobre as ações de auxílio econômico do Banestes, acesse: www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Leia mais:  Em parceria com o Detran|ES, Corpo de Bombeiros adquire 20 viaturas para resgatar vítimas de acidentes
publicidade

Política e Governo

Cinemas, bares e boates continuam fechados no ES até 31 de agosto; aulas também permanecem suspensas

Publicado

Espetáculos teatrais, cinemas, shows e apresentações, estão permitidos somente no formato drive-in

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, prorrogou, até o dia 31 de agosto, a suspensão das aulas presenciais em todas as escolas, universidades e faculdades das redes de ensino públicas e privadas. As atividades presenciais estão suspensas desde o dia 17 de março, em função da pandemia do novo coronavírus. 

O decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado na noite desta sexta-feira (31), inclui cinemas, teatros, boates, casas de shows e espaços culturais, que também continuam com medidas restritivas por mais um mês.

Espetáculos teatrais, cinemas, shows e apresentações, estão permitidos somente no formato drive-in, onde a permanência de clientes é permitida somente dentro de veículos. 

Sobre o cinema drive-in

De acordo com portaria da Secretaria de Saúde (Sesa), publicada no dia 25 de junho, o acesso e permanência dos clientes nos locais de exibição ou apresentação deverá obedecer critérios, como a não permissão do acesso de pedestres, distância mínima de dois metros entre os carros e o uso obrigatório da máscara facial.

O pagamento dos ingressos deve ser feito preferencialmente via aplicativo ou adquirido com antecedência e a venda de alimentos e bebidas somente poderá ser realizada na modalidade delivery, não sendo permitidos atendimentos no balcão ou em área externa do veículo.

Os sanitários dos locais de exibição deverão ser mantidos limpos, sendo higienizados durante as sessões, a medida em que são utilizados. Estes deverão ter torneiras e lixeiras com mecanismo de fechamento que dispensam o contato manual e deverão estar abastecidos com água corrente, sabonete líquido e toalhas de papel, não devendo ser utilizados secadores eletrônicos;

Leia mais:  Programa Estado Presente é destaque no 8º Congresso Gestão das Cidades
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado inaugura 40 novos leitos na Santa Casa de Colatina

Publicado

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, inaugurou, na manhã desta sexta-feira (31), 40 novos leitos adulto na Santa Casa de Misericórdia de Colatina. São dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e 30 de enfermaria para atendimento aos casos do novo Coronavírus (Covid-19) na região.

A operacionalização dos 40 leitos foi feita por meio do Termo de Fomento Nº 9016/2020, publicado no Diário Oficial do Estado, no valor de R$ 3.073.896,00, com vigência de três meses. A previsão é de que os leitos da Santa Casa de Misericórdia de Colatina sejam inseridos no Painel Covid-19 no início da próxima semana.

“A oferta desses novos leitos faz parte dos esforços do Governo do Estado, a partir de um planejamento que começou no início do ano, de ofertar assistência hospitalar para pacientes Covid em todas as regiões do Estado”, destacou Nésio Fernandes. O subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa dos Santos, também participou da inauguração.

Estiveram presentes também o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto; o coordenador da bancada capixaba, deputado federal Josias Da Vitória; e o deputado estadual Renzo Vasconcelos.

Leia mais:  Dólar dispara e passa de R$ 5,70; Bolsa despenca 7% após demissão de Moro
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana