conecte-se conosco


Política e Governo

Banestes atinge volume de R$ 195,7 milhões liberados nas linhas de crédito emergencial

Publicado

Em sete dias, o Banestes liberou mais R$ 15,9 milhões em 505 novos contratos de crédito emergencial, alcançando o montante total de R$ 195,7 milhões e o volume de 5.463 operações realizadas nas linhas de crédito, criadas exclusivamente para atender a microempreendedores, empresas de pequeno, médio e de grande porte, assim como o setor industrial, no enfrentamento da crise gerada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Os números são referentes ao balanço do fechamento da última sexta-feira (03) e fazem comparação aos dados divulgados no balanço do dia 26 de junho, em relação às quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banco.

“O aumento considerável no volume de liberações de crédito demonstra o compromisso do Banestes com o atendimento às necessidades da população capixaba, principalmente com o empreendedor local. Dia após dia, estamos aperfeiçoando os nossos serviços e estudando novas soluções financeiras para proporcionar a melhor experiência aos clientes”, ressalta o diretor-presidente do banco, José Amarildo Casagrande.

Outra ação em prol da sustentabilidade financeira de clientes Pessoa Jurídica (PJ) e também do grupo Pessoa Física (PF), ofertada pelo Banestes, é o reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias, que já ultrapassou o montante de R$ 567 milhões em repactuações. Vale ressaltar ainda que, para clientes PF, o Banestes reduziu ainda juros de linhas de crédito e disponibilizou outras modalidades de auxílios financeiros, que podem ser consultadas em www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Desde o início de 2020, o Banestes já disponibilizou um montante superior a R$ 1,5 bilhão em créditos que, somados, correspondem a mais de 97 mil contratos de clientes pessoas físicas e jurídicas atendidos.

Confira abaixo o balanço detalhado das quatro principais linhas de crédito emergencial operadas pelo Banestes para enfrentamento dos impactos econômicos da pandemia do novo Coronavírus. Os dados são referentes ao período de março até 03 de julho de 2020.

1) Linha de Crédito Emergencial Bandes e Banestes:

Para esta linha de crédito, que atende a empresas de todos os portes e do setor industrial, com taxas a partir de CDI + 0,32%, ao mês, o Banestes disponibilizou o montante de R$ 250 milhões. Até o momento, o Banestes já liberou mais de R$ 163,9 milhões em recursos nesta linha, em um total de 1.572 contratos.

2) Linha de Crédito Aderes e Banestes – Nossocrédito Emergencial (Programa Nossocrédito):

A linha Nossocrédito Emergencial, com taxas de 0,65% a 0,95%, ao mês, já liberou mais de R$ 19,5 milhões em recursos, em 1.385 contratos com empreendedores de pequeno porte.

3) Linhas do Fundo de Aval – (01) Microcrédito Emergencial Covid-19:

Na linha de crédito de até R$ 5 mil, com taxa zero, cujo foco são microempreendedores individuais (MEIs), já foram liberados o valor total de mais de R$ 11,5 milhões, distribuídos em 2.448 operações de crédito.

4) Linhas do Fundo de Aval – (02) Capital de Giro Covid-19:

A linha de crédito de até R$ 31,5 mil, com taxa de CDI, cujos recursos são destinados especificamente para o pagamento de folhas de pagamentos de pequenas e médias empresas, já teve liberação de mais de R$ 553 mil, distribuídos em 58 contratos com empresas do Estado.

5) Reparcelamento de operações de crédito em até 180 dias:

Condição única no mercado, tanto para clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ). Ao total, o Banestes já realizou mais de R$ 567 milhões em repactuação de contratos.

A divulgação do balanço será realizada semanalmente pelo Banestes, no site oficial do banco. Para mais informações sobre as ações de auxílio econômico do Banestes, acesse: www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Leia mais:  Secretaria de Desenvolvimento visita fábrica e porto em Aracruz
publicidade

Política e Governo

Pazolini lidera 2º turno em Vitória diz pesquisa

Publicado

A primeira pesquisa Rede Vitória/Futura de intenção de voto, em Vitória, no segundo turno, aponta uma diferença de 6% das intenções dentro da margem de erro, entre os candidatos Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT). Quando levado em consideração apenas os votos válidos, Pazolini tem vantagem, com 53% das intenções, enquanto Coser aparece com 47%.
Quando são considerados os votos válidos, ou seja, excluindo brancos, nulos, eleitores indecisos e abstenções, Pazolini tem vantagem com 53% das intenções de voto, enquanto Coser aparece com 47%. Os dois candidatos estão empatados tecnicamente já que a margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.
Na intenção de voto estimulada, quando são apresentados os candidatos aos entrevistados, Pazolini aparece com 49% e Coser, 42,9%. Brancos e nulos somam 4,5% e indecisos são 3,6%.
Os entrevistados também responderam a seguinte pergunta: “Você diria que essa sua decisão de voto é definitiva ou ainda poderá mudar até o dia da eleição?”. A decisão de voto é definitiva para 90,3% dos eleitores. Aqueles que poderão mudar o voto até o dia da eleição somam 9%. Os que não responderam ou não souberam são 0,7%.

A pesquisa foi realizada pela Futura para a Rede Vitória e contemplou 600 entrevistas, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos e confiabilidade de 95%. As entrevistas foram realizadas no dia 24 de novembro de 2020, face a face com o eleitor, respeitando as determinações sanitárias das autoridades de saúde e os critérios de aleatoriedade e das proporções populacionais, de sexo, idade e região de moradia. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número ES-05407/2020.

Fonte: Folha Vitória.

Leia mais:  Rede e Solidariedade se unem e lançam chapa majoritária para pré-candidatura a prefeito
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado recebe prêmio pelas ações do Transcol no enfrentamento da pandemia

Publicado

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), recebeu, nesta terça-feira (24), o Prêmio Destaque do Transporte, uma homenagem especial pela iniciativa do Governo capixaba, em conjunto com as Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBUS), pela implementação do Protocolo de Ações do Sistema Transcol no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

O prêmio é promovido pela OTM editora, que todos os anos reconhece as melhores iniciativas implantadas pelos sistemas de transporte público do País. Segundo a OTM Editora, o protocolo de ações do Sistema Transcol está amparado num tripé estratégico de ações, que juntas somam mais de 40 medidas implantadas e foi considerado um dos mais completos e vigorosos programas de apoio e sustentação ao transporte público do Brasil, durante o período de pandemia.

Para o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, o reconhecimento do trabalho do Governo do Estado, por meio do Prêmio Destaque do Transporte, incentiva boas práticas no setor. “Foi um período de muito aprendizado, em que tivemos que ter muito pé no chão e responsabilidade na hora de implantar cada ação. A comunicação também foi essencial para o sucesso de protocolo. Tivemos que manter conversas constantes com a população, com as empresas operadoras e com os colaboradores. Mas, conseguimos enfrentar o desafio sem paralisar o sistema, sem quebradeiras nas empresas e sem demissões em massas, além de oferecer um transporte mais seguro do ponto de vista sanitário”, destacou.

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), em março, o Sistema Transcol vem adotando uma série de medidas para diminuir o risco de contágio no transporte coletivo. Entre as ações, estão a disponibilização de totens de álcool gel nos terminais para os passageiros e a distribuição de 1 milhão de máscaras reutilizáveis para os passageiros que passam pelos terminais.

Também foram adotadas medidas para o reforçar a higienização dos coletivos e higienização dos terminais, além da disponibilização de sabonete nos banheiros; afastamento de colaboradores do sistema com mais de 60 anos, com comorbidades ou sintomas gripais; obrigatoriedade do uso de máscara nos coletivos e terminais; marcação das filas nos terminais e recomendação aos passageiros para manutenção do distanciamento mínimo de 1,5 metro, além da distribuição de álcool em gel e máscaras para os trabalhadores do sistema, entre outras medidas.

A solenidade de premiação foi realizada no Transamérica Hotel – São Paulo, de maneira presencial, obedecendo às regras estabelecidas pelas autoridades para assegurar a segurança sanitária no ambiente.

Leia mais:  Capital do Espírito Santo é transferida simbolicamente para São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana