conecte-se conosco


Cidades

Chamada Pública 2020: veja onde há oferta de Tempo Integral

Publicado

Para 2020, o Governo do Estado ofertará a Educação de Tempo Integral em 28 escolas, sendo dez delas com carga horária de nove horas e meia, 15 com carga horária de sete horas e integrada ao curso técnico e três escolas rurais, com carga horária de 9h30. A oferta de vagas está sendo feita por meio da Chamada Pública 2020 nas 448 escolas Estaduais e que segue até o dia 26 de novembro com o período destinado à rematrícula e/ou solicitação de transferência interna, ou seja, para os alunos que já são da Rede Estadual. Dentre as novidades, portanto, está a implantação de novos modelos como o Tempo Integral Rural e o Tempo Integral integrado ao Curso Técnico. Além disso, um segundo modelo de Tempo Integral, com carga horária de sete horas diárias, também será colocado em prática.

O secretário Vitor de Angelo disse que a ampliação do número de matrículas no Tempo Integral é uma meta do governo e também fez parte das premissas dos Planos Nacional e Estadual de Educação. “Assumimos o Governo com o percentual de matrículas nessa modalidade que não perfazia nem 8% do total, fazendo com que no 5º ano de vigência da meta, ou seja, metade do tempo, não tenha sido atingido a metade do objetivo final”, ponderou.

Nas unidades em que forem oferecidos o Curso Integral integrado ao Curso Técnico, com carga horária de sete horas, também será possível o funcionamento do turno parcial no período matutino. O mesmo ocorrerá nas unidades onde serão ofertados o Tempo Integral com a carga horária de nove horas e meia, na medida que haverá a possibilidade de funcionamento da Educação para Jovens e Adultos (EJA) no período noturno.

Os Centros Estaduais Integrados de Educação Rural já ofertavam há muitos anos Educação em Tempo Integral. No entanto, não foram considerados como escolas com oferta de Tempo Integral e, portanto, não foram contemplados com melhorias e atenção da equipe de coordenação do Tempo Integral. Por isso, a partir de 2020, as unidades farão parte da oferta de Tempo Integral da Rede Estadual de Educação no modelo de carga horária de nove horas e meia.

Integral Integrado ao Técnico

Um dos destaques do anúncio desta quinta, segundo o secretário, é a oferta do Tempo Integral integrado ao Curso Técnico. “Hoje temos somente uma escola que oferta o técnico, em Anchieta. Vamos expandir essa oferta para atender um número maior de alunos que tenham o interesse de sair do Ensino Médio já com qualificação técnica”, garantiu. Serão 17 novas escolas para esta modalidade de ensino. Além das 15 unidades de sete horas, temos Baixo Guandu e Liceu Muniz Freire, em Cachoeiro de Itapemirim, que também ofertarão.

Dedicação exclusiva

Priorizando a equidade da Rede Estadual de Educação e entendendo que o investimento deve ser equânime em todas as escolas, os recursos investidos atualmente na remuneração dos professores das atuais escolas em Tempo Integral, pela dedicação exclusiva, serão transferidos, de forma a garantir que não só as escolas de tipologia I (de maior porte), como todas as que ofertam Integral, sejam contemplados com equipe gestora composta por diretor, coordenador pedagógico e coordenador administrativo, financeiro e de secretaria; e que também permite que os diretores que hoje trabalham mais de 25h tenham a possibilidade de extensão de sua carga horária até 40h.

Os professores permanecerão no modelo integral no turno que oferta Educação em Tempo Integral. Para aqueles que possuírem dois vínculos, totalizando 50h, não será mais necessária a desconsideração de um dos vínculos, sendo possível a extensão da carga horária restante em outro turno ou escola.

A Sedu esclarece que o número de vagas abertas por unidade de ensino, as modalidades dos cursos técnicos e outros detalhamentos serão divulgados assim que for definida a data da chamada pública 2020.

Como ficará em 2020

– 64 Escolas de Tempo Integral, sendo 46 com carga horária de nove horas e meia, das quais 03 Integradas ao Curso Técnico (carga horária de nove horas e meia); 15 Integradas ao Curso Técnico (carga horária de sete horas); 03 de Tempo Integral Rural (carga horária de nove horas e meia), e previsão de oferta de 11.450 novas vagas pela oferta de Tempo Integral em 34 municípios;

– Além das Escolas de Tempo Integral, as de Tempo Parcial com Tipologia I (de maior porte), terão Equipe Gestora, composta por: um diretor e as funções gratificadas de coordenador Pedagógico, coordenador Administrativo, de Secretaria e Financeiro;

– Para os alunos que optarem pela modalidade de Ensino Médio integral Integrado ao curso técnico, com a carga horária de sete horas diárias, a permanência na unidade de ensino será de 13h às 20h, com duas refeições. Os que optarem pelo Tempo Integral com a carga horária de nove horas e meia, a permanência na unidade será 7h30 às 17h com três refeições;

– O diretor com um vínculo que trabalhar em mais de um turno terá a extensão da sua carga horária para 40h. A extensão também vale para os que atuam nas escolas de tempo parcial.

Implantação das Escolas em tempo Integral

– 2015: 1 escola

– 2016: 4 escolas

– 2017: 12 escolas

– 2018: 15 escolas

– 2019: 4 escolas

– 2020: 28 escolas

 

Leia mais:  Governo do ES determina uso de máscaras por toda a população a partir desta segunda

Relação de novas Escolas que passam a ofertar Tempo Integral em 2020:

NOME DA ESCOLA MUNICÍPIO
OFERTA 2020
CARGA HORÁRIA FUNDAMENTAL II ENSINO MÉDIO ENSINO TÉCNICO
CEIER DE ÁGUIA BRANCA ÁGUIA BRANCA 9H30MIN SIM SIM SIM
EEEFM DR JONES DOS SANTOS NEVES BAIXO GUANDU 9H30MIN SIM
CEIER DE BOA ESPERANÇA BOA ESPERANÇA 9H30MIN SIM SIM SIM
EEEFM ÁLVARO CASTELO BREJETUBA 9H30MIN SIM
EEEFM AGOSTINHO SIMONATO CACHOEIRO DO ITAPEMIRIM 7H00MIN SIM SIM
EEEFM ARY PARREIRAS CARIACICA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM SATURNINO RANGEL MAURO CARIACICA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM THEODOMIRO RIBEIRO COELHO CARIACICA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM LIONS CLUB DE COLATINA COLATINA 9H30MIN SIM SIM
EEEFM PROF.ª CAROLINA PICHLER COLATINA 9H30MIN SIM
EEEFM LYRA RIBEIRO SANTOS GUARAPARI 9H30MIN SIM SIM
EEEM DR SILVA MELLO GUARAPARI 7H00MIN SIM SIM
EEEFM PROFESSORA ANTONIETA BANHOS FERNANDES LINHARES 7H00MIN SIM SIM
EEEFM JOB PIMENTEL MANTENÓPOLIS 9H30MIN SIM
EEEFFM PIO XII SÃO MATEUS 9H30MIN SIM
EEEF JONES JOSÉ DO NASCIMENTO SERRA 9H30MIN SIM
EEEFM CLÓVIS BORGES MIGUEL SERRA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM DOM JOÃO BATISTA DA MOTTA E ALBUQUERQUE SERRA 9H30MIN SIM
EEEFM RÔMULO CASTELLO SERRA 7H00MIN SIM SIM
EEEM PROFESSORA HILDA MIRANDA SERRA 7H00MIN SIM SIM
EEEF DOMINGOS PERIM VENDA NOVA DO IMIGRANTE 9H30MIN SIM
EEEFM NELSON VIEIRA PIMENTEL VIANA 7H00MIN SIM SIM
CEIER DE VILA PAVÃO VILA PAVÃO 9H30MIN SIM SIM SIM
EEEFM FLORENTINO ÁVIDOS VILA VELHA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM PROFESSOR GERALDO COSTA ALVES VILA VELHA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM SÍLVIO ROCIO VILA VELHA 7H00MIN SIM SIM
EEEFM MAJOR ALFREDO PEDRO RABAYOLLI VITÓRIA 7H00MIN SIM SIM
EEEM GOMES CARDIM VITÓRIA 7H00MIN SIM SIM
Leia mais:  Banestes é patrocinador da campanha Outubro Rosa da Afecc

publicidade

Cidades

Estudantes capixabas são classificados para Programa Jovem Parlamento Brasileiro

Publicado

A ação é uma oportunidade para que os jovens possam vivenciar o trabalho de um deputado federal por uma semana, em Brasília.

Dois estudantes da Rede Pública do Estado do Espírito Santo foram selecionados na última etapa do Programa Jovem Parlamento Brasileiro (JPB) 2020. Patrícia Dettmann Tonoli, aluna da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Emílio Oscar Hülle, de Marechal Floriano; e Daniel dos Santos Moura, aluno do Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes), Campus São Mateus vão participar da 17ª edição do programa.

A iniciativa é direcionada a estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio de todo o Brasil e tem o objetivo de propiciar aos jovens a vivência do processo político e democrático na Câmara dos Deputados.

Os participantes elaboraram um Projeto de Lei de sua autoria, desenvolvendo suas competências nos eixos cognitivos da matriz de referência do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), como o domínio da linguagem, a compreensão de fenômenos, o enfrentamento de situações-problema, a construção de argumentação e a elaboração de propostas.

Neste ano, o programa recebeu 34 projetos de estudantes da Rede Pública (Estadual e Federal) e Privada do Espírito Santo. A Coordenação Estadual do PJB, composta por técnicos da Secretaria da Educação (Sedu), avaliou os projetos de lei recebidos e encaminhou para a Câmara dos Deputados os oito pré-selecionados na etapa estadual, sendo classificados nesta última etapa, Patrícia e Daniel.

Informações sobre o PJB estão disponíveis em https://is.gd/pJ6awo.

Leia mais:  Vira-lata salva avó e neto de ataque de pitbull em Guarapari e acaba ferido
Continue lendo

Cidades

Projeto do ES é selecionado em concurso de soluções para restaurar a bacia do rio Doce

Publicado

Cinco iniciativas de plantio sustentável com fins econômicos foram selecionadas em parceria realizada com a WWF-Brasil

O projeto de um casal de produtores capixabas é um dos selecionados do concurso Ideias Renovadoras: Plantando Árvores e Colhendo Alimentos, criado para auxiliar a recuperação da bacia do rio Doce e promover os Sistemas Agroflorestais (SAF), que combinam espécies florestais com culturas agrícolas ou pecuária, em todo o país. 

Lançado por meio de um convênio entre a Fundação Renova e a WWF-Brasil, em parceria com o Instituto Terra e o Centro de Pesquisa Internacional Agroflorestal (ICRAF), o concurso selecionou cinco iniciativas de SAF, sendo três localizadas na bacia do rio Doce e duas implantadas em todo o território nacional, para servirem de modelo no processo de restauração florestal da bacia.

A iniciativa Diversificação Produtiva Agroecológica, aplicada na propriedade localizada na Comunidade de Cascatinha do Pancas, em Colatina (ES), foi uma das vencedoras. O local tem uma produção sustentável, com preservação da natureza e de nascentes. Além da grande variedade de SAF, há também cultivo de feijão, arroz, milho, aipim, batata e abóbora, que são comercializados em feiras e destinados para alimentação escolar. 

A propriedade em Colatina tem 42 hectares de mata preservada, 11 hectares de regeneração natural com SAF e mais 1 hectare às margens de córrego com espécies nativas e frutíferas. O projeto é um exemplo na região e recebe estudantes e pesquisadores para visitas e estágios sobre conservação e conscientização.

Ao todo, foram recebidas 131 inscrições de projetos de todo o país. Os vencedores receberão uma premiação no valor de R$ 6 mil e participarão de um processo de imersão on-line ao lado de especialistas, entre 21 e 25 de setembro, para melhoria de suas práticas e desenvolvimento de novos arranjos produtivos de SAF, que poderão ser implantadas para recuperação florestal na bacia do rio Doce. Dos cerca de 40 mil hectares de área que serão reflorestados pela Fundação Renova, aproximadamente 10 mil poderão ser destinados ao plantio com fins econômicos.

“Essa expertise dos projetos trará uma oportunidade para os produtores da bacia preservarem suas áreas, melhorarem a qualidade da água e do solo e até mesmo desenvolverem atividades voltadas para a geração de renda”, diz Felipe Drummond, especialista de Uso Sustentável da Terra da Fundação Renova. 

Confira os selecionados do concurso: 

Bacia do rio Doce:

·       Diversificação produtiva agroecológica em Colatina (ES)

·       Projeto de restauração de áreas degradadas com sistemas agroflorestais biodiversos e produtivos em Governador Valadares (MG)

·       SAF da Vânia e Scarlat, em Periquito (MG)

Fora bacia do rio Doce:

·       Sistema Agroflorestal em Agroecologia (SAFA), do Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA), em Glória do Goitá (PE)

·       Sítio Semente, de Brasília (DF)

Leia mais:  Projeto do ES é selecionado em concurso de soluções para restaurar a bacia do rio Doce
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana