conecte-se conosco


Segurança

Com visitas suspensas, Sejus promove interações para manutenção do vínculo familiar de internos

Publicado

Com a suspensão das visitas nas unidades prisionais como medida de prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Justiça (Sejus) tem buscado alternativas para manter o contato de internos com seus familiares. As ações de aproximação são realizadas de diversas formas, seja por envio e recebimento de cartas por e-mail, ligações assistidas e até com trocas de mensagens pelo WhatsApp.

Os contatos são realizados de acordo com os recursos disponíveis em cada unidade prisional e somente para os familiares credenciados. A subsecretária de Ressocialização da Sejus, Roberta Ferraz, explica que toda a ação é acompanhada por servidores do sistema prisional. “A Sejus tem se empenhado ao máximo para minimizar os impactos do distanciamento social recorrendo a estratégias de aproximações remotas entre internos e seus familiares. Nesse sentido, as unidades prisionais têm fornecido notícias e informações aos entes queridos dos internos como forma de amenizar a ansiedade e a saudade que esse isolamento tem causado. Cabe ressaltar que todos os contatos são acompanhados por servidores do setor Psicossocial e técnicos das unidades”, afirma.

As ligações assistidas são as formas mais usuais realizadas nas unidades, mas a Sejus tem estudado a possibilidade de implantação da televisita, ligação por vídeo, como alternativa de interação a ser implementada de forma padronizada em todo o sistema. Para isso, questões técnicas e estruturais são analisadas. A Secretaria também está em constante diálogo com representantes da Comissão de Mães de Detentos do Espírito Santo. O objetivo é sanar dúvidas, bem como receber propostas e aprimorar medidas de interação.

P.C.J.S., interna do Centro Prisional Feminino de Cariacica (CPFC), diz que as ligações assistidas têm ajudado a suprir a saudade da família. “Com as ligações assistidas temos falado com nossa família todos os meses, já que não podemos ter as visitas presenciais devido à pandemia.  É um momento reconfortante. Não podemos ver, mas sabemos que nossa família está sendo abraçada com esse contato, mantemos o vínculo e temos notícias deles lá fora”.

Novos credenciamentos de familiares continuam sendo efetivados eletronicamente nos canais de atendimento por WhatsApp (27 – 99257-4718) e e-mails das unidades prisionais (https://sejus.es.gov.br/unidades-prisionais).  A família que ainda não é cadastrada pode entrar em contato com esses canais para enviar os documentos necessários ao credenciamento. A análise da documentação é realizada em 30 dias.

Atividade religiosa

Assim como alternativas para manutenção do vínculo familiar, a assistência religiosa nas unidades tem sido mantida em novo formato, com apresentação de cartas e vídeos enviados pelas entidades religiosas e até, em alguns casos, com mensagens transmitidas em programas de rádio e TV montados nas unidades prisionais de Linhares (Centro de Detenção e Ressocialização) e Barra de São Francisco (Penitenciária Regional).

Leia mais:  MPES requer condenação de oficial de Justiça que repassava cumprimento de mandados
publicidade

Segurança

“Mostra uma covardia e beira a psicopatia”, diz secretário de segurança sobre chacina em Vitória

Publicado

Segundo o secretário, tudo leva a crer, que o caso tem relação com o tráfico de drogas; quatro pessoas foram assassinadas e um jovem ficou ferido

Em entrevista ao ES no Ar, da TV Vitória / Record TV, na manhã desta terça-feira (29), o secretário de segurança do Espírito Santo, Alexandre Ramallho, falou sobre as investigações da chacina ocorrida numa ilha de Vitória na tarde da última segunda-feira (28), que deixou 4 pessoas mortas e uma ferida.

Alexandre Ramalho ressaltou a frieza dos criminosos, que fizeram imagens das vítimas, em vídeo, pouco antes do crime acontecer. Segundo o secretário, tudo leva a crer, que o caso tem relação com o tráfico de drogas. 

“A polícia civil está trabalhando fortemente nas investigações, mas tudo nos leva a crer que é uma ligação do tráfico de entorpecentes. Mostra uma crueldade, mostra uma covardia, beira a psicopatia quando filmam esses jovens antes e acabam por executá-los”, disse o secretário.

O caso

Segundo as investigações, pelo menos seis pessoas estavam na região da ilha, que fica próximo a Santo Antônio, quando o crime aconteceu. Investigadores do Departamento de Homicídios informaram que os atiradores chegaram em dois barcos e cercaram a região. E foi aí que o grupo de jovens foi surpreendido pelos suspeitos. A polícia não soube dizer quantos criminosos eram. Quatro pessoas foram mortas a tiros.  

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra momentos antes da chacina acontecer. A suspeita da polícia é de que as imagens foram gravadas por um dos atiradores. 

Fonte: Folha Vitória.

Leia mais:  Policiais do norte do ES cobram aumento do efetivo
Continue lendo

Segurança

Mulher tem carro roubado e ainda precisa ensinar assaltante a dar partida no veículo

Publicado

Crime aconteceu no bairro Novo México, em Vila Velha

Os moradores do bairro Novo México, em Vila Velha, têm reclamado de constantes crimes na região. Com o aumento da preocupação, o reflexo pode ser visto em diversas casas com muros altos e cercas elétricas. Em um dos casos, flagrado por uma câmera de segurança, uma mulher tem o carro levado por criminosos enquanto conversava fora do veículo. E o pior de tudo, ele não sabia ligar o veículo e ela teve que ensinar. 

O crime aconteceu na última quinta-feira (24). Nas imagens, é possível ver duas mulheres conversando em uma calçada do bairro, quando de repente surgem dois homens. Eles caminham em direção as vítimas e anunciam o assalto. Após entrar no veículo, a dupla não consegue dar a partida.

A dona do automóvel, além do susto, ficou no prejuízo financeiro, já que o carro não tinha seguro e estava com diversos produtos que ela vendia. 

E esse não foi o único nesta semana, na madrugada da última quarta-feira (23), um idoso de 76 anos teve o carro furtado por três homens em uma rua do bairro, e as câmeras de vídeo monitoramento também flagram a ação.

 

Leia mais:  Polícia fecha boate em Cariacica que desobedeceu decreto estadual sobre Novo Coronavírus

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana