conecte-se conosco


Segurança

Corononavírus: Polícia Militar atua no fechamento do comércio e orienta população a ficar em casa

Publicado

Ao patrulhar as ruas, a Polícia Militar está orientando a população sobre a importância do isolamento social como forma de prevenção à disseminação no novo coronavírus.

Durante o policiamento ostensivo, as viaturas percorrem os bairros com um alerta sonoro que orienta as pessoas a ficarem em suas casas. Esta diligência está sendo cumprida em todos os municípios capixabas. 

PM atuando no fechamento de estabelecimentos comerciais na área do 13º Batalhão

PM atuando no fechamento de estabelecimentos comerciais na área do 13º Batalhão

A ação se dá reforçando o decreto emergencial do governador Renato Casagrande publicado na sexta-feira (20), determinando o fechamento de comércios não essenciais no estado. Apenas farmácias, supermercados, padarias, alimentação, cuidados animais, postos de combustíveis, conveniência e feiras livres poderão permanecer abertos. A medida é justamente para que se diminua a circulação de pessoas nas ruas para evitar o avanço da doença.

Em alguns municípios, uns comerciantes ainda abriram seus estabelecimentos após a determinação. De forma humana e pedagógica, os policiais militares estão realizando a abordagem e instruindo esses comerciantes a não manterem seus comércios funcionando pelo prazo oficial de 15 dias, conforme o decreto do governo.

Entretanto, os proprietários desses estabelecimentos que não acatarem as determinações previstas, poderão ser penalizados de acordo com o artigo 268 do Código Penal, que diz: “Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, sob a pena de detenção, de um mês a um ano, e multa”.

Todas essas medidas têm o objetivo principal de reduzir a velocidade de propagação do coronavírus, que no Espírito Santo.

Leia mais:  Modelo de Gestão Prisional do Espirito Santo é referência nacional
publicidade

Segurança

Governo do Estado lança pedra fundamental do Centro de Inteligência da Defesa Civil

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, nesta quinta-feira (9), o lançamento da pedra fundamental do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastre do Espírito Santo (CEGRD), que está sendo construído em Vitória. O espaço será provido de um valioso pacote de tecnologia lógica, promovendo uma maior integração entre os órgãos do Governo do Estado e prefeituras municipais e aumentando a capacidade de prevenção e resposta a desastres naturais. Serão investidos R$ 56 milhões com benefícios fundamentais a toda população do Estado.

Durante a solenidade virtual, transmitida ao vivo pelas redes sociais, Casagrande ressaltou a importância dos investimentos na prevenção de desastres. “Mesmo que a gente faça tudo certo ainda assim teríamos desastres. É importante que a gente aprenda a criar planos para conviver com isso. Boa parte do que sofremos em desastres é decorrente da nossa irresponsabilidade. Quando se desmata, se polui nossos rios e nossa atmosfera ou também quando se constrói casas nas calhas de rios”, alertou.

Casagrande destacou a importância da preservação ambiental para reduzir a ocorrência de desastres. “Estamos vivendo um ataque feroz à nossa Floresta Amazônica. Temos grandes trilhos a seguir, que é a proteção do meio ambiente e a adaptação às mudanças. A Defesa Civil está no cerne dessas mudanças, quando fazemos obras de contenção, de limpeza e de cuidados. Ter obras de infraestrutura que reduzam esse impacto e o risco à vida é muito importante. Esse Centro trabalha nesse sentido de alerta, integrando toda Defesa Civil municipal, estadual e nacional, para que possamos reduzir os riscos e minimizar os impactos”, disse Casagrande.

A obra está em andamento, em terreno localizado na sede do Quartel do Comando-Geral (QCG) do Corpo de Bombeiros Militar, na Enseada do Suá, em Vitória. A construção está na fase final de fundação e a previsão de término até o final de 2021. Logo após a solenidade virtual, o governador visitou o canteiro de obras para acompanhar o andamento dos trabalhos.

A pedra fundamental foi retirada de um local de desastre – uma rocha que se desprendeu e rolou sobre uma casa no município de Alfredo Chaves, vitimando fatalmente um casal de idosos, durante as fortes chuvas que atingiram a região sul do Estado no início do ano. “A ideia foi pegar algo que mostrasse o poder destruidor que um desastre tem. É um símbolo muito grande e passando perto dela refletimos o quão importante é ter uma Defesa Civil estruturada”, explicou o coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel André Có.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destacou que o investimento no sistema de proteção e gestão de riscos e desastres vai utilizar recursos da operação de crédito do Governo do Estado com o Banco Mundial, dentro do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem.  “Esse programa, com valor global de US$ 323,1 milhões, visa a garantir mais qualidade de vida para o capixaba. Além de apoiar o fortalecimento da capacidade de gerenciamento e de respostas do Estado a riscos e desastres, tem ações de preservação ambiental e de saneamento básico, com gestão intensiva da Secretaria de Economia e Planejamento”, afirmou.

Obras

Leia mais:  Condomínios vão ter que comunicar violência doméstica à Polícia

O Centro contará com, aproximadamente, dois mil metros quadrados e a edificação irá contemplar toda a infraestrutura elétrica, de climatização, cabeamento lógico, sistema de incêndio, sistema de segurança, soluções para mobiliário técnico e corporativo, soluções de tecnologia da informação e visualização, e demais bens e serviços correlatos.

O contrato também contempla fornecimento, configuração, comissionamento, instalação e ativação do sistema, além de testes de sistema, licenciamento de radiofrequência, treinamento técnico e operacional, operação inicial assistida, garantias e manutenção corretiva e preventiva, visando à implantação para todos os meios operacionais integrantes do CEGRD.

Além disso, o centro de inteligência contará com sistema de radiocomunicação com gestão de comunicação, com recursos de voz, dados e gerenciamento, definidos por padrões do CEGRD, para emprego, inclusive com integração das operações entre os órgãos de segurança pública e governamentais, com centro de despacho em múltiplas frequências, para atendimento ao cenário de desastres.

“Uma instalação fixa digna para operadores de Segurança Pública é fundamental. Essa apresentação nos deixa muito felizes com o potencial dessa entrega. Principalmente pela tecnologia que está implantada nesse sistema. O desastre causa uma grande aflição na população e essa estrutura vem para dar maior apoio no serviço à sociedade capixaba”, disse o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira, também destacou a relevância do projeto. “Essa é uma entrega muito importante para a sociedade capixaba, visto que a cada ano a intensidade dos desastres naturais vem aumentando. Esse Centro vai dar ao nosso Estado a capacidade de resposta muito mais rápida para a população. É um projeto fundamental. Fica o meu agradecimento ao governador Renato Casagrande por entender a importância de iniciar essas obras”, declarou.

A solenidade virtual também contou com a participação do secretário Nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Alves Lucas, que parabenizou o Governo do Espírito Santo pelo empreendimento: “Essa é uma grande conquista do País. O Espírito Santo já é referência em Proteção e Defesa Civil. Servirá de exemplo a outros estados e mostrará a importância de se investir na unidade da gestão. Defesa Civil é um sistema, não é um órgão. Cada um contribui em cada fase. Parabéns ao Espírito Santo por essa obra”.

Também participaram do evento, a vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes; a procuradora-geral de Justiça do Espírito Santo, Luciana Andrade; de deputados estaduais; prefeitos; além de representantes da Defesa Civil Estadual e municipal.

Leia mais:  Governador anuncia construção de nova unidade prisional de regime fechado
Continue lendo

Segurança

Secretário de Segurança do ES recebe ameaças em rede social

Publicado

O coronel Alexandre Ramalho foi ameaçado em um post na sua conta pessoal do Instagram

O Secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, recebeu ameaças em sua conta pessoal no Instagram. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) confirmou a informação por meio de nota.

De acordo com a Sesp, uma ocorrência foi registrada na Polícia Civil e o caso segue sob investigação. Ainda segundo a secretaria, detalhes não serão repassados, assim como o conteúdo das mensagens, para não atrapalhar as investigações.

Na nota, a Sesp garantiu que “o combate ao tráfico de drogas e às organizações criminosas no Espírito Santo vai continuar de maneira intensa, como vem sendo realizado, dentro da legalidade, com objetivo de trazer paz às pessoas que vivem nessas comunidades”.

Fonte: Folha Vitória.

Leia mais:  Governo do Estado apresenta o novo aplicativo APP 190 ES
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana