conecte-se conosco


Segurança

Crédito ou débito? Qual a forma mais segura de pagar no carnaval

Publicado

Criminosos aproveitam a multidão de pessoas pelas ruas para roubar senhas e para trocar cartões em momentos de desatenção

O carnaval aumenta o número de pessoas pelas ruas atrás de blocos ou de trios elétricos. O movimento e a bagunça característicos da data favorecem a ação de criminosos que aproveitam a distração para aplicar golpes no meio da folia.

Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, as ações de criminosos envolvendo cartões de crédito no carnaval não são sofisticadas. A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) alerta para o roubo da senha e a troca do cartão.

Quadrilhas aproveitam da distração da vítima para ver a senha que está sendo digitada ou para fazer a sequência númerica ser incluída no campo destinado ao valor da compra. Em seguida, o cartão usado na transação é substituído por um outro qualquer e devolvido à pessoa.

“Fique sempre atento ao seu cartão e confira a devolução. Veja se os números da sua senha estão aparecendo na tela quando você a digita. Isso não pode acontecer. Lembre-se que o campo de senha mostra apenas asteriscos”, alerta Adriano Volpini, diretor da comissão de Prevenção a Fraudes, da FEBRABAN.

Para tentar escapar desse tipo de crime, Volpi orienta conferir o nome do cartão e pedir a via do cliente para saber o valor exato que foi aprovado.

Débito ou crédito?

A resposta à pergunta frequente em qualquer pagamento com um cartão pode diminuir os prejuízos financeiros em caso de um golpe. 

Os cartões de crédito costumam ser mais fraudados por terem um limite maior do que o saldo na conta, porém, existe mais chances de conseguir recuperar a quantia desviada. 

Conferir o valor no visor da máquina de cartão e esconder a senha podem evitar golpes

“O sistema do cartão de crédito pode avaliar se o pagamento realizado está dentro do perfil de compra e identificar um desvio de comportamento, que pode indicar um golpe. No caso do débito, isso é mais difícil porque o dinheiro sai da conta imediatamente”, diz Rafael Santana – Diretor de Desenvolvimento de Sistemas da Cielo.

Segundo Rafael, o sistema de segurança pode identificar tanto um volume muito grande de compras, mas dentro do padrão de consumo, quanto uma compra em um valor muito alto fora do valor médio gasto pelo cliente. 

A orientação da Febraban é ativar os avisos por SMS ou por e-mail de cada transação realizada com o cartão. Isso ajuda a identificar com rapidez uma transação fraudulenta.

Pagamento por aproximação

O uso do pagamento por aproximação ainda não é tão popular e gera uma certa desconfiança, mas pode ser uma alternativa segura para fazer transações.

“O pagamento por aproximação é uma transação muito segura, assim como no uso de um cartão com chip com aprovação por senha”, diz o diretor da Cielo.

Rafael ressalta que o uso de formas de pagamento por aproximação por celular, cartões e até por smart watch garante que o usuário não perca o contato físico e visual do dispositivo de pagamento, isso porque transações de até R$ 50 não exigem a senha apenas o contato com a maquininha.

“Todas as formas de pagamento digital são seguras, mas é importante ficar atento para não cair em golpes. Se o cartão não passar de primeira e o vendedor insistir para passar outras vezes, mesmo colocando a senha correta, desconfie que algo está errado”, orienta o especialista.

Cuidado com o roubo de celular

Os celulares também são alvos de criminosos durante o Carnaval e muitas pessoas se preocupam em ligar apenas para a operadora e para o seguro, mas esquecem de avisar o banco. 

Outras usam o aplicativo do banco no celular e podem deixar senhas salvas no aparelho para facilitar o acesso. O conforto, porém, pode significar prejuízos financeiros se o criminoso encontrar senhas e logins no aparelho.

“É importante que a pessoa entre em contato com o banco para comunicar o roubo do celular assim que perceber que não está mais com o aparelho. Assim, a instituição financeira bloqueará a conta e impedirá que os bandidos realizem qualquer operação”, explica Volpini.

Em caso de roubo, perda ou extravio do cartão, ligue para a Central de Atendimento do banco e solicite o cancelamento. Em caso de roubo, também é ncessário fazer um boletim de ocorrência em uma delegacia.

Leia mais:  Internos da Sejus acompanham palestra sobre logística e liderança
publicidade

Segurança

Detran-ES dá orientações para trânsito mais seguro no Carnaval

Publicado

Para garantir um trânsito mais seguro durante o período de Carnaval, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) orienta atenção aos condutores que forem pegar a estrada neste feriado, seja para curtir os locais onde há programação de Carnaval, seja para descansar nesses dias, ou mesmo para deslocamento dentro das cidades.

Para alertar os condutores e usuários das vias sobre a segurança no trânsito o Detran|ES realizará ações educativas com abordagem dos foliões em blocos programados na Grande Vitória durante o Carnaval.

O diretor geral do Detran|ES alerta para que condutores, motociclistas, ciclistas e pedestre sejam responsáveis no trânsito. “A responsabilidade pela segurança no trânsito é de todos. Por isso nossas equipes estarão presentes no Carnaval para lembrar a todos que o trânsito seguro depende de todos nós e que cada um contribua adotando comportamentos seguros e obedecendo às regras de trânsito para que tenhamos um trânsito com menos acidentes e menos mortes nesse Carnaval”, disse.

Programação das abordagens do Detran|ES:

22/02 – Banho de Mar de Fantasia – Manguinhos – Serra

23/02 – Regional da Nair – Vitória 

24/02 – Batuqdellas – Vitória

25/02 – Amigos da Onça – Vitória

 

Orientações

Para garantir a própria segurança e a de todos que circulam nas vias nesse período, o Detran|ES dá algumas orientações.

Durante a viagem, o condutor do veículo deve sempre obedecer às regras de trânsito, como a sinalização, os limites de velocidade e só ultrapassar em locais permitidos e quando houver condições adequadas. É obrigatório utilizar os equipamentos de segurança, como cinto de segurança e capacete, praticar a direção defensiva e respeitar os outros veículos e pedestres.

Caso vá transportar crianças, os responsáveis devem ter atenção especial durante o passeio. As crianças de até sete anos e meio só podem ser transportadas em cadeiras adequadas a cada faixa etária. Além disso, os adultos devem ser exemplo, usando cinto de segurança em qualquer assento do veículo, seja ele de motorista ou passageiro, inclusive, nos bancos de trás.

O diretor-geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, orienta que, enquanto dirige, o motorista deve manter toda a atenção no trânsito. “A preocupação não deve ser só com a multa, mas sim com a segurança de todos os que estão no veículo, que é o mais importante. Dessa forma, ter atenção é essencial e o condutor nunca deve utilizar o celular enquanto estiver ao volante nem ingerir bebida alcoólica para não colocar em risco a sua própria vida e a de todos os que transitam nas vias por onde ele está passando”, afirma.

Próximo aos locais onde há programação de Carnaval e intensa movimentação de pessoas, a atenção deve ser redobrada. “É importante que o condutor reduza a velocidade ao trafegar por esses locais. E a atenção ao trânsito também vale para o pedestre e para o ciclista. Todos devem adotar os comportamentos necessários para se proteger e preservar a vida do outro”, disse.

 

Manutenção do veículo

Estar com o veículo em bom estado de conservação e em condições adequadas de circulação também é fundamental para que o passeio seja feito em segurança e para evitar contratempos. Antes de seguir viagem, o motorista deve checar a condição de itens como pneus, freios, alinhamento e o sistema elétrico do automóvel.

É importante conferir, ainda, se os itens obrigatórios estão no carro, como macaco, chave de roda e triângulo para sinalização. O pneu sobressalente também deve estar em bom estado de conservação e calibrado.

Os dispositivos de segurança, como cintos, devem estar disponíveis para todos os ocupantes do veículo e não só para os passageiros da frente. E quem vai viajar com crianças deve se lembrar das cadeirinhas infantis. O capacete também deve ser utilizado por condutor e passageiro na motocicleta.

 

Documentos

Para dirigir o veículo é necessário que o condutor seja habilitado para a categoria correspondente e esteja com a sua documentação e a do veículo em dia.

É importante conferir se a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está dentro da validade e em situação regular. No site do Detran|ES, é possível fazer a consulta da CNH e também verificar pelo registro do condutor se a CNH está suspensa, cassada ou cancelada.

Para trafegar, o veículo também deve estar devidamente licenciado. No site do Detran|ES, o condutor pode consultar as informações sobre o veículo e verificar se há débitos pendentes.

Para trafegar, é necessário ter a CNH e o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) vigente em mãos para apresentar em caso de abordagem. Os dois documentos podem ser utilizados no formato digital, que tem o mesmo valor jurídico do documento físico.

Para baixar os documentos no celular é necessário fazer download do aplicativo “Carteira Digital de Trânsito”, disponível no Google Play e App Store e adicionar os documentos. O cadastramento pode ser realizado no próprio aplicativo. Para obter a CNH Digital, é necessário que o condutor interessado já tenha o documento de papel com o QR Code, código localizado na parte interna da carteira. Os documentos podem ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem internet.

Leia mais:  Internos da Sejus acompanham palestra sobre logística e liderança
Continue lendo

Segurança

Dez novos rabecões são entregues para Polícia Civil

Publicado

Dez novos veículos para transporte de cadáveres, os chamados rabecões, estão sendo preparados e vão integrar a frota da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), dentro das próximas semanas. Os veículos foram adquiridos pelo Governo do Estado, com um investimento total de R$ 2,5 milhões, e estão sendo adaptados.

Com os novos equipamentos, será possível oferecer melhores condições de trabalho para os policiais civis que atuam nas unidades do Serviço Médico Legal (SML), além de aprimorar os atendimentos à população capixaba. 


“Além da aquisição de novos equipamentos, estamos trabalhando em parceria com a Secretaria da Saúde para a contratação emergencial de profissionais da área da saúde e com a Secretaria de Justiça, para a cessão de motoristas. Até agosto, também teremos a convocação dos aprovados no concurso que vai ofertar vagas para médicos legistas, peritos oficiais criminais e auxiliares de perícia médico-legal”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.


Os rabecões são caminhonetes modelo S10, completos, com tração 4×4, adequados para o serviço de transporte de cadáveres e serão distribuídos em todas as unidades do SML. Cada um custou R$ 205 mil.

“É um investimento muito importante para a reestruturação deste serviço, mas não é o único. O Governo do Estado viabilizou, no ano passado, a reforma do SML de Linhares, e, para este ano, estão previstas obras no SML de Colatina e no de Cachoeiro de Itapemirim, além de outros projetos em andamento”, explicou o delegado-geral.

Leia mais:  Equipe que atua em resgate de bebê é recebida pelo comandante-geral da PMES
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana