conecte-se conosco


São Mateus

Depois de abandonar os vivos, prefeito desrespeita os mortos

Publicado

Cemitério Municipal do bairro Aviação foi abandonado pela Prefeitura de São Mateus

O prefeito do município de São Mateus-ES, Daniel Santana (PSDB) vem sendo muito criticado pela incapacidade de gerenciar as demandas da população e ser dotado de uma capacidade muito grande e competente para realizar festas com recursos públicos. Ele é empresário de eventos e dono de trios elétricos e isso explica a sua coerência em investir vultosos recursos da municipalidade em festividades no balneário de Guriri.

Agora apareceram denúncias comprovadas contra a administração municipal. Trata-se do abandono em que se encontra o cemitério localizado no bairro Aviação. Covas são abertas em qualquer lugar, sem qualquer fiscalização e controle. Existem algumas abertas fora do cemitério, beirando o muro, onde, inclusive existe água parada servindo como criadouro de mosquitos e outras doenças.

O cemitério já chegou ao seu limite e espaço para abertura de novas covas praticamente não existe. Tem denúncias que covas antigas são violadas, retirados os ossos, colocados em saco plástico, jogado no mato e enterrado o novo cadáver.

Parte da área do Cemitério Municipal do bairro Aviação é íngreme descendo em direção a um bairro próximo (Buritis) que até cedeu um pedaço par ampliar o cemitério. Mesmo assim o cemitério já alcançou a sua ocupação máxima. Por isso covas são escavadas aleatoriamente.

Uma fonte falou ao JN que houve época em que num dia eram abertas 15 covas e no dia seguinte teriam que abrir mais devido à grande demanda de cadáveres a serem sepultados. “Toda a região é atendida por esse cemitério e nunca se pensou em solucionar essa questão adquirindo outra área”, disse a fonte que já esteve na responsabilidade de cuidar do cemitério.

Mas é preciso destacar que a lotação do atual cemitério da Aviação é coisa antiga. Durante o governo da ex-prefeito Amadeu Boroto já havia informação sobre a necessidade de ser adquirida outra área para se construir um novo cemitério. Afinal as pessoas mais humildes não têm condições de enterrarem seus mortos em um cemitério do tipo cemitério-jardim localizado próximo ao da Aviação.

Existe a informação de que a Prefeitura está procurando uma área, provavelmente no bairro Colina para a construção de um novo cemitério municipal. A Prefeitura não deu resposta a informação que o JN solicitou sobre essa possibilidade de compra de uma nova área.

Leia mais:  Carlinhos e Ferreira Jr. podem fechar acordo para as próximas eleições
publicidade

São Mateus

Editorial – São Mateus sem motivo para comemorações

Publicado

Neste 21 de setembro a cidade de São Mateus comemora seus 476 anos de colonização. Em termos históricos e como comprovação da sua longevidade e demonstração da sua importância para o Brasil nos primórdios tempos da construção do País, sem dúvida que comemorar uma data como esta é louvável.

O problema atualmente é que o mateense e moradores da cidade de São Mateus não têm motivos para nenhum tipo de comemoração, exceto de revolta com a atual administração pública municipal que tem feito com maestria e competência a destruição da cidade e promovido ações estranhas que têm suscitadas denúncias de corrupção.

Uma cidade aviltada por uma camarilha que se instalou no poder e quem tem como marca registrada a incapacidade de gerir os negócios públicos, atuando com desleixo, desprezo aos interesses da população e sucateamento da máquina pública. Não se aponta nenhuma obra de importância para o desenvolvimento do município como um todo e da cidade de São Mateus. Uma população aviltada na sua dignidade, nos direitos oriundo de impostos pagos sem contrapartida em benefícios, com uma grande legião de jovens e adultos sem qualquer perspectiva de futuro. O atual governo municipal de São Mateus, capitaneado pelo promotor de festas de arromba nada mais fez do que arrombar o município e sua sede. A única coisa que prosperou foi a realização de eventos populistas que geraram fortunas para os cofres, não municipais, mas do chefe do executivo e de seus apaniguados. Tudo isso sob a omissão de autoridades constituídas e de lideranças locais e estaduais. O povo de São Mateus se sentiu abandonado. Agora até que será lembrado por aqueles omissos que nada fizeram a seu favor e vão bater em suas portas à caça ao voto.

A Festa da Cidade não vai acontecer este ano. O Covid-19 atrapalhou os planos do prefeito. Aliás, a pandemia acabou sendo parceira da atual administração…. Não permitiu a realização da farra com o dinheiro público no período festivo, mas tem proporcionado outra farra. A das Tendas dos Milagres. Milhões sendo canalizados para dar saúde financeira a alguns sadios e migalhas para tratar do povo doente.

Parabéns São Mateus! A oportunidade de retirar uma camarilha do poder é agora, mas é preciso ter cuidado para esta não ser substituída por outra que está ávida para votar.

Que as bênçãos de Deus caiam sobre a população, porque só São Mateus e São Benedito não estão dando conta de combaterem tanta corrupção no município.

Leia mais:  São Mateus tem Aluno aprovado no Concurso Renova Brasil
Continue lendo

São Mateus

Eliezer foi a Brasília e gravou vídeo com o vice-presidente da República

Publicado

Hamilton Mourão declarou apoio à candidatura de Eliezer a prefeito de São Mateus

BRASÍLIA – O candidato a prefeito de São Mateus, Eliezer Nardoto (PRTB) esteve em Brasília onde gravou um vídeo com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), em que ele apoia a sua candidatura e o qualifica como um nome capaz de dignificar o mandato e bem representar a nova mentalidade política que a população tanto tem pedido.

Na oportunidade, Eliezer levou ao vice-presidente da República algumas importantes demandas do município como, por exemplo, a construção de três escolas cívico-militar sendo uma em Nestor Gomes, outra no centro da cidade e também no balneário de Guriri. Além da questão de segurança, Eliezer falou também sobre a importância e a necessidade do apoio ao agronegócio “que uma das mais importantes atividades econômicas do município” e ainda abordou a questão de infraestrutura de Guriri e “que para isso vai depender de recursos, principalmente por ser um balneário e o turismo é um dos focos do governo Bolsonaro e temos 43 quilômetros de praia, uma das mais bonitas do Espírito Santo e é preciso que façamos o seu desenvolvimento”, disse Eliezer.

Ainda segundo Eliezer, a recepção foi muito boa e o vice-presidente Mourão lembrou que esteve em São Mateus alguns anos atrás, quando houve exercícios militares na região e, naquela ocasião teve a oportunidade de o conhecer, pois era secretário de Planejamento da Prefeitura de São Mateus.

O candidato a prefeito também foi recebido pelo presidente nacional do PRTB, Levi Fidélis, que foi seu contemporâneo de seminário.

Leia mais:  Carlinhos e Ferreira Jr. podem fechar acordo para as próximas eleições
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana