conecte-se conosco


Camisa 10

Espírito Santo conquista cinco medalhas no primeiro dia da natação nos Jogos Escolares da Juventude

Publicado

O terceiro e último bloco de competição dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau, Santa Catarina, teve início nesta quarta-feira (27), com o Espírito Santo conquistando cinco medalhas, todas na natação.

As conquistas vieram com Maria Luiza Coutinho, prata nos 50 metros livre; Milena Piazzin, prata nos 50 metros borboleta; e Victor Sansoni, bronze nos 100 metros costas; Lincoln Cunha, nos 200 metros medley; além do bronze no revezamento masculino, com Juan Pablo Lima, Matheus da Rocha, Pablo Machado e Liconl Cunha.

Disputando os Jogos pelo quarto ano seguido, Milena celebrou bastante o segundo lugar no pódio. “Foi muito bom pegar pódio porque os Jogos Escolares têm muita visibilidade, praticamente todos os melhores do país estão aqui disputando o torneio. Então subir no pódio nessa prova mostra que o nosso trabalho está sendo feito da maneira correta”, revela a atleta, que também já medalhou nos JEJ em 2016 e 2017.

Neste último bloco, os capixabas disputam as modalidades de ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

A competição, que teve início no último dia 16 deste mês, já contou com mais dois blocos. O Estado participou nas duas primeiras etapas das disputas de atletismo, badminton, basquete, handebol, judô, vôlei e wrestling, acumulando 22 medalhas até o momento, sendo cinco de ouro, sete de prata e 10 de bronze.

Ao final, serão 91 escolas, de 17 municípios, em uma delegação de 214 atletas, representando o Estado em Blumenau. No total, seis mil estudantes dos 27 estados do País passarão pelo interior de Santa Catarina. Os Jogos Escolares terão seu encerramento na sexta-feira (29).

Confira a lista de medalhas da delegação capixaba nos Jogos Escolares da Juventude:

Ouro

Emily Ferreira (Wrestling)

Stefany Ferreira (Wrestling)

Wrestling infantil por equipes

Angelo Miguel (Atletismo – 75 metros rasos infantil)

Angelo Miguel (Atletismo – 250 metros rasos)

Prata

Nice de Paula (Basquete feminino infantil)

Wyller Borgo (Atletismo – salto em distância juvenil)

Laís Gasparini (Atletismo – nos 1000 metros rasos)

Mariana da Silva (Atletismo – salto em distância)

Ana Clara Barcellos (badminton)

Milena Piazzin (natação – 50 metros borboleta)

Maria Luiza Coutinho (natação – 50 metros livre)

Bronze

Roger Ramalhete (Wrestling)

Alessandro de Oliveira (Judô)

Wrestling juvenil por equipes

Handebol masculino infantil

Gabriella Barcellos (Atletismo – lançamento de dardos infantil)

Mariana da Silva (Atletismo – salto em altura infantil)

Revezamento 4x 75 masculino infantil

Victor Sansoni (natação – 100 metros costas)

Licoln Cunha (natação – 200 metros medley)

Revezamento 4 x 100 masculino (natação)

Total: 22 medalhas

Leia mais:  Lutador salva filho de 10 anos, mas some após ser levado por onda
publicidade

Camisa 10

Fred inicia percurso de bicicleta até o Rio, para se apresentar no Flu

Publicado

Atacante fez promessa para ajudar famílias carentes. Cada quilometro pedalado será uma cesta básica doada pelo jogador do Tricolor

A promessa de Fred de viajar de Belo Horizonte até o Rio de bicicleta para se apresentar ao Fluminense começou a ser cumprida na manhã desta segunda-feira (1). Um dia após o anúncio do retorno do centroavante ao clube carioca, ele começou a pedalar, deixando a capital mineira rumo ao CT da equipe.

A distância entre Belo Horizonte e o Rio é estimada em 450 quilômetros, mas o percurso de Fred será maior. Ele o percorrerá pela Estrada Real, o que o fará pedalar por cerca de 600km, acompanhado por uma equipe de auxílio. Em seu perfil no Instagram, o centroavante publicou, nesta manhã, uma pausa em Congonhas, uma das cidades históricas de Minas Gerais.

Fluminense e Fred ajustam últimos detalhes já no papel para ...

“Foi dada a largada! É com muita alegria que divido aqui com vocês o ‘Tour do Fred’, uma ideia que nasceu com a vontade de ajudar e fazer a diferença para quem precisa. Nosso objetivo é arrecadar cestas básicas pra cerca de 4 mil famílias nessa jornada que está começando hoje rumo ao CT do Fluminense”, escreveu Fred. “Conto com vocês nessa jornada solidária! Eu pedalando, vocês doando de casa, e todos nós unidos por uma causa maior”, acrescentou.

A iniciativa faz parte de uma ação social de Fred para ajudar famílias carentes – ele afirmou que irá doar uma cesta básica para cada quilômetro que percorrer até o CT do time carioca. E disponibilizou um link para que os seus fãs faça o mesmo.

Atacante vai até o Rio de Janeiro de bicicletaFred jogou no Fluminense entre 2009 e 2016, período em que foi protagonista nas conquistas de dois títulos do Campeonato Brasileiro, em 2010 e 2012, além de ter sido fundamental para o clube escapar do rebaixamento em 2009, quando as chances de permanecer na elite nacional eram remotas.

Terceiro maior artilheiro do time tricolor, o centroavante, que estava no Cruzeiro, assinou contrato até julho de 2022. O jogador tinha vínculo com a equipe mineira até o fim deste ano, mas, após o rebaixamento para a Série B, os dois lados entenderam ser melhor a rescisão do acordo.

No contrato fechado com o Fluminense, Fred vai abrir mão da maior parte de seus rendimentos para receber dois salários mínimos enquanto o Campeonato Brasileiro não começar. Ele já atuou em 288 jogos e marcou 172 gols pelo clube. Além dos títulos nacionais, também faturou um Carioca (2012) e uma Taça da Primeira Liga (2016).

Leia mais:  Espírito Santo fecha participação nas Paralimpíadas Escolares com 68 medalhas
Continue lendo

Camisa 10

Jogador boliviano é o primeiro caso fatal de coronavírus no futebol

Publicado

Jogador Deibert Román Guzmán, de 25 anos, morava na mesma casa com o pai e o tio, que também morreu nas últimas semanas devido ao coronavírus

A Federação Boliviana de Futebol (FBF) confirmou, neste sábado, a morte de Deibert Román Guzmán, de 25 anos, jogador do Clube Universitário de Beni, da segunda divisão, vítima da covid-19. Ele se torna o primeiro caso fatal de coronavírus registrado no mundo de um jogador profissional.

Deibert Román Guzmán morava na mesma casa com o pai (Belisario Román) e o tio (Luis Carmelo Román), que também morreu nas últimas semanas devido ao coronavírus.

“Expressamos nossa dor e nossas sinceras condolências à família e amigos de Deibert Guzmán e oramos a Deus para lhes dar forças para superar esse difícil momento”, disse Ángel Suárez, presidente do Clube Universitário Beni.

“A Federação Boliviana de Futebol expressa suas sinceras condolências à família e aos amigos de Deibert Román Guzmán, pedindo a Deus renúncia e força nesses tempos difíceis”, informou a FBF.

Guzmán jogou nas equipes juvenis da equipe boliviana, localizada na cidade de Trinidad, e logo atingiu o time profissional. Ele estava em negociação para atuar pelo Nacional Potosí, atuou nono colocado do campeonato nacional.

Leia mais:  Espírito Santo fecha participação nas Paralimpíadas Escolares com 68 medalhas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana