conecte-se conosco


Camisa 10

Espírito Santo fecha participação nas Paralimpíadas Escolares com 68 medalhas

Publicado

O Espírito Santo fez bonito nas Paralimpíadas Escolares, competição encerrada nesta sexta-feira (22), em São Paulo (SP). Ao todo, o Estado conquistou 68 medalhas, sendo 39 de ouro, 19 de prata e 10 de bronze. Cinquenta e sete atletas, em uma delegação total de 101 pessoas, que incluiu também técnicos e guias, estiveram na capital paulista representando o paradesporto escolar capixaba.

As medalhas vieram através das seguintes modalidades (veja a lista completa no fim do texto): atletismo, natação, tênis de mesa e vôlei sentado. Os capixabas ainda participaram das disputas de badminton, bocha e tênis em cadeira de rodas. Entre os 27 estados do País que estiveram na disputa, o Espírito Santo terminou na nona colocação geral, na soma dos resultados obtidos entre todos os esportes. 

Realizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (CPB), a competição é considerada a maior do mundo para crianças e adolescentes com deficiência em idade escolar. E, mais uma vez este ano, grandes talentos foram revelados ou se destacaram. Como, por exemplo, o nadador Breno Costa. Entre os capixabas ele foi o que mais conquistou medalhas de ouro, sendo quatro no total, nas provas dos 100m medley, 50m borboleta, 50m livre e 50m peito, pela classe S12 (baixa visão).

Aos 14 anos e tendo sido contemplado este ano pelo programa Bolsa Atleta do Governo do Estado, Breno foi um dos diversos convidados para participar do projeto Camping Escolar Paralímpico, que será organizado no início de 2020 pelo CPB para treinar jovens que se destacaram na competição.

“Será um passo para que eu tente uma vaga na seleção brasileira. Por isso, foi muito importante ter realizado este bom desempenho aqui nas Paralimpíadas. Na minha primeira edição, em 2017, já havia conquistado três ouros. Agora consegui mais um”, comentou Breno, que é morador de Guarapari e estuda na escola Maxime.

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, que acompanhou a cerimônia de abertura e o primeiro dia de competição, na última quarta-feira (20), fez um balanço da participação capixaba:

“Na edição de 2018 voltamos para casa com 39 medalhas, sendo 19 de ouro. Ou seja, chegamos perto de dobrar o nosso número de pódios. Porém, mais importante que as medalhas é ver que estamos dando oportunidades a esses estudantes de participar de um evento tão grandioso, que reuniu os 27 estados do Brasil e cerca de 1.220 atletas, promovendo inclusão e sociabilidade”, comentou. 

Confira a lista completa de todos os medalhistas:

Atletismo

Ouro

– Analy Vitórya (2) – arremesso de peso e pelota – F41

– David Gabriel  – 1000m – T21

– Davi Henrik (3) – 60m, 150m e arremesso de peso – T54 e F55

– Emilly Borges – arremesso de peso – F33

– Erika Targino – lançamento do dardo – F55

– Jorge Luiz da Conceição (3)  – lançamento do dardo, arremesso de peso e disco – F55

– Julia Placidino (3) – lançamento de peso, disco e do dardo – F40

– Lucas Otacílio (3) – 60m, salto em distância e 150m – T38

– Monik Beatriz (3) – arremesso de peso, lançamento de disco e club – F32

– Nicolly Louzada (3) – 60m, 150m e salto em distância – T47

– Sara Lourenço – arremesso de peso – F21

– Weller Alvarenga (3) – 75m, 250m e salto em distância – T37

– Wendel Sabino – 150m – T20

Prata

– Davi Henrik (2) – 60m e 150m – T54

– Erika Targino (2) – arremesso de peso e lançamento de disco – F55

– Gabriela Pinto – 250m – T21

– Gustavo Soares (3) – 75m, 250m e 1000m – T54

– Lavínnya Pereira (2) – 150m e pelota  – T11 e F11

– Mayara Santos – 1000m – T20

– Quezia Pontara – arremesso de peso – F21

– Sara Lourenço – salto em distância – T21

– Wendel Sabino (2) – salto em distância e 800m – T20

Bronze

– Evellin Santana – 400m –T20

– Gabriel Gama – arremesso de peso – F21

– Lavínnya Pereira – 60m – T11

– Mayara Santos – 250m – T20

– Paulo Roberto Sousa – 400m – T21

– Quezia Pontara – 150m – T21

 

Leia mais:  Homens são presos acusados de roubar relíquias de Ayrton Senna

Natação

Ouro

– Ana Luiza Tetzner  – 25m livre – S12

– Breno Costa (4) – 100m medley, 50m borboleta, 50m livre e 50m peito – S12

– Felipe Vidoto (2) – 25m costas e 25m livre – S7

– Ikaro Nunes  – 100m peito  – S9

– Otávio Germano (3) – 25m costas, 25m livre e 25m peito – S14

Prata

– Ikaro Nunes (3) – 200m medley, 100m costas e 50m livre – S9

Bronze

– Ikaro Nunes – 100m livre – S9

 

Tênis de Mesa

Bronze

– Maria Eduarda Sacramento – individual – classe 11

– Maurício Ferreira (2) – dupla e individual – classe 5

 

Vôlei Sentado

Prata

– Seleção Capixaba

publicidade

Camisa 10

Piloto capixaba quer bater recorde mundial de voo livre

Publicado

O piloto capixaba Frank Brown viaja na próxima segunda-feira (28) para o Nordeste em uma expedição que tem por objetivo bater o recorde mundial de voo livre em quilômetros percorridos.

Brown e sua equipe de dez pessoas, que incluem apoiadores e também mais quatro pilotos que participarão da expedição, partem de Vitória com destino ao Rio Grande do Norte . A intenção da equipe é passar dez dias esperando a onda perfeita de vento para encarar o desafio.

O capixaba falou do desafio que será tentar a quebra do recorde mundial. “Serão dez dias intensos. Vamos monitorar as condições do vento e assim que tiver condições pegamos a onda perfeita, só que ao invés do mar será no céu. A ideia é bater 600 km de voo e ultrapassarmos com sobra o recorde mundial atual que é de 584 km de voo seguidos.” , afirmou.

Com os 600 km percorridos uma curiosidade interessante será que Frank Brown cruzará os estados do Rio Grande do Norte e Ceará até chegar ao destino final da expedição a cidade de Teresina no Piauí.

Leia mais:  Maradona defende Ronaldinho: 'Não é delinquente; seu erro é ser ídolo'
Continue lendo

Camisa 10

Ministério da Saúde autoriza volta do público aos estádios de futebol

Publicado

Retorno dos torcedores, porém, dependerá do aval dos gestores municipais, que levarão em conta as condições da pandemia na localidade

O Ministério da Saúde aprovou, nesta terça-feira (22), o retorno do público aos estádios de futebol, em resposta a um plano elaborado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Porém, o governo federal impôs um limite de 30% das capacidades das arenas. A liberação valerá para as séries A e B.

Com o tempo, a venda dos ingressos poderá ser ampliada.

O retorno dos torcedores aos estádios, porém, vai depender da vontade do gestor local, que levará em consideração a variação da curva epidemiológica, a taxa de ocupação de leitos clínicos e leitos de UTI e a capacidade de resposta da rede de atenção à saúde local e regional.

De acordo com o Ministério da Saúde, “a abertura deverá ocorrer mediante protocolos que devem ser estabelecidos com o objetivo principal de zelar pela saúde física e mental, assim como o bem-estar de todos”.

O governo federal enfatizou ainda que as medidas de segurança serão acertadas entre os times de futebol e a administração local, com a participação dos órgãos de segurança pública, saúde e outros necessários para sua implementação e fiscalização.

Leia mais:  Lutador salva filho de 10 anos, mas some após ser levado por onda
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana