conecte-se conosco


Cidades

Estado investe na recuperação de ciclovia e urbanização de avenida na Serra

Publicado

O município da Serra vai receber mais de R$ 5 milhões de investimentos do Governo do Estado. Foi assinada na manhã desta terça-feira (03), a Ordem de Serviço para as obras de recuperação de ciclovia e urbanização da Avenida Talma Rodrigues Ribeiro, no bairro Vila Nova de Colares. Serão 7,5 quilômetros de uma via totalmente urbanizada e com ciclovia em toda sua extensão. A obra é um convênio entre o Estado, por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), e a Prefeitura do município.

“Com essa obra, a Talma vai ser a avenida mais bonita do Estado. Ela vai ter ciclovia, passeio para caminhadas e corridas, além de ser toda embelezada com arborização. Terá ainda trevos que vão melhorar a entrada dos bairros. Essa avenida atende tanto a área industrial quanto a comercial, além de alguns grandes bairros, como Feu Rosa e Vila Nova, por exemplo. Além da circulação dos carros, nós vamos ter um parque linear e as pessoas vão poder desfrutar dessa avenida. Fazendo seus passeios, sua atividade física, desfrutando dessa beleza que é a cidade da Serra”, disse o governador.

Ao todo, serão 8.486,93 metros quadrados de pavimentação, 7.938,40 metros de meio fio, 375,05 metros quadrados de calçada, 896,38 metros quadrados de sinalização horizontal, 72,10 metros de passagem de pedestre em nível, 1.170,90 metros de guarda-corpo para ciclovia, além de paisagismo e iluminação com luminárias em LED.

O subsecretário para Assuntos Administrativos da Sedurb, Octavio Guimarães, afirma que este é um importante investimento numa região com grande circulação de pessoas, já que concentra muitas empresas e residências. “As obras, quando concluídas, beneficiarão moradores e trabalhadores que passam pela via, que terão mais segurança e mobilidade no seu deslocamento”, disse.

A Avenida Talma Rodrigues interliga o polo industrial Civit II e diversos bairros como Alterosas, Nova Zelândia, Vila Nova de Colares, Boulevard Lagoa, Feu Rosa e o Portal de Jacaraípe, atendendo diretamente cerca de 40 mil pessoas. Além disso, está localizada no corredor de transporte coletivo, entre os terminais urbanos de Laranjeiras e Jacaraípe, influenciando na circulação de milhares de pessoas em deslocamentos local, regional e metropolitano.

Entre diversas autoridades presentes, estiveram na solenidade o prefeito da Serra, Audifax Barcelos, e os secretários de Estado Bruno Lamas (Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social), Álvaro Duboc (Economia e Planejamento) e Lenise Loureiro (Gestão e Recursos Humanos). A primeira-dama do Estado, Virginia Casagrande, também participou do evento, acompanhando o governador no dia de seu aniversário.

Leia mais:  Detran|ES divulga lista de suplentes do CNH Social nesta segunda-feira (08)
publicidade

Cidades

Posto de recarga de veículos elétricos é inaugurado em Guarapari

Publicado

O posto forma a maior rede de estações de recarga de veículos elétricos do Espírito Santo

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, e a Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes), por meio do Senai, inauguraram ontem (dia 10), o primeiro posto de recarga de veículos elétricos de Guarapari.

O ponto de recarga está instalado na avenida Pedro Ramos, no Parque da Areia Preta.  O projeto, uma iniciativa inovadora, conta com um investimento de cerca de R$ 350 mil e um total de sete postos em todo o Espírito Santo, formando a maior rede de estações de recarga de veículos elétricos do Espírito Santo.

Além da Guarapari, as cidades de São Mateus e Nova Venécia também receberão estações de recarga de veículos elétricos até o final deste mês. Já os postos da Praia de Camburi, em Vitória, Venda Nova do Imigrante e Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, e Linhares, no Norte, já foram inaugurados e estão operando.

“A EDP é líder em inovação e sustentabilidade, sendo a mobilidade elétrica totalmente alinhada aos valores da Companhia. Essa inciativa, que é uma tendência global, reafirma o compromisso da EDP com o Estado, pois sabemos que a mobilidade elétrica, é uma área que vai crescer muito nos próximos anos”, destaca o diretor da EDP, João Brito Martins.

Para o presidente do Sistema Findes, Léo de Castro, a parceria está conectada ao futuro do Espírito Santo. “Estamos investindo em inovação e produtividade, observando as transformações no mundo. O novo ciclo de desenvolvimento do estado passa por uma nova forma de pensar as cidades e as indústrias. Os carros elétricos são uma realidade e a implantação de uma rede de recarga colocam o Espírito Santo mais uma vez em destaque no País”, argumenta Castro, acrescentando que o Senai também oferecerá cursos sobre eficiência energética e energias renováveis para os capixabas.

Utilização

A unidade instalada no município permite o abastecimento simultâneo de dois automóveis, no sistema de recarga semi-rápida. Para se ter uma ideia, em apenas 1h30 é possível carregar 100% da bateria. Com plugues universais, a rede capixaba de eletropostos beneficiará também os proprietários de veículos híbridos que optarem por rodar apenas no modo elétrico.

Em todas as cidades, as estações de recarga serão instaladas em locais de livre acesso ao público, e seu uso não terá qualquer restrição ou limitação de data, dia da semana e horário. Para abastecer, bastará conectar o automóvel, elétrico ou híbrido, destravar o posto com o cartão próprio para o carregamento e iniciar as operações no painel do carregador. Os proprietários de veículos interessados deverão realizar o cadastro no site www.edpsmart.com.br, preencher um formulário e aguardar o recebimento do cartão em sua residência.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) regulamenta a possibilidade de livre negociação dos preços de recarga de veículos. No caso do corredor instalado por EDP e Findes, o uso será temporariamente gratuito. Custos e procedimentos ainda serão decididos pela EDP Smart, nova marca do Grupo EDP, que reúne todo o portfólio de serviços oferecidos pela Companhia para clientes empresariais e residenciais. A marca traz soluções integradas nas áreas de Comercialização no Mercado Livre, Comercialização Varejista, Eficiência Energética, Energia Solar, Mobilidade Elétrica e Serviços para o Consumidor Final.

Referência

Como referência, o custo de abastecimento dos carros elétricos é cerca de 80% menor que o de automóveis com motor a combustão, usando como referência um veículo à gasolina que consuma, em média, 10 quilômetros por litro.

Líder em inovação no setor elétrico, a EDP foi pioneira do mercado brasileiro na criação de projetos nas áreas de redes inteligentes, robotização do trabalho e gestão da geração solar distribuída por meio da tecnologia blockchain, além de ter desenvolvido o primeiro laboratório de Smart Grids da América Latina.

 

Leia mais:  Governo do Estado reinaugura ginásio de esportes e entrega reforma de Companhia da PM em Santa Teresa

Confira algumas vantagens de se utilizar o carro elétrico

·         O carro elétrico é seguro, confiável, tem baixo custo de manutenção e é mais durável;

·         O motor é menor do que os carros convencionais, não emite ruído e nem gases poluentes;

·         O desempenho é semelhante a um carro popular;

·         Não consome energia enquanto está parado;

·         Praticamente não é necessário fazer reposição de peças mecânicas, fazer regulagem do motor, etc.

·         O custo de abastecimento dos carros elétricos, como referência, é cerca de 80% menor que o de automóveis com motor a combustão, usando como referência um veículo à gasolina que consuma, em média, 10 quilômetros por litro.

Continue lendo

Cidades

Edital vai selecionar instituições interessadas em dar assistência a produtores rurais do ES

Publicado

Inscrições para a Ater Sustentabilidade, direcionada para impactados pela barragem de Fundão, podem ser feitas até janeiro de 2020 

Instituições públicas, privadas, organizações sem fins lucrativos e cooperativas de trabalho terão a oportunidade de participarem do edital Ater Sustentabilidade Capixaba – Retomada das Atividades Agropecuárias para contribuir com a promoção do desenvolvimento rural sustentável das propriedades rurais impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). Os interessados poderão participar de reuniões de esclarecimentos na segunda-feira (16) em Linhares e na terça-feira (17) em Colatina.

As ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) darão suporte ao processo de retomada das atividades agropecuárias e à readequação ambiental nas propriedades rurais impactadas, bem como à aplicação de práticas sustentáveis de produção e formas de conservação de solo e água. Além disso, promoverá a igualdade de gênero e a permanência da juventude no campo, com apoio à inserção ou ampliação de mercados para a comercialização de produtos.

A Fundação Renova acredita que os produtores são os protagonistas do processo de recuperação de suas propriedades rurais e acredita na construção coletiva para o estabelecimento de estratégias que otimizem o uso dos recursos naturais e contribuam para a reinclusão produtiva e econômica de seus estabelecimentos impactados.

Para Bruna Marcatti, analista socioambiental da Fundação Renova, a iniciativa do edital é importante para que as instituições também possam contribuir com o processo de reparação. “As instituições que trabalharão conosco darão suporte aos produtores rurais no processo de retomada das atividades agropecuárias, aliando o conhecimento técnico que possuem ao tradicionalmente utilizado pelas famílias rurais atingidas”, diz. 

O edital Ater Sustentabilidade Capixaba faz parte do Programa de Retomada das Atividades Agropecuárias da Fundação Renova e atende à cláusula 125c do Termo de Transação e Ajuste de Conduta (TTAC) e seguirá as diretrizes e os princípios estabelecidos pela lei federal 12.188/2010, que institui a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (PNATER).

Lotes

No Espírito Santo, o edital será dividido em dois lotes. O de número 12 corresponde aos municípios de Baixo Guandu, Colatina e Marilândia, e o 13, aos municípios de Sooretama e Linhares. 

No total, 247 famílias dos cinco municípios impactados serão contempladas com 48 horas/ano realizadas por meio de visitas técnicas. O contrato será de, no mínimo, 36 meses.

Adesão ao edital

As inscrições das entidades para o edital Ater Sustentabilidade Capixaba podem ser realizadas pelos links:

Lote 12

Lote 13

O prazo de envio das propostas referentes ao Lote 12 será até o dia 13 de janeiro de 2020. Já as propostas do Lote 13 estarão abertas até o dia 20 de janeiro de 2020.

As organizações selecionadas serão divulgadas no dia 31 de março de 2020.

Para participar, a entidade de ATER precisa estar cadastrada, ou em processo de cadastramento, no Sistema de Gestão da ANATER (SGA) e/ou no Sistema Informatizado de ATER (SIATER) no momento da assinatura do contrato. Serão priorizadas as entidades localizadas na Bacia do Rio Doce e que possuam experiência comprovada de atuação local.

As dúvidas sobre o edital, como apresentação de propostas e minuta contratual, também podem ser enviadas para o e-mail edital.ater@fundacaorenova.org até 18 de dezembro. As dúvidas em relação ao cadastramento das propostas deverão ser tiradas por meio da plataforma Prosas neste link: https://prosas.com.br/contatos.

 

CRONOGRAMA

16/12/2019 – Realização de reunião de esclarecimentos

Horário: 13h30

Local: av. Presidente Getúlio Vargas, 1220, sala 417, Centro, Linhares

 

17/12/2019 – Realização de reunião de esclarecimentos

Horário: 13h30

Local: Rua Michel Dalla, 66, 2° andar. Centro, Colatina

 

18/12/2019 – Envio de dúvidas sobre edital

23/12/2019 – Retorno das dúvidas sobre edital

13/01/2020 – Prazo para Inscrição de Propostas – Lote 12

20/01/2019 – Prazo para Inscrição de Propostas – Lote 13

31/03/2020 – Divulgação das organizações selecionadas

Leia mais:  Bicicletário do edifício Fábio Ruschi é inaugurado
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana