conecte-se conosco


Mundo Cristão

Evangélicos confiam em líderes religiosos e policiais, mas são céticos em relação a jornalistas

Publicado

Pesquisa da Pew Research analisou a confiança dos cristãos.

Um relatório do Pew Research Center mostra que os evangélicos norte-americanos confiam mais em líderes religiosos e na polícia do que o público em geral.

A pesquisa questionou os entrevistados se eles consideravam alguns profissionais empáticos, justos e bons “algumas vezes”, “na maioria do tempo” ou “o tempo todo”, listando profissões como líderes religiosos, policiais, diretores de escolas públicas, líderes militares, autoridades locais eleitas, jornalistas e líderes de empresas de tecnologia.

Os evangélicos têm uma confiança distinta em certos tipos de líderes. Sem surpresa, eles têm uma visão mais positiva dos líderes religiosos, sendo 86% de confiança comparado com 69% dos demais norte-americanos.

Mais evangélicos do que qualquer outro grupo demográfico deram aos líderes religiosos notas altas por cuidar das pessoas, suprir as necessidades espirituais de suas comunidades e manipular seus recursos com responsabilidade.

Uma forte maioria, 83%, diz que os líderes religiosos fornecem informações justas e precisas, em comparação com 63% na população em geral.

Aqueles que frequentam serviços religiosos semanalmente têm opiniões consideravelmente mais favoráveis ​​do clero do que os americanos que frequentam com menos frequência.

Os evangélicos também mantinham uma visão acima da média dos policiais (86% dos evangélicos os consideram atenciosos contra 79% dos americanos).

Eles também são mais propensos a acreditar em informações da polícia (81% dos evangélicos vs. 74% dos americanos) e líderes militares (72% dos evangélicos vs. 66% dos americanos).

Entre as profissões que menos despertam confiança entre os evangélicos está o jornalismo.

A maioria dos americanos (53%), incluindo membros de outros grupos religiosos, diz que os jornalistas se preocupam com os outros e “pessoas como eu”, enquanto apenas 43% dos evangélicos concordam.

Os evangélicos confiam nos membros da mídia a taxas de 10 a 15 pontos percentuais a menos do que o adulto médio quando perguntados sobre a capacidade dos jornalistas de reportar notícias que servem ao público, cobrem todos os lados de uma questão de maneira justa e fornecem informações justas e precisas.

Ainda segundo a pesquisa, católicos e americanos não religiosos são muito menos céticos em relação aos jornalistas do que os evangélicos.

Os membros do Congresso, também examinados no relatório, inspiram menos confiança nos americanos.

Os congressistas foram os únicos líderes sobre os quais menos da metade dos adultos norte-americanos – incluindo os evangélicos – dizem acreditar que às vezes ou na maior parte fornecem informações justas e precisas ao público, ou que lidam com os recursos de maneira responsável.

Leia mais:  Padre vira alvo do Ministério Público após criticar decisão do STF sobre homofobia: “Mordaça”
publicidade

Mundo Cristão

Igreja cria “varal solidário” com máscaras para doação

Publicado

A Igreja de Deus em Morrinhos (GO), liderada pelo bispo Thiago Jaci, colocou um varal na praça da cidade onde pendura máscaras para quem precisar se proteger do coronavírus.

As máscaras são distribuídas gratuitamente no “Varal da Solidariedade”, na Praça do Mercado. Ao longo do dia, fiéis repõe o estoque de máscaras que tem tido muita procura.

A ação espera distribuir pelo menos 400 unidades. O bispo explica que o material é colocado à disposição da população em horários alternados, de manhã e à tarde.

O projeto tem sido muito elogiado nas redes sociais e mostra mais uma forma de a igreja contribuir em meio à pandemia de coronavírus.

Doação de máscaras na Praça do Mercado! Varal da Solidariedade… Viveiro Beira Mato e Igreja de Deus Morrinhos!!

Posted by Igreja de Deus Morrinhos on Monday, May 18, 2020

Leia mais:  Em ‘live’ com pastor, Justin Bieber fala sobre a graça: “Sou liberto do meu passado”
Continue lendo

Mundo Cristão

Pastor vence “The Voice”, com a música cristã “I Can Only Imagine”

Publicado

Todd Tilghman, um pastor do Mississippi, foi coroado vencedor do The Voice, na noite da última terça-feira, 19. Ele incluiu em sua apresentação final a música “I Can Only Imagine” (Eu só posso imaginar), da banda Mercy Me, que inspirou o filme homônimo.

“Eu gostaria de saber como dizer obrigado. E gostaria que vocês soubessem o quanto respeito e admiro meus novos amigos e colegas artistas/concorrentes na @NBCTheVoice. Não sei quanto tempo levarei para processar, mas com certeza estou agradecido por cada momento”, escreveu o pastor em sua conta no Twitter.

Todd, 42 anos, atua como pastor líder da Cornerstone Church em Meridian, Mississippi (EUA). Ele chegou ao topo na temporada 18 do The Voice, depois de vencer outros nove cantores. O pastor integrou a equipe Team Blake, que era formada por calouros que recebiam orientações do cantor de country Blake Shelton.

Trajetória de Todd no programa

O pastor participou do programa através de uma videoconferência por conta da pandemia do coronavírus. Em sua primeira apresentação da final, tocou a música “Long Way Home”, e seu desempenho foi classificado como “incrível” pelo técnico de sua equipe.

Em seguida, interpretou I Can Only Imagine, que sensibilizou um dos jurados. “Pastor, adoramos ver sua jornada durante toda a temporada”, disse o treinador John Legend.

Muito emocioanda, a cantora Kelly Clarkson, uma das juradas, disse. “Você é muito emocionante. É porque você é um pastor, porque você tem uma crença tão maior dentro de você do que apenas a si mesmo. Eu adoraria ir à sua igreja apenas para ouvi-lo falar, não apenas cantar. Você é muito especial”, declarou.

Diante disso, seu treinador reiterou o elogio a seu calouro pela “conexão que você tem com as pessoas”.

Uma terceira música escolhida pelo pastor foi Authority Song, de John Mellencamp, que ele cantou ao lado de Blake Shelton. Quando saiu o resultado que lhe deu a vitória no The Voice, Todd Tilghman estava cercado por sua esposa – com quem é casado há 21 anos – e seus oito filhos como anfitrião Carson Daly o nomearam o vencedor da competição de canto.

Além de cantar remotamente para a competição, as restrições de arrecadação de dízimos e oferta impostas pela pandemia de Covid-19 forçaram a igreja de Tilghman a realizar seus cultos através de plataformas online.

Pregação

De acordo com informações do portal The Christian Post, o pastor pregou uma mensagem apropriada neste mês baseada no livro de Mateus 25:14-19 , a parábola dos talentos. O sermão foi transmitido ao vivo no Facebook.

“Pegue os talentos que o Mestre lhe deu antes de nos separarmos e multiplique-os durante esse período, para que, quando voltarmos juntos, você voltará com mais do que sobrou”, disse ele aos membros da Cornerstone Church no resumo de sua pregação.

Veja a apresentação do pastor na final do “The Voice”:

Leia mais:  Número de divorciados que frequenta a igreja dobrou nas últimas décadas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana