conecte-se conosco


Camisa 10

Gabigol desembarca no Rio após ter permanência e se apresenta ao Flamengo

Publicado

O ídolo da torcida rubro-negra fica. Pouco após ter a permanência anunciada no Flamengo para a temporada 2020, o avião de Gabigol pousou no Rio de Janeiro por volta de 11h09, e cerca de 50 torcedores apareceram para recepcioná-lo.

— Vou falar depois, falo depois — limitou-se a dizer o atacante na chegada.

Como não houve uma divulgação grande do horário do desembarque, não ocorreu o tradicional AeroFla’. Mas isso não impediu os torcedores de manifestarem apoio ao atacante.

— Gabigol, já comprei um pacote para todos os jogos de 2020 — gritou um torcedor que arrancou risadas de Gabigol.

Após deixar o local, o camisa 9 se apresentou ao Flamengo no Ninho do Urubu, onde deu início às atividades na temporada. Em vídeo divulgado pelo clube, ele cumprimentou amigos e funcionários. O Flamengo treina às 16h (de Brasília).

No Ninho, Gabigol almoçou com os outros atletas e foi bastante festejado. Até o técnico Jorge Jesus parou para abraçá-lo.

A permanência no Rubro-Negro foi anunciada pelo próprio camisa 9 através de um vídeo publicado nas redes sociais na manhã desta terça-feira.

Leia mais:  Secti tem bom desempenho na 1ª semana dos Jogos dos Servidores do Estado

“A Nação me abraçou. Aqui, vivemos intensamente. Nos apaixonamos! Sorrimos! Sofremos! Vibramos! Quebramos barreiras! Se é para o bem da Nação, eu fico”, anunciou o atacante nas imagens.

Para manter seu artilheiro de 2019 de forma definitiva no elenco, o Flamengo precisou de paciência. Sem propostas relevantes da Europa, Gabigol topou seguir no futebol brasileiro. O Rubro-Negro, então, costurou um novo acordo com a Inter de Milão: o pagamento de 17 milhões de euros (R$ 78,4 milhões) parcelados, num contrato até 2024.

publicidade

Camisa 10

Morre Valdir Espinosa, treinador campeão mundial com Grêmio

Publicado

Técnico tinha 72 anos e morreu nesta quinta-feira no Rio de Janeiro em virtude de complicações após cirurgia no abdômen

Valdir Espinosa morreu na manhã desta quinta-feira (27), no Rio de Janeiro, em decorrência de complicações pós-operatórias no abdômen. Atualmente, ele ocupava o cargo de gerente de futebol do Botafogo.

Espinosa nasceu em Porto Alegre e tinha 72 anos. No último dia 17, passou por um procedimento cirúrgico no intestino. Chegou a sair do hospital, mas no dia 20 precisou ser internado novamente, passou por nova operação e não resistiu. 

O ex-jogador e treinador teve o auge da carreira na década de 80, quando comandou o Grêmio na conquista da Libertadores da América e do Mundial Interclubes, em 1983. Ele foi o responsável pele contratação de Renato Gaúcho, um dos maiores ídolos do Tricolor. 

Espinosa também era ídolo dos botafoguenses. Em 1989, foi treinador que acabou com uma fila de títulos de 21 anos ao conquistar o Campeonato Carioca. 

No Rio de Janeiro teve passagem nos quatro grandes clubes da cidade. Em São Paulo, comandou Corinthians, Palmeiras e Portuguesa. Teve passagem marcante no Cerro Porteño, do Paraguai. Lá foi campeão nacional em 1987 e 1992. Comandou times no futebol árabe e no Japão. 

Como jogador, era lateral-direito e criado na base do Grêmio. Começou como profissional em 1968 e foi campeão gaúcho. Mas a carreira foi nos gramados não foi longa, durou aproximadamente dez anos. Teve passagens no Grêmio, CSA, Esportivo e Vitória. 

O Grêmio divulgou uma nota de pesar com a perda. Confira a íntegra: 

“O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa, com imenso pesar, o falecimento de Valdir Espinosa, um dos maiores técnicos de sua história. Sob o comando de Espinosa o Grêmio abriu as portas do continente e do mundo ao Rio Grande do Sul, conquistando a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes em 1983.

Valdir Espinosa retornou ao Grêmio em 2016, como Coordenador Técnico e participou da conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil. Atualmente exercia o cargo de Gerente Técnico do Botafogo.

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se solidariza com toda a família Espinosa, amigos e torcida nesse momento de dor.”

Leia mais:  16º Fighter’s Meeting de Kickboxing acontece em Vitória
Continue lendo

Camisa 10

Neymar se arrependeu de ir ao PSG e quer voltar ao Barça, diz Messi

Publicado

Ao jornal Mundo Deportivo, argentino sugeriu que brasileiro se desculpasse pela forma como deixou clube e afirmou que não pensa em sair do Barcelona

Neymar quer voltar ao Barcelona. A afirmação feita pelo argentino Lionel Messi em entrevista ao jornal espanhol Mundo Deportivo promete colocar ainda mais combustível nas especulações sobre possível volta do brasileiro ao clube em que ganhou a Liga dos Campeões em 2014/2015.

A declaração surge na mesma semana que Neymar reclamou publicamente da forma como o PSG lidou com sua última lesão e o retirou de quatro partidas.

Messi reforçou a amizade construída durante os anos que formaram o trio MSN, junto com Luis Suárez, e disse que seu ex-companheiro poderia pedir desculpas ao clube e aos torcedores pela forma como deixou a Espanha para atuar na França, em 2017. “Ele está com muita vontade de voltar. Sempre se mostrou arrependido. Ele fez muito para voltar, e isso (pedir perdão) seria o primeiro passo para tentar chegar.”

Além de ter quebrado seu contrato de forma unilateral, com pagamento da multa rescisória de 222 milhões de euros (cerca R$ 820 milhões) por parte do PSG, Neymar ainda cobra na Justiça um bônus de 26 milhões de euros (R$ 122,5 milhões) por ter renovado seu contrato com os catalães em 2016. O Barcelona alega que não deve pagar porque o vínculo não foi cumprido em sua totalidade.

“É normal que as pessoas vejam assim, pela maneira que ele se foi. A mim também incomodou em um momento, tentamos convencê-lo de que não fizesse isso. Mas no fim, todos queremos ganhar e ter os melhores ao lado. Nós e a torcida. Como disse antes, é um dos melhores e nos ajudava muito no campo. Mas é compreensível que as pessoas pensem assim, já que saiu de uma forma que não agradou”, explicou Messi.

Nesta semana, após a derrota do Paris Saint-Germain por 2 a 1 para o Borussia Dortmund, em jogo válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, Neymar exibiu insatisfação com a comissão técnica e o departamento médico do clube francês. Ele alega que estava recuperado de uma fissura na costela e mesmo assim foi poupado de quatro jogos, fato que tirou seu ritmo de jogo. “Tive de acatar. Tive várias discussões, não curti o que propuseram. Mas respeitei. Isso acaba sendo ruim para mim e os companheiros.”

Messi também aproveitou a entrevista para negar que tenha vontade de deixar o Barcelona: “quero ganhar outra Liga dos Campeões e seguir ganhando Campeonatos Espanhóis”. Vários rumores surgiram nos últimos meses depois que o seis vezes melhor do mundo discutiu publicamente com Eric Abidal, secretário-técnico do clube.

O ex-lateral esquerdo francês havia afirmado que os jogadores “estavam insatisfeitos” com Ernesto Valverde e isso motivou a demissão do treinador. Nas redes sociais, Messi saiu em defesa do grupo.

“Não sei o que passou na cabeça dele para dizer isso, mas respondi porque me senti atacado, e senti que atacava os jogadores. E já há muitas coisas que dizem no vestiário, como se controlassem tudo, que põe e coloca treinadores, traz jogadores e tudo sobre mim… E me incomodou que falasse isso uma pessoa do clube, um dirigente”, declarou.

Leia mais:  Atacante Richarlison promove jogo beneficente em Nova Venécia após a Copa América
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana