conecte-se conosco


Política e Governo

Governo do Estado lança novo portal de atendimento do Serviço Mão na Roda

Publicado

O Governo do Estado lançou, nesta terça-feira (29), o novo portal do Serviço Especial Mão na Roda, que torna mais fácil o atendimento para os cadeirantes já cadastrados e também para quem quer se cadastrar para utilizar o serviço. Todos os agendamentos agora passam a ser feitos no site http://maonaroda.gvbus.org.br. A solenidade aconteceu no Palácio Anchieta, em Vitória, e foi transmitida ao vivo pelas redes sociais.


O governador Renato Casagrande ressaltou a importância do Serviço Especial Mão na Roda, que é 100% subsidiado para os usuários. “Entregamos uma frota nova e estamos divulgando que o site está pronto. Agora, o usuário pode fazer tudo pelo site, desde o cadastro até o agendamento de viagens. Tudo pela internet! É uma obrigação nossa promover a inclusão da pessoa com deficiência. Esse site trará mais facilidade e dignidade para os usuários do sistema”, apontou.

O secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, explicou que logo no início do governo foi percebido que a frota do Mão na Roda estava sucateada e precisava de renovação. “Determinamos a renovação da frota e agora damos mais um passo, facilitando a comunicação e o acesso ao serviço que é tão importante para este público”, afirmou.

Para o diretor presidente da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb-ES), Raphael Trés, tanto a frota quanto o novo site são um avanço no atendimento aos cadeirantes. “É uma grande alegria poder modernizar o sistema, especialmente para quem tem mais dificuldade de locomoção”, enfatizou.

Para as usuárias do Serviço Especial Mão na Roda, Rosilda Maria Dias e Mara Martins, o sentimento é de gratidão. “Estou muito agradecida por mim e por todos os usuários pelo fato de o governo ter priorizado o Mão na Roda, mesmo em tempos de pandemia”, disse Rosilda. E Mara acrescentou: “Queria agradecer a todos! Vocês não têm noção da nossa alegria. A renovação da frota é muito importante para nós.”

O governador também falou sobre outros investimentos no transporte coletivo: “Estamos renovando toda a frota do Transcol. Montamos o aplicativo Ônibus GV, que facilita a vida dos usuários e estamos fazendo todo um trabalho para conscientizar as pessoas de utilizarem o transporte público com segurança. Cabe a todo mundo ajudar, usando máscara, mas não existe nenhum sistema de transporte no mundo que fique totalmente livre na hora de pico”, afirmou.

Casagrande lembrou que, ao longo da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), houve uma redução da frota e também do número de passageiros, mas sempre foi mantido um número maior de ônibus do que a demanda. “Agradecemos a colaboração das pessoas e a partir do dia 5 de outubro teremos 100% da frota novamente. Peço que todos continuem a se prevenir, pois a pandemia não acabou”, alertou o governador.

Como usar

Leia mais:  Governo do ES lança edital para nova etapa da construção do Hospital Geral de Cariacica

Utilizar o portal é fácil. Quem já é habilitado e já usa o serviço, terá de se cadastrar no portal usando um e-mail válido e que esteja no nome do beneficiário. Ao entrar no site, selecione “Sou passageiro” e depois “Cadastre-se”. Em seguida, preencha os dados nos campos indicados como obrigatórios. Após esse processo, será necessário acessar a conta de e-mail para confirmar o cadastro.

Para agendar as viagens é só clicar em “Sou passageiro” e efetuar o login no sistema. Depois, clique em “Solicitar viagens” e preencha os dados indicados de acordo com os locais de origem e destino, horários desejados, se tem acompanhante ou não. Se esse trajeto for frequente, é possível salvar como favorito. Dessa forma, nas próximas viagens, o processo de marcação será simplificado.


É importante lembrar que os agendamentos só podem ser feitos com até 48 horas de antecedência da data da viagem. Na nova plataforma também é possível informar que o passageiro aceita encaixes, caso tenha horários flexíveis. Concluído esse processo, basta aguardar a análise da solicitação. Pelo e-mail cadastrado e por SMS será enviada uma mensagem indicando se a viagem foi confirmada ou não. É possível ainda que o cadeirante cancele a viagem pelo portal.

Novos cadastrados

Quem ainda não é cadastrado no Mão na Roda, tem que solicitar a habilitação. Os passos são parecidos. Acesse o site e clique em “Quero me cadastrar”. Preencha a ficha com os dados pessoais do beneficiário e anexe os documentos para a perícia. São aceitos laudos e receitas médicas. Caso seja menor de idade, a documentação do responsável também deverá ser enviada, nos campos específicos. Feito isso, basta aguardar o retorno da equipe técnica da Ceturb-ES.

Leia mais:  Número de novas empresas volta a crescer no Espírito Santo


Cadastros no Sistema:

2020: de janeiro a agosto foram registrados 143 cadastros, 22 deles deferidos sendo 20 temporários e 2 permanentes;

2019: 469 cadastros deferidos;

Total de cadastrados no Sistema: 3.650.


Viagens Realizadas:

2019: 94.913 viagens (até final agosto: 63.440)

2020: 27.280 viagens (até o final agosto)

Motivo das viagens:

2019 2020
   
1 SAÚDE 1.343 474
2 LAZER 19.568 4.414
3 EDUCAÇÃO 8.728 925
4 TRABALHO 13.931 5.915
5 FISIOTERAPIA 29.480 5.892
6 CONSULTAS MÉDICAS 11.029 3.735
7 JURÍDICO 811 232
8 VIAGENS 152 36
9 SAÚDE URGÊNCIA 8.485 4.914
10 OUTROS 1.386 743
  Total 94.913 27.280

 

Informações Operacionais

O Serviço Especial Mão na Roda é operado por 25 veículos, dos quais 24 foram adquiridos recentemente (zero km) especialmente adaptados com elevadores hidráulicos, conduzidos por motoristas treinados para realizar o transporte com conforto e segurança, uma vez que receberam aulas de direção defensiva, relacionamento interpessoal e trato com pessoas com deficiência.

O Mão na Roda realiza as viagens dos usuários cadastrados, mediante solicitação prévia, funcionando como um serviço personalizado de transporte com deslocamentos residência/destino/residência. Os usuários podem solicitar viagens com acompanhantes, caso necessário.

O Serviço Especial Mão na Roda busca os usuários em suas residências e os leva aos destinos para fins de tratamento de saúde, trabalho, educação e lazer. 

Confira os destinos mais solicitados:

Centro de Reabilitação Física do Estado do Espírito Santo (Crefes), Escola de Medicina Santa Casa de Misericórdia (Emescam), Apae Cariacica, Apae Vitória, Hospital Meridional, Fundação Bradesco, Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo e Universidade Vila Velha (UVV). Além destes destinos, há uma grande demanda de viagens para a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e para shoppings.

publicidade

Política e Governo

Bandes fecha terceiro trimestre com resultado de R$ 23,9 milhões

Publicado

O investimento total liberado pelo Bandes, ou seja, os financiamentos para empresas de todos os portes, alcançou o valor de R$ 536 milhões

Os números referentes aos resultados do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) no fechamento do terceiro trimestre de 2020 mostram resultados positivos. Nos nove meses deste ano, o lucro líquido do banco chega a R$ 23,9 milhões, o que representa uma reversão de desempenho desde o ano anterior, quando o banco apresentou déficit em seu balanço patrimonial, após a opção pela reclassificação de operações da carteira de crédito em níveis de risco adequados.

Com o resultado positivo, o patrimônio líquido do Bandes alcançou R$ 260,7 milhões, um aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2019. O resultado apurado demonstra aumento tanto no lucro e do patrimônio líquido da instituição quanto no montante de financiamentos liberados para as empresas capixabas.

O diretor-presidente do Bandes, Maurício Cézar Duque, destacou que os bons números são resultado do reposicionamento da instituição no mercado, da mudança na estrutura administrativa e da atualização de produtos e serviços oferecidos aos empresários capixabas. “Os resultados percebidos demonstram que as mudanças na gestão do Bandes, implantadas desde abril de 2019, quando assumimos com uma proposta de modernização, estão sendo positivas tanto para o banco como quanto para o cenário econômico no Estado. Mais presente, mais inserido e alinhado às necessidades do mercado e comprometido em se modernizar, o banco vem trabalhando para fazer crédito de qualidade, ampliando o acesso às linhas para negócios prioritários e que impactem na promoção de emprego e renda, de uma maneira articulada”, explica Duque.

Investimento liberado

O investimento total liberado pelo Bandes, ou seja, os financiamentos para empresas de todos os portes, alcançou o valor de R$ 536 milhões. “O aumento no valor de recursos liberados pela instituição caminha junto com a melhora na qualidade de processos”, acrescenta o diretor-presidente.

Desde março, o banco vem oferecendo ao cliente canais de atendimento on-line para responder dúvidas e demandas sobre suas linhas de financiamento. As medidas têm foco em aumentar a agilidade no atendimento e contribuir para evitar aglomerações e, consequentemente, melhorar a segurança de todos os clientes, colaboradores e parceiros.

“O Bandes vem de um processo de reestruturação interna, que abrange desde a atualização de seu planejamento estratégico, revisão de portfólio de produtos e serviços até a reformulação de seu modelo comercial, com a criação de uma diretoria de Negócios. Nesse sentido, o banco focou em ampliar os produtos e serviços oferecidos aos empreendedores do Espírito Santo e vem apostando no fortalecimento e na atração de investimentos estratégicos, por meio de financiamentos, no investimento em inovação e na indústria, nos Fundos de Investimentos em Participações (FIPs), financiamento de municípios, busca novas fontes, inclusive com organismos internacionais, para financiar projetos do Estado, além da coordenação de programas de fomento e a diversificação de fontes de recursos”, complementa o diretor-presidente do Bandes.

Leia mais:  PSB de Casagrande vai apoiar Max Filho em Vila Velha
Continue lendo

Política e Governo

Sefaz adota Menor Preço Brasil como único aplicativo de consulta de preços

Publicado

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) seguirá apenas com o aplicativo Menor Preço Brasil para a consulta de preços por meio das notas fiscais eletrônicas. Atualmente, existem dois aplicativos: o Menor Preço Brasil, desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul S.A (Procergs/Sefaz-RS), e o Menor Preço, desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) numa parceria da Sefaz-ES com a Sefaz-PR.

Segundo o subsecretário da Receita Estadual, Luiz Claudio Nogueira de Souza, o Menor Preço Brasil já está disponível para utilização em 14 estados da Federação, o que possibilita consultas em caso de viagens para outros Estados. “Além disso, o tempo de atualização das consultas no Menor Preço Brasil é menor em relação à outra solução, já que toda operação é feita de maneira virtual”, disse o subsecretário.

O Menor Preço Brasil tem sido muito utilizado nos últimos meses, principalmente, por exibir informações de produtos relacionados à Covid-19. “Produtos que ajudam na prevenção da doença, como álcool em gel, água sanitária, máscaras, luvas e até testes Covid-19 podem ser pesquisados no aplicativo. Além disso, o App apresenta consulta específica para pesquisa de preços de combustíveis”, destacou Nogueira de Souza.

O aplicativo

O aplicativo Menor Preço Brasil foi desenvolvido pela Procergs/Sefaz-RS, numa parceria com o Encontro Nacional de Administradores Tributários (Encat), com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento. O software compara o preço de um mesmo produto em diversos estabelecimentos.

Os preços são atualizados em tempo real, com base nos registros das Notas Fiscais do Consumidor Eletrônica (NFC-e) e das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) para as vendas realizadas para pessoas físicas.

Entre os produtos disponíveis para consulta no Menor Preço Brasil estão os alimentos, medicamentos, higiene e beleza, vestuário, brinquedos e outros, especialmente, aqueles cuja embalagem tenha um código de barras. A pesquisa também pode ser feita pela descrição do produto, o que pode até ampliar a base pesquisada.

O usuário não precisa preencher um cadastro para utilizar o aplicativo e pode estabelecer critérios na hora de fazer sua pesquisa, como a distância entre ele o estabelecimento (até 30 km) e a data em que o produto foi vendido (até 7 dias).

Leia mais:  Estado investe cerca de R$ 1,5 milhão em contenção de encostas em Santa Teresa
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana