conecte-se conosco


Segurança

Governo do Estado lança pedra fundamental do Centro de Inteligência da Defesa Civil

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, nesta quinta-feira (9), o lançamento da pedra fundamental do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastre do Espírito Santo (CEGRD), que está sendo construído em Vitória. O espaço será provido de um valioso pacote de tecnologia lógica, promovendo uma maior integração entre os órgãos do Governo do Estado e prefeituras municipais e aumentando a capacidade de prevenção e resposta a desastres naturais. Serão investidos R$ 56 milhões com benefícios fundamentais a toda população do Estado.

Durante a solenidade virtual, transmitida ao vivo pelas redes sociais, Casagrande ressaltou a importância dos investimentos na prevenção de desastres. “Mesmo que a gente faça tudo certo ainda assim teríamos desastres. É importante que a gente aprenda a criar planos para conviver com isso. Boa parte do que sofremos em desastres é decorrente da nossa irresponsabilidade. Quando se desmata, se polui nossos rios e nossa atmosfera ou também quando se constrói casas nas calhas de rios”, alertou.

Casagrande destacou a importância da preservação ambiental para reduzir a ocorrência de desastres. “Estamos vivendo um ataque feroz à nossa Floresta Amazônica. Temos grandes trilhos a seguir, que é a proteção do meio ambiente e a adaptação às mudanças. A Defesa Civil está no cerne dessas mudanças, quando fazemos obras de contenção, de limpeza e de cuidados. Ter obras de infraestrutura que reduzam esse impacto e o risco à vida é muito importante. Esse Centro trabalha nesse sentido de alerta, integrando toda Defesa Civil municipal, estadual e nacional, para que possamos reduzir os riscos e minimizar os impactos”, disse Casagrande.

A obra está em andamento, em terreno localizado na sede do Quartel do Comando-Geral (QCG) do Corpo de Bombeiros Militar, na Enseada do Suá, em Vitória. A construção está na fase final de fundação e a previsão de término até o final de 2021. Logo após a solenidade virtual, o governador visitou o canteiro de obras para acompanhar o andamento dos trabalhos.

A pedra fundamental foi retirada de um local de desastre – uma rocha que se desprendeu e rolou sobre uma casa no município de Alfredo Chaves, vitimando fatalmente um casal de idosos, durante as fortes chuvas que atingiram a região sul do Estado no início do ano. “A ideia foi pegar algo que mostrasse o poder destruidor que um desastre tem. É um símbolo muito grande e passando perto dela refletimos o quão importante é ter uma Defesa Civil estruturada”, explicou o coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel André Có.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destacou que o investimento no sistema de proteção e gestão de riscos e desastres vai utilizar recursos da operação de crédito do Governo do Estado com o Banco Mundial, dentro do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem.  “Esse programa, com valor global de US$ 323,1 milhões, visa a garantir mais qualidade de vida para o capixaba. Além de apoiar o fortalecimento da capacidade de gerenciamento e de respostas do Estado a riscos e desastres, tem ações de preservação ambiental e de saneamento básico, com gestão intensiva da Secretaria de Economia e Planejamento”, afirmou.

Obras

Leia mais:  Comissão colhe demandas contra violência em Mantenópolis

O Centro contará com, aproximadamente, dois mil metros quadrados e a edificação irá contemplar toda a infraestrutura elétrica, de climatização, cabeamento lógico, sistema de incêndio, sistema de segurança, soluções para mobiliário técnico e corporativo, soluções de tecnologia da informação e visualização, e demais bens e serviços correlatos.

O contrato também contempla fornecimento, configuração, comissionamento, instalação e ativação do sistema, além de testes de sistema, licenciamento de radiofrequência, treinamento técnico e operacional, operação inicial assistida, garantias e manutenção corretiva e preventiva, visando à implantação para todos os meios operacionais integrantes do CEGRD.

Além disso, o centro de inteligência contará com sistema de radiocomunicação com gestão de comunicação, com recursos de voz, dados e gerenciamento, definidos por padrões do CEGRD, para emprego, inclusive com integração das operações entre os órgãos de segurança pública e governamentais, com centro de despacho em múltiplas frequências, para atendimento ao cenário de desastres.

“Uma instalação fixa digna para operadores de Segurança Pública é fundamental. Essa apresentação nos deixa muito felizes com o potencial dessa entrega. Principalmente pela tecnologia que está implantada nesse sistema. O desastre causa uma grande aflição na população e essa estrutura vem para dar maior apoio no serviço à sociedade capixaba”, disse o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira, também destacou a relevância do projeto. “Essa é uma entrega muito importante para a sociedade capixaba, visto que a cada ano a intensidade dos desastres naturais vem aumentando. Esse Centro vai dar ao nosso Estado a capacidade de resposta muito mais rápida para a população. É um projeto fundamental. Fica o meu agradecimento ao governador Renato Casagrande por entender a importância de iniciar essas obras”, declarou.

A solenidade virtual também contou com a participação do secretário Nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Alves Lucas, que parabenizou o Governo do Espírito Santo pelo empreendimento: “Essa é uma grande conquista do País. O Espírito Santo já é referência em Proteção e Defesa Civil. Servirá de exemplo a outros estados e mostrará a importância de se investir na unidade da gestão. Defesa Civil é um sistema, não é um órgão. Cada um contribui em cada fase. Parabéns ao Espírito Santo por essa obra”.

Também participaram do evento, a vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes; a procuradora-geral de Justiça do Espírito Santo, Luciana Andrade; de deputados estaduais; prefeitos; além de representantes da Defesa Civil Estadual e municipal.

Leia mais:  Modelo de Gestão Prisional do Espirito Santo é referência nacional
publicidade

Segurança

BPMA flagra rinha de galo, resgata 84 animais e detém suspeitos

Publicado

Neste domingo (02), policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental apreenderam 82 galos e equipamentos utilizados na prática de rinha de galo em Humaitá, município de Linhares.

A apreensão ocorreu após verificação de denúncia anônima feita via Disque-Denúncia (181), quando foi flagrada pelos policiais a prática de rinha de galos.

A ação resultou na apreensão de 82 galos utilizados em rinhas, dois coleiros, medicamentos, seringas, canivetes, balança digital, gaiolas, biqueiras, esporas de plástico, tesouras, relógio de parede, bucha para treina, pinça e encerrou com três pessoas detidas que foram conduzidas a Delegacia de Linhares e apresentadas à autoridade de plantão juntamente com todo material apreendido.

Leia mais:  Espírito Santo está há mais de dois meses sem feminicídios
Continue lendo

Segurança

Cavalaria da PM recebe a visita de Oficial da Fédération Équestre Internationale

Publicado

O Regimento de Polícia Montada da Polícia Militar do Espírito Santo (RPMont), recebeu a visita do Coronel de Cavalaria do Exército Brasileiro da Reserva Remunerada José Evandro Gervásio de Oliveira, armador oficial da Fédération Équestre Internationale (FEI), na manhã desta sexta (31). Durante a visita o Cel EB Gervásio conheceu as dependências do Regimento de Polícia Militar, o plantel equestre da PMES e ministrou uma clínica de armação de percurso de hipismo para os Oficiais e Praças.

O Cel EB Gervásio tem em seu currículo diversos cursos, dentre os quais doutorado em Curso Binacional Brasil-Argentina pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, mestrado em Agronegócios pela Universidade de Brasília, mestrado em Curso de Cavalaria pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais do Exército Brasileiro, pós-graduação em Instrutor de Equitação pela Escola de Equitação do Exército Brasileiro. Durante grande parte de sua carreira militar o Cel EB Gervásio foi responsável pelo manejo equestre, com foco em reprodução de equinos na Coudelaria do Rincão, e também foi um dos especialista de Hipismo no Comitê Organizador das Olimpíadas do Rio em 2016.

Dentre os Oficiais que participaram da clínica de armação de percurso estavam o Diretor de Direitos Humanos e Polícia Comunitária, Cel PM Sartório, os ex-Comandantes Gerais da PM e Corpo de Bombeiros, Cel PM Willian e Cel BM Duarte, o ex-comandante do RPMont, Cel RR Carlos Henrique, e o Cmt do RPMont, Tenente Coronel Menegatti. Durante a clínica, os integrantes da Cavalaria tiveram contato com técnicas mais atuais usadas no mundo para o treinamento de cavalos de salto que podem ser aplicadas na Polícia Militar, a fim de melhorar a performance da tropa equestre para as ações de segurança pública.

O Cel PM Sartório destacou a importância da visita do Cel EB Gervásio, evidenciando que a equitação é a base do policiamento ostensivo montado realizado pelas polícias em todo mundo. Nesse sentido, o comandante do RPMont, Tenente Coronel Menegatti declarou “o policiamento montado requer dos militares a união com o cavalo para formação de verdadeiros conjuntos homem-cavalo e os esportes equestres proporcionam essa união”, completou o comandante.

Essa vez foi a primeira que o Cel EB Gervásio veio ao Espírito Santo, mas prometeu retornar outras vezes e contribuir com as ações de segurança pública desenvolvidas pela Cavalaria da PM aqui no Estado. “Contem comigo para ajudar no engrandecimento do Regimento de Polícia Montada, quer seja na parte de equitação, quer seja na parte de reprodução de equinos”, comentou.

A partir da visita do Cel EB Gervásio será possível iniciar tratativas com o Exército Brasileiro para que policiais militares possam participar de capacitação na Coudelaria do Rincão e aperfeiçoar o processo de remonta equestre do plantel equino da Polícia Militar, reduzindo custos, aumentando produtividade e melhorando a genética dos cavalos empregados nas ações de policiamento montado, choque montado e equoterapia.

Leia mais:  Cursos para formar sargentos terá mais vagas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana