conecte-se conosco


Camisa 10

Governo do Estado realiza entrega de kits esportivos para contemplados pelo Bolsa Atleta

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), realizou, nesta terça-feira (13), a entrega dos kits esportivos para os atletas e paratletas de alto rendimento contemplados pelo programa Bolsa Atleta. A solenidade no CT Jayme Navarro de Carvalho, em Vitória, teve a presença do governador Renato Casagrande e do secretário de Estado, Júnior Abreu, além de alguns dos esportistas contemplados. O evento seguiu todos os protocolos sanitários exigidos pelos órgãos de Saúde para prevenção do novo Coronavírus (Covid-19).

Os kits entregues servirão para identificação dos atletas capixabas durante as competições, além de reforçar a imagem do programa Bolsa Atleta em níveis estadual, nacional e internacional. Cada um dos contemplados recebeu uma mochila, duas camisas, uma bandeira do Espírito Santo, um boné, adesivos, broche e um conjunto de agasalho, contendo calça e jaqueta.

Esta é a primeira vez em três anos que os atletas contemplados pelo Bolsa Atleta recebem kits como esse. O total do investimento na aquisição desses materiais foi de quase R$ 60 mil e vai beneficiar atletas de diversas modalidades esportivas, como vôlei de praia, natação, handebol, tênis, tiro esportivo, atletismo, canoa havaiana, boxe, ginástica rítmica, bodyboard, entre outros.

Em sua fala, o governador Casagrande lembrou que a rotina dos atletas também foi afetada pela pandemia. “Estamos atravessando um momento de dificuldade e o esporte foi um dos segmentos mais prejudicados. E os atletas foram bastante afetados, pois os eventos esportivos ficaram proibidos e ainda seguem com restrições. Conseguimos criar uma convivência com a pandemia, mas infelizmente não temos uma cura de forma rápida. Temos a mentalidade de não paralisar nenhum programa e o esporte é uma de nossas prioridades, como o Bolsa Atleta e os kits que estamos entregando hoje”, pontuou.

Casagrande prosseguiu: “Além de não paralisarmos as obras de infraestrutura, como a do Kleber Andrade que está praticamente pronto. Sempre falei que o esporte faz a gente vencer nossos medos, ultrapassar barreiras, criar vínculos sociais e moldar o nosso caráter. Hoje vocês estão recebendo kits que para que possam representar nosso Estado da melhor forma possível e levar nossas cores ao alto do pódio.”

Apoio fundamental

Leia mais:  Globo avisa Faustão, chega de ataques ao Fla.

Durante o evento, o secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, fez questão de reforçar a importância do programa e de investimentos como esse para os atletas e paratletas capixabas. Ele destacou ainda que o benefício continuou sendo pago durante toda a pandemia, exatamente para apoiar os atletas durante esse período difícil.

“Atletas de alto rendimento, como os contemplados pelo Bolsa Atleta, vivem, em sua maioria, para o esporte. Então, é fundamental que o governo os apoie em tudo que for possível. Entregar esses kits hoje é mostrar para eles que são importantes para o Estado também”, frisou o secretário.

Medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, a ginasta Natalia Gaudio foi a responsável por fazer o agradecimento em nome dos atletas.

“Sabemos que carregamos essa responsabilidade de representar o Espírito Santo e o Brasil nas competições. Receber um kit como esse, com mochila, uniforme, a blusa que iremos usar, os botons, a bandeira, faz com que a gente se sinta cada vez mais parte de um time, que é o time capixaba. Fico muito feliz em poder representar os outros atletas e de saber que nas próximas competições nós já estaremos equipados, podendo levar o nome do Estado e do Bolsa Atleta, que é um apoio e um auxílio que faz toda a diferença no nosso dia a dia”, celebrou a ginasta.

Os atletas que não participaram da solenidade podem retirar os kits na Sesport. As entregas vão ocorrer entre quarta e sexta-feira, das 14h às 17h30, e todos os dias da próxima semana, das 9h às 11h30.

Bolsa Atleta

Leia mais:  Seleção almoça em turnos e tem banho nos quartos para evitar covid

Neste ano, o Programa Bolsa Atleta beneficia 121 atletas e paratletas de alto rendimento, com auxílio financeiro mensal que varia de acordo com a categoria do atleta, dentro do edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico).O investimento total da Secretaria no programa é de R$ 2,1 milhões.

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além de aquisição de material esportivo.

publicidade

Camisa 10

Com português na mira, Palmeiras coleciona ‘nãos’ de estrangeiros

Publicado

Presidente Maurício Galiotte não admitiu rejeição e tentou manter nomes em sigilo. Abel Ferreira, do PAOK, é nova aposta da diretoria alviverde

O Palmeiras estreia nesta quinta-feira (29), na Copa do Brasil, contra o Red Bull Bragantino. Será mais uma partida sem um treinador e sob o comando do interino Andrey Lopes. Vanderlei Luxemburgo foi demitido há 15 dias, de lá para cá, o presidente Maurício Galiotte coleciona a rejeição de treinadores procurados pelo clube. O dirigente nega e tenta manter em sigilo o nome dos profissionais buscados por ele.

Outro problema que Galiotte tem sofrido é a pressão das torcidas organizadas, que estenderam faixas na frente do Centro de Treinamento do Palmeiras, cobrando um novo treinador. Veja quais profissionais já disseram ‘não’ ao clube paulista.

Outro problema que Galiotte tem sofrido é a pressão das torcidas organizadas, que estenderam faixas na frente do Centro de Treinamento do Palmeiras, cobrando um novo treinador. Veja quais profissionais já disseram 'não' ao clube paulista

O espanhol Miguel Ángel Ramirez foi a rejeição pública sofrida pelo Verdão. Após dirigentes Anderson Barros e Paulo Buosi seguirem até o Equador para trazer o técnico para o Brasil, ele desistiu e ficou no modesto Independiente del Valle.

Na busca por um técnico estrangeiro, o Palmeiras foi atrás do argentino Ariel Holan. Após um primeiro contato, o atual clube Universidad Católica, do Chile, não liberou o profissional.

Outro argentino procurado foi Sebastian Baccacece, do Racing. De acordo com dirigentes do clube, o ex-auxiliar de Jorge Sampaoli na Copa do Mundo 2018 preferiu seguir na Argentina.

O nome da vez já foi o argentino Gabriel Henze, que está sem clube desde março de 2020, quando deixou o Vélez Sarsfield. A imprensa argentina afirmou que o treinador ouviu o interesse do Palmeiras e não se empolgou com o trabalho.

Não dá para esquecer que o primeiro de todos os 'nãos' foi de Jorge Sampoli. Ainda no fim de 2019, o argentino recusou o clube, que optou por Vanderlei Luxemburgo... No dia 1º de março, o técnico assinou com o Atlético-MG

Não dá para esquecer que o primeiro de todos os ‘nãos’ foi de Jorge Sampoli. Ainda no fim de 2019, o argentino recusou o clube, que optou por Vanderlei Luxemburgo… No dia 1º de março, o técnico assinou com o Atlético-MG.

O português Abel Ferreira, atualmente no PAOK, da Grécia, estaria com tudo acertado para assinar com o Palmeiras. Ainda assim, depois de tantos 'não', é preciso esperar a confirmação do time alviverde

O português Abel Ferreira, atualmente no PAOK, da Grécia, estaria com tudo acertado para assinar com o Palmeiras. Ainda assim, depois de tantos ‘não’, é preciso esperar a confirmação do time alviverde.

 

Leia mais:  Eleição popular para a Calçada da Fama ultrapassa os 24 mil votos na terceira semana

Continue lendo

Camisa 10

Flamengo já conversa com a Fiorentina para compra de Pedro

Publicado

Jogador que está emprestado pelo clube italiano, assume artilharia no rubro-negro e se destaca em outros números

O atacante Pedro assumiu a artilharia do Flamengo em 2020, com 17 gols. Mas a comparação com outros goleadores do elenco, como Gabigol, que tem 16, e Bruno Henrique, com 14, é só uma parte dos feitos do jogador, que tem contrato de empréstimo até dezembro, e é alvo da diretoria rubro-negra para uma compra definitiva junto à Fiorentina, da Itália. Os clubes já conversam para entender a melhor forma do negócio, que custará caro.

Embora esteja atrás de Thiago Galhardo, do Inter, no número de gols no Brasileirão, 13 contra nove, Pedro é o centroavante que mais marcou na competição. Além dos nove gols, também é quem precisa de menos tempo para balançar as redes, 103 minutos. E lidera ainda nos quesitos finalizações certas (21) e no número de toques na bola até marcar os gols (34).

A pontaria do camisa 21 chega a 70% nos chutes ao gol, o que deixa Pedro como segundo colocado na posição, apenas atrás de Marrony, do Atlético-MG.

Apesar de já ter disputado 33 jogos pelo Flamengo, Pedro tem menos minutos em campo do que Gabigol e Bruno Henrique na temporada. São apenas 1615, contra 2266 de Bruno e 2128 de Gabigol’. O período como reserva em suas primeiras atuações fazem a média de gols se tornar ainda mais difícil de ser alcançada no Brasil. Um a cada 95 minutos nos 18 jogos que fez como titular.

Como Gabigol ainda não está integrado ao grupo, em função de uma torção no tornozelo grave, Pedro seguirá como principal atacante do Flamengo pelo menos até as oitavas de final da Libertadores, quando Gabigol volta.

Leia mais:  Eleição popular para a Calçada da Fama ultrapassa os 24 mil votos na terceira semana
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana