conecte-se conosco


Medicina e Saúde

Inquérito Sorológico vai testar 32 mil capixabas para identificar contato com Coronavírus

Publicado

A Secretaria da Saúde (Sesa) definiu para começo de maio o início dos testes que serão realizados para o Inquérito Sorológico da Covid-19 no Espírito Santo. O estudo auxiliará o Governo do Estado a identificar o percentual da população capixaba que já teve contato com o novo Coronavírus (Covid-19). O inquérito será realizado bem quatro etapas, com intervalo de 15 dias entre cada uma. Para cada etapa serão testadas cerca de oito mil amostras, totalizando aproximadamente 32 mil testes em 27 municípios selecionados. 

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, a pesquisa trará uma radiografia do impacto da doença no Espírito Santo. “Com o inquérito, objetivamos fazer uma projeção estatística do comportamento da transmissão da Covid-19 em nosso Estado. Também vamos poder identificar a força de transmissão do vírus. Com os resultados, teremos uma radiografia muito fina de qual é o impacto da doença e de seu comportamento que poderá subsidiar as decisões de Governo”, explicou.

Atuação em campo

Foi determinada uma amostra composta por 27 municípios capixabas a serem estudados, distribuídos segundo as regiões definidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e considerando ainda as áreas mais densamente populosas. São eles: Afonso Cláudio, Alegre, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Ecoporanga, Guaçuí, Guarapari, Iúna, Linhares, Marataízes, Nova Venécia, Pedro Canário, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha, São Mateus, Serra, Sooretama, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória.

Serão realizados sorteios para escolha de regiões dentro de cada município, assim como para a escolha do domicílio e do cidadão que participará do questionário a ser aplicado por técnicos da saúde. 

Segundo o gerente de Vigilância em Saúde da Sesa, Orlei Amaral Cardoso, as perguntas serão embasadas para coleta de informações básicas sobre sintomas da doença. Além da realização de um teste rápido para identificação de anticorpos contra o novo Coronavírus, cujo resultado estará disponível em 15 minutos. 

“O processo irá garantir segurança tanto ao entrevistado quanto aos técnicos, que estarão paramentados com equipamentos de proteção individual, além de terem suas credenciais para verificação de identidade”, ressaltou Cardoso. 

No caso do paciente sorteado ser positivo, os demais moradores do imóvel serão testados, entretanto, a notificação para o inquérito será do residente entrevistado. Além disso, se a equipe encontrar residentes com sintomas respiratórios, independentemente do resultado do teste, essa pessoa será orientada ou, se necessário, encaminhada para k atendimento em unidade referenciada.

 

Leia mais:  Conheça a diferença entre dengue, zika e chikungunya

Inquérito Sorológico 

O Inquérito Sorológico é uma pesquisa que consiste em testar uma amostra da população que seja representativa do todo. Dessa forma, os dados auxiliarão o entendimento de como a Covid-19 está sendo transmitida no Estado e nas definições de novas estratégias, por parte da Sesa, para medidas de contenção da doença. 

A utilização desse modelo, de acordo com o gerente da Vigilância em Saúde da Sesa, é uma das melhores alternativas para investigar o comportamento da doença. “O inquérito é uma estratégia recomendada pela Organização Mundial da Saúde, que fornece resultados confiáveis da taxa de infecção na população, expondo o cenário da situação da doença no Estado”, disse.

 Para o desenvolvimento do Inquérito Sorológico, foram definidas quatro fases de planejamento. A primeira foi marcada por reuniões com especialistas para definições iniciais para a metodologia de pesquisa; a segunda consistiu no plano de sorteio das regiões a serem pesquisadas, além da preparação dos formulários e testes. 

Na terceira, profissionais da Sesa da área da Vigilância, da Atenção Primária e do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), com apoio de especialistas da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), desenvolvem trabalho que visa o planejamento da operação, como a logística de campo e a finalização do projeto. Por fim, a quarta e última etapa é a fase de execução.

Leia mais:  Melhorias e investimentos ao longo de 2019 transformam Lacen/ES em referência nacional
publicidade

Medicina e Saúde

Com 21 mortes em 24 horas, Espírito Santo já soma 2.565 óbitos por coronavírus

Publicado

Mais de 83 mil casos da doença já foram confirmados no Estado. Ao todo, 68.130 pacientes conseguiram se recuperar

Em 24 horas, o Espírito Santo registrou 21 novas mortes e 522 casos foram confirmados. Com a atualização dos dados, o número de óbitos provocados pela covid-19 subiu para 2.565  e o de casos confirmados para 83.814 . Ao todo, 68.130 pacientes conseguiram se recuperar da doença.

As informações foram divulgadas, por volta das 16h40 deste sábado (1º), no Painel Covid-19, plataforma digital da Secretaria de Saúde do Estado que mostra as notificações da doença, em tempo real.

Além dos números levantados pela rede pública, o sistema também inclui os dados da rede particular do Estado e de todos os municípios.

Coronavírus

A doença é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Como até o momento não há tratamento específico para a doença, é fundamental manter alguns cuidados como o isolamento social, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a etiqueta respiratória:

– Lavar as mãos frequentemente por pelo menos 20 segundos com água e sabão;

– Utilizar antisséptico de mãos à base de álcool para higienização;

– Cobrir com a parte interna do cotovelo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal;

– Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado.

Leia mais:  Hemoes inicia pesquisa do uso de plasma para pacientes com Covid-19
Continue lendo

Medicina e Saúde

Sesa inicia migração de leitos exclusivos da Covid-19 para outras especialidades médicas

Publicado

A partir desta segunda-feira (27), a Secretaria da Saúde (Sesa) vai começar a reverter o perfil de alguns leitos hospitalares disponibilizados para paciente com a Covid-19, para atender pacientes de outras especialidades médicas. A medida vale para leitos de enfermaria e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Inicialmente, 14 leitos de UTI do Hospital Estadual Dório Silva, na Serra, deixarão de ser utilizados exclusivamente por pacientes Covid-19. Com isso, a unidade passará a ter 16 leitos de UTI para pacientes Covid-19. Ainda esta semana, outro hospital que terá mudanças na oferta de leitos para Covid-19 será o Antônio Bezerra de Farias, em Vila Velha.

Atualmente, a ocupação de leitos de enfermaria está em 57,62% e a Sesa pretende deixar entre 70 e 75%. O mesmo vale para UTIs. A marca de 70% sempre será um indicador para a migração de leitos para outros perfis, conforme explica o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

“Vamos ajustar o tamanho da rede hospitalar, de acordo com o comportamento da pandemia no Estado. Na medida em que migrarmos leitos para outros perfis clínicos, a ocupação obrigatoriamente subirá para entre 70 e 75%, que será a faixa de segurança para as decisões quanto à reversão do perfil dos hospitais. Na medida em que a ocupação for reduzindo de maneira sustentada, que consigamos voltar a reverter o perfil dos hospitais, somente uma nova onda de casos que possa elevar a pressão por serviços hospitalares será capaz de nos fazer rever novamente o perfil das unidades”, afirma o secretário.

A contratação dos hospitais privados será poderá ser prorrogada por 30 dias. A contratualização com os hospitais filantrópicos não terá alteração.

Leia mais:  Coronavírus gera danos entre trabalhadores da área da saúde
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana