conecte-se conosco


Camisa 10

Jogador boliviano é o primeiro caso fatal de coronavírus no futebol

Publicado

Jogador Deibert Román Guzmán, de 25 anos, morava na mesma casa com o pai e o tio, que também morreu nas últimas semanas devido ao coronavírus

A Federação Boliviana de Futebol (FBF) confirmou, neste sábado, a morte de Deibert Román Guzmán, de 25 anos, jogador do Clube Universitário de Beni, da segunda divisão, vítima da covid-19. Ele se torna o primeiro caso fatal de coronavírus registrado no mundo de um jogador profissional.

Deibert Román Guzmán morava na mesma casa com o pai (Belisario Román) e o tio (Luis Carmelo Román), que também morreu nas últimas semanas devido ao coronavírus.

“Expressamos nossa dor e nossas sinceras condolências à família e amigos de Deibert Guzmán e oramos a Deus para lhes dar forças para superar esse difícil momento”, disse Ángel Suárez, presidente do Clube Universitário Beni.

“A Federação Boliviana de Futebol expressa suas sinceras condolências à família e aos amigos de Deibert Román Guzmán, pedindo a Deus renúncia e força nesses tempos difíceis”, informou a FBF.

Guzmán jogou nas equipes juvenis da equipe boliviana, localizada na cidade de Trinidad, e logo atingiu o time profissional. Ele estava em negociação para atuar pelo Nacional Potosí, atuou nono colocado do campeonato nacional.

Leia mais:  Filho de Beto, ex-São Paulo e Flamengo, é assassinado no Rio
publicidade

Camisa 10

Jogador do Flamengo testa positivo para Covid-19 e é afastado antes da final da Taça Rio

Publicado

Clube realiza exames antes da decisão contra o Fluminense, e atleta entra em quarentena. Todos pré-relacionados estão aptos e vão para o jogo

O Flamengo informou que um atleta testou positivo nos testes moleculares, realizados antes da decisão da Taça Rio, na noite desta quarta-feira, contra o Fluminense. O jogador foi prontamente afastado e colocado em quarentena.

Foi a primeira vez, em muitas semanas, que um jogador do Flamengo testou positivo. O clube informou, no entanto, que todos os 40 jogadores e membros da comissão técnica, pré-relacionados para o clássico, estão aptos e vão para o jogo.

Flamengo e Fluminense decidem a Taça Rio na noite desta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Por ter vencido a Taça Guanabara e ter a melhor campanha na classificação geral, o time da Gávea ficará com o título carioca caso passe pelo rival, nesta noite.

Leia mais:  Bruno Henrique renova com Fla até 2023: 'Me sinto em outro patamar'
Continue lendo

Camisa 10

Dois anos sem lutar e Belfort está mais forte do que na época do UFC

Publicado

Última vez que lutador subiu ao octógono foi em 2018, no Rio de Janeiro, mas mostra no Instagram que mantém físico com muito treino e apoio da família

O lutador Vítor Belfort sempre deixou claro que não parou de treinar. Até porque é dono de academia nos Estados Unidos, onde mora com Joana Prado e os três filhos do casal. Mas o carioca surpreendeu ao publicar uma foto em que aparece mais forte do que em sua última luta profissional, em maio de 2018, quando perdeu para Lyoto Machida, no Rio de Janeiro.

Muitos internautas elogiaram. Já outros falaram que a foto foi mexida no computador para deixá-lo mais forte. Belfort resolveu a dúvida e publicou outros dois vídeos dos treinos e é possível ver que a imagem tem tudo para ser real.

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados.

Outro assunto indefinido é qual categoria será a luta. Quando parou em 2018, Belfort competiu na peso-médio (até 84 kg) e Ngalani luta no pesado (até 120 kg).

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia 

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia.

 

Leia mais:  Prefeitura do Rio autoriza presença de público em estádios de futebol

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana