conecte-se conosco


Camisa 10

Morre Valdir Espinosa, treinador campeão mundial com Grêmio

Publicado

Técnico tinha 72 anos e morreu nesta quinta-feira no Rio de Janeiro em virtude de complicações após cirurgia no abdômen

Valdir Espinosa morreu na manhã desta quinta-feira (27), no Rio de Janeiro, em decorrência de complicações pós-operatórias no abdômen. Atualmente, ele ocupava o cargo de gerente de futebol do Botafogo.

Espinosa nasceu em Porto Alegre e tinha 72 anos. No último dia 17, passou por um procedimento cirúrgico no intestino. Chegou a sair do hospital, mas no dia 20 precisou ser internado novamente, passou por nova operação e não resistiu. 

O ex-jogador e treinador teve o auge da carreira na década de 80, quando comandou o Grêmio na conquista da Libertadores da América e do Mundial Interclubes, em 1983. Ele foi o responsável pele contratação de Renato Gaúcho, um dos maiores ídolos do Tricolor. 

Espinosa também era ídolo dos botafoguenses. Em 1989, foi treinador que acabou com uma fila de títulos de 21 anos ao conquistar o Campeonato Carioca. 

No Rio de Janeiro teve passagem nos quatro grandes clubes da cidade. Em São Paulo, comandou Corinthians, Palmeiras e Portuguesa. Teve passagem marcante no Cerro Porteño, do Paraguai. Lá foi campeão nacional em 1987 e 1992. Comandou times no futebol árabe e no Japão. 

Como jogador, era lateral-direito e criado na base do Grêmio. Começou como profissional em 1968 e foi campeão gaúcho. Mas a carreira foi nos gramados não foi longa, durou aproximadamente dez anos. Teve passagens no Grêmio, CSA, Esportivo e Vitória. 

O Grêmio divulgou uma nota de pesar com a perda. Confira a íntegra: 

“O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa, com imenso pesar, o falecimento de Valdir Espinosa, um dos maiores técnicos de sua história. Sob o comando de Espinosa o Grêmio abriu as portas do continente e do mundo ao Rio Grande do Sul, conquistando a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes em 1983.

Valdir Espinosa retornou ao Grêmio em 2016, como Coordenador Técnico e participou da conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil. Atualmente exercia o cargo de Gerente Técnico do Botafogo.

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se solidariza com toda a família Espinosa, amigos e torcida nesse momento de dor.”

Leia mais:  Cruzeiro completa 99 anos envolto por cenário obscuro e incertezas sobre centenário
publicidade

Camisa 10

Libertadores deve retornar ainda em 2020, mas com jogos sem torcida

Publicado

Um total de 76 das principais equipes do continente ainda está envolvido nas competições, que estão programadas para terminar em novembro

O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez, disse que a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana não serão descartadas este ano e está otimista quanto ao retorno do futebol, mesmo que isso signifique disputar jogos sem torcida.

Os torneios foram suspensos no mês passado devido à aceleração do surto de coronavírus na América do Sul.

“A Libertadores pode recomeçar quando os campeonatos locais recomeçarem, embora a questão de transporte também seja importante, tendo em vista que a maioria dos países fechou suas fronteiras”, afirmou Domínguez à Reuters.

Um total de 76 das principais equipes do continente ainda está envolvido nas competições, que estão programadas para terminar em novembro.

Questionado quando ele pensa que o futebol poderia recomeçar e como ficaria o esporte após o reinício, o paraguaio disse: “Acho difícil fazer qualquer análise porque, no momento, ainda estamos chocados”.

“Acho que as coisas voltarão ao normal, mas isso vai levar tempo. E é claro que quero ver estádios cheios, mas se a maneira de recuperar o futebol é jogar sem torcedores, é assim que vamos jogar.”

Os casos globais de coronavírus ultrapassaram 1 milhão na quinta-feira, com mais de 52.000 mortes, de acordo com uma contagem da Reuters baseada em dados país a país.

Leia mais:  Nos braços da torcida, Flamengo é recepcionado com festa na chegada ao aeroporto rumo ao Mundial
Continue lendo

Camisa 10

Consultor da RBR sugeriu infectar pilotos com coronavírus de propósito

Publicado

Helmut Marko, consultor geral da Red Bull Racing, propôs uma ideia totalmente controversa em tempos de pandemia do novo coronavírus. O dirigente sugeriu que os dois pilotos da equipe de Fórmula 1 (Max Verstappen e Alexander Albon) fossem deliberadamente infectados pela Covid-19 enquanto a temporada 2020 não começa. Isso os faria ficarem imunes a doença e recuperados mais rápido que os concorrentes.

– Esse seria o momento ideal para a infecção vir. Esses são todos jovens em ótimo estado de saúde. Dessa forma, eles ficariam prontos para quando quer que a ação na pista comece. Você ficaria pronto para o que provavelmente vai ser um campeonato muito duro quando começar – disse o austríaco de 76 anos, à TV austríaca ‘ORF.

A tática de infectar pessoas propositalmente para imunizá-las mais rapidamente foi cogitada no início da pandemia pelo governo britânico, mas amplamente descartada pela Organização Mundial de Saúde. Marko levaria todos os pilotos das equipes RBR e Alpha Tauri, incluindo os brasileiros Sérgio Sette Câmara e Igor Fraga. A RBR rechaçou a possibilidade de imediato.

– Temos quatro pilotos de Fórmula 1 e oito ou dez juniores, e a ideia era organizar um campo para superar mental e fisicamente o tempo morto. Vamos colocar desta maneira: não foi bem recebido.

– O Max, por exemplo, acho que ele está fazendo mais corridas agora do que na temporada real. Ele faz simulador e por vezes compete em várias corridas no mesmo dia. Ao mesmo tempo, eles todos têm seus fisioterapeutas para exercícios físicos. É ideal para se exercitar agora. Se houver uma temporada de 15 a 18 corridas, vai ser muito duro. Não há possibilidade de melhorar seu condicionamento físico durante o ano, então seria ideal usar esse tempo agora – encerrou.

A Fórmula 1 tem previsão para começar a temporada em junho, no Grande Prêmio do Canadá. A ideia é realizar de 15 a 18 provas no segundo semestre de 2020. Os GPs da Austrália e Mônaco foram cancelados, enquanto Barein, Vietnã, China, Holanda, Espanha e Azerbaijão estão adiadas.

Leia mais:  Torcedor do River imita macaco, revolta rubro-negros e gera briga em Lima
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana