conecte-se conosco


Cidades

Municípios fazem balanço das arboviroses registradas em 2019

Publicado

Na manhã de terça-feira (14), a Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde (Sesa) realizou a primeira reunião “Situação Epidemiológica da Dengue, Zika e Chikungunya”. Na ocasião, foram apresentados os dados da situação epidemiológica dessas doenças em todas as regiões do Estado durante o ano de 2019.

A reunião foi conduzida pelo superintendente regional da Saúde de Vitória, Luiz Carlos Reblim, que destacou a importância de um maior esforço para reduzir as notificações e, consequentemente, o número de mortes.

Durante todo o ano de 2019, o Espírito Santo registrou um total de 79.245 notificações de dengue, com 43 mortes; 2.922 de Chikungunya; e 1.201 notificações de casos de zika.

Reblim ressaltou ainda que para 2020 há uma grande preocupação com os casos de Chikungunya, que podem aumentar. Os sintomas da Chikungunya mais comuns são a febre alta e de início imediato, dores nas articulações, manchas na pele e vermelhidão nos olhos.

“Em 2019 muitas pessoas morreram vítimas de dengue, mas também temos que nos preocupar com a zika e com a Chikungunya, que são tão graves quanto” frisou.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Medeiros, todos os anos durante o verão há o aumento da incidência de casos dessas doenças, e por isso é fundamental reduzir o tempo de resposta para conter o avanço dessas arboviroses. “O fato concreto é que enquanto não criarem a vacina, não adianta ter somente o fumacê. A gente precisa fazer ações de mobilização social que são fundamentais para combater o mosquito. Não há outra solução”, disse o secretário.

Para redução desse tempo de resposta, Luiz Carlos Reblim falou sobre a implantação do sistema e-SUS Vigilância em Saúde, sistema de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde, entre elas as arboviroses, voltados aos serviços de saúde pública e privada.

Com o novo sistema, segundo ele, os profissionais das unidades de saúde que realizam o atendimento ao paciente irão realizar a notificação imediatamente, possibilitando o acesso em tempo real das informações em saúde. Dessa forma, o gestor municipal poderá criar ações imediatas para conter o avanço das arboviroses.

O e-SUS VS foi desenvolvido no Estado, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), e substituirá o atual modelo utilizado no Espírito Santo, conhecido como Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Participaram da reunião representantes das Vigilâncias Epidemiológicas e representantes das secretarias municipais de Saúde de todo Espírito Santo.

Leia mais:  Governo do Estado inaugura espaço esportivo e reforma de escola na Serra
publicidade

Cidades

Mutirão solidário reúne centenas de voluntários para limpeza de ruas em Iconha

Publicado

Centenas de voluntários participam na manhã deste sábado (25) do Mutirão Solidário no município de Iconha para a limpeza das ruas e de estruturas afetadas pelas chuvas. A ação organizada pelo Governo do Estado também contemplou o distrito de Bom Destino, no mesmo município. Tropas do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, do Exército Brasileiro e da Marinha, além de voluntários civis participam da ação.

O governador Renato Casagrande – que fez a convocação a toda sociedade capixaba –, a vice-governadora Jaqueline Moraes, além de secretários de Estado e integrantes do Governo do Estado também participaram do mutirão. O esforço soma o trabalho de recuperação da cidade que já vem sendo feito desde a última semana, quando as cidades da região sul foram atingidas por fortes chuvas.

A concentração foi no Ginásio de Esportes de Iconha, que chegou a ser tomado pela lama e foi limpo pelas equipes do Corpo de Bombeiros ao longo da semana. O governador Casagrande saudou todos os presentes agradeceu a presença de todos e anunciou as providências adotadas na resposta às chuvas que seguem atingindo as regiões Sul e Caparaó.

Durante todo o dia, os voluntários recolheram entulhos que estavam espalhados pelas ruas, auxiliaram na retirada de várias residências e removeram grande parte da lama acumulada nas vias. Os trabalhos foram auxiliados pelas máquinas contratados pelo Governo do Estado, além de veículos e equipamentos de órgãos do Estado, do Exército e também os cedidos por particulares.

Parte do efetivo do Corpo de Bombeiros que participaria do Mutirão foi deslocado para atender as ocorrências nos municípios atingidos pelas chuvas na noite desta sexta-feira (24). Aeronaves do Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (NOTAer) também foram encaminhadas para Cachoeiro de Itapemirim para atuar no socorro às vítimas na região.

Na parte da tarde, o governador e a vice-governadora visitaram os municípios de Cachoeiro de Itapemirim e Castelo, que foram bastante afetados pelas chuvas. Ele esteve reunido com os prefeitos das duas cidades, Victor Coelho e Domingos Fracaroli, respectivamente. Casagrande garantiu apoio nas ações de assistências aos moradores dos outros municípios atingidos e a possível inclusão nas medidas de recuperação que já haviam sido anunciadas para Iconha, Alfredo Chaves, Rio Novo do Sul e Vargem Alta.


Ao final das visitas, por volta das 18 horas, Casagrande retornou ao município de Iconha, onde se reuniu no comando de operações com representantes da Defesa Civil Estadual e Municipal, do Corpo de Bombeiros e do Exército Brasileiro. Ele aproveitou para novamente agradecer a solidariedade dos capixabas que, além das muitas doações para as vítimas do desastre, participaram atividade do mutirão de limpeza.

“A palavra é gratidão mesmo. Eu fiz o convite a muitas pessoas para vir aqui e as pessoas vieram. Mais de 500 voluntários presentes aqui. O Centro de Iconha e diversas ruas têm outra realidade ao final desse dia. Foi um sucesso, muito obrigado!”, disse o governador, que também agradeceu pela ajuda de todos os militares envolvidos no mutirão.


Casagrande recebeu a ligação do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que antecipou sua vinda ao Estado para este domingo (26). Está previsto um sobrevoo do governador e o ministro sobre os municípios afetados pelas chuvas, seguido de uma reunião técnica às 16 horas no Palácio Anchieta, em Vitória.

Leia mais:  Foz de Riacho Doce é fechada para proteção do estuário de possível chegada do óleo no ES
Continue lendo

Cidades

Obras de pavimentação e drenagem em Nova Venécia são iniciadas

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), vai investir quase R$ 7 milhões em obras de infraestrutura no município de Nova Venécia. Nesta sexta-feira (24), o governador Renato Casagrande assinou a Ordem de Serviço para pavimentação asfáltica e drenagem na Avenida Guanabara, uma das principais vias da cidade. As intervenções contemplam ainda um trecho da Avenida São Mateus e a construção de uma contenção, também na Avenida Guanabara, localizada no bairro Beira Rio.

Casagrande afirmou que Nova Venécia é um município-polo e precisa de uma boa infraestrutura. “Vocês estão vendo como é importante ter infraestrutura num momento como este, em que acontecem muitas chuvas. A Avenida Guanabara é uma das principais vias daqui e tenho certeza que o prefeito cuidará bem para que a gente consiga fazer no tempo previsto de seis meses”, disse.

O governador adiantou que os recursos do convênio entre a Sedurb e a Prefeitura já foram depositados e a empresa responsável pela obra está contratada. Inicialmente, o valor conveniado era de R$ 8.165.251,83, mas caiu para R$ 6.819.545,16 após a licitação. A primeira parcela do montante já foi repassada e as demais serão pagas à medida que as obras forem executadas.

“Esse importante investimento trará mais segurança e mobilidade para todos os 50 mil habitantes de Nova Venécia, assim como também para quem transita pela região, já que a Avenida Guanabara é corredor de acesso aos municípios de Boa Esperança, Vila Pavão e Pinheiros, no norte do Estado. A avenida também é caminho de diversos turistas mineiros com destino ao litoral capixaba”, destacou o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente.

Os trechos que sofrerão as intervenções possibilitam, ainda, acesso à Cidade Alta, área mais populosa do município, e também ao novo Parque de Exposição, à creche do bairro Padre Gianni e ao bairro Aeroporto. “Serão 1.200 metros de extensão, 18.222,09 metros quadrados de pavimentação asfáltica, 2.043 metros de rede de drenagem, 5.106,11 metros quadrados de calçada cidadã, 70 metros de contenção em solo grampeado e sinalização horizontal e vertical”, completou o secretário.

Leia mais:  Governo do Estado inaugura espaço esportivo e reforma de escola na Serra
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana