conecte-se conosco


Política e Governo

Nova realidade é destacada na abertura da VI Semana Estadual de TIC

Publicado

A VI Semana Estadual de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) teve início nesta segunda-feira (19) com um foco direcionado para a nova rotina, criada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Neste ano, o evento adotou, pela primeira vez, o formato on-line em todos os debates e palestras.  A abertura teve as presenças do governador Renato Casagrande; do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; e do diretor presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest-ES), Tasso Lugon.

Em sua fala, o governador pontuou a importância do evento e de que a VI Semana TIC é um exemplo de que a administração pública está se adaptando à nova realidade. Casagrande também mencionou o uso do sistema e-Docs, desenvolvido pelo Prodest e outros órgãos estaduais, que permite a criação e a tramitação de documentos e processos on-line, contribuindo para a manutenção dos serviços públicos mesmo durante a pandemia.

“Temos que nos adaptar à nova realidade e prestando serviço dentro desse novo protocolo, por isso essa Semana precisava ser realizada. Os serviços públicos não pararam. Quase todos trabalharam de casa durante a pandemia e com o sistema e-Docs demos conta de realizar as tarefas administrativas e até o fim do ano teremos um governo sem papel. Isso nos prepara para desenvolvermos cada vez mais nossa carteira de serviços digitais”, afirmou o governador.

Casagrande mencionou o investimento em tecnologia para facilitar as reuniões virtuais e evitar gastos com combustíveis e diárias de servidores. Também lembrou do investimento feito na rede de fibra óptica governamental que contempla Vitória, Serra, Vila Velha, Viana, Cariacica e Guarapari. A intenção é que essa infraestrutura seja expandida para outras regiões do Estado.

“Com a pandemia, as reuniões presenciais passaram a ser exceções. O Governo do Estado tem investido em tecnologia para melhorar o atendimento à população. Tomamos a decisão de ampliar o teletrabalho, desde que se tenha capacidade de acompanhar a produtividade desse trabalho. O Detran, por exemplo, não parou nenhum serviço na pandemia. Estamos também investindo em infraestrutura: ampliando a rede de fibra ótica na Região Metropolitana e preparamos uma expansão para o norte e o sul do Estado, levando fibra ótica para todas as repartições públicas”, adiantou.

Casagrande prosseguiu: “Temos um longo caminho a percorrer e uma janela de oportunidades para aproveitar. Estamos com várias frentes voltadas para a tecnologia. As teleaudiências do Poder Judiciário são um bom exemplo, porque ajudam a economizar com transporte e escolta de presos. O avanço tecnológico ainda colabora para melhorar a nossa gestão fiscal, com nota A desde 2012, e aperfeiçoar a qualidade do ensino. Neste ano, ficamos em primeiro lugar em aprendizagem no Ensino Médio do País.”

O diretor presidente do Prodest reforçou que a VI Semana TIC tem como foco debater assuntos que mostram como o setor de TI é fundamental para o Poder Público melhorar o serviço prestado à população. Ele também disse que o compartilhamento de experiências é indispensável para aplicar o conhecimento. “Debates e reflexões nos ajudam a evoluir e a perceber como a mudança nos traz desafios. Precisamos debater o futuro pós-pandemia, porque a tecnologia é cada vez mais importante na construção de políticas públicas”, acrescentou Tasso Lugon.

Na avaliação de Lugon, a transformação digital está fazendo com que muitos serviços de balcão passem a ser oferecidos de maneira on-line. “Isso é muito importante para reduzir a burocracia e facilitar a vida do cidadão. Esse evento tem como finalidade mostrar como a tecnologia é vital para a sociedade. Por essa razão, toda a equipe do Prodest fez um grande esforço para viabilizar os debates no formato virtual”, finalizou.

Investimento

Leia mais:  Teich toma posse como ministro da Saúde e cita 'incerteza' com COVID-19

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que o conhecimento é peça-chave para a inovação ser importante no desenvolvimento econômico e social. Para ele, os recursos aplicados em ciência e tecnologia devem ser vistos como um investimento, por causa dos resultados que podem proporcionar para a administração pública e a sociedade.

Pontes também apontou iniciativas feitas pelo Governo Federal voltadas para as cidades inteligentes e a Internet das Coisas, que envolve a indústria, a saúde e a agricultura.

“Também atuamos com iniciativas voltadas para a inteligência artificial e a colaboração de startups na administração pública. Contamos com uma produção científica que está entre as 15 melhores do mundo. Porém, precisamos fazer com que esse conhecimento gerado se transforme em inovação para a sociedade e as empresas”, afirmou o ministro.

Programação

Nesta segunda (19), a programação será retomada às 16 horas, com a palestra da advogada Patrícia Peck, especialista em Direito Digital. Ela vai abordar o tema “Transformação Digital, entrada em vigor da LGPD e ANPD, e agora?”.

Em seguida, haverá a mesa-redonda com o tema “Novo Normal X Novas Tecnologias X Novos Hábitos”, com a participação de Victor Murad Filho (coordenador de Inovação e Tecnologia da Secretaria de Governo – SEG), de Alexandre Guimarães (subprocurador-geral de Justiça Institucional do Ministério Público do Estado do Espírito Santo – MPES) e de Amarílio Luiz Boni (superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Espírito Santo).

A VI Semana Estadual de TIC vai abordar diversos assuntos como o impacto da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na antecipação de novas tendências tecnológicas, a segurança da urna eletrônica, o profissional do futuro, a aceleração da oferta digital de serviços digitais governamentais, entre outros.

O evento terá ainda como palestrantes e debatedores os secretários de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional, Cristina Engel; e Controle e Transparência, Edmar Camata; o deputado federal Felipe Rigoni; o consultor de tecnologia Gilberto Sudré; a consultora do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) Beatriz Lanza; e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), desembargador Samuel Meira Brasil.

Para os que não se inscreveram na VI Semana TIC é possível acompanhar o evento pelo YouTube por meio deste link.

Leia mais:  Amadeu promove reunião com vários pré-candidatos a prefeito de São Mateus
publicidade

Política e Governo

Governo do Estado recebe prêmio pelas ações do Transcol no enfrentamento da pandemia

Publicado

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), recebeu, nesta terça-feira (24), o Prêmio Destaque do Transporte, uma homenagem especial pela iniciativa do Governo capixaba, em conjunto com as Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBUS), pela implementação do Protocolo de Ações do Sistema Transcol no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

O prêmio é promovido pela OTM editora, que todos os anos reconhece as melhores iniciativas implantadas pelos sistemas de transporte público do País. Segundo a OTM Editora, o protocolo de ações do Sistema Transcol está amparado num tripé estratégico de ações, que juntas somam mais de 40 medidas implantadas e foi considerado um dos mais completos e vigorosos programas de apoio e sustentação ao transporte público do Brasil, durante o período de pandemia.

Para o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, o reconhecimento do trabalho do Governo do Estado, por meio do Prêmio Destaque do Transporte, incentiva boas práticas no setor. “Foi um período de muito aprendizado, em que tivemos que ter muito pé no chão e responsabilidade na hora de implantar cada ação. A comunicação também foi essencial para o sucesso de protocolo. Tivemos que manter conversas constantes com a população, com as empresas operadoras e com os colaboradores. Mas, conseguimos enfrentar o desafio sem paralisar o sistema, sem quebradeiras nas empresas e sem demissões em massas, além de oferecer um transporte mais seguro do ponto de vista sanitário”, destacou.

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), em março, o Sistema Transcol vem adotando uma série de medidas para diminuir o risco de contágio no transporte coletivo. Entre as ações, estão a disponibilização de totens de álcool gel nos terminais para os passageiros e a distribuição de 1 milhão de máscaras reutilizáveis para os passageiros que passam pelos terminais.

Também foram adotadas medidas para o reforçar a higienização dos coletivos e higienização dos terminais, além da disponibilização de sabonete nos banheiros; afastamento de colaboradores do sistema com mais de 60 anos, com comorbidades ou sintomas gripais; obrigatoriedade do uso de máscara nos coletivos e terminais; marcação das filas nos terminais e recomendação aos passageiros para manutenção do distanciamento mínimo de 1,5 metro, além da distribuição de álcool em gel e máscaras para os trabalhadores do sistema, entre outras medidas.

A solenidade de premiação foi realizada no Transamérica Hotel – São Paulo, de maneira presencial, obedecendo às regras estabelecidas pelas autoridades para assegurar a segurança sanitária no ambiente.

Leia mais:  Governo anuncia inquérito sorológico para alunos e profissionais da Rede Estadual
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Espírito Santo realiza 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), realiza até a próxima quinta-feira (26) a 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. Devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a edição de 2020 é totalmente virtual, por meio do site www.semanact.es.gov.br. A cerimônia de abertura da 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia aconteceu nesta terça-feira (24), de forma virtual, com a presença do governador Renato Casagrande e de outras autoridades capixabas.

O objetivo da Semana C&T é intensificar a popularização da ciência e da tecnologia, mobilizando, em especial, estudantes e profissionais de diversas áreas do conhecimento em torno de atividades científico-tecnológicas. Os temas da 17ª edição são “Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira”, tema do evento nacional, “Covid-19” e “Tema Livre”, que foram incluídos pela Secti.

Em sua fala, o governador destacou o uso da tecnologia no serviço público e a importância dessas ferramentas no período de pandemia. “Fizemos várias inaugurações, reuniões e ordens de serviço de forma virtual. Conseguimos não parar devido ao uso da tecnologia. O sistema e-Docs está chegando a 100% dos processos online até o fim do ano, sem contar que permitiu aos servidores trabalharem de forma remota. Nossos serviços mais importantes estão sendo migrados para os serviços digitais. Um exemplo é o Detran|ES que não parou um dia sequer”, afirmou.

Casagrande defendeu os investimentos em ciência e tecnologia, mas ponderou que este precisar estar à disposição de toda a sociedade. “Precisamos de fazer com que os serviços, seja das empresas privadas ou públicos, estejam à disposição para que possamos ganhar tempo, diminuir custos e preservar o meio ambiente. Melhorar o ambiente de inovação é fundamental para gerarmos oportunidades”, reforçou o governador.

A secretária de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Cristina Engel, também deu as boas-vindas a todos os participantes da 17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. “O tema nacional, lançado ainda em 2019, foi ‘Inteligência Artificial’, mas logicamente agregamos também o tema ‘Covid-19’ e, para não desperdiçar nenhum talentinho que estivesse escondido por aí, também inserimos o tema livre. Em ciência, tudo tem que ser permitido e incentivado”, pontuou.

Cristina Engel comentou ainda sobre a programação do evento: “Tivemos 161 projetos inscritos em nossa Chamada Pública e, desse total, mais de 140 estão expostos — o que equivaleria a quase 1.000 metros quadrados, se o evento fosse feito na forma física, com stands. Temos 12 palestras com especialistas em variados temas; nove entrevistas ao vivo; nove cursos com certificação; dez jogos muito divertidos; nove vídeos de laboratórios, objetivando tornar mais acessível a informação de para que serve um laboratório. Aliás, entre eles está o nosso Laboratório Central, mostrando como se processam as amostras de Covid-19”, acrescentou.

Também presente na solenidade virtual, a vice-governadora Jaqueline Moraes anunciou a abertura de oportunidade para captação de recursos, dentro do programa Agenda Mulher, com o objetivo de garantir o acesso de meninas e mulheres do interior do Espírito Santo ao projeto Corte de Lovelace, que visa ampliar a participação feminina nas carreiras de computação.

“Levaremos este programa para empoderar e dar visibilidade às mulheres através do empreendedorismo, oferecendo e customizando cursos, desde formações e qualificações diversificadas nas áreas de Pensamento Computacional, Programação e Robótica para as meninas e mulheres de bairros carentes de todo o Espírito Santo”, explicou Jaqueline Moraes.

Programação

Leia mais:  Política, saúde e economia são temas de live com deputado Evair de Melo

Assim como nos anos anteriores, a edição de 2020 da Semana C&T conta com a exposição de projetos científicos e de inovação, elaborados por professores, estudantes e profissionais das áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Pesquisa, além de uma programação extensa de palestras, cursos, minicursos, entrevistas ao vivo, games, entre outros.

A exposição dos projetos é realizada no site www.semanact.es.gov.br, por meio de vídeos enviados pelos estudantes e profissionais da área, além de Chamada Pública aberta pela Secti em outubro. O Edital para expositores recebeu 161 inscrições de estudantes e profissionais de todo o Espírito Santo.

A programação também é por meio de vídeos que podem ser assistidos no próprio site da 17ª Semana C&T. Toda programação foi planejada para gerar debates e reflexões dos temas definidos para edição. No site www.semanact.es.gov.br, o visitante do evento tem acesso às atividades:

·         141 vídeos de projetos científicos elaborados por estudantes e profissionais da área;

·         12 palestras;

·         09 entrevistas ao vivo (lives);

·         09 cursos com certificação;

·         18 minicursos;

·         Conhecer 18 laboratórios capixabas de Pesquisa e Inovação;   

·         Games e muito mais!

A 17ª edição do evento é uma parceria da Secti com a Secretaria da Educação (Sedu) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). O evento já faz parte do calendário anual do Governo do Estado. A programação se estende até esta quinta-feira (26).

“Essa é uma grande oportunidade para a sociedade entrar em contato com parte do conhecimento produzido no Espírito Santo, além de ser uma experiência importante para os pesquisadores em relação às atividades de popularização da ciência”, afirmou o diretor-presidente da Fapes, Denio Rebello Arantes.

“Com as recomendações de distanciamento social, devido à pandemia da Covid-19, cientistas e instituições de ensino e pesquisa precisaram se adaptar a nove realidades e recorrer às possibilidades da internet para promover os eventos de divulgação científica”, explicou o diretor da Fapes.

Serviço:
17ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia
Data: de 24/11 a 26/11

Site: www.semanact.es.gov.br

Leia mais:  Teich toma posse como ministro da Saúde e cita 'incerteza' com COVID-19
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana