conecte-se conosco


Política e Governo

Partido Verde defende nova postura política nas próximas eleições

Publicado

Daniel Gonçalves (Presidente do PV) e Wellington Secundino (pré-candidato a prefeito).

O Partido Verde (PV) de São Mateus quer fazer a diferença nas próximas eleições municipais e para isso vem tendo o cuidado de trazer novos quadros com novos nomes, sem vícios políticos e que se enquadram nos critérios adotados pela coordenação da campanha. Pelo menos é o desejo do presidente, Daniel Pinto Gonçalves, que junto ao secretário de Direitos Humanos e Diversidade e Coordenador Geral da Campanha, Herikson Locatelli estão trabalhando nesse sentido junto aos seus filiados e pré-candidatos.

“Faremos uma campanha limpa, honesta, com pouco recurso, sem atacar ou menosprezar os nossos adversários. Nesta pré-campanha, os nossos pré-candidatos estarão dialogando com suas bases eleitorais e com a sociedade civil de modo geral, projetos e soluções, com objeto de entender e identificar as demandas, para elaborar e apresentar durante a campanha um programa de governo para o município que seja o reflexo do desejo do povo mateense. Faremos uma campanha Ecologicamente Correta, 95% Digital. Um diferencial do Partido Verde de São Mateus”, discorre o presidente Daniel”.

Segundo ele, é consenso a insatisfação com o atual governo municipal e ao dialogar com algumas lideranças dos bairros e periferias, afirma que se percebe “grande rejeição do eleitorado com o prefeito”. Com essa percepção, o PV entende a importância de se posicionar com relação à disputa eleitoral majoritária, propondo um nome competitivo, propício a se tornar a terceira via alternativa e viável para o município de São Mateus, tendo como meta torna-se uma opção para os eleitores. Almeja apresentar uma nova liderança política, dessa forma “pretendemos acolher inclusive outros pré-candidatos que já exerceram algum tipo de mandato, na condição de conselheiros e apoiadores de uma nova era na política mateense”.

O PV de São Mateus já tem um nome, segundo seu presidente, um recém filiado ao partido, que foi bem avaliado e escolhido para ser pré-candidato a Prefeito de São Mateus, o engenheiro agrônomo, Wellington Secundino. “Percebemos em sua conduta e postura ao chegar no partido, muita humildade e simplicidade, que é qualificado e está preparado para este desafio”, enfatiza o presidente. E acrescenta que “Os integrantes do partido sabem da dificuldade de enfrentar a velha guarda da política, pessoas que articulam para que o povo não tenha uma nova opção, tudo é articulado para que a sociedade escolha o menos pior, dentre as figuras repetidas. Dessa forma, percebemos que este nome, Wellington Secundino, tem plenas condições de representar essa nova liderança, pois possui um excelente currículo em áreas com agricultura, pesca, obras, administração, educação, cooperativismo, dentre outras, está comprometido em fazer parte de um projeto para nossa cidade, a elaborar em conjunto com o PV, os nossos pré-candidatos a vereador, as lideranças políticas locais e com os diversos grupos sociais, um plano de governo viável para o município e tem sabedoria para escolher uma equipe de governo alinhada com as nossas propostas e fundamentado nos princípios ideológicos do partido”.

Demonstra capacidade de representar a todos os munícipes sem distinção alguma, pautado no desejo de governar amplamente para todos. O PV e seus pré-candidatos querem viabilizar sem gana de ganhar, mas de ser uma opção de voto nas urnas. Wellington Secundino é Engenheiro Agrônomo com Especialização em Gestão Ambiental e Mestrado em Agricultura Tropical. Principais atividades desenvolvidas: Chefe do Escritório Local do Incaper nos período de 1989-1991 e 1998-2000; Foi Secretário Municipal de Agricultura de São Mateus no período de 2001-2008, atingindo o maior PIB agropecuário do estado em 2006/2007; Ajudou na organização e desenvolvimento do setor agrícola mateense, apoiando a criação de mais de 30 associações de produtores; Foi Coordenador do Programa Estadual de Desenvolvimento de Pimenta-do-Reino (2003-2014), elevando São Mateus a um dos maiores polos mundiais de Pimenta do Reino do

Espírito Santo; Sócio fundador da COOPBAC – Cooperativa dos Produtores da Bacia do Cricaré; Coordenou a vinda do SICOOB para o município, sendo Delegado do mesmo no período 2006-2007; Implantou o maior programa municipal de eletrificação rural do estado, o Programa Luz no Campo Municipal, onde foram atendidos 400 produtores rurais de um total de 580; Sócio fundador do Projeto Pró Reciclagem do Lixo; Sócio fundador do Programa SOS Plantas Medicinais; Sócio Fundador da Adersama – Associação para Desenvolvimento e Recuperação do Rio São Mateus; Fez parte da Comissão Pró Ceunes e Coordenou e articulou a criação do curso de Engenharia Agronômica; Sócio Fundador do Projeto Semeando a Liberdade – Projeto de Ressocialização de Detentos._

Outra questão abordada pelo presidente Daniel Pinto Gonçalves, foi chapa de Vereadores. “Uma chapa bem eclética, com pessoas da área urbana e rural. Pessoas do cotidiano, conhecedores da realidade do nosso município e do seu povo. Nomes novos, nomes limpos, sem vícios políticos e comprometidos em fazer política e não politicagem. Todos em reais condições de se elegerem, dentro de uma disputa interna do partido ou mesmo na disputa com candidatos de outros partidos ou com vereadores de mandato”. Ele destaca que trabalharam para formar uma chapa igualitária, com 50% das vagas entre mulheres e homens, através de um processo democrático e transparente dentro do partido. ‘Ainda é cedo para mencionar alguns nomes, temos até o dia 05/08, prazo final para as convenções municipais, para definir a composição dos nomes da nossa chapa de vereadores”.

O Partido Verde vem dialogando com vários grupos e partidos, pois “sempre teve autonomia de decisão, porém está sempre alinhado com a executiva estadual do partido, com os nossos Deputados Estaduais, Luciano Machado e Marcos Garcia, buscando articular uma forte composição para a chapa majoritária com o objetivo de apresentar resultados”.

Um fato que o presidente destaca é a dificulta dessa construção nas relações com os grupos políticos locais porque o desejo é de derrubar o atual prefeito. “Quando o PV se posiciona contrário a essa conduta, não significa que compactuamos com o atual governo, e sim, estamos pensando como uma nova liderança e devemos adotar uma postura propositiva e não reativa. Os demais grupos reagem ao atual mandato, apontando falhas, nós do Partido Verde preferimos propor um novo projeto, apontando soluções e mesmo que seja difícil, vamos constituir uma equipe política com o mínimo de competência técnica, pois mediante o atual cenário econômico e político de nosso país, exige de todos os líderes partidários o abandono de vaidades e ganancia de poder e abre espaço para o comprometimento e a responsabilidade com a vida das pessoas”

Outra dificuldade apontada pelo presidente do partido é que as eleições deste ano serão bem diferente de todas as outras, pelo fato da pandemia impondo um isolamento e afastamento social, dificultando a realização de encontros e contato com o eleitor durante esta pré-campanha. “O momento é delicado e requer cuidados para preservar a saúde e a vida de todos, também pelo fato de não se poder fazer coligações na disputa proporcional, sendo assim, formação de chapas individuais. Isso fez que alguns grupos políticos abrissem mão de suas de seus partidos e se mesclaram com outros grupos políticos em um determinado partido para conseguirem formar uma chapa de vereadores para não ficarem de fora do processo”. E finaliza dizendo esperar “uma eleição onde os eleitores votem nos candidatos, a prefeito e vereadores, que apresentarem os melhores projetos para o município e que sejam capacitados para exercerem um bom mandato. São Mateus precisa andar para a frente, buscar novos rumos, se desenvolver. Gerar oportunidades e riquezas para os seus munícipes. Só quem pode mudar isso é o eleitor, através do seu voto”.

Leia mais:  Majeski: Defender a democracia é obrigação de todos
publicidade

Política e Governo

Estado será o primeiro no país a ter contrato de descomissionamento de plataformas de petróleo com a Petrobras

Publicado

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, abordou o tema “Descomissionamento de Plataformas”, nesta terça-feira (27), durante sua participação no “Fórum “Oil & Gas Week 2020 Espírito Santo”. Na ocasião, as potencialidades do Estado foram destaque. O evento está sendo realizado pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Mais de 200 participantes acompanharam a apresentação conduzida pelo secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, que durante sua fala afirmou que o Espírito Santo é pequeno em extensão territorial, mas imenso em oportunidades.

“O Estado vem enfileirando rankings que transmitem segurança para quem quer empreender. Aqui mantemos o diálogo constante, republicano e transparente com os empresários. Somos nota A, de acordo com o Tesouro Nacional; 64% do PIB brasileiro está dentro de um raio de 1000 quilômetros da capital; somos o oitavo estado que mais exporta no Brasil, de acordo com o Ministério da Economia; temos a melhor nota no Ensino Médio no País, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Estamos em quarto lugar em eficiência dos estados e ocupamos a quinta colocação em competitividade. E queremos ir mais longe”, afirmou.

O Estado será o primeiro do País a ter contrato de descomissionamento marítimo com a Petrobras e o início dos trabalhos está previsto para o mês de novembro. “A estimativa é que nos próximos cinco anos sejam contratados R$ 26 bilhões em serviços de descomissionamento somente pela Petrobras. Neste contexto, podemos oferecer: apoio marítimo, matéria-prima, manutenção preventiva e corretiva e estaleiro, comercialização de sucata, serviços submarinos, mão de obra qualificada e incentivos fiscais”, concluiu Kneip.

A especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), Fernanda Orletti, apresentou um panorama técnico sobre o descomissionamento de plataformas.

Participaram do evento o diretor técnico do Sebrae/ES, Luiz Henrique Toniato; a diretora geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), Karine Fragoso; e o gerente geral de descomissionamento da Petrobras, Eduardo Zacaron.

Oil & Gas Week 2020 Espírito Santo

O evento visa a criar e conectar negócios entre empresas, aproximar players e possíveis parceiros, divulgar as competências do Estado do Espírito Santo, atrair investidores e promover conhecimentos e oportunidades no setor. Empresas, fornecedores, entidades e associações de P&G, profissionais e estudantes do setor, startups e empresas de base tecnológica, farão parte do público participante dos Seminários e Rodadas de Negócios promovidas na ocasião.

Leia mais:  Max filho: papo reto com a juventude nesta 4ª
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado lança primeiro portal específico para desaparecidos do País

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, lançou, na manhã desta terça-feira (27), o Portal de Pessoas Desaparecidas. Criado pela Gerência do Disque-Denúncia 181, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), a ferramenta torna o Espírito Santo pioneiro no Brasil em uma solução tecnológica, eficaz e transparente para tratar do tema. Essa é mais uma ação dentro do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que visa à redução da violência no Espírito Santo.

A nova ferramenta está disponível no link https://disquedenuncia181.es.gov.br/desaparecidos e vai contar com as informações completas das vítimas, como a imagem da pessoa, qualificação, local do desaparecimento, idade atual e número do boletim de ocorrência relacionado ao fato, que poderá ser feito de maneira on-line.

Casagrande destacou a eficácia do serviço Disque-Denúncia 181 na resolução de crimes e agora também na localização de pessoas desparecidas. “É um instrumento de contato direto e seguro com o cidadão, que colabora preservando sua identidade. Agora o Disque Denúncia dá mais um passo. Você pode, do seu computador ou celular, divulgar que uma pessoa está desaparecida. As pessoas que lidam com esse assunto no dia a dia precisam de uma fonte segura. As fotos são protegidas e a ferramenta permite que a gente encontre mais pessoas e diminua o sofrimento das famílias”, pontuou.

O novo portal vai dar visibilidade aos desaparecidos e, ao mesmo tempo, criar um canal que possibilita o recebimento de denúncias para auxiliar o trabalho das Polícias. Por meio de uma API (Application Programming Interface), que foi criada e integrada com o sistema de registro de ocorrências policiais que versam sobre desaparecimento, será possível que os dados do BO sejam exibidos automaticamente no site, sem necessidade de nenhuma ação humana.

O governador reforçou a importância do uso da tecnologia na prevenção de crimes, além da maior integração entre as forças de segurança. “Queremos que o trabalho seja único. Essa integração é necessária para que a gente reforce nossa ação. Estamos próximos de lançar o edital do Cerco Inteligente, inicialmente na Região Metropolitana. Estamos dentro de um trabalho de reestruturação desde que assumimos o Governo, com a contratação de efetivo policial, investimentos em infraestrutura e na compra de equipamentos, armamentos e viaturas. A criminalidade avança nos seus métodos e temos que avançar para estarmos sempre um passo à frente”, afirmou.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho, destacou que o portal contribuirá para a elucidação de casos de desaparecimentos. “Quando nós lançamos um site seguro, e possibilitamos que imediatamente após o registro da ocorrência que esses dados sejam inseridos numa ferramenta tecnológica que toda a população capixaba possa interagir como já tem interagido nas questões da criminalidade, nós dialogamos diretamente com o sofrimento dessas famílias”, frisou.

Essa iniciativa proporciona visibilidade às vítimas de desaparecimento e permite que a sociedade colabore com as forças de segurança, fornecendo informações sobre as pessoas desaparecidas por meio virtual, com a possibilidade de inserção de fotos e/ou vídeos, aumentando a eficiência na apuração.

“A grande inovação, além de o Disque Denúncia emprestar toda a credibilidade conquistada ao longo desses 19 anos de funcionamento, é permitir que logo após o registro do desaparecimento, seja presencialmente numa Delegacia de Polícia ou pela internet, por meio da Delegacia On-line, a foto, a qualificação dessa pessoa, o local de desaparecimento, a idade e o número de boletim relacionado ao fato sejam exibidos automaticamente no site do Disque Denúncia, sem necessidade de ação humana”,  explicou o gerente do Disque-Denúncia 181 delegado Paulo Expedicto Amaral.

Desse modo, a sociedade capixaba ganha um sistema de informação de grande relevância social e que não existe em nenhum outro lugar do Brasil, disponível a qualquer hora, com garantia de qualidade e segurança.

Ainda durante a solenidade de lançamento do portal, o governador também parabenizou a ação da Sesp e das forças policiais na resolutividade dos crimes, nas operações e destacou a importância da Delegacia Especializada de Armas e Munições (Desarme) para retirada de armas das mãos dos criminosos.

“Gostaria de parabenizar a Polícia Militar e a Polícia Civil, em nome do secretário Ramalho, que realizou hoje [terça-feira] outra operação que produziu resultados. Queria destacar o número de armas apreendidas pela Polícia Militar. Montamos a Desarme para trabalhar nesse assunto de armas e munições e retirar das mãos dos criminosos. Temos que estruturar cada vez mais a Desarme para identificar de onde vêm essas armas. Tenho plena convicção da capacidade da Polícia Civil na identificação dos criminosos e na Polícia Militar, que vem fazendo operações ostensivas fundamentais”, disse Casagrande.

Leia mais:  Turismo: setor já chega a R$ 5 milhões em contratação em financiamentos no Bandes
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana