conecte-se conosco


Mundo Cristão

Pastor critica quem chama animais de filhos: “idolatria pet”

Publicado

Na visão de Anderson Silva, colocar animais no lugar de pessoas representa a fragilidade humana

Algumas mudanças na sociedade são preocupantes: pessoas que nasceram entre 1980 e 1990 (millennials) preferem adotar cães e gatos a terem filhos.

Cada vez mais individualistas e solitários, os jovens estariam trocando relações humanos pela companhia de animais, o que para o pastor Anderson Silva pode ser interpretado como idolatria.

“O ‘veganismo moderno’ e a ‘revolução pet’ são um novo tipo de paganismo: o animal se tornou divindade ou o substituto da humanidade! Os idólatras animais acumulam divórcios, enriquecem cartórios e advogados, criam um dos mais lucrativos mercados da atualidade (o pet) e tentam transferir as dores do coração a um ser que não pode falar de volta”, disse ele no Facebook.

“A idolatria pet se dá pela possibilidade de um relacionamento monólogo, eles não falam de volta. Aí fingimos que está tudo bem…”, completou o pastor causando grande polêmica em suas redes sociais.

O pastor não exagera ao chamar a atenção para essa inversão, dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) coletados em 2013 já mostravam que os lares brasileiros tinham mais animais do que crianças de até 12 anos.

Segundo o IBGE, as famílias brasileiras cuidam de 52 milhões de cães contra 45 milhões de crianças. E a expectativa do órgão era que as famílias dariam cada vez mais espaço para os animais e menos para os filhos pequenos.

A mensagem do pastor foi compartilhada centenas de vezes e ele precisou gravar um vídeo explicando sua visão e dizendo que, ao criticar quem chama animais de filhos, ele não estava dizendo que os bichos não merecem carinho e cuidado.

DESENHANDO: A fragilidade humana produziu a idolatria animal! Por dores relacionais reais, as pessoas bestializaram suas afeições humanas e transferiram isso aos PETS.

Posted by Pastor Anderson Silva on Monday, January 6, 2020

“A fragilidade humana produziu a idolatria animal! Por dores relacionais reais, as pessoas bestializaram suas afeições humanas e transferiram isso aos PETS”, concluiu.

Leia mais:  Vila conhecida por ter rejeitado a Jesus fica inundada e surpreende arqueólogos
publicidade

Mundo Cristão

Pandemia: Califórnia proíbe cristãos de louvarem a Deus durante cultos

Publicado

O estado da Califórnia decidiu proibir que as igrejas louvem a Deus durante os cultos sob o argumento de impedir a propagação do novo coronavírus. Um pastor está conclamando os cristãos a responderem às autoridades nas urnas, em novembro.

O órgão equivalente à secretaria de saúde da Califórnia passou a exigir que as igrejas não realizem os momentos de louvor durante os cultos: “Atividades como cantar contrariam a redução de risco alcançada através de um metro e meio de distanciamento físico”, diz a nota de anúncio da medida.

De acordo com informações do portal The Christian Post, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estariam alertando que cantar pode espalhar o coronavírus tão facilmente quanto espirrar ou tossir. Assim, as autoridades da Califórnia decidiram limitar a liturgia dos cultos.

Além disso, o estado determinou que restaurantes, cinemas, museus e outros estabelecimentos em 19 municípios onde houve aumento do número de infectados fossem fechados.

As novas proibições são uma resposta ao aumento da hospitalização nos últimos 14 dias. Ao todo, mais de 240 mil casos foram confirmados no estado.

O pastor Jentezen Franklin, líder da megaigreja Free Chapel, afirmou que os cristãos devem votar a fé nas próximas eleições, pois a vitória do Partido Democrata instauraria uma perseguição religiosa sem precedentes nos Estados Unidos, em sua visão.

“O governador da Califórnia acabou de proibir cantar na igreja. Católicos não podem recitar; Os evangélicos não podem adorar em voz alta. A própria definição de discriminação é permitir que milhares de pessoas marchem e gritem sem máscaras enquanto dizem às igrejas [com] 100 ou menos [membros] que você não pode cantar”, protestou o pastor.

“Os cristãos devem perceber que a esquerda radical restringirá e controlará a igreja se não votarmos nossa fé em novembro! Você está registrado para votar em sua fé?”, questionou o pastor, estimulando os fiéis a cumprirem os requisitos para irem às urnas nas próximas eleições presidenciais. Nos Estados Unidos, os eleitores não são obrigados a votar, mas precisam se registrar no sistema eleitoral caso tenham a intenção de comparecer à votação.

Leia mais:  Evangélicos confiam em líderes religiosos e policiais, mas são céticos em relação a jornalistas
Continue lendo

Mundo Cristão

Morre Sebastião Rodrigues, vice-presidente da CGADB

Publicado

Pastor da Assembleia de Deus havia perdido o filho há poucos dias para o coronavírus.

Presidente da Assembleia de Deus de Cuiabá, no Mato Grosso, e vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, o pastor Sebastião Rodrigues de Souza, de 89 anos, morreu nesta quarta-feira (8) vitima da covid-19.

Ele também era líder da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus de Mato Grosso (COMADEMAT).

O pastor já havia perdido o filho para a doença, o também pastor Rubens Siro de Souza, de 68 anos, sepultado no dia 4 de julho. Rubens era vice-presidente da igreja, pai de três filhos e avô.

A morte do pastor Sebastião foi anunciada através das redes sociais, sendo que a esposa, irmã Nilda de Paula Souza, de 85 anos, também foi internada por causa da doença, mas acabou se recuperando e recebendo alta.

Em nota, a CGADB lembrou a história do pastor, destacando que ele foi presidente da instituição de 1993 a 1995, quando deixou o cargo para servir como vice-presidente.

Sebastião Rodrigues estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e chegou a ser entubado, mas depois de uma melhora acabou não resistindo.

Além da esposa, o pastor deixa os filhos Silas, Silene e Abilio, assim como noras, genros, netos, bisnetos e tataranetos.

Leia mais:  Justiça mantém cultos na Assembleia de Deus Vitória em Cristo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana