conecte-se conosco


Pinga fogo

Pinga Fogo – 22 de Junho

Publicado

Tenda dos Milagres

Os estados e municípios estão recebendo uma vultosa quantidade de recursos federais para empreender ações no combate ao Covid-19. São Mateus teria embolsado quase R$ 20 milhões. O problema é quem vai fiscalizar a aplicação desses recursos para o qual será destinado. Será que vão para a Festa da Cidade ou a contratação de trios elétricos para comemorar o final da pandemia?

Recentemente o prefeito de São Mateus adquiriu tendas na intenção de proteger as pessoas que estão na fila para receberem os benefícios liberados pelo governo federal, através da Caixa Econômica Federal. Dois problemas foram observados pela população atenta aos descaminhos da administração municipal. O primeiro foi que ficar debaixo de uma tenda em dia de sol faz calor e causa aglomeração das pessoas que supostamente estão sendo protegidas.

O outro problema é o valor gasto na aquisição dessas tendas. Pelo que se gastou deve ser mesmo uma Tenda dos Milagres. Basta entrar debaixo delas que jorra grana, mas tem um dado importante: só vai para a turma top da administração pública do município.

===================================================================

Catapulta comissionada

A prática não é nova, mas continua sendo utilizada pelos políticos e funcionários do serviço público que almejam uma candidatura. Alguns que estão em cargo comissionado fazem uso dessa condição para prestar um serviço ao público em troca de um possível voto. Só que não está fazendo nenhum favor, apenas a obrigação de ofício, pois está ali para atender a todos.

Isso acontece nas prefeituras. O político também emprega seus aliados para servirem de cabos eleitorais sem gastar nenhum tostão. O comissionado que deseja ser candidato usa o cargo para ser catapultado para o destino que deseja.

Quarentena bendita

Para aqueles que tem seu emprego público garantido aproveitaram a quarentena para curtir o sítio, a praia, um descanso merecido sem perder emprego e o sossego. Mas, para o cidadão da iniciativa privada, produtivo para formar a riqueza do País, essa quarentena é um pesadelo. Pode perder seu emprego e se aproximar do desespero e da fome.

Tô saindo

Em uma recente reunião de partidos políticos em São Mateus, um dos presentes que é pré-candidato e tem no currículo informações de que é professor e ex-vice-prefeito, saiu intempestivamente do encontro depois de ser questionado por um presidente de partido. Não aguentou a pressão agora imagine quando a campanha começar. Vai pirar.

EM TEMPO

• Associação de moradores sempre foram entidades importantes para toda a comunidade quando desempenha suas funções para as quais foram constituídas. Infelizmente a maioria tem um político por detrás dando as cartas e usando-as para engrossar seu capital de voto. Em Vitória isso fica evidente, basta dar uma “espiada” em algumas.

• Alguém já disse que a polícia consegue fechar o comércio em 24 hora, mas não consegue fechar uma boca de fumo em 40 anos?

• Pessoas confinadas em casa serviram para provar que quarentena não é vacina contra o covid-19.

• Mal começou o mandato interino e já existem denúncias de desvio de recurso contra o prefeito Mateusinho, de Conceição da Barra. Quando ele foi empossado declarou aos jornais que a sua escola política é o seu pai, Mateusão, hoje com problemas na justiça.

• Nesta edição, não deixe de ler na Agenda Norte uma narrativa da Cena Mateense. Talvez você se identifique com a personagem. O autor da narrativa, num momento de pressão mental alta, escreveu aquela coisa, uma verdadeira subliteratura.

Leia mais:  1ª Quinzena de Janeiro
publicidade

Pinga fogo

Pinga-Fogo – 1ª Quinzena de Julho

Publicado

Pandemia econômica

O Governo Federal está, de certa forma, fazendo o seu papel depois que o STF o deixou como coadjuvante na política de combate ao novo coronavírus. Governadores e prefeitos que tem o poder de executar as ações nesse sentido. O governo manda os recursos e, em algumas situações, equipamentos também. E depois que a economia ficar no chão, quem vai pagar a conta? Só o Tesouro Nacional ou também os caixas estaduais e municipais?

==============================================================

Expediente in loco

Apesar do novo coronavírus e das limitações impostas pela necessidade do isolamento social, os deputados podem, se quiserem comparecer ao trabalho nas casas legislativas. Ficar em casa falando por vídeo conferência e online, é muito cômodo. Se assim estão sendo obrigados a “trabalhar”, deveriam ter reduzido seus salários, até porque não estão tendo nenhum gasto. Alguém tem que trabalhar neste País, além dos mortais.

Emaranhado político-eleitoral

No município de São Mateus os partidos políticos continuam se reunindo tentando montar suas estratégias. Com relação aos nomes que estão na vitrine, poucas novidades para o eleitor parar para ver e admirar. O eleitor deseja mesmo é enxergar os novos nomes que ainda estão fora da vitrine. Os manequins que estão expostos não inspiram adquirir o que vestem. O que pensam já sabem, o mesmo que pensa um manequim… O eleitor deseja que se renove a vitrine da política mateense.

Pandemia versus Pandefesta

Em setembro a cidade de São Mateus comemora o seu aniversário de colonização. A Prefeitura costuma gastar mundos e fundos na realização da Festa da Cidade. Com a pandemia, será que a turma da balada está se programando ou ainda não pensa na sua realização? Recursos que falta no combate ao novo coronavírus pode sobrar para a pandefesta. É tudo uma questão de prioridade e, para a atual administração pública municipal, saúde, educação, saneamento, e serviços básicos são apenas detalhes. Vale é botar o povo para dançar. Dançar em tudo…

Pai, meu herói

O prefeito interino mal assumiu o governo municipal de Conceição da Barra e pintou logo denúncia de irregularidades. O prefeito de araque, Mateusinho, disse, quando assumiu a Prefeitura, que tinha uma referência na política: o pai, Mateusão. Que aliás, está foragido por ter sido condenado por desvios de recursos quando também foi prefeito daquele município.

 

Leia mais:  1ª Quinzena de Janeiro

EM TEMPO

• Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, foi a capital que mais obteve sucesso com as providências tomadas no combate a proliferação do novo coronavírus. Governo e população colaboraram e se entenderam.

• A “suposta grande” imprensa, continua apostando na catástrofe, potencializando o pânico e nunca divulga o que se conseguiu de bom com relação ao combate ao vírus.

Alguém já disse: “A pior ditadura é a do Judiciário”. Aliás, o STF legisla, governa e só não julga. E não tem nenhum voto do dono do País: o povo.

•. Mentir nunca é saudável, apesar de muita gente bacana achar que é necessário em algumas situações. Ministro sem título acadêmico, porém, com capacidade e competência em atuação em outro setor, não pode assumir o ministério. Mas um presidente analfabeto e – depois – virar presidiário por ter sido condenado com ladrão, pode?!

O “Politicamente correto” é um dos fatores detectado como responsável pelo nosso atraso e ignorância.

• Isolamento para o pobre é fita isolante.

Já tem eleitor dizendo que em São Mateus e Vitória tem mais pré-candidatos a prefeito do que covid-19.

Leia mais:  Pinga Fogo - 1ª Quinzena Abril
Continue lendo

Pinga fogo

Pinga Fogo – 1ª Quinzena Abril

Publicado

Por Zene Lagace

Perigo à vista

A Câmara Municipal de São Mateus, atendendo ao Executivo aprovou recursos para serem usados no combate ao covid-19. Até aí é louvável o papel dos parlamentares municipais. A parte que se questiona é se a aplicação desses recursos vai mesmo para a finalidade que motivou o projeto ou se é apenas uma compensação para a ausência de eventos festivos que, no momento estão suspensos. Aliás, o que se gastou em festas daria para investir em muitas benfeitorias. Vereadores e população deveriam questionar fortemente essa questão relevante neste momento de pindaíba por que todos passamos.

Cara preta

O uso de máscara pode ser novidade para a população, mas para grande parte dos políticos não o é. O político sempre acredita que é comum mentir e aí só usando máscaras para tocar o seu mandato. Nas eleições a máscara cai, mas nem todo eleitor estranha a cara de cinismo daqueles que se esconderam atrás dessas máscaras durante quatro anos. Muitos se assustam quando se deparam com a cara de pau quando fica à mostra.

A conferir

As eleições vão mostrar se a população deseja mesmo mudanças na política ou se tudo não passa de um sonho de verão, fogo de palha. Os nomes de pré-candidatos estão sendo colocados e caberá ao eleitor a opção da escolha. O inferno, o purgatório ou o céu?

Pisando em ovos

Tem partido político do interior que após montar a sua chapa e demonstrar capacidade de articulação na sua formação visando participar do embate político-eleitoral, guardou os nomes a sete chaves. Toda essa preocupação prende-se ao fato de prevenir de ações de predadores e para não ter puxado o tapete pela direção estadual que, da capital, se dobra aos caprichos de aventureiros que ainda insistem em praticar a baixa política. Faz sentido, pois o que têm de molambo espalhado e inserido na vida política é uma grandeza. Camarilhas sempre existem.

Fantasmas e manequins

Depois que os partidos apresentaram seus pré-candidatos alguns nomes ficaram de fora da vitrine, mas estão nos arquivos – morto e vivo – podendo ser resgatados e apresentados para a disputa eleitoral. Nomes como os do ex-deputado federal, Jorge Silva (SD), Lauriano (?), Freitas (PSB) e até mesmo do sempre quase candidato Natan (pelo prestígio e credibilidade que tem). São nomes importantes e que tem cacife para serem sacados em uma necessidade…

Meu pai-pai, meu garoto!

A eleição “ponto fora da curva” de Conceição da Barra acontece dia 21 de junho. O atual prefeito tampão Mateusinho vai ter que mostrar serviço para se habilitar às duas eleições que estão para advir antes, durante e depois. Mas já mostrou suas credenciais ao dizer em alto e bom som que se inspira no pai Mateusão para fazer política e administrar a coisa pública. Um filhão!

EM TEMPO

• Em um momento de crise e desesperança, não se fala em reduzir salário dos políticos e dos membros do Judiciário.

• Jorge Dória, governador almofadinha de São Paulo, teve desastrada passagem pela Embratur. Mostrou como não se deve administrar um órgão público. Num caldeirão bem mexido daria um Hulk…

• O partido Podemos, de Vitória, foi muito criterioso na elaboração da sua chapa de pré-candidatos a vereador. O presidente Rogerinho procurou colocar todos os pretendentes com possibilidades similares. Teve o cuidado de evitar os tubarões e, assim, formar um grupo homogêneo que pode eleger de um a dois vereadores. Na majoritária o partido está fechado com o prefeito Luciano Rezende (Cidadania), consequentemente com o seu candidato, Fabrício Gandini (Cidadania), que é deputado estadual e disputará a Prefeitura de Vitória.

Leia mais:  1ª Quinzena de Janeiro
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana