conecte-se conosco


Pinga fogo

Pinga-Fogo

Publicado

Paraíso e o Inferno

O balneário de Guriri, que é um bairro de São Mateus, já recebeu parte da maquiagem e das benfeitorias para receber os turistas. A Prefeitura investiu e investe recursos públicos para favorecer os negócios do prefeito festeiro e empresário da futilidade. Para quem vem passear e desfrutar das maravilhas do lugar só tem elogios, mas quem produz para o município e aqui passam os 365 dias do ano, só tem a lamentar a inversão de valores patrocinada pela insanidade do governante.

Enquanto alguns dançam e afrontam o povo mateense, a maioria que ama e trabalha pelo desenvolvimento da sua terra, amarga o desprezo de um prefeito que só tem feito mal ao município levando-o ladeira abaixo para o caos político-administrativo.

Passeio natalino

Papai Noel passou pela periferia de São Mateus distribuindo brinquedos para as crianças. O mau velhinho já começou a fazer política para as próximas eleições. O bom velhinho não sobe nesse trenó porque pode ser cassado pela justiça eleitoral. O mau pode fazer a festa político-eleitoral com um ano de antecipação sem ser incomodado.

Labaredas florestais

A levar em consideração o que o presidente Bolsonaro falou sobre o financiamento de ongs pelo ator Leonardo Di Caprio, que supostamente queimam a floresta, já tem um novo filme em andamento. Di Caprio fez “O Aviador” e agora deve fazer “O Incendiário”.

Barraco

Um guru do atual prefeito foi ao Hospital Roberto Silvares e, em vez de reconhecer que aquela unidade médica vem sendo sobrecarregada pela incompetência do seu chefe que não investe no atendimento básico e ambulatorial, passou a ofender funcionários. O que estranho a qualquer cidadão de bem é ainda não ter sido tomado nenhuma ação mais corretiva contra esse tipo de elemento que faz o que quer, diz o que quer inclusive com ofensas as autoridades. É caso de polícia e de justiça. Ou será que existem ainda cidadãos acima da lei?

EM TEMPO

• Assembleia Legislativa aprova reajuste de 3,5% para servidores. O impacto nas contas do governa será de R$ 198,3 milhões. Serão beneficiados os 92.997 servidores entre ativos, aposentados e pensionistas.

• No Brasil 1% da população concentra 28% da renda. Somos os segundo país mais desigual do mundo. O relatório é das Nações Unidas. Só perdemos para o Qatar. Aqui a elite diz para a plebe: Vai te “Qatar”.

Leia mais:  Lívia Andrade pede desculpas após divulgar fake news da Universal
publicidade

Pinga fogo

Lívia Andrade pede desculpas após divulgar fake news da Universal

Apresentadora assumiu no ‘Fofocalizando’, no SBT, que divulgou uma notícia falsa envolvendo a venda de álcool em gel e pediu desculpas

Publicado

Após propagar uma fake news no programa “Fofocalizando”, do SBT, envolvendo a Igreja Universal, a apresentadora Lívia Andrade fez um pedido de desculpas.

Em conversa com Carlos Nascimento, dias atrás, Lívia falou no ar que viu igrejas vendendo ‘álcool em gel ungido’ por R$ 500

“Eu, inclusive, vi uma das igrejas vendendo álcool em gel por R$ 500. Eu vi essa imagem, eu estou chocada”, disse Lívia no programa ao vivo, do SBT.

“Deus que eu conheço é Deus que é amor. Que quer ver todo mundo bem”, completou Chris Flores, companheira de Lívia no programa.

O bispo Renato Cardoso, da Igreja Universal, usou as redes sociais, nesta quinta-feira (26), para denunciar a atitude da apresentadora Lívia Andrade.

própria igreja já havia desmentido o caso e comprovou que a imagem que vinha circulando nas redes sociais não passava de mais uma fake news para atacar a Universal.

Ele explicou que a imagem que Lívia diz ter visto é falsa. Uma montagem criada nas redes sociais, entre tantas que estão circulando neste momento de pandemia de coronavírus.

Leia mais:  Lívia Andrade pede desculpas após divulgar fake news da Universal

“O que nos surpreende é que está à frente de um programa de televisão, uma pessoa pública, uma pessoa responsável por informar as pessoas, passaria essa informação adiante sem verificar, induzindo os telespectadores ao erro e manchando a imagem de uma instituição tão séria em todo o Brasil e em mais de 120 países do mundo, e simplesmente levando uma notícia tão falsa e tão maldosa”, disse Cardoso.

“É triste que a Chris Flores, que trabalhou tantos anos com a gente, que nos conhece, perdeu a oportunidade de desbancar essa notícia falsa divulgada pela Lívia Andrade”, lamentou ele.

No programa seguinte, durante um quadro em que se falava sobre o que é fato e fake diante da pandemia do coronavírus, Lívia admitiu ter compartilhado uma notícia falsa sobre a Universal e aproveitou para se retratar.

“Ontem, eu disse aqui que líderes religiosos estavam querendo ganhar dinheiro. […] Queria pedir desculpas para essas pessoas que se sentiram ofendidas. Tá existindo aí uma fake news envolvendo a Igreja Universal, que eles estariam vendendo álcool em gel por R$ 500. Fizeram montagens de vídeos e fotos também. Mas está sendo provado que a Universal não está fazendo isso. Quero pedir desculpas para essas pessoas que se sentiram ofendidas. Essa notícia é fake“, falou a apresentadora.

Leia mais:  1ª Quinzena de Janeiro

O bispo Renato Cardoso agradeceu o esclarecimento, mas disse que foi apenas uma “meia desculpa”.

“Você infelizmente não reconheceu o seu erro, você não pediu desculpas à Universal, aos pastores e líderes da Universal, que foram os principais manchados com essa notícia falsa”, disse Cardoso sobre o pedido de desculpas de Lívia.

“Mas talvez isso tenha servido para você refletir, talvez isso sirva como um aprendizado para você. Sei que pessoas públicas, especialmente em um programa ao vivo, estão sujeitas a cometer erros e muitas vezes acabam falando o que não deveriam ter falado. Mas é importante rever nossos conceitos e preconceitos e sempre verificar a fonte da notícia, isso é beabá de quem está na televisão”, completou ele.

Continue lendo

Pinga fogo

1ª Quinzena de Janeiro

Publicado

Por Zene Lagace

Padre Pop, aprendiz de político

Religioso na política não é novidade, apesar do seu lugar ser nos púlpitos e altares dos templos de suas igrejas.

Em São Mateus um jovem padre parece ter sido picado pela mosca da política com um pouco da substância da celebridade. Ele costuma participar de eventos sócio-políticos em que emite opiniões sobre várias questões pertinentes a sociedade. Uma dessas suas participações aconteceu durante uma audiência pública sobre segurança pública, realizada pela Assembleia Legislativa. Ele fez crítica e destacou a insegurança que todos vivem.

O problema é que tempos depois subiu em um trio elétrico do prefeito para tecer elogios ao chefe do Executivo mateense, justamente quem patrocina toda a insegurança política e administrativa que vive o município e seu povo.

Agora surgiu comentário de bastidores dando conta que ele poderia estar engrossando as fileiras do prefeito Daniel Santana (PSDB) sendo, inclusive, cotado para compor de vice em sua chapa visando a reeleição do prefeito. Por enquanto, ao que parece, é só ensaio e não há confirmação dessa intenção por parte do padre. Amém!

===================================================================

Lugar comum

Não é de se estranhar um padre sobre o trio elétrico elogiando o prefeito. Um promotor de justiça subiu por várias vezes fazendo rasgados elogios ao prefeito, mesmo esse estando condenado e cassado pela Justiça Eleitoral (depois numa atitude nebulosa, foi inocentado em Brasília, pelo TSE). O promotor, inclusive, teria interesse em ser pré-candidato a vereador.

Estão podendo!

As nomeações da Prefeitura de São Mateus para alguns cargos comissionados nas instituições de cunho social que têm parceria com a municipalidade, vem recebendo pitaco de dois vereadores. Um tem um pé na base e outro no Grupo dos “5 e meio”. O outro (ou seria outra?) era da base do prefeito na Câmara e, tempos atrás, seu partido fez publicar uma declaração se dizendo afastado do governo municipal, tomando caminho e posicionamento independente. Agora, segundo denúncias, está indicando funcionário para ocupar cargos comissionados. Cabo eleitoral está caro e, dessa maneira sai, praticamente, de graça.

Porto dos sonhos

A impressão que se tem é que existe uma articulação, desde do tempo do governador Paulo Hartung, para o porto em águas mateense não saia do papel. O interesse seria apenas o fortalecimento de construção e funcionamento do Porto Central, no Sul do Estado e o da Imetame, na região de Aracruz. Em recente entrevista a uma rádio em Vitória, o presidente da Findes, Leonardo de Castro, ao ser perguntado por um ouvinte sobre o porto de São Mateus, deu a entender que não sai tão cedo. Ao que parece, atracar navio em São Mateus vai demorar e, por enquanto, aqui vai continuar somente atracando canoas e barcos no Sítio Histórico Porto de São Mateus, próximo ao centro da cidade.

Civilidade?

O brasileiro não desiste nunca de reclamar e, muito deles, ainda acredita que o que é público não tem dono. Basta ir às escolas ou repartições governamentais para perceber a falta de cuidado que se tem com os equipamentos públicos. Quebram torneiras, orelhões (por incrível que possa parecer, ainda existem) e, agora, os chuveiros públicos instalados na orla.

Em Vitória e Vila Velha, em um único final de semana destruíram vários desses chuveiros. Na capital, dos 27 instalados quebraram 17. Com esse vandalismo, a Prefeitura de Vitória, gasta cerca de 25 mil por mês para fazer a reposição e sua manutenção. Pode isso, Arnaldo?

Não é por acaso que ocupamos um dos últimos lugares em educação no ranking mundial das nações.

Maleta incendiária

E a história da fogueira que fizeram de uma mala abarrotada de dinheiro, no balneário de Guriri, é verdade? As “Bocas de Matildes” dão conta de que se trata de dinheiro de propina guardado para, no momento apropriado chegar as mãos de algum sortudo e privilegiado. É uma história que, por enquanto, pode ser apenas “estória”.

EM TEMPO

• Como funcionam as associações de moradores em São Mateus? Se existem, têm voz ativa junto à Prefeitura? Não seria a hora de fortalecê-las?

• No Espírito Santo, apesar do seu potencial turístico, ainda tem a mentalidade de explorar o turista e não o turismo. Os preços nos balneários do Norte, por exemplo, são abusivos, mesmo que os serviços oferecidos sejam sofríveis. Parece que empreendedorismo é apenas abrir boteco na orla. Atrativo para o turista e não somente para veranista não existe.

• Preparar uma avenida para facilitar a movimentação de trios elétricos é turismo? Se for, Guriri, balneário de São Mateus, está de parabéns.

• O que de relevante a atual administração pública de São Mateus realizou em benefício da população? O prefeito está colocando todos para dançar. O município dançou! Está deixando de receber recursos por ausência de projeto, exceto aqueles que sejam para realização de festas em que o prefeito, como empresário de eventos, tem total interesse em realiza-lo.

Leia mais:  1ª Quinzena de Janeiro
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana