conecte-se conosco


São Mateus

Prefeito capricha na festa e deixa os bairros e a população de ressaca

Publicado

Por Paulo Borges

Gostar de carnaval e até realizá-lo com o apoio da municipalidade não é nenhum problema. O verdadeiro problema está no fato de um governante só investir em festas, trios elétricos, bandas de gosto e talento duvidosos contratadas a peso de ouro e um carnaval milionário. Mas não para aí. Do outro lado fica a população pagando seus impostos e não recebendo nenhuma benfeitoria para seus bairros. E mais, tudo isso sob os auspícios da omissão do Ministério Público, de entidades e autoridades constituídas que cruzaram os braços e não promovem ações para mudar o cenário vivido pela população. E tem mais ainda para fomentar toda essa insanidade. Trata-se das lideranças em nível estadual e federal que, infelizmente, trabalham futuras candidaturas, achando que a população hoje abandonada vai lhes dar o direito de continuar nos seus mandatos. Na ocasião é compromisso de muitos relembrar daqueles que estiveram contra e dos que se colocaram ao lado da população.

Tudo isso vem se passando no município de São Mateus, onde a desordem levou ao caos político-administrativo que se instalou há pouco mais de três anos. A economia despenca, os investimentos não aportam no município e os que ainda insistem em investir no lugar já estão pensando em mudar de ares, procurar outras regiões para efetivar futuros projetos de vida e profissional.

Para quem chega à cidade de São Mateus se assusta com o que vê. A começar pela praça Mesquita Neto, no centro, perto da rodoviária. Ali é o paraíso da esculhambação, das drogas, da imundice, dos camelos e suas barracas e da sujeira. Aliás, o retrato da desordem político-administrativa implantado pelo governo municipal.

Mas não é só na praça. O “paraíso” se estende aos bairros, principalmente aos periféricos onde o tal “prefeito da periferia” não levou nenhuma benfeitoria. Em todos os bairros o abandono é quem se instalou. Os serviços não existem e, quando não a coleta deficiente do lixo. Postos de saúde sem médicos, atendimento deficiente por falta de profissionais e as escolas que só funcionam a contento por competência e esforços de professores, diretores e os pais de alunos.

O prefeito de São Mateus, Daniel Santana (PSDB), é empresário de eventos e proprietário de trios elétricos. Nesse segmento ele investe pesado. O balneário de Guriri tem sido “vítima” desse investimento. Vítima porque os moradores não usufruem desse pseudo-investimento coletivo que não passa de favorecimento ao prefeito e seus asseclas. Só a orla foi cuidada, pois por ali circulam os cinco trios contratados a peso de universo com a justificativa de se fazer o melhor carnaval do estado. Uma justificativa cínica, covarde para com a população mateense que assiste petrificada seus recursos indo para o ralo da incompetência, da irresponsabilidade de um prefeito que a grande obra do seu governo é a destruição do município e dos seus valores morais e éticos.

O carnaval está passando. O rescaldo quando for feito causará consequências desastrosas para São Mateus, que mesmo tendo nome do santo não está conseguindo conter tanto descalabro administrativo e melhorar a qualidade de vida da sua população.

Leia mais:  Vereadores autorizam contratação de guarda-vidas para alta temporada
publicidade

São Mateus

São Mateus registra a sexta morte devido ao Coronavírus no ES

Publicado

Informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde. 

A Secretaria da Saúde (Sesa) divulgou mais uma morte devido ao Covid-19 neste sábado (4). Trata-se de um morador de São Mateus, no Norte do Estado. O Espírito Santo registra agora seis óbitos devido à doença. As atualizações do dia serão divulgadas no boletim diário que está em elaboração e será publicado logo mais no portal da Sesa.

A vítima era gerente da Caixa Econômica Federal de São Mateus, conhecido como Marquinhos e estava na UTI do Hospital Meridional entubado a vários dias, mas acabou não resistindo e vindo a óbito neste sábado .

As outras cinco mortes registradas no Estado aconteceram na Grande Vitória, durante esta semana.

Leia mais:  São Mateus e Nova Venécia passam a ter ponto de recarga para veículos elétricos
Continue lendo

São Mateus

Prefeitura de São Mateus distribui cesta básica com produtos estragados

Publicado

A Prefeitura de São Mateus, através da sua Secretaria de Ação Social, vem distribuindo cestas básicas para as famílias carentes de alguns bairros da cidade. Em uma dessas cestas foi constatado alguns produtos estragados como biscoitos e macarrão.

Esse fato teve grande repercussão porque foi parar nas redes sociais e causou grande indignação das pessoas. Os produtos adquiridos pela Prefeitura deveriam ser de qualidade e diante desse fato levanta a suspeição de que “é refugo e de qualidade duvidosa”, apesar de ter sido comprado e pago com recursos públicos.

A Câmara de Vereadores foi questionada no sentido de fiscalizar essa situação, mas o vereador Temperinho em áudio que vazou e foi parar na internet defendeu a secretária e Prefeitura argumentando que a cesta com alguns produtos estragados era coisa pontual e que “foi apenas um pacotinho com comida estragada e que ele já passou fome e comia assim mesmo, mas porque está ganhando e é a prefeitura e por isso tem que deixar essas desgraças passar fome mesmo”.

Para muitas pessoas que foram ouvidas pelo JN disseram que “os alimentos deveriam ser de qualidade, até porque nada é de graça e a fortuna gasta em carnaval e festas demonstra que a Prefeitura de São Mateus tem recursos sobrando, pois investe em futilidades em detrimentos de questões básicas e de cunho social”.

Nesta sexta-feira (4) a Câmara vai apreciar e votar em sessão extraordinária um projeto do Executivo solicitando recursos para serem usados no combate ao coronavírus.

Leia mais:  Ação Comunitária da Igreja Batista do Calvário foi um sucesso
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana