conecte-se conosco


São Mateus

Prefeito iniciou a maquiagem na cidade visando sua reeleição

Publicado

Depois de quase quatro anos investindo em eventos festivos e que só beneficiaram seus negócios e de seus “parceiros”, o prefeito de São Mateus, Daniel Santana (PSDB) resolveu dar uma ‘colher de chá” para a população que passou todo esse tempo sem saúde, educação, saneamento e serviços básicos. Mas tem um propósito: a reeleição. Quer mais quatro anos para completar o serviço que não fez.

Para que isso aconteça, a Prefeitura vem realizando alguns serviços em vários bairros da cidade, locais que foram esquecidos por muito tempo. Até as ruas e avenidas do centro da cidade estão recebendo benfeitorias com a intenção de dar visibilidade aquilo que não fez em todos esses anos e que agora corre contra o tempo para conquistar o voto daquele que desprezou por praticamente quatro anos.

Mas existem moradores que estão estranhando essas iniciativas da municipalidade e não estão se deixando enganar, falando abertamente dos interesses que estão por detrás destas intenções. “Agora não vai distribuir água pelo voto, vai dar asfalto como forma de comprar o voto do eleitor de São Mateus porque sabe que a justiça e o Ministério Público não conseguiram ver nada demais”, disse uma liderança comunitária que preferiu não ser identificada para não sofrer retaliações.

São Mateus tem em seu cardápio 14 candidatos a ocupar a Prefeitura em 2021. “Daniel Santana está confiante na capacidade do eleitor sem memória”, finalizou um líder comunitário ouvido pela reportagem.

Leia mais:  População acha estranho prefeito decretar estado de emergência em São Mateus
publicidade

São Mateus

Eliezer foi a Brasília e gravou vídeo com o vice-presidente da República

Publicado

Hamilton Mourão declarou apoio à candidatura de Eliezer a prefeito de São Mateus

BRASÍLIA – O candidato a prefeito de São Mateus, Eliezer Nardoto (PRTB) esteve em Brasília onde gravou um vídeo com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), em que ele apoia a sua candidatura e o qualifica como um nome capaz de dignificar o mandato e bem representar a nova mentalidade política que a população tanto tem pedido.

Na oportunidade, Eliezer levou ao vice-presidente da República algumas importantes demandas do município como, por exemplo, a construção de três escolas cívico-militar sendo uma em Nestor Gomes, outra no centro da cidade e também no balneário de Guriri. Além da questão de segurança, Eliezer falou também sobre a importância e a necessidade do apoio ao agronegócio “que uma das mais importantes atividades econômicas do município” e ainda abordou a questão de infraestrutura de Guriri e “que para isso vai depender de recursos, principalmente por ser um balneário e o turismo é um dos focos do governo Bolsonaro e temos 43 quilômetros de praia, uma das mais bonitas do Espírito Santo e é preciso que façamos o seu desenvolvimento”, disse Eliezer.

Ainda segundo Eliezer, a recepção foi muito boa e o vice-presidente Mourão lembrou que esteve em São Mateus alguns anos atrás, quando houve exercícios militares na região e, naquela ocasião teve a oportunidade de o conhecer, pois era secretário de Planejamento da Prefeitura de São Mateus.

O candidato a prefeito também foi recebido pelo presidente nacional do PRTB, Levi Fidélis, que foi seu contemporâneo de seminário.

Leia mais:  População acha estranho prefeito decretar estado de emergência em São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Carlinhos e Cássio fecham acordo e formam chapa que poderá ter apoio do governo

Publicado

Não existe nada de oficial, mas o trabalho para que esse apoio do governador Casagrande aconteça já foi iniciado.

O ex-deputado Carlinhos Lyrio (Podemos) e o empresário Cássio Caldeira Partido Progressista) fecharam acordo e consolidaram a chapa de prefeito e vice para concorrer às eleições municipais em São Mateus. O processo de negociações vinha sendo feito, inclusive com o apoio de um grupo de empresários que acabaram afunilando na chapa agora consolidada.

Quanto ao apoio do governador Renato Casagrande (PSB) nada está definido, mas o presidente do Podemos de São Mateus, Valdemir Andrade de Santana, fez lembrar que Gilson Daniel, prefeito de Viana e presidente estadual do partido tem estreitas relações políticas com o governador, daí toda essa especulação sobre um possível apoio do Palácio Anchieta à chapa composta pelo Podemos e Partido Progressista, lembrando que o PP tem no ex-deputado federal Marcus Vicente assento no primeiro escalão do governo.

Faz algum tempo que alguns partidos vinham se reunindo na busca de uma candidatura de consenso objetivando a reduzir o número de candidatos que, na avaliação deles, poderia favorecer o atual prefeito, Daniel Santana (PSDB).

Os últimos dias as reuniões se intensificaram e o grupo de empresário definiu que apoiaria Ferreira Júnior ou Carlinhos Lyrio. O nome de Cássio foi uma surpresa, mas o que se especula é que ele foi lembrado como forma de dar uma roupagem mesclada com o popular e o gestor, daí ter surgido o nome de Cássio. Para que isso fosse possível, foi preciso que Ferreira Júnior (Solidariedade) fosse convencido de abrir mão da sua candidatura. Quem também abriu mão do cargo de vice na chapa do Podemos, definida em convenção, foi Milena Santana, o que ajudou na composição com o PP. Depois o trabalho foi buscar novas adesões e o que se conseguiu até o momento foi trazer Vilmar do Seac (Pros) e Pastor Jesiel (PCdoB) para compor o grupo de partidos que deverão marchar juntos na disputa eleitoral. Houve também tentativa de cooptar o Republicanos para fazer parte do grupo, mas não conseguiu fechar acordo nesse sentido.

De acordo com fontes ouvidas pelo JN, pesou também pesquisas que davam Carlinhos Lyrio e Ferreira Júnior bem situados perdendo apenas para Daniel Santana.

PSB tem convenção tumultuada

O PSB de São Mateus realizou sua convenção nesta terça-feira (15) e não definiu seu candidato a prefeito. O nome de Preta acabou não sendo oficializado, isso sem contar que ela não conseguiu colocar nas dependências da convenção alguns dos seus convidados e nem sua família. Para que vinha observando os movimentos feitos por dirigentes da legenda nos últimos dias, foi percebido que o nome de Preta vinha sendo “rifado” e, segundo membros do partido simpáticos ao seu nome, disseram que presidente Freitas articulava para que não fosse referendado em convenção o nome de Preta. “Na verdade, ela nunca foi unanimidade no PSB e é natural que isso fosse acontecer”, disse um membro da Regional do partido.

Essa questão vai ser avaliada em Vitória, pela direção estadual do PSB e não está descartada a possibilidade de o partido vir apoiar a chapa Carlinhos- Cássio.

O Jornal do Norte tentou contato com a cúpula do PSB em São Mateus e Vitória, mas não obteve retorno na tentativa desses contatos.

Leia mais:  Vereadores autorizam contratação de guarda-vidas para alta temporada
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana