conecte-se conosco


Camisa 10

Presidente do Comitê Internacional diz ser ‘prematuro’ adiar Olimpíadas

Publicado

Mesmo após apelo da Itália por mudança dos Jogos, que tem maior número de infectados com coronavírus, Thomas Bach mantém cronograma

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse que seria “prematuro” adiar os Jogos de Tóquio 2020 – previstos para ocorrer entre os dias 24 de julho e 9 de agosto – em decorrência da pandemia do novo coronavírus, denominado covid-19. Apesar disso, o dirigente alemão ponderou que o COI está “considerando cenários diferentes”.

“Para nós, não seria responsável hoje e seria prematuro entrar em especulações e tomar uma decisão”, disse o presidente em uma entrevista ao jornal norte-americano The New York Times. “Não sabemos qual será a situação. É claro que estamos considerando cenários diferentes, mas estamos numa situação muito diferente de outras organizações esportivas ou ligas profissionais no sentido de que estamos a quatro meses e meio dos Jogos”, acrescentou.

O COI continua comprometido em realizar o evento, apesar de praticamente todo o esporte mundial estar paralisado pela pandemia do covid-19.

Além disso, atletas já expressaram preocupação de que medidas adotadas em muitos países tornem impossível a preparação adequada para a competição. Na última terça-feira, o COI considerou “nenhuma decisão radical necessária”, dia em que a Eurocopa e a Copa América foram adiadas de 2020 para 2021.

Apelo da Itália

Com o número de mortes por coronavírus mais alto na Itália do que em qualquer outro lugar do mundo, dois executivos esportivos do país europeu fizeram apelos de cunho mais emotivo ao COI para revisar a sua posição sobre a data dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no Japão.

“Eu não sou contra a Olimpíada. Mas dizer que a Olimpíada ainda vai continuar é um grande erro de comunicação”, disse Giovanni Petrucci, que foi presidente do Comitê Olímpico Italiano (CONI, na sigla em italiano) por 14 anos. “Essa pandemia está afetando o mundo inteiro”, acrescentou o dirigente, com a voz embargada, em entrevista à agência Associated Press. “Conheço os contratos de bilhões de dólares, os negócios de seguros. Eu sei tudo. Mas a vida humana vale mais do que todas essas coisas”.

Paolo Barelli, presidente das federações italiana e europeia de natação, sugeriu que o COI precise decidir o status dos Jogos até meados de abril. “Até 15 de abril, haverá alguns atletas que não treinam há dois meses”, disse o dirigente. “Atletas são como relógios. Eles precisam treinar e funcionar impecavelmente. Muitos deles ainda precisam se classificar, por isso precisam treinar não apenas para se qualificar, mas também para a Olimpíada. Portanto, qualquer data após meados de abril se torna muito complicada”.

Leia mais:  Lutador salva filho de 10 anos, mas some após ser levado por onda
publicidade

Camisa 10

Jogador do Flamengo testa positivo para Covid-19 e é afastado antes da final da Taça Rio

Publicado

Clube realiza exames antes da decisão contra o Fluminense, e atleta entra em quarentena. Todos pré-relacionados estão aptos e vão para o jogo

O Flamengo informou que um atleta testou positivo nos testes moleculares, realizados antes da decisão da Taça Rio, na noite desta quarta-feira, contra o Fluminense. O jogador foi prontamente afastado e colocado em quarentena.

Foi a primeira vez, em muitas semanas, que um jogador do Flamengo testou positivo. O clube informou, no entanto, que todos os 40 jogadores e membros da comissão técnica, pré-relacionados para o clássico, estão aptos e vão para o jogo.

Flamengo e Fluminense decidem a Taça Rio na noite desta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Por ter vencido a Taça Guanabara e ter a melhor campanha na classificação geral, o time da Gávea ficará com o título carioca caso passe pelo rival, nesta noite.

Leia mais:  Ronaldinho marca cinco gols e é campeão em torneio de presídio
Continue lendo

Camisa 10

Dois anos sem lutar e Belfort está mais forte do que na época do UFC

Publicado

Última vez que lutador subiu ao octógono foi em 2018, no Rio de Janeiro, mas mostra no Instagram que mantém físico com muito treino e apoio da família

O lutador Vítor Belfort sempre deixou claro que não parou de treinar. Até porque é dono de academia nos Estados Unidos, onde mora com Joana Prado e os três filhos do casal. Mas o carioca surpreendeu ao publicar uma foto em que aparece mais forte do que em sua última luta profissional, em maio de 2018, quando perdeu para Lyoto Machida, no Rio de Janeiro.

Muitos internautas elogiaram. Já outros falaram que a foto foi mexida no computador para deixá-lo mais forte. Belfort resolveu a dúvida e publicou outros dois vídeos dos treinos e é possível ver que a imagem tem tudo para ser real.

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados.

Outro assunto indefinido é qual categoria será a luta. Quando parou em 2018, Belfort competiu na peso-médio (até 84 kg) e Ngalani luta no pesado (até 120 kg).

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia 

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia.

 

Leia mais:  Flamengo renova com Jorge Jesus até junho de 2021 por 4 milhões de euros

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana