conecte-se conosco


Política e Governo

Programa Qualificar ES oferece cursos on-line exclusivos para mais de 100 bairros do Espírito Santo

Publicado

O Programa Qualificar ES abre 10 mil vagas exclusivas para os moradores dos bairros contemplados pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida. As inscrições iniciaram nesta terça-feira (22). São 10 opções de cursos destinados aos moradores de mais de 100 bairros dos municípios de Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Serra, Vila Velha, Linhares, Vitória, São Mateus e Guarapari.

Uma novidade do Qualificar ES é a modalidade on-line, já que antes da pandemia da Covid-19 a parceria entre os programas acontecia somente por meio dos cursos presenciais.  

“O Estado Presente tem esse nome porque é um programa que procura estar onde o Estado precisa estar prioritariamente. Existem bairros selecionados em que foi identificada uma maior necessidade da presença do Estado devido ao alto índice de vulnerabilidade social. A partir disso foram desenvolvidas várias ações conjuntas que envolvem diversos órgãos do Governo estadual”, disse secretária de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Cristina Engel.

A secretária lembrou ainda que essas não são só ações da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional (Secti) na área da educação profissional. “São também ações ligadas às áreas de segurança pública, assistência social, empreendedorismo, entre outras. A nossa parte é de oferecer cursos gratuitos de qualificação que sejam adequados para a realidade dos residentes desses bairros”, afirmou.

Cristina Engel explicou que a Secretaria trabalha para oferecer cursos que sejam factíveis de serem feitos pela comunidade local e que gerem condições tanto de empreendedorismo, para que o cidadão possa abrir seu próprio negócio, quanto em relação ao mundo do trabalho.

“São cursos que podem aprimorar ofícios ou talentos que as pessoas já tenham ou que possibilite aprender algo novo. A ideia é de oferecer cursos que sejam o mais atraente possível, que sejam factíveis de serem feitos on-line e que atendam aos anseios da população. Lembrando que o cidadão que não reside em um dos bairros selecionados pode se inscrever na segunda etapa da oferta, que vai abrir mais 26 mil vagas”, informou.

As inscrições podem ser feitas até o dia 06 de outubro no site do programa: www.qualificar.es.gov.br . No mesmo site pode ser acessado o edital da oferta. No edital, o candidato tem acesso à lista com todos os bairros contemplados. 

O resultado será divulgado no mesmo site no dia 13 de outubro. As aulas terão início no dia 20 do mesmo mês. A seleção será realizada pela ordem de inscrição. Os requisitos são: ser morador dos bairros contemplados pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida; ter mais de 16 anos; e ter acesso à internet. 

Veja as opções de cursos:    

CURSOS   CARGA HORÁRIA   VAGAS  
Assistente de Tecnologia da Informação  120h   1000
Auxiliar Administrativo  120h   1000
Cuidador de Idosos (Maior de 18 anos) 120h   1000
Educação Especial Inclusiva 120h   1000
Fotografia  120h   1000
Inglês Básico 120h   1000
Maquiagem 120h   1000
Panificação 120h  1000
Segurança do Trabalho 120h   1000
Tecnologias Educacionais 120h   1000
TOTAL      10.000  

 

Leia mais:  Governo do Estado entrega novos leitos no Hospital Estadual de Atenção Clínica

Os cursos acontecem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), no site do Qualificar ES, e as aulas podem ser feitas de qualquer lugar do Estado e em qualquer horário, por meio de smartphones, tablets e computadores. Os alunos aprovados no curso recebem certificação.

4ª Oferta do Qualificar ES 

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) vai abrir, por meio do Programa Qualificar ES, mais 36 mil vagas em cursos on-line gratuitos para os moradores de todo o Espírito Santo. As vagas fazem parte da 4ª oferta de 2020, que também será a última do ano.

As 36 mil vagas serão divididas em dois editais de seleção, ou seja, em duas etapas de inscrição. Nesta terça-feira (22), foram abertas 10 mil vagas exclusivas para os moradores dos bairros contemplados pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida. 

O segundo edital será aberto no dia 27 de outubro, com mais 26 mil vagas destinadas aos moradores de todo o Espírito Santo. Ao todo, 13 opções de cursos serão oferecidas nas 26 mil vagas.

Leia mais:  Max filho: papo reto com a juventude nesta 4ª
publicidade

Política e Governo

Artigo – O DESMORALIZADOR (PARTE V)

Publicado

Por Maciel de Aguiar

Recentemente, o mesmo vereador Carlos Alberto Alves, da Câmara Municipal de São Mateus, fez outra gravíssima acusação pública, da tribuna da Casa de Leis, informando que o prefeito ”gastou, no presente mandato, 90 milhões de reais com contratação de shows, trios elétricos da Bahia e estruturas para as festas”. E, mesmo que fosse 9 milhões já seria um absurdo, pois, no mesmo período, Vitória gastou oito milhões, Vila Velha seis milhões e Serra cinco milhões, e são municípios maiores.

Em tempos pretéritos, a denúncia seria um escândalo, com grande repercussão na mídia, e, por certo, faria o implacável Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado/GAECO deflagrar uma nova operação de busca e apreensão de computadores e documentos na Prefeitura de São Mateus e, principalmente, de prisão dos responsáveis pelas secretarias municipais de Cultura e Turismo, pelas suspeitíssimas contratações.

Também é voz corrente na cidade que o prefeito era ”empresário de artistas e de trios elétricos da Bahia” e, também, conta-se – inclusive com matérias na imprensa – que o ”prefeito é proprietário de trios elétricos e faz contratações cruzadas”, sobretudo com a prefeita do Município de Porto Seguro, no Sul da Bahia. O que requer uma rigorosa apuração da PF, do TC/ES, além do MPF e do MPE. Mas será que acontecerá alguma apuração?

Maciel de Aguiar
Escritor das barrancas do Cricaré

Leia mais:  Max filho: papo reto com a juventude nesta 4ª
Continue lendo

Política e Governo

Nova realidade é destacada na abertura da VI Semana Estadual de TIC

Publicado

A VI Semana Estadual de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) teve início nesta segunda-feira (19) com um foco direcionado para a nova rotina, criada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Neste ano, o evento adotou, pela primeira vez, o formato on-line em todos os debates e palestras.  A abertura teve as presenças do governador Renato Casagrande; do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; e do diretor presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest-ES), Tasso Lugon.

Em sua fala, o governador pontuou a importância do evento e de que a VI Semana TIC é um exemplo de que a administração pública está se adaptando à nova realidade. Casagrande também mencionou o uso do sistema e-Docs, desenvolvido pelo Prodest e outros órgãos estaduais, que permite a criação e a tramitação de documentos e processos on-line, contribuindo para a manutenção dos serviços públicos mesmo durante a pandemia.

“Temos que nos adaptar à nova realidade e prestando serviço dentro desse novo protocolo, por isso essa Semana precisava ser realizada. Os serviços públicos não pararam. Quase todos trabalharam de casa durante a pandemia e com o sistema e-Docs demos conta de realizar as tarefas administrativas e até o fim do ano teremos um governo sem papel. Isso nos prepara para desenvolvermos cada vez mais nossa carteira de serviços digitais”, afirmou o governador.

Casagrande mencionou o investimento em tecnologia para facilitar as reuniões virtuais e evitar gastos com combustíveis e diárias de servidores. Também lembrou do investimento feito na rede de fibra óptica governamental que contempla Vitória, Serra, Vila Velha, Viana, Cariacica e Guarapari. A intenção é que essa infraestrutura seja expandida para outras regiões do Estado.

“Com a pandemia, as reuniões presenciais passaram a ser exceções. O Governo do Estado tem investido em tecnologia para melhorar o atendimento à população. Tomamos a decisão de ampliar o teletrabalho, desde que se tenha capacidade de acompanhar a produtividade desse trabalho. O Detran, por exemplo, não parou nenhum serviço na pandemia. Estamos também investindo em infraestrutura: ampliando a rede de fibra ótica na Região Metropolitana e preparamos uma expansão para o norte e o sul do Estado, levando fibra ótica para todas as repartições públicas”, adiantou.

Casagrande prosseguiu: “Temos um longo caminho a percorrer e uma janela de oportunidades para aproveitar. Estamos com várias frentes voltadas para a tecnologia. As teleaudiências do Poder Judiciário são um bom exemplo, porque ajudam a economizar com transporte e escolta de presos. O avanço tecnológico ainda colabora para melhorar a nossa gestão fiscal, com nota A desde 2012, e aperfeiçoar a qualidade do ensino. Neste ano, ficamos em primeiro lugar em aprendizagem no Ensino Médio do País.”

O diretor presidente do Prodest reforçou que a VI Semana TIC tem como foco debater assuntos que mostram como o setor de TI é fundamental para o Poder Público melhorar o serviço prestado à população. Ele também disse que o compartilhamento de experiências é indispensável para aplicar o conhecimento. “Debates e reflexões nos ajudam a evoluir e a perceber como a mudança nos traz desafios. Precisamos debater o futuro pós-pandemia, porque a tecnologia é cada vez mais importante na construção de políticas públicas”, acrescentou Tasso Lugon.

Na avaliação de Lugon, a transformação digital está fazendo com que muitos serviços de balcão passem a ser oferecidos de maneira on-line. “Isso é muito importante para reduzir a burocracia e facilitar a vida do cidadão. Esse evento tem como finalidade mostrar como a tecnologia é vital para a sociedade. Por essa razão, toda a equipe do Prodest fez um grande esforço para viabilizar os debates no formato virtual”, finalizou.

Investimento

Leia mais:  Governo do Estado lança edital para que startups apresentem soluções aos desafios da gestão pública

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que o conhecimento é peça-chave para a inovação ser importante no desenvolvimento econômico e social. Para ele, os recursos aplicados em ciência e tecnologia devem ser vistos como um investimento, por causa dos resultados que podem proporcionar para a administração pública e a sociedade.

Pontes também apontou iniciativas feitas pelo Governo Federal voltadas para as cidades inteligentes e a Internet das Coisas, que envolve a indústria, a saúde e a agricultura.

“Também atuamos com iniciativas voltadas para a inteligência artificial e a colaboração de startups na administração pública. Contamos com uma produção científica que está entre as 15 melhores do mundo. Porém, precisamos fazer com que esse conhecimento gerado se transforme em inovação para a sociedade e as empresas”, afirmou o ministro.

Programação

Nesta segunda (19), a programação será retomada às 16 horas, com a palestra da advogada Patrícia Peck, especialista em Direito Digital. Ela vai abordar o tema “Transformação Digital, entrada em vigor da LGPD e ANPD, e agora?”.

Em seguida, haverá a mesa-redonda com o tema “Novo Normal X Novas Tecnologias X Novos Hábitos”, com a participação de Victor Murad Filho (coordenador de Inovação e Tecnologia da Secretaria de Governo – SEG), de Alexandre Guimarães (subprocurador-geral de Justiça Institucional do Ministério Público do Estado do Espírito Santo – MPES) e de Amarílio Luiz Boni (superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Espírito Santo).

A VI Semana Estadual de TIC vai abordar diversos assuntos como o impacto da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) na antecipação de novas tendências tecnológicas, a segurança da urna eletrônica, o profissional do futuro, a aceleração da oferta digital de serviços digitais governamentais, entre outros.

O evento terá ainda como palestrantes e debatedores os secretários de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional, Cristina Engel; e Controle e Transparência, Edmar Camata; o deputado federal Felipe Rigoni; o consultor de tecnologia Gilberto Sudré; a consultora do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) Beatriz Lanza; e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), desembargador Samuel Meira Brasil.

Para os que não se inscreveram na VI Semana TIC é possível acompanhar o evento pelo YouTube por meio deste link.

Leia mais:  Solenidade no Palácio Anchieta encerra Projeto HorizontES em Extensão
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana