conecte-se conosco


Camisa 10

Retomar jogos seria irresponsável, dizem dirigentes de Bahia e Botafogo

Publicado

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor do Botafogo e ex-presidente do clube, classificaram como “irresponsabilidade” uma eventual retomada de jogos de futebol no Brasil no atual momento da pandemia de COVID-19.

No fim de abril, o ministro da Saúde, Nelson Teich, disse que o governo federal estudava liberar a realização de partidas de futebol com arquibancadas vazias. Bellintani e Montenegro defenderam, entretanto, o retorno monitorado dos treinos em casa. 

“Uma coisa que tem que ficar muito clara é a diferença entre o que é retorno aos treinos e o retorno dos jogos. Não estamos falando de retorno dos jogos, seria uma irresponsabilidade da nossa parte em função da pandemia e pelo que tem sido dito pelas autoridades públicas”, disse Bellintani. 

“Treinos em casa, nós do Botafogo já estamos fazendo. Agora, treino presencial ou jogos, nem pensar. Hoje eu li que a Fifa e a Comembol estão estudando o que fazer em relação a setembro, se vão adiar o início da Copa do Mundo. Em maio, podemos chegar em mil mortes por dia, segundo o ministério. Eu acho que a vida humana está acima de qualquer coisa e o clube está ciente disso. Não tem como falar em volta ao futebol”, afirmou Montenegro. 

Sobre a possibilidade de volta aos treinos ainda neste mês, o presidente do Bahia diz que seguirá orientações das autoridades e defendeu a criação de um protocolo para o retorno dos jogadores e avaliação de cada região.

“Decidimos que não é a nossa crença que vai determinar as nossas etapas e sim, as autoridades de saúde. No momento em que o futebol estiver preparado para voltar com as devidas autorizações, nós devemos utilizar o clube para nos comunicar com as pessoas. Por isso se deve avaliar região por região, e defendemos a criação de protocolo para orientar jogadores a que tipo de teste ele deve fazer, como ele deve se higienizar e outras medidas que eu acredito que podem ser muito úteis ao futebol nesta retomada”, disse Bellintani.

Montenegro concordou com a necessidade de uma análise por estado e avaliou o retorno das atividades de Grêmio e Internacional, que voltam aos treinos nesta semana. 

“São regiões distintas, mas voltar os jogos na região Sul resolve o problema de lá, mas não resolve dos outros estados. Essa é uma doença muito traiçoeira, não sabemos muita coisa sobre ela. Futebol é um jogo de contato, infelizmente acho que vai ser uma das últimas atividades a voltar”, afirmou.

Leia mais:  Sesport divulga lista com 116 contemplados para o programa Bolsa Atleta 2019
publicidade

Camisa 10

Jogador do Flamengo testa positivo para Covid-19 e é afastado antes da final da Taça Rio

Publicado

Clube realiza exames antes da decisão contra o Fluminense, e atleta entra em quarentena. Todos pré-relacionados estão aptos e vão para o jogo

O Flamengo informou que um atleta testou positivo nos testes moleculares, realizados antes da decisão da Taça Rio, na noite desta quarta-feira, contra o Fluminense. O jogador foi prontamente afastado e colocado em quarentena.

Foi a primeira vez, em muitas semanas, que um jogador do Flamengo testou positivo. O clube informou, no entanto, que todos os 40 jogadores e membros da comissão técnica, pré-relacionados para o clássico, estão aptos e vão para o jogo.

Flamengo e Fluminense decidem a Taça Rio na noite desta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Por ter vencido a Taça Guanabara e ter a melhor campanha na classificação geral, o time da Gávea ficará com o título carioca caso passe pelo rival, nesta noite.

Leia mais:  Neymar se arrependeu de ir ao PSG e quer voltar ao Barça, diz Messi
Continue lendo

Camisa 10

Dois anos sem lutar e Belfort está mais forte do que na época do UFC

Publicado

Última vez que lutador subiu ao octógono foi em 2018, no Rio de Janeiro, mas mostra no Instagram que mantém físico com muito treino e apoio da família

O lutador Vítor Belfort sempre deixou claro que não parou de treinar. Até porque é dono de academia nos Estados Unidos, onde mora com Joana Prado e os três filhos do casal. Mas o carioca surpreendeu ao publicar uma foto em que aparece mais forte do que em sua última luta profissional, em maio de 2018, quando perdeu para Lyoto Machida, no Rio de Janeiro.

Muitos internautas elogiaram. Já outros falaram que a foto foi mexida no computador para deixá-lo mais forte. Belfort resolveu a dúvida e publicou outros dois vídeos dos treinos e é possível ver que a imagem tem tudo para ser real.

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados

Aos 43 anos, Vitor tem contrato assinado com a One Championship, evento mais importante de artes marciais da Ásia. Ele já confirmou que o adversário da volta vai ser o peso-pesado Alain Ngalani, de Camarões, sem data e lugar confirmados.

Outro assunto indefinido é qual categoria será a luta. Quando parou em 2018, Belfort competiu na peso-médio (até 84 kg) e Ngalani luta no pesado (até 120 kg).

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia 

Belfort, Joana Prado e os seus três filhos, Davi, Vitória e Kyara, moram nos Estados Unidos. Lá, a ex-modelo virou empresária e juntos eles cuidam de uma academia.

 

Leia mais:  Neymar se arrependeu de ir ao PSG e quer voltar ao Barça, diz Messi

 

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana