conecte-se conosco


Rumos da Política – 1ª Quinzena Abril

Publicado

Por Paulo Borges

Os partidos políticos fecharam suas chapas para disputarem as eleições municipais deste ano. Os nomes para o nível da proporcional tiveram novidades e bons nomes surgiram para a disputa. Já em nível de candidaturas majoritárias, são quase sempre os mesmos nomes. Em São Mateus o quadro apresenta nomes que já cansaram o eleitor. Não representam nenhuma mudança, nenhuma novidade, nenhuma capacidade e compromisso com as coisas e necessidades do município. Essas figurinhas carimbadas têm sempre uma ligação incestuosa com grupelhos e camarilhas de outras regiões que nada têm de afinidade com a nossa realidade. Maus políticos mateenses ainda insistem em achar que a solução dos problemas de São Mateus está em políticos alheios as necessidades do lugar, que lá da capital mandam recados, intimações e delegações para serem seguidas e obedecidas. O pior é que a maioria se curva como vaquinhas de presépio para essa gente que nada fazem por São Mateus e sua gente. O eleitor mateense deseja que os candidatos tenham compromisso apenas com o município.

Uma outra questão é que tem gente que na teoria defende a renovação na política, a necessidade de se apostar em novas lideranças, varrer do cenário da política local aqueles que quando puderam fazer alguma coisa nada fizeram e acabaram envolvidos em falcatruas e até se enriqueceram às custas do erário e da certeza da impunidade. Mas quando chegam as eleições se vendem, se aliam, defendem aqueles que na teoria criticava e que na prática continua votando e dando oportunidade de sobrevida política a essa mulambada.

Na política mateense os abutres continuam ativos. Uns com a lábia de sempre, outros com a mala abarrotada de dinheiro para dar início a aquisição de consciências e outros com as atitudes vulgares, de inconsequência e de pura palhaçada. É contra essa camarilha que muitos se levantam fora do período eleitoral, mas quando vêm as eleições vendem a alma para o capeta, a mãe e o cachorro para os candidatos.

Mas estão aparecendo bons nomes na política local. Nem todos têm o conhecimento das demandas municipais, a capacidade de gestor, a determinação e projetos para empreender a retomada do desenvolvimento do município e o resgate de seus valores, tradições e a autoestima da população. Mas é uma esperança, pode servir como aprendizado para o lado bom da política. Aliás, a política é uma ciência em movimento, enquanto os políticos, normalmente costumam ser outra coisa que se movimenta em direção aos interesses inconfessáveis.

Outra questão que não se pode esquecer é o comportamento dos críticos do atual prefeito. Tem aqueles que preferem se omitir diante do caos, e aqueles que só criticam por ter participado da campanha ao lado do prefeito e este, ao ser eleito não os chamaram para assumir cargos na administração. Será se o Daniel Santana (PSDB) tivesse nomeado esses críticos de última hora eles estariam na oposição mesmo vivenciando o caos político-administrativo do município? O que vejo é muita hipocrisia. Todos sabiam quem era o atual prefeito e apostaram nele porque “ele ia ganhar” e a boquinha na nova administração era sempre uma possibilidade real.

Avaliar o quadro que se formou com os pré-candidatos não motiva ninguém que deseja uma verdadeira renovação na política de São Mateus. Claro que temos nomes de pretendentes que podem dar caldo, mas as figurinhas de sempre estão na crista da onda.

Na verdade, em São Mateus ainda prevalece a máxima “mudar para continuar a mesma coisa”. Essa ladainha já conhecemos.

***

Muitos, por desconhecerem a dinâmica da política, ficam fixados apenas no cargo majoritário. Fazer vereador é, em muitos casos, mais importante e, por isso, os partidos devem investir nos seus pré-candidatos a vereador. É bom lembrar que vereador cassa prefeito e prefeito não cassa

vereador. O problema é que muitos dos eleitos não conseguem entender a importância que tem o legislativo e a sua força para uma administração honesta e comprometida com as demandas do município e de sua população. Alguns preferem se “vender” aos caprichos do executivo. E dizem amém a tudo que o chefe do executivo exige deles. Daí a ignorância de muitos eleitores e do cidadão comum sobre o papel do legislador, achando que ele tem que fazer obras, calçar ruas, arranjar emprego, conseguir facilidades e boquinhas e bocões na administração pública. Somado a isso, tem a pouca importância que se dá a comunicação com a população.

***

Normalmente todo prefeito faz alguma coisa por seu município. Faz “pelos seus” mais ainda. Olhando pelo retrovisor, quem ficou rico ou ficou pobre depois de cumprir um ou dois mandatos? Quase todos ficaram bem financeiramente, apesar das denúncias e acusações do Tribunal de Contas. Em São Mateus temos exemplos? Com certeza. E ainda tem uns que, ainda, se apresentam como interessados em participar do pleito. Parece que no país que vivemos o que não se pode é ser honesto. O resto tudo pode.

***

Nas próximas eleições existe a esperança de se eleger bons candidatos para a vereança de São Mateus. Se houver critérios e os melhores forem os eleitos, teremos um legislativo atuante, consciente do seu papel institucional e que vai nortear o executivo no cumprimento do Orçamento. Fiscalizar e legislar, eis o papel dos vereadores. O resto, buscar migalhas junto ao prefeito em troca de algum benefício, é coisa de parlamentar que desconhece quais são suas atribuições. O problema é que até o supostamente esclarecido costuma entrar nesse jogo. Mas aí é questão de caráter.

Leia mais:  Rumos da Política - 2ª Quinzena de Março
publicidade

Guarda-vidas recebem 1.130 peças de uniformes em Vila Velha

Publicado

Vila Velha – Os guarda-vidas do município receberam 1.130 peças de uniformes na manhã desta segunda-feira (10) na sede do Serviço de Salvamento Aquático, na Avenida Champagnat, no Centro. A Prefeitura investiu pouco mais de R$ 23 mil na aquisição dos equipamentos. Entre os materiais que compõe os EPIs utilizados pelos guarda-vidas estão sungas, shorts, camisetas, agasalhos, além de blusas, calças e toalhas.


“Vila Velha decidiu manter esse serviço mesmo durante a pandemia, e no auge da recomendação de que as praias não fossem frequentadas, porque os guarda-vidas também nos ajudaram muito com a realização das barreiras sanitárias. Então, a gente tem procurado valorizar esse grupo e mantê-los não apenas no verão, mas durante todo o ano, com um serviço que tem sido essencial para a nossa cidade”, destacou o prefeito Max Filho, durante a solenidade de entrega simbólica dos uniformes.
 
Entre os materiais adquiridos estão 220 sungas e roupas de banho, 220 shorts de tactel, 200 camisetas regata de malha, 200 camisetas de manga longa, 110 conjuntos de agasalhos de tactel, com blusas e calças, além de 180 toalhas.
 
“Com a entrega do material nós estamos oferecendo condições favoráveis de trabalho aos guarda-vidas para que eles possam exercer com eficiência as ações de socorro, prevenção e salvamento”, pontuou o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito (Semdest), cel. Oberacy Emmerich Junior.
 
O guarda-vidas Ramon Cunha agradeceu ao receber as peças do uniforme. “Me sinto muito honrado de estar aqui. Quero dizer que encontrei um grupamento unido com profissionais competentes, exercendo um trabalho excepcional, onde fui recebido com muita cordialidade, respeito e educação”, destacou.
 
Desde o final de março, além do serviço de salvamento aquático, os guarda-vidas realizam abordagens nas praias, incluindo a prevenção da transmissão da covid-19. “Foram 36 mil prevenções realizadas”, apontou a coordenadora de Salvamento Aquático, Arlene Dutra.

Leia mais:  População quer consenso em torno de suas necessidades e não de nomes para prefeito
Continue lendo

Santa Maria de Jetibá recebeu do governo federal R$9,4 milhões em recursos para o enfrentamento à Covid-19

Publicado

Na tarde de sábado (08), o deputado federal e vice-líder do governo na Câmara, visitou o Hospital Concórdia, e oficializou a entrega de dois (2) respiradores, um (1) fixo e um (1) móvel, enviados pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde. ⠀

Na ocasião, o paramentar capixaba oficializou a entrega de recursos federais na ordem de R$9,4 milhões para o enfrentamento à Covid-19 e mais outros R$6,6 milhões, oriundos de emendas parlamentares e demais recursos federais para áreas de saúde, educação, turismo, agricultura e outras.

De acordo com o presidente do Hospital, Gerson Marquardt, os investimentos federais estão sendo fundamentais para manter o bom atendimento à população de Santa Maria de Jetibá e região.

“Temos um convênio com a prefeitura que nos concede uma (01) ambulância para o transporte dos pacientes e o custo com motorista. Já o combustível é feito pelo hospital com recurso próprio. A unidade ainda dispõe de sala vermelha, pronto socorro de urgência e emergência, primeiro atendimento, além de receber ocorrências do SAMU”, explicou o presidente da instituição.

Participaram da visita a secretária de saúde de Santa Maria de Jetibá, Sigrid Stuhr, a subsecretária Selene Belz, o presidente do Hospital, Gerson Marquardt, a administradora do Hospital, Catarina Egerp, o assistente administrativo, Valdivino Busteke, e a auxiliar em saúde bucal, Denizi.

Foi oficializado, ainda na ocasião, a entrega de um equipamento de Raio-X, adquirido com recurso federal oriundo de emenda parlamentar de autoria do deputado.

O equipamento foi instalado no novo anexo ao hospital para serviços radiológicos e de ultrassom. O atendimento normal, anterior à Covid-19, era de 3000 pessoas/mês. Devido a pandemia esse número reduziu para aproximadamente 2000 pessoas/mês.

O Hospital possui consultórios específicos para atendimento às pessoas com suspeita de testarem positivo ao vírus e, ainda, conta com quatro (04) enfermarias de isolamento para atendimento aos casos suspeitos ou confirmados do coronavírus.

“Foi um prazer estar na tarde de sábado oficializando as entregas neste município que é tão conhecido por sua tradição pomerana e produção de avicultura de postura. Que Deus abençoe a todos os gestores, profissionais da Saúde e moradores de Santa Maria de Jetibá”, declarou o parlamentar.

Leia mais:  Rumos da Política – 2ª Quinzena de Julho
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana