conecte-se conosco


Camisa 10

Sesport visita Centros de Treinamento para a Copa do Mundo Sub-17

Publicado

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, visitou, na manhã desta quinta-feira (17), os quatro centros de treinamento (CTs) que serão utilizados pelas seleções hospedadas no Estado durante a Copa do Mundo Sub-17.

São eles a Associação Esportiva e Recreativa Tubarão (Aert); Associação Esportiva Siderúrgica de Tubarão (Aest); Estiva e o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol), todo localizados no município da Serra.

Acompanhado de Marcelo Paulo, representante do Comitê Organizador Local da Federação Internacional de Futebol (Fifa), e dos dirigentes anfitriões dos clubes visitados, Abreu destacou a qualidade das instalações. “Todos os CTs têm ótimos gramados e boas estruturas, para dar todo o conforto e proporcionar as condições ideais de treinamento aos nossos convidados”, disse.

Para o secretário, a Copa do Mundo será mais que um evento esportivo. “As partidas terão transmissão pela televisão para aproximadamente 90 países. Por isso, além de movimentar nossa economia, o setor hoteleiro e de serviços, vamos poder mostrar nossas belezas e receptividade para o mundo”, comentou.

Pela primeira fase da competição, 12 países jogarão no Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, e utilizarão os CTs: Argentina, Camarões, Chile, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Ilhas Salomão, Japão, México, Senegal e Tajiquistão. Além disso, mais quatro jogos serão realizados no principal palco do futebol capixaba na fase de mata-mata (oitavas e quartas de final) do torneio, com os confrontos ainda indefinidos.

O Kleber Andrade passa por obras de melhorias, em um investimento de cerca de R$ 15 milhões, que foram anunciadas pelo Governo do Estado no início do ano. Entre as principais intervenções estão a aplicação de grama sintética ao redor do gramado, o rebaixamento dos bancos de reservas, reformas dos banheiros e as instalações de um placar eletrônico e de painéis de captação de energia solar. 

Confira abaixo a lista dos jogos no Kleber Andrade:

27 de outubro (Domingo) – Estados Unidos x Senegal e Japão x Holanda

28 de outubro (Segunda-feira) – Espanha x Argentina e Tajiquistão x Camarões

30 de outubro (Quarta-feira) – Estados Unidos x Japão e Senegal x Holanda

31 de outubro (Quinta-feira) – Espanha x Tajiquistão e Argentina x Camarões

02 de novembro (Sábado) – Chile x Coreia do Sul e Senegal x Japão

03 de novembro (Domingo) – Argentina x Tajiquistão e Ilhas Salomão x México

07 de novembro (Quinta-feira) – 2B x 2F e 1F x 2E (oitava de final)

10 de novembro (Domingo) – W38 x W44  e W37 x W40 (quartas de final)

Tabela completa aqui.

Leia mais:  Você sabe por que a Marta ganha MENOS que o Neymar?
publicidade

Camisa 10

Rivaldo ataca comissão técnica de Tite por camisa 10 com Paquetá, e Neymar curte

Publicado

Camisa 10 da seleção brasileira na conquista do quinto e último título na Copa do Mundo, Rivaldo reprovou o fato de a comissão técnica de ter deixado o número com Lucas Paquetá para o amistoso contra a Argentina, na última sexta-feira. Os alvicelestes venceram por 1 a 0 o jogo disputado na Arábia Saudita.

Rivaldo posta texto sobre camisa 10 da seleção brasileira

“Assisti ao jogo entre Brasil x Argentina e fiquei muito triste de ver o que aconteceu com a camisa 10. Deram a camisa 10 para o Paquetá contra a Argentina. Camisa que é respeitada mundialmente”, escreveu o ex-jogador em seu perfil no Instagram.

“Esta camisa não é para ficar no banco e muito menos sair no intervalo, porque é a camisa que o mundo conhece e respeita porque foi usada e honrada por Pelé, Rivelino, Zico, Rivaldo, Kaká, Ronaldinho, Neymar.”

Rivaldo ainda enfatizou que não se trata de uma crítica a Paquetá, mas ao fato de ele receber a camisa 10 em uma partida de tamanho peso, ainda que se tratasse de um amistoso.

“O jogador não tem culpa, mas a comissão técnica sim, pois eles sabem do peso desta camisa e também que poderia queimar o garoto de 22 anos que pode ter um grande futuro com a seleção brasileira”, disse o melhor jogador do mundo de 1999.

“Da mesma forma que o treinador quis proteger o Rodrygo, que está jogando muito bem no Real Madrid, para esse jogo, poderia ter protegido o Paquetá de jogar com essa camisa. Todos nós sabemos que Brasil e Argentina nunca será um jogo amistoso.”

O curioso é que a publicação foi curtida por Neymar, que é o camisa 10 da seleção normalmente, mas não esteve nesta convocação pelo fato de se recuperar de uma lesão.

Há cinco jogos sem vencer (três empates e duas derrotas), a equipe de Tite voltará a campo na terça-feira, quando enfrentará a Coreia do Sul nos Emirados Árabes, às 10h15 (de Brasília).

Leia mais:  Atleta de fim de semana? Veja como praticar esportes na areia e evitar lesões
Continue lendo

Camisa 10

Cinquenta e sete estudantes capixabas disputam Paralimpíadas Escolares em São Paulo

Publicado

Cinquenta e sete atletas representarão o Espírito Santo em São Paulo, a partir da próxima terça-feira (19), em mais uma edição das Paralimpíadas Escolares. A competição, que acontece anualmente no Centro Paralímpico Brasileiro, segue até sexta-feira (22), é considerada a maior do mundo para crianças e adolescentes com deficiência em idade estudantil.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Esportes e Lazer, investirá cerca de R$ 100 mil para levar a delegação capixaba, que terá um total de 101 pessoas, incluindo também técnicos e equipe de suporte, à capital paulista.

O Estado participará de oito modalidades: atletismo, bocha, judô, natação, parabadminton, paravôlei, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas. Os atletas estarão divididos entre as categorias infantil (de 12 a 14 anos) e juvenil (15 a 17). Eles são oriundos de 51 escolas (49 públicas e 2 particulares), espalhadas por 15 municípios capixabas.

Na edição do ano passado, o Espírito Santo encerrou sua participação com 39 lugares no pódio: 19 ouros, nove pratas e 11 de bronzes. O Estado terminou as Paralimpíadas na 12ª colocação geral no quadro de medalhas.

Ao todo, cerca de 1.200 alunos de todas as unidades da Federação estarão presentes na edição 2019. Diversos talentos já passaram pela competição, como os velocistas Alan Fonteles, ouro na Paralimpíada de Londres 2012, Petrúcuio Ferreira e Verônica Hipólito, ouro e prata na Paralimpíada do Rio 2016, respectivamente. Talisson Glock, prata na natação no Rio 2016, Leomon Moreno, prata no goalball em Londres 2012 e bronze no Rio 2016, além da mesa-tenista Bruna Alexandre, prata no Rio 2016, são outros destaques revelados em fase escolar.

Nesta edição, além das disputas por medalhas, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) avaliará atletas para participar do Camping Escolar Paralímpico 2019. O projeto tem como objetivo promover semanas de treinamentos de alto rendimento aos selecionados.

Leia mais:  Alunos realizam testes físicos para Seletiva Estadual Paralímpica
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana