conecte-se conosco


Entretenimento

​Espetáculo “Os Saltimbancos” disponível para alunos assistirem

Publicado

Até sexta-feira (30), os alunos da rede de ensino de Vila Velha poderão assistir ao espetáculo teatral “Os Saltimbancos” na plataforma “Escola Tá ON”.
 
A parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Dourado Produções & Eventos busca promover, para alunos e professores, experiências e conhecimentos do mundo do teatro e da música.

A peça conta a história de quatro animais, que estão insatisfeitos com suas vidas e resolvem aproveitar novas oportunidades, mudando o rumo de seus destinos. A peça conta com canções adaptadas por Chico Buarque de Holanda.

A classificação é livre e o público-alvo são os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental. Além da experiência cultural, o objetivo é também proporcionar momentos entre estudantes e família, promovendo mais interação entre eles no processo de aprendizagem, como ressaltou Lassaletti Guasti, Gerente do Ensino Fundamental: “A proposta desse projeto é fortalecer a parceria entre a família e a escola por meio da arte, levando a cultura do teatro para dentro dos lares”.

Leia mais:  Cantor fala sobre cirurgia de aumento de pênis: 'Negócio bem louco'; entenda a faloplastia
publicidade

Entretenimento

Vila Velha – Espetáculos teatrais online para alunos da rede municipal

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Dourado Produções, disponibilizou para os alunos da rede municipal de ensino duas peças teatrais que fazem parte da “Primeira Mostra de Teatro Infantil”.

O intuito é ofertar experiências e conhecimentos da cultura teatral e musical para os estudantes do 1º ao 9º ano e equipe escolar, além de proporcionar a interação entre família e escola no processo de ensino-aprendizagem.

As duas peças estão disponíveis para serem assistidas online, tanto pelo canal do Youtube quanto na plataforma ‘Escola Tá ON”, até o dia 01 de agosto. A primeira peça é “O Sítio do Pica-Pau Amarelo em O Mistério do Jequitibá Rosa”; e a segunda, o musical “Os Saltimbancos”. A classificação é livre e a duração é de aproximadamente 50 minutos.

Os pedagogos e professores foram orientados a utilizar o material como ação de acolhimento após o recesso escolar, que aconteceu de 12 a 19 de julho, como explicou a gerente do Ensino Fundamental, Lassaletti Guasti de M. Dalmaschio. “Pensando no retorno das aulas após o recesso escolar dos estudante, a proposta dessa Ação Engajadora tem a intenção de proporcionar um momento de entretenimento, ludicidade e contato com a cultura artística, estimulando a criatividade e o envolvimento entre família e escola”, disse.

Leia mais:  Morre o ator Cecil Thiré, aos 77 anos
Continue lendo

Entretenimento

Habeas corpus em favor de DJ Ivis é indeferido pelo presidente do STJ

Publicado

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, indeferiu um habeas corpus que pedia a libertação de Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, preso no dia 14 com base na Lei Maria da Penha, após a divulgação de imagens nas quais ele aparece agredindo a ex-esposa, Pamella Holanda.

O pedido não foi impetrado no STJ pela defesa do músico, mas por um perito judicial. De acordo com o ministro Humberto Martins, o habeas corpus não traz documentos que demonstrem a real situação do processo.

Cotado para o STF, Humberto Martins diz que é homem de fé e cita a Bíblia

“Não é possível saber sequer se o STJ é competente para apreciar o pedido, pois não há notícia de que o tribunal de origem tenha examinado as questões ora alegadas”, disse o ministro.

O impetrante alega que DJ Ivis é primário e famoso, tem bons antecedentes e não iria atentar contra a vítima no curso do processo. Além disso, sustenta que não seria cabível a prisão preventiva em caso de violência doméstica sem o descumprimento de prévia medida protetiva.

Risco de tumulto proce​​ssual

Segundo Humberto Martins, a análise do pedido pelo tribunal, neste momento, poderia tumultuar o processo e acabar prejudicando o exercício da defesa pelos advogados constituídos por DJ Ivis.

O ministro lembrou que qualquer pessoa pode impetrar um habeas corpus, mas tal faculdade pressupõe o interesse de agir em favor do acusado. Portanto, embora o impetrante tenha legitimidade para entrar com o habeas corpus, o provimento judicial solicitado não teria para ele a utilidade capaz de configurar o interesse processual.

“Nessas situações, um eventual julgamento precipitado pode comprometer a linha de defesa que venha sendo desenvolvida pelo próprio acusado e seus advogados constituídos, resultando em prejuízo manifesto para o paciente”, fundamentou o ministro.

Com a decisão do presidente do STJ, o pedido foi arquivado.

Leia a decisão no HC 680.884.​

Leia mais:  Sem Ana Maria Braga, 'Louro José' se casa com nova namorada
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana