conecte-se conosco


Política e Governo

11ª edição do Circuito Banestes de Teatro estreia em abril

Publicado

A 11ª edição do Circuito Banestes de Teatro foi lançada oficialmente na noite desta quarta-feira (4) em evento realizado no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador Renato Casagrande e de convidados ilustres, como as atrizes Mariana Xavier e Nathalia Timberg – homenageada com a Ordem Estadual do Mérito no Grau de Oficial da Ordem Estadual Jeronymo Monteiro. A programação do Circuito Banestes de Teatro terá onze espetáculos reconhecidos pelo sucesso de público e de crítica.


Realizado pelo Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) com recursos da lei de incentivo à cultura do Ministério da Cidadania, o circuito trará ao Estado peças distribuídas em 24 apresentações, que serão realizadas em cinco cidades capixabas, entre os meses de abril e dezembro deste ano.

Em sua fala, o governador Renato Casagrande destacou a variedade de atrações do Circuito Banestes de Teatro. Ele ressaltou ainda importância de se valorizar a cultura e comentou sobre a homenagem à atriz de 90 anos, que tem mais de seis décadas de vida dedicadas à arte.

“Bom saber que a Nathalia Timberg tem uma identidade com nosso Estado. O Espírito Santo só se consolidará se a gente consolidar a nossa identidade. É através da nossa cultura que se dá essa identidade. Esse Palácio Anchieta já foi uma igreja e o prédio é uma parte da história do capixaba. Nós construímos nesses últimos anos um projeto de vida. Lutamos pela democracia, pela preservação dos recursos naturais, pela diversidade cultura, pelo respeito às pessoas que pensam diferente. Isso tudo tem que se expressar através da fala corajosa de todos nós e as vezes essa expressão se dá através de quem tem um palco para falar”, disse.


A homenageada da noite também fez um discurso ressaltando a importância da cultura para o País:

“Agradeço por essa honraria recebida, que tem um significado muito especial por ser daqui, de Vitória, uma cidade que há muito tempo já faz parte da minha história de vida. É uma grande honra receber um reconhecimento como este após uma longa trajetória dedicada a participar como um ser atuante dentro do universo cultural. Sou muito grata a essa cidade e aos seus representantes, por me oferecerem esse momento de grande emoção e por poder participar da abertura deste circuito de teatro, realizado a partir da iniciativa dos representantes do banco deste Estado, o Banestes. Esse é mais um marco sobre a importância de ser manter viva essa arte milenar que é o teatro. Enquanto tivermos uma cultura viva, estaremos vivos nesse País”, discursou Timberg.

A solenidade dessa quarta-feira também contou com a presença do diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande e do ator José Augusto Loureiro. Prestigiaram o lançamento do Circuito ainda membros da diretoria e lideranças do Banestes, secretários de Estado, imprensa, representantes da sociedade civil e do cenário cultural capixaba.

Para Amarildo Casagrande, o Banestes se faz presente na vida dos capixabas de uma forma que vai além dos serviços bancários oferecidos. “Valorizamos a cultura e o desenvolvimento social do Espírito Santo e, por isso, apoiamos iniciativas que promovem o incentivo e o acesso a tal conhecimento. O projeto Circuito Banestes de Teatro é o maior do Estado na categoria. Estamos há 11 anos investindo e proporcionando aos capixabas o acesso ao entretenimento de qualidade. Fico muito honrado em anunciar a 11ª edição deste evento e agradecido pelo apoio e empenho de todos os envolvidos, e também pela presença de todos que vieram nos prestigiar nesta noite”, disse.

Como em todos os anos, os clientes do Banestes terão direito a 50% de desconto no valor da entrada inteira e poderão comprar até dois ingressos para cada uma das apresentações neste valor promocional. É importante reforçar ainda que, assim como nas edições anteriores, haverá apresentações também em cidades do interior do Estado.

Conheça as cinco cidades que irão sediar apresentações do 11º Circuito Banestes de Teatro:

Vitória – Teatro Universitário Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Palácio da Cultural Sônia Cabral e Sesc Glória.

Venda Nova do Imigrante – Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonani.

Montanha – Teatro Municipal.

Colatina – Teatro Marista.

Afonso Cláudio – Centro Cultural José Ribeiro Tristão.

Programação do 11º Circuito

A edição de 2020 do Circuito será inaugurada com a peça estrelada pela atriz Cassia Kis, intitulada “Meu Quintal é maior que o mundo”, que será encenada nos dias 03 e 04 de abril, no Teatro Universitário da Ufes, em Vitória. O espetáculo faz com que a atriz estabeleça uma cumplicidade com a plateia como protagonista do monólogo baseado na vida do poeta Manoel de Barros.

Ainda no mês de abril, o Circuito recebe o espetáculo “Rose, A Doméstica”, com Lindsay Paulinho, nos dias 25 e 26, no Teatro Universitário. A trama conta a história de uma mulher batalhadora que ficou famosa por se tornar a doméstica dos gays depois que postou seu vídeo na internet cantando uma paródia de “Halo”, da consagrada cantora pop Beyoncé. No espetáculo, ela relembra sua história antes de ficar famosa: a infância, seus filhos, suas desilusões amorosas e um sonho com seu ídolo Amado Batista, contados com muita música ao vivo.

Nos dias 23 e 24 do mês de maio, será exibido o sucesso “Através da Iris”, estrelado por Nathalia Timberg, que retorna à Capital, no Teatro Universitário da Ufes, com o documento cênico em homenagem à nova-ioirquina Iris Apfel, ícone mundial da moda.

A peça do mês de junho será especial para as crianças: D.P.A – A PEÇA, com elenco original da série “Detetives do Prédio Azul” no teatro. Depois de 12 temporadas de sucesso na TV e de dois filmes, que levaram 2,5 milhões de espectadores ao cinema, “Detetives do Prédio Azul” chega pela primeira vez em Vitória. Bento (Anderson Lima), Sol (Letícia Braga) e Pippo (Pedro Henriques Motta) vão viver mais uma história cheia de aventuras no espetáculo, licenciado pelo canal Gloob, para a alegria das crianças e com diversão garantida para toda a família. A peça será encenada nos dias 06 e 07 (sábado e domingo), às 15h, no Teatro Sesc Glória.

No mês de julho, dias 18 e 19, no Teatro Universitário da Ufes, a atriz Mariana Xavier estará em cartaz com seu recém-estreado espetáculo “Antes do ano que vem”, com direção de Ana Paula Bouzas e Lázaro Ramos e produção nacional da WB. A comédia fala da adolescente traída à socialite falida, revelando sete diferentes personagens que avaliam a vida e projetam seus votos de ano novo em perspectivas curiosas e divertidas. O espetáculo faz uma mini turnê contemplando as cidades de Afonso Cláudio (15/07) e Colatina (17/07).

Em agosto, o 11º Circuito Banestes de Teatro terá espetáculos musicais que homenageiam mulheres fantásticas. Nos 01 e 02, o sucesso de críticas “Elza, O Musical” estará em cartaz no Teatro Universitário da Ufes. O espetáculo, que teve nove indicações ao Prêmio Bibi Ferreira, vencendo em cinco categorias: Melhor Musical Brasileiro, Melhor Atriz em Musicais (Larissa Luz), Melhor Direção em Musicais (Duda Maia), Melhor Arranjo Original em Musicais (Letieres Leite) e Melhor Roteiro Original em Musicais (Vinicius Calderoni), recebeu ainda o Prêmio Shell de Melhor Música, dois prêmios CESGRANRIO (Melhor Direção – Duda Maia e Categoria Especial pelo Elenco), quatro troféus do Prêmio Reverência (Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Autor e Categoria Especial), o Prêmio da APCA de Melhor Dramaturgia e seis indicações ao Prêmio Aplauso Brasil: Iluminação (Renato Machado), Figurino (Kika Lopes e Rocio Moure), Direção (Duda Maia), Elenco, Atriz (Larissa Luz) e Melhor Musical.

A trajetória de Elza Soares é sinônimo de resistência e reinvenção. As múltiplas facetas apresentadas ao longo de sua majestosa carreira foram o ponto de partida para o musical Elza, que estreou em julho de 2018 no Rio de Janeiro e passou por 15 cidades. Agora, após imenso sucesso popular e a aprovação irrestrita da homenageada, vem pela primeira vez à capital capixaba.  Em cena, as atrizes se dividem ao viver Elza Soares em suas mais diversas fases e interpretam outros personagens, como os familiares e amigos da cantora, além de personalidades marcantes, como Ary Barroso (1903-1964), apresentador do programa onde Elza se apresentou pela primeira vez, e Garrincha (1933-1983), que protagonizou com ela um notório relacionamento. Vale registrar que a cantora recebeu uma linda homenagem no carnaval carioca, sendo tema no desfile da Mocidade Independente de Padre Miguel.

No final do mês, é a vez do musical “Quebrando Regras – Tributo a Tina Turner”, que será estrelado nos dias 29 e 30, no Teatro Universitário da Ufes, em Vitória, com as atrizes Kacau Gomes e Evelyn Castro. O espetáculo narra a história de duas fãs de Tina Turner que não conseguiram entrar no mítico show realizado pela cantora no Estádio do Maracanã em 1988, quando mobilizou o público recorde de 180 mil pessoas. O espetáculo enfileira clássicos da obra da artista celebrizada como a rainha do rock entre as décadas de 1970 e 1980.

Em setembro, o espetáculo que estreou em 2019 “Rubem Braga: a Vida em Voz Alta”, com Jose Augusto Loureiro, permanece em turnê, pela sua importância, para fortalecer e valorizar a memória de um artista que tanto contribuiu para a cultura do Espírito Santo. O espetáculo é uma homenagem ao escritor e jornalista capixaba. Falecido em 1990, Rubem Braga se tornou famoso como cronista de jornais e revistas de grande circulação no País, com seu estilo irônico, lírico e extremamente bem-humorado. A exibição da peça acontece em Venda Nova do Imigrante e Montanha, gratuitamente, durante a tarde. As apresentações serão nos dias 23, às 15h, em Montanha, e 25, em Venda Nova do Imigrante, também às 15h.

No mês de outubro estará em cartaz a peça “Notícias Populares” da companhia Os Melhores do Mundo. Na 11ª edição, a peça será estrelada nos dias 24 e 25, no Teatro Universitário da Ufes.

O mês de novembro vai contar com o grupo Terça Insana, que comemora os 18 anos do projeto criado e dirigido pela atriz Grace Gianoukas. O projeto, que estreou em São Paulo em 2001, ampliou o cenário da comédia no Brasil, dedicado ao estudo da comédia brasileira, à formação transformação de atores em autores de seus próprios personagens e textos e ao fomento das produções originais de humor adulto contemporâneo. O sucesso foi imediato.

Nestes 18 anos, já foram mais de 700 cenas e 400 atores, entre eles o Roberto Camargo, um dos fundadores, que sempre esteve ao lado de Gianoukas. Roberto é responsável pela criação de grandes personagens como o Pequeno Príncipe, o Igor Magal e a clássica Betina Botox. As exibições acontecem nos dias 21 e 22 de novembro, no Teatro Universitário.

Inclusão

Leia mais:  ES é o terceiro estado mais livre economicamente do país

A 11ª edição do Circuito Banestes de Teatro também terá espaço para inclusão. Em dezembro, o circuito chega ao fim de sua programação com a peça inédita “O Reino Sem Lei”, da Cia T21, da Vitória Down, que será estrelada nos dias 12 e 13, no Palácio de Cultura Sônia Cabral.

Vale salientar que o projeto visa à acessibilidade, incluindo cota a preços populares, ingressos gratuitos e intérprete de Libras em uma sessão de cada espetáculo.

Sobre o Circuito Banestes de Teatro

Na 11ª edição do Circuito, serão 11 espetáculos (nove nacionais e dois locais), totalizando 24 apresentações em cinco cidades, com estimativa de público de 10 mil pessoas.

O Circuito Banestes de Teatro teve início em 2009 e, durante esses anos, foram realizados um total de 49 espetáculos, com 125 apresentações.  Além de Vitória, o projeto já se apresentou nas seguintes cidades: Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Alegre, Guaçuí, Linhares, São Mateus, Aracruz, Anchieta e Afonso Cláudio, alcançando um público de 73 mil expectadores.

Grandes nomes do Teatro Brasileiro se apresentaram em palcos capixabas por meio do Circuito Banestes, como Bibi Ferreira, Miguel Falabella, Marieta Severo, Marco Luque, Denise Fraga, Antonio Fagundes, Tarcísio Meira, dentre outros.

Os variados gêneros teatrais também foram apresentados: dramas, comédias, stand-ups, musicais, infantis. Artistas locais e seus respectivos grupos também fizeram parte do Circuito: Grupo de Teatro Empório, Cia Folgazões, Grupo Rerigtiba, Grupo Vira Lata, Cia de Teatro Urgente, Grupo Gota, Pó e Poeira, Comédia a La Carte.

O evento tem produção da WB Produções, com recursos provenientes da Lei de incentivo à cultura, via Ministério da Cidadania.

Serviço:

11º Circuito Banestes de Teatro

Meu Quintal é maior que o mundo, com Cassia Kis.

Teatro Universitário (Vitória): dias 03 e 04 de abril, às 21h.

Rose, A Doméstica, com Lindsay Paulinho.

Teatro Universitário (Vitória): dias 25 e 26 de abril.

Através da Iris, com Nathalia Timberg.

Teatro Universitário (Vitória): dias 23 (20h) e 24 de maio (17h).

DPA – “Detetives do Prédio Azul’ (espetáculo infantil).

Teatro Sesc Glória (Vitória): dias 06 e 07 de junho, 15h.

Antes do ano que vem, com Mariana Xavier.

Centro Cultural Jose Ribeiro Tristão (Afonso Claudio): dia 15 de julho

Teatro Marista (Colatina): dia 17 de julho

Teatro Universitário (Vitória): dias 18 e 19 de julho

Elza, O Musical.

Teatro Universitário (Vitória): dias 01 e 02 de agosto

Quebrando Regras – Tributo a Tina Turner. 

Teatro Universitário (Vitória): dias 29 e 30 de agosto

Rubem Braga, A Vida em Voz Alta (espetáculo gratuito voltados para alunos do ensino médio da rede pública). As 15h em todos locais.

Teatro Municipal (Montanha): dia 23 de setembro

Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonadi (Venda Nova do Imigrante): 25 de setembro

Os Melhores do Mundo – “Noticias Populares”.

Teatro Universitário (Vitória): dias 24 e 25 de outubro

Terça Insana – 18 anos com Grace Gianoukas e Roberto Camargo.

Teatro Universitário (Vitória): dias 21 e 22 de novembro

O Reino sem Lei

Palácio da Cultura Sônia Cabral (Vitória): dias 12 e 13 de dezembro.

 

Leia mais:  Espírito Santo é 1º lugar no Ranking Transparência Covid-19 2.0

Valores:

Todos espetáculos têm valores a partir de R$ 25,00 (meia), exceto “Rubem Braga”, que é gratuito, e “O Reino sem Lei”, que custará R$ 10,00 (meia);

Todos os teatros têm rampa de acesso para cadeirante e acessibilidade.

publicidade

Política e Governo

Casagrande anuncia criação de laboratório voltado à qualidade de vida no trabalho e à saúde do servidor público estadual

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta terça-feira (26), a criação do Laboratório de Inovação e Pesquisa sobre Qualidade de Vida no Trabalho e Atenção à Saúde no Serviço Público Estadual, o Lab Rede Qualivida. A iniciativa visa à elaboração de estudos para o aprimoramento das políticas de promoção da saúde dos servidores do Poder Executivo do Estado.

“Na semana do Servidor Público, estamos anunciando este laboratório para que possamos criar uma rede de proteção e cuidado na área de saúde para o nosso servidor. É uma ação importante, pois todos nós dependemos dessa assistência e a Seger quando coordena esse trabalho em parceria com a Sesa, pode ofertar serviços para que o servidor tenha mais qualidade de vida e nós tenhamos mais produtividade do servidor”, afirmou o governador.

Em sua fala, o secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Marcelo Calmon, ressaltou que o trabalho do laboratório contribuirá para o fortalecimento das ações promovidas pelas comissões locais do Programa em mais de 40 órgãos do Estado.

“O Qualivida conta hoje com 249 integrantes designados para o desenvolvimento de ações, programas e projetos voltados à saúde e ao bem-estar dos servidores. O laboratório contribuirá para o aperfeiçoamento dessas atividades, ao direcionar de forma mais assertiva a elaboração de iniciativas e os investimentos nelas”, disse Calmon.

O diretor do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), Fabiano Ribeiro, destacou a importância da cooperação e das inovações e pesquisas que serão desenvolvidas. “O plano de trabalho integrado entre o instituto, a Sesa e a Seger será essencial para o desenvolvimento de ações que tragam resultados inovadores e que contribuam para a qualidade de vida dos servidores”, complementou.

Atividades

Leia mais:  Espírito Santo é 1º lugar no Ranking Transparência Covid-19 2.0

A criação do Lab Rede Qualivida se dará por meio de uma Portaria Conjunta entre Seger, Sesa e ICEPi, que será publicada no Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira (27). Entre as atividades que serão desempenhadas pelo laboratório estão:

– Desenvolver estudos para o diagnóstico sobre a situação de saúde dos servidores públicos estaduais;

– Identificar as necessidades e problemas de saúde dos servidores, bem como mapear prioridades para a promoção da atenção integral à saúde;

– Formular subsídios técnicos e soluções para a estruturação de políticas voltadas à qualidade de vida no trabalho;

– Avaliar resultados de ações de saúde promovidas pela Rede da Qualidade de Vida no Trabalho;

– Estudar e propor a articulação de ações já existentes relacionadas à promoção e a assistência da saúde dos servidores, assim como para os processos de coordenação do cuidado.

Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado lança mais 2.500 vagas no programa CNH Social

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, na manhã desta terça-feira (26), o lançamento da 3ª fase do programa CNH Social 2021. Serão oferecidas 2.500 vagas para pessoas de baixa renda conquistarem uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), de forma gratuita, totalizando 8.000 carteiras de motorista e um investimento de R$ 11 milhões no CNH Social em 2021.

As inscrições já estão abertas desde as 12 horas, desta terça-feira (26), e podem ser feitas até o dia 04 de novembro, às 23h59, exclusivamente no site www.detran.es.gov.br, sem a necessidade de o interessado sair de casa. Essa é uma ação do Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES).

Durante o evento de lançamento, realizado no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador destacou a importância do programa. “Sempre me emociono nas solenidades do CNH Social. É inclusão na veia! Uma pessoa que não tem capacidade financeira para obter sua carteira de motorista ganha uma chance para conquistar um emprego. Eu ando pelas ruas e a pessoa, que foi contemplada com a sua carteira no meu primeiro governo, me aborda e me fala com orgulho que conquistou um emprego por conta daquela oportunidade. A inclusão é fundamental e precisamos trabalhar muito em educação para diminuir as desigualdades na sociedade capixaba”, afirmou Casagrande.


O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, destacou o poder de transformação do programa. “O CNH Social representa o empoderamento daqueles que não têm condições de tirar sua habilitação e também das mulheres, que estão cada vez mais ocupando espaços nas categorias de veículos de grande porte e se colocando nesse mercado de trabalho. As inscrições já estão abertas e estamos criando a oportunidade para que mais 2.500 pessoas consigam obter sua habilitação ou mudar a categoria e possam se colocar no mercado de trabalho com esse diferencial”, declarou.

A condutora Jozimara Falcão Ferreira, de Cariacica, mudou a categoria de sua habilitação para D pelo CNH Social. “Graças ao Governo do Estado fui beneficiada com o programa. Era um sonho e eu consegui. Em meio à pandemia, em que as pessoas estão tendo que se reinventar, essa oportunidade é muito importante. Eu, como mulher negra, estou muito feliz por conseguir trocar para categoria D”, disse, ao receber a sua carteira de habilitação durante a solenidade.

Euclides Silva Neto, de Vitória, também recebeu a primeira habilitação na categoria B no evento. “Eu não tenho condições de pagar e aproveitei essa oportunidade do CNH Social porque acho importante ter habilitação para se locomover e, principalmente, porque abre portas para conseguir um trabalho melhor”, relatou.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Marcelo Calmon (Gestão e Recursos Humanos) e Cyntia Grillo (Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social); os deputados estaduais Luiz Durão e Luciano Machado; e o diretor-presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), Tasso Lugon.

Inscrição

Leia mais:  Voluntários em eleições terão isenção em concursos

Para se inscrever no CNH Social, é necessário que o interessado esteja registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com os dados atualizados nos últimos 24 meses até o dia 10 de setembro de 2021, além de ter mais de 18 anos completos no momento da inscrição, residir no Espírito Santo, ter renda familiar de até dois salários mínimos e não estar judicialmente impedido de possuir a CNH. Serão reservadas 5% das inscrições para as pessoas com deficiência.

O interessado deverá acessar o site www.detran.es.gov.br, na aba ‘CNH Social’, à esquerda, e inserir as informações pessoais solicitadas. Todos os dados informados devem conferir precisamente com as informações constantes no CadÚnico.

O candidato deverá selecionar a categoria desejada, entre as seguintes opções: Primeira Habilitação categoria A (moto) ou Primeira Habilitação B (carro) para quem quer tirar sua primeira carteira de motorista. Quem já tem carteira de motorista poderá selecionar Adição de categoria A (moto), Adição de Categoria B (carro), Mudança para Categoria D (ex.: van e ônibus) ou Mudança de Categoria E (ex.: caminhão e carreta). Vale destacar que, após realizada a inscrição, não é possível modificar a categoria escolhida.

Resultado

O resultado da 3º fase será divulgado no dia 11 de novembro, às 12h, no site do Detran|ES. Os candidatos selecionados deverão realizar a matrícula on-line e obedecer aos prazos de abertura e conclusão das etapas do processo de Habilitação.

Haverá ainda uma chamada única de suplentes, que será divulgada no dia 02 de dezembro, às 12h, no site do Detran|ES, com o objetivo de preencher as vagas remanescentes após desclassificação dos candidatos que não respeitarem os prazos estabelecidos no processo de Habilitação, contemplando mais candidatos.

CNH Social

Leia mais:  Governo do Estado anuncia medidas de contenção de gastos para enfrentar queda de arrecadação

Lançado em 2011 pelo governador Renato Casagrande, o CNH Social oferece formação, qualificação e habilitação profissional para condutores de veículos com vistas à possibilidade de ingresso no mercado de trabalho. Relançado em 2019, em quatro anos da atual gestão, serão ofertadas 25 mil carteiras de motorista gratuitamente. Para dar mais efetividade ao programa, a nova gestão implantou a chamada única de suplentes após desclassificação de candidatos que não respeitaram prazos estabelecidos no processo de Habilitação.

Também foi dado um foco a mais na capacitação profissional e, para tanto, o Governo do Estado aumentou a quantidade de vagas voltadas para Adição de Categoria A e B, e Mudança de Categoria D ou E, visando a oportunizar aos condutores a inserção no mercado de trabalho e o aumento da empregabilidade.

Cursos profissionalizantes

O programa passou a contar também a partir de 2020 com um novo formato: a Etapa de Capacitação, que oferece Cursos Especializados e atualização para condutores profissionais visando a capacitar e qualificar os condutores, a fim de profissionalizá-los, aumentando, assim, a possibilidade de serem empregados. São oferecidos os seguintes cursos: Transporte de Produtos Perigosos, Transporte Escolar, Transporte de Passageiros, Transporte de Carga Indivisível e Transporte de Veículos de Emergência.

Requisitos para os cursos

Para ter acesso aos cursos profissionalizantes, os interessados devem ter a última Carteira Nacional de Habilitação (CNH) emitida com o benefício CNH Social; ser maior de 21 anos; estar com a CNH válida; não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos 12 meses; e não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação da CNH.

O CTB prevê também os seguintes requisitos para a realização dos cursos: Habilitação, no mínimo, na categoria D para Transporte Escolar e Coletivo de Passageiros; Habilitação nas categorias A, B, C, D ou E para Transporte de Produtos Perigosos ou de Emergência e Habilitação, no mínimo, na categoria D para Transporte de Carga Indivisível.

Para realizar o curso ou a atualização, o interessado que se enquadrar nos requisitos deve contatar uma empresa de curso credenciada ao Detran|ES no Estado.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana