conecte-se conosco


Brasil

14 mulheres denunciam líder espiritual por abuso sexual e estupro na Bahia

Publicado

Entre as vítimas está uma menor de idade, que telefonou ao homem perguntando se havia tirado a virgindade dela

O Ministério Público da Bahia investiga denúncias de abuso sexual feitas por 14 mulheres e um psicólogo, contra um líder espiritual e ex-maçom. Jair Tércio Cunha Costa, de 63 anos, desenvolveu uma doutrina pedagógica que é estudada em retiros espirituais promovidos por ele mesmo, semanalmente.

As mulheres procuraram o projeto social Justiceiras, de apoio a vítimas de violência doméstica, e a Ouvidoria das Mulheres, órgão do Conselho Nacional do Ministério Público. Elas participavam da seita realizada por Jair Tércio.

Segundo o portal G1 da Bahia, uma das vítimas, a pedagoga Tatiana de Amorim Badaró, procurou amparo emocional na doutrina após ficar grávida. Ela frequentava as reuniões junto ao namorado há 12 anos, entre 2002 e 2015, e foi a primeira a denunciar. “Ele se aproveitou de um momento de extrema fragilidade. A partir daí eu perdi minha vida”, disse a pedagoga.

A mulher também conta que Jair fazia constantes ameaças dizendo que ela sofreria retaliações espirituais. “Ele dizia que ‘a espiritualidade vai te cobrar, porque você teve a chance de viver perto de um iluminado e não aceitou’”, detalha.

Tatiana afirma que Jair não usava preservativos no momento dos abusos sexuais e que, segundo ele, “não era nada material”. Após as violências, ela se afastou dos familiares e amigos. Ele ainda afirmava que ela não deveria confiar nas pessoas, incluindo as da seita.

A promotora de Justiça Gabriella Manssur explica que a maior dificuldade em casos de abusos sexuais é legitimar o depoimento da vítima, e que as situações acontecem por um longo período, fazendo com que as mulheres entendam que aquilo faz parte de um ritual. “Se conseguimos reunir vários depoimentos, há provas de que esses fatos ocorreram. São vítimas mulheres, muitas meninas ainda”.

Mais três mulheres relataram episódios de abusos realizados por Jair. Uma delas afirma ter sofrido tentativa de estupro e que o líder espiritual se aproveitou da relação de proximidade criada com ela. “Muitas vezes eu não ouvia meu pai e ouvia ele. Ele sabia do amor que eu tinha por ele como um pai”, relata.

A segunda vítima, que também não quis ter a identidade revelada, não conseguiu se defender. “Ele me tocou, tocou nos meus seios, me masturbou e me mandou virar. Aquilo foi me deixando estática e ele foi fazendo, foi me molestando, mexendo em mim”, explica.

As investigações também identificaram um boletim de ocorrência registrado na capital, Salvador, em que um telefone foi analisado, com a voz de Jair. Ele conversava com uma menor de idade, quando a garota questionou se ele tinha tirado a virgindade dela. Em resposta, Jair afirma “comigo não é relação, não. Comigo é carinho, é amor”.

Ao afirmar que contaria para a mãe e marcaria consulta com ginecologista, ele pede para a garota “esquecer”. “Você não vai não. Esquece isso, minha filha, pelo amor de Deus”, suplica.

Outro lado

O advogado de Jair, Fabiano Pimentel, afirma que seu cliente era um homem solteiro e que teve alguns relacionamentos amorosos, sem qualquer tipo de violência física ou psicológica em todos eles. “Não estou dizendo que elas estão mentindo, só que ele afirma que esses relacionamentos foram feitos de forma consensual”.

A Grande Loja Maçônica da Bahia informou, em nota, que os direitos maçônicos de Jair Tércio foram suspensos e que “não tem responsabilidade sob os atos dessa pessoa”.

Fonte: Midiamax

Leia mais:  Cerveja adulterada causou doença misteriosa em BH aponta laudo
publicidade

Brasil

Ministro do TCU sofre tentativa de assalto e é salvo por cachorra

Publicado

Dorinha, uma cadela da raça spitz-alemão, fez o alerta sobre a movimentação estranha na residência do ministro

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler foi salvo da ação de criminosos por uma cadela, neste sábado (4). A tentativa de assalto aconteceu na casa onde o ministro mora com a família, no Lago Sul, área nobre do Distrito Federal.

Zymler contou que os criminosos entraram armados na residência da família por volta das 15h do sábado. Ele estava trabalhando no computador, no térreo da casa, no momento da abordagem. Os criminosos colocaram uma arma na cabeça do ministro e o renderam, juntamente com a esposa e a filha. Eles pretendiam trancar a família em um cômodo para roubar objetos.

Dorinha salvou a família do ministro Benjamin Zymler de uma tentativa de assalto

Enquanto subiam as escadas, a cachorra da família, Dorinha, da raça spitz-alemão, colocou-se na frente dos criminosos. “Ela tem um lado territorial muito forte, ela late e protege muito. Quando eles nos conduziram, ela latiu muito. Eles falaram ‘sujou’, perceberam que os seguranças estavam por perto e desistiram da ação”, afirmou o ministro.

Os dois criminosos fugiram sem levar nada. Na casa do ministro, ficaram o medo e a sensação de gratidão a Dorinha, uma cadelinha preta de 3 anos. “Ela já era muito querida, agora ficou muito mais. Virou nossa heroína e ganhou até direito a ração especial”, disse o ministro.

A Polícia Militar do Distrito Federal confirmou ter atendido a uma ocorrência na região às 15h30 do sábado. A perícia da Polícia Civil foi acionada para investigar o caso. Até a última atualização desta reportagem, ninguém foi identificado.

“Graças a Deus, não teve consequências materiais maiores, ninguém nos agrediu, mas nos deixou com medo, nunca tinha sofrido violência armada”, finalizou o ministro, que mora em Brasília desde 1985.

Leia mais:  MJ determina investigação sobre vazamento de dados de Bolsonaro
Continue lendo

Brasil

Feriados de 2022: veja o calendário e programe-se!

Publicado

O primeiro feriadão é o Carnaval, que neste ano começa na terça-feira, 1º de março

O ano ainda nem acabou, mas muita gente já está de olho nos feriadões de 2022. Desta vez, o ano já começa sem ‘folga’ para os trabalhadores, já que o Ano Novo, celebrado no dia 1º de janeiro, será em pleno sábado. 

Assim como a virada de ano, outros feriados nacionais vão cair no sábado ou domingo. Mas também tem os feriadões, que podem render folgas de até cinco dias. 

O primeiro deles é o Carnaval, que neste ano é comemorado na terça-feira, 1º de março. Geralmente os trabalhadores são dispensados na sexta-feira e só voltam na quarta-feira, após o meio-dia. 

Passando os dias de folia, chega a Páscoa, que começa na sexta-feira, 15 de abril. Em seguida, tem o feriado de Tiradentes, que será em uma quinta-feira, 21 de abril. Em junho, no dia 16, tem o feriado de Corpus Christi, que também cai em uma quinta-feira. 

Veja o calendário de feriados nacionais em 2022

1º/01/2022 -Confraternização Universal | sábado
1º/03/2022- Carnaval | terça-feira
15/04/2022- Paixão de Cristo | sexta-feira
21/04/2022- Tiradentes | quinta-feira
1º/05/2022- Dia do Trabalho domingo
16/06/2022- Corpus Christi quinta-feira
07/09/2022- Independência do Brasil | quarta-feira
12/10/2022- Nossa Senhora da Aparecida quarta-feira
02/11/2022- Finados quarta-feira
15/11/2022- Proclamação da República terça-feira
25/12/2022- Natal | domingo

Leia mais:  Ministério da Agricultura monitora casos da doença da ‘urina preta’ e faz alerta para quem for consumir peixe
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana