conecte-se conosco


Política e Governo

16ª edição do Prêmio Dom Luís homenageia profissionais da linha de frente no combate à Covid-19 no Espírito Santo

Publicado

Profissionais de diversas categorias que atuaram ou seguem na linha de frente no combate ao novo Coronavírus (Covid-19) foram os grandes homenageados no Prêmio Dom Luís Gonzaga Fernandes, realizado nesta segunda-feira (24). Chegando à sua 16ª edição nesse ano, foi a primeira vez que a solenidade ocorreu de forma virtual devido justamente à pandemia.

Diferentemente dos outros anos, quando foram condecorados um determinado número de pessoas e entidades, neste ano o Prêmio Dom Luís homenageia todos os integrantes das diversas categorias profissionais das áreas de saúde, segurança, transporte, abastecimento, limpeza pública, atendimento social e solidário, atendimento fúnebre, pesquisa e inovação técnico-científica etc., que trabalharam – e ainda trabalham – para atender os moradores do Espírito Santo afetados pela Covid-19, aliviando seus sofrimentos, protegendo e salvando suas vidas.

Além disso, também foram homenageados, in memoriam, sem citação de seus nomes, todos os integrantes das categorias profissionais mencionadas que, vitimados pelo novo Coronavírus no exercício de suas respectivas profissões, doaram suas vidas nesta nobre e generosa missão.

O governador Renato Casagrande saudou o trabalho da Comissão Organizadora do Prêmio e falou sobre a importância de reconhecer os profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia:

“Todos os anos a comissão faz um belo trabalho e reconhece quem tanto luta pelos outros em um mundo onde os direitos estão sendo atacados. Direitos conquistados com muita luta estão sendo hoje atacados por pessoas que, até pouco tempo, estavam escondidas. Temos que garantir e ampliar essas conquistas. Dom Luiz Gonzaga Fernandes sempre será uma referência e agora na pandemia a gente vê como que algumas pessoas ajudam o próximo. É muito bom poder homenagear quem está trabalhando na saúde, na segurança, nos cemitérios, ou seja, quem se expõe para ajudar o próximo”, afirmou Casagrande.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, destacou a importância da realização do Prêmio. “Sabemos que existem pessoas que lutam bravamente todos os dias para conter a pandemia, para cuidar das pessoas infectadas, para que a nossa população tenha um menor impacto. Hoje falamos de saúde, mas não só dos profissionais de saúde, e sim da saúde física, saúde emocional, e quando a gente pensa em direitos humanos, a saúde é um dos direitos fundamentais primordiais. Sem saúde nós não temos o nosso direito essencial à vida e nem à liberdade. Nossa gratidão a todas as pessoas das diversas áreas profissionais que estão sendo simbolicamente homenageadas, pois receber essa honraria representa uma luta incansável pela vida”, explicou.

A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, também participou da solenidade virtual e destacou a importância de lembrar a história de Dom Luís Gonzaga Fernandes e de apresentar à sociedade e, principalmente aos jovens, modelos positivos de pessoas engajadas por um mundo melhor: “Desta forma, colocamos no mesmo patamar o Bispo e os homenageados na entrega do prêmio, que lutaram e acreditaram em um mundo melhor”.

História

Leia mais:  Sergio Vidigal anuncia os primeiros nomes para compor gestão na Serra

O prêmio foi instituído por meio da Lei Estadual nº 7.844/2004 em homenagem a Dom Luís Gonzaga Fernandes, bispo auxiliar de Vitória durante o período de 1966 a 1981. Falecido em 2003, Dom Luís foi uma figura importante, que dedicou sua vida à luta para a redução das desigualdades sociais, defesa dos menos afortunados e pela valorização da mulher na igreja e na sociedade.

publicidade

Política e Governo

Estado começa a receber compensações da Lei Kandir

Publicado

O Governo do Estado recebeu, nesta quarta-feira (20), R$ 115 milhões do Governo Federal a título de compensação pela Lei Kandir. Este pagamento é relativo ao ano de 2020 e a expectativa é que ainda este mês chegue a parcela que diz respeito a janeiro de 2021, equivalente a R$ 11,99 milhões.

Ao longo de 2021 o Estado deve receber R$ 144 milhões. Desse total, cerca de R$ 108 milhões (75%) ficam com o Governo do Estado e R$ 36 milhões (25%) vão ser divididos com as administrações municipais, seguindo o Índice de Participação dos Municípios (IPM).

De acordo com a Lei Complementar 176/20, entre 2020 e 2037 o Governo Federal irá repassar R$ 58 bilhões para estados e municípios para compensar as perdas por desoneração de exportações. Dos R$ 58 bilhões, R$ 4 bilhões serão entregues a cada ano entre 2020 e 2030. De 2031 a 2037, os valores vão diminuindo R$ 500 milhões ao ano.

O secretário de Estado da Fazenda em exercício, Bruno Pires Dias, destaca a importância desse ressarcimento feito pelo Governo Federal. “A Lei Kandir gerou um grande débito da União para com os Estados. A compensação que começa a ser paga pelo Governo Federal põe fim a uma situação que se arrasta por décadas”, avalia.

Leia mais:  Últimos dias para startups inscreverem soluções para os desafios da gestão pública
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado inaugura novo acesso à região de Santo Antônio pela Segunda Ponte

Publicado

Atenção motoristas que chegam a Vitória pela Segunda Ponte: A região ganhou um novo acesso para a região de Santo Antônio. Foi liberado nesta quarta-feira (20) o trânsito de uma nova pista na descida da ponte. Antes o motorista precisava acessar a Ponte Seca para fazer o retorno para Santo Antônio. Com a liberação da nova pista, os motoristas já podem fazer o retorno acessando a nova alça, já na descida da Segunda Ponte, pela faixa da esquerda.


As intervenções fazem parte das obras do Portal do Príncipe que estão em andamento na Capital e atualmente contam com diversas frentes de trabalho, avançando dentro do cronograma e sem a necessidade de interdição de vias nos horários de pico. Um muro está em fase avançada de construção na área desapropriada ao lado da Avenida Alexandre Buaiz. Ele servirá de sustentação para as novas faixas que serão implantadas na avenida, dobrando a capacidade da via.


As obras do Portal do Príncipe são um conjunto de intervenções viárias que vão melhorar o trânsito na chegada à Capital pela Segunda Ponte. Ao todo, o investimento será de R$ 42 milhões. O prazo para execução das obras termina em novembro deste ano. A área do Portal é de 95.674 metros quadrados.

Durante a liberação do novo acesso, o governador Renato Casagrande destacou que a intervenção vai repercutir positivamente na redução do gargalo no trânsito da região.

“Estamos abrindo esse acesso direto para as regiões de Santo Antônio e São Pedro. Já ficou muito bonito até aqui, qualificando uma parte das obras do Portal do Príncipe, que já está com 40% das intervenções concluídas. Vamos ampliar de duas para seis faixas na Avenida Alexandre Buaiz, dando fluxo a quem vem de Vila Velha e Cariacica, reduzindo o gargalo que temos todas as manhãs logo cedo. Também vamos qualificar toda essa região, com a implantação de áreas de lazer e esporte para que a comunidade possa desfrutar e conviver entre si. Teremos um ambiente muito melhor para quem chega a Vitória e para quem mora aqui”, afirmou Casagrande.

O Portal do Príncipe é uma das obras prioritárias do Governo do Estado na área da mobilidade e vai beneficiar tanto quem chega a Vitória via Segunda Ponte quanto a comunidade que mora ou frequenta a região.

Além da implantação e alargamento de vias, as obras contemplam também uma reconfiguração urbanística do local, com uma nova iluminação, implantação de praças, quadras poliesportivas, parquinho, academia ao ar livre etc. Também serão realizadas melhorias nos acessos e saídas do Porto de Vitória.

Melhorias previstas:

Leia mais:  Deputado Da Vitória comemora sanção da lei que autoriza distribuição de merenda escolar durante pandemia

– Implantação e alargamento de vias;
– Implantação de rede subterrânea de cabeamento;
– Nova iluminação pública;
– Pavimentação e drenagem;
– Nova sinalização de trânsito com instalação de semáforos inteligentes, para a melhor fluidez do trânsito;
– Melhorias nos acessos e saídas do Porto, permitindo a operação 24 horas;
– Ponte Seca passa a ser exclusiva para pedestres;
– Novas calçadas e ciclovias;
– Urbanização de áreas remanescentes, com a implantação de quadras poliesportivas, pista de skate, áreas de lazer, parquinho, academia ao ar livre, bicicletário, pista de caminhada, sanitários e uma nova urbanização.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana