conecte-se conosco


Cidades

Estudantes de escola pública de Vila Velha recebem kits escolares personalizados do programa EDP nas Escolas

Publicado

A iniciativa beneficia 1.200 alunos da UMEF Paulo Cesar Vinhas

 O Instituto EDP, organização que há doze anos gere os investimentos socioambientais do Grupo EDP, iniciou as atividades de 2021 do programa EDP nas Escolas, no Espírito Santo. Ao longo do ano, a escola pública Paulo Cesar Vinhas, em Vila Velha, será contemplada com entrega de material de apoio aos alunos, capacitação de professores, melhorias na infraestrutura física e webinares. A primeira atividade aconteceu no mês de março e foi a entrega de kits escolares com itens essenciais da rotina estudantil, como mochila, cadernos, lápis, apontador, canetas, cola, entre outros. 

Aproximadamente 1.200 alunos do 1º ao 5º ano serão, diretamente, beneficiados no estado. Em 2021, o programa terá como tema as “Mudanças Climáticas” e vai explorar o atual contexto mundial, alinhado aos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. A temática será trabalhada integrando os pilares da educação inclusiva. Nacionalmente, o projeto atenderá 10.700 alunos em 44 escolas de nove estados brasileiros, beneficiando pela primeira vez escolas indígenas no Mato Grosso e Pará.

Ao longo do ano, os alunos passarão ainda por ações de incentivo à leitura e terão experiências extracurriculares de realidade virtual, a fim de estimular o processo de aprendizagem. Já para os docentes, o programa oferece capacitação formatada dentro da base nacional curricular e realiza webinares, com objetivo de discutir temas de interesse. Além de benefícios para estudantes e professores, as escolas recebem apoio para melhoria da infraestrutura.

O contexto de pandemia fez com que o programa sofresse adaptações de acordo com a necessidade das escolas. Para isso, foi feito um diagnóstico de todas as instituições participantes, que servirá como base para o desenvolvimento das atividades em cada uma delas.

“A educação segue sendo um dos pilares da atuação do Instituto EDP. Nesse sentido, o programa EDP nas Escolas tem contribuído ano a ano para a melhoria do ensino nas instituições que beneficia. Temos boas perspectivas de que os resultados permaneçam positivos em 2021”, comenta Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.  

A iniciativa chega a sua 20ª edição e é o principal projeto do Instituto EDP, instituição que gerencia os investimentos socioambientais do Grupo EDP. O programa acontece em conjunto com as secretarias municipais de educação, promove ações durante o período letivo, visando a melhoria da qualidade da vida estudantil. A ação incentiva, capacita e premia o potencial criativo de crianças e adolescentes nas escolas.

O EDP nas Escolas está alinhado à BNCC – Base Nacional Comum Curricular. Em 2020, segundo avaliação dos diretores escolares, o Programa contribuiu fortemente com o Desempenho Educacional, incentivou a leitura e a escrita e conscientizou a comunidade escolar para o respeito à biodiversidade.

Leia mais:  Sedu divulga novos conteúdos de apoio à preparação para o Enem
publicidade

Cidades

Escola de Vitória realiza roda de conversa on-line sobre violência contra mulher

Publicado

A Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Arnulpho Mattos, localizada em Vitória, promoveu uma live pelo Google Meet, a fim de problematizar e dialogar sobre a violência contra a mulher. A ação educativa faz parte do projeto “Conversas Filosociológicas: vozes femininas em foco”, que tem como objetivo um diálogo maior e interdisciplinar sobre temáticas relevantes da área de humanas.  

O encontro contou com a exibição de um curta-metragem sobre violência doméstica, o “Dentro de Casa”, seguido de considerações da atriz Cinthia Caetano, protagonista do curta, e de Adriane Nunes, professora da Rede Estadual e coordenadora do Cineclube Valente, que apoiou a ação. 

Além de abordar a violência contra a mulher, Cinthia Caetano falou sobre a experiência na gravação do curta e Adriane Nunes destacou a importância do cinema e do cineclubismo para a educação. Também foi realizado um debate com a participação dos estudantes sobre o tema. Entre os assuntos abordados estavam a preocupação com o aumento nos casos de violência contra a mulher no período da pandemia e também as dificuldades de as vítimas denunciarem os agressores. 

“As palestrantes chamaram atenção para os traços culturais que envolvem esse tipo de violência e a necessidade de desnaturalizar essas práticas. Destacamos ainda o fato de que não só meninas, mas também os meninos estarem assistindo a live, demonstrando sensibilidade e disposição para aprender. O momento terminou com uma apresentação surpresa de Cinthia Caetano, cantando uma música relacionada ao assunto, que sensibilizou a todos”, disse a pedagoga da Escola Arnulpho Mattos, Eliane Saiter Zorzal. 

Leia mais:  Covid-19: Espírito Santo tem 3 cidades em risco moderado
Continue lendo

Cidades

Prefeitura de Barra de São Francisco segue firme com a meta de lavar as ruas da cidade diariamente

Publicado

As ruas de Barra de São Francisco estão sendo lavadas por funcionários da Secretaria de Limpeza e Serviços da prefeitura com o carro pipa. A lavagem de ruas tem por objetivo manter a cidade sempre limpa para evitar contrair doenças respiratórias, entre outras.

“Nossa meta é a de manter as ruas da cidade limpas, para tanto precisamos da colaboração da população no sentido de não jogar lixo e entulho nas ruas e rios de nossa cidade”, disse o prefeito Enivaldo dos Anjos.

Leia mais:  Prefeitura de Nova Venécia economiza quase R$ 900 mil com redução de folha salarial de servidores
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana