conecte-se conosco


Moda e Beleza

5 dicas para combater o envelhecimento da sua pele

Publicado

Conforme os anos passam, algumas mudanças vão acontecendo com a saúde em geral, mas, muitas vezes, as mudanças físicas são as primeiras a serem notadas. Assim, quando a idade chega, uma pele mais flácida com aquelas ruguinhas chatas passa a fazer parte da rotina.

Diante disso, muitas pessoas optam por usar produtos acima do preço, cuja promessa é, em muitos casos, manter a pele sedosa e firme. Mas calma! Valores exorbitantes não são sinônimo de um resultado efetivo para o efeito anti-idade tão esperado.

Segundo Roberta Padovan, médica pós-graduada em dermatologia e medicina estética, embora rugas mais graves normalmente não possam ser totalmente revertidas com cremes, sua aparência pode, sim, ser diminuída. O segredo é apostar nos produtos certos e recomendados por um ou uma especialista. 

Muitas vezes, é preciso atenção no que utlizamos para tratamentos tópicos, já que fatores como tipo de pele, época do ano, fototipo ou até mesmo condições naturais genéticas da derma podem influenciar no que funcionará ou não para você. Dessa forma, o tratamento pode ser ineficaz, podendo ainda piorar o aspecto da pele, causar acne ou até gerar alterações como alergia, hipersensibilidades e reações de fotossensibilização.

Um exemplo disso é o uso de ácidos, braço direito dos adeptos do skincare. “Nem todos os ácidos são iguais. Os alfa-hidroxiácidos (AHAs), por exemplo, são clareadores, reparadores e suavizantes. Os beta-hidroxiácidos (BHAs) são melhores para peles oleosas e com tendência acneica e têm propriedades antibacterianas”, explica Daniel Cassiano, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Apesar disso, é possível fazer o básico e saber escolher alguns produtos – e substâncias contidas neles – que podem favorecer a sua pele, conferindo mais luminosidade, hidratação, firmeza e ação antioxidante. Confira abaixo 5 passos para você evitar o envelhecimento da pele:

Passe protetor solar, hidratante e um bom produto de limpeza

Se você é iniciante no mundo da skincare, três produtos são essenciais para manter sua pele bem cuidada: sabonete de limpeza, creme ou sérum hidratante e o filtro solar (usados nessa ordem). O protetor e o hidratante são os dois produtos antienvelhecimento mais eficazes que você pode comprar, e usá-los diariamente pode fazer uma diferença notável. “Os séruns podem ser aplicados antes e, por terem ativos concentrados, trazem uma série de benefícios: aqui, podemos reforçar nosso sistema antioxidante com o uso tópico de Hyaxel, Alistin, OTZ 10 e SuperOX-C”, explica a farmacêutica Maria Eugênia Ayres.

Em relação ao hidratante, aplicado assim que a pele secar, o ácido hialurônico é a opção mais inteligente e pode mesclar baixo e alto peso molecular. Porém, preste atenção nas texturas. “Peles mais secas se beneficiam de cremes mais ricos em óleo enquanto as peles mais oleosas devem investir em gel e loções oil-free”, diz Padovan.

Ao comprar um protetor solar, selecione aquele que ofereça amplo espectro, FPS 30 (ou superior), resistência à água e textura adequada ao seu tipo de pele. Já o sabonete, se for para pele oleosa, deve ser preferencialmente líquido e conter extratos controladores de oleosidade e ativos como ácido salicílico ou glicólico. As peles mais secas, por sua vez, devem investir em loções, sabonetes cremosos, emulsões ou os sabonetes líquidos à base de extratos calmantes e sem agentes agressores.

Trate a sua principal alteração de envelhecimento de pele

É sempre importante questionar o que mais te incomoda em relação ao envelhecimento da pele. Concentrando-se em uma preocupação, como rugas ou manchas escuras, você obterá os melhores resultados. Assim, o pulo do gato é procurar por um produto que atenda a sua preocupação, visto que nenhum cosmético pode tratar todos os sinais de envelhecimento da pele; e usar mais de um produto antienvelhecimento em poucos dias ou semanas pode irritar a derma.

Invista em produtos adequados ao seu tipo de pele

É sempre bom optar por um produto formulado para o seu tipo de pele: o protetor solar, o hidratante e outros produtos antienvelhecimento funcionarão melhor se forem formulados especialmente para a sua pele. Se a sua tende a ser oleosa, por exemplo, selecione um hidratante específico com textura em gel ou sérum; caso ela seja sensível, verifique o termo “pele sensível” no rótulo e procure ativos calmantes e de preferência, não irritantes.

Leia os rótulos dos produtos

Fique de olho na função dos ingredientes ativos na fórmula do produto. Você pode prestar atenção aos elementos que são consagrados na dermatologia, como o uso dos derivados de vitamina ácida, alfa-hidroxiácidos, clareadores, dos hidratantes, do silício, do ácido hialurônico.

Segundo Roberta, é importante reforçar o uso dos antioxidantes, como Vitamina C, Niacinamida, Ácido Ferúlico e Resveratrol. “Eles são verdadeiros defensores da nossa pele e atuam para neutralizar os radicais livres, que causam danos às células da pele, portanto, causam rugas”, explica.

Além disso, eles também aumentam a produção de colágeno e muitos deles têm efeito clareador. Para obter o máximo de proteção, o correto é aplicar antes do protetor solar para potencializar a defesa da pele. E adivinha? Todas essas informações estão no rótulo.

Porém, se a sua dieta for rica em açúcar, sua pele pode apresentar alterações no colágeno. “A glicação é um dos maiores vilões da nossa pele. Ela é uma alteração na nossa pele influenciada pelo excesso do açúcar. Esse processo significa o açúcar destruindo, endurecendo e mudando a estrutura do colágeno dentro da nossa pele”, diz a cosmetóloga Ludmila Bonelli.

Essa reação pode aumentar acne, rosácea, estimular oleosidade, piorar o aparecimento de rugas, flacidez, manchas e envelhecimento, aumentar as estrias e celulites. Então, nesse caso, você deve usar um creme antiglicante. Mas além dos ingredientes ativos de um produto, fique de olho no que ele traz de conservante e que pode ser irritante para a sua pele.

Seja realista

Nada de promessas exageradas! Lembre-se que tudo leva tempo, e nada vai transformar o seu rosto de um dia para o outro. Além disso, não vá pelo preço: nem sempre os cremes mais caros são realmente os melhores para a sua necessidade, e é importante lembrar que os produtos antienvelhecimento para a pele proporcionam resultados interessantes, mas não milagrosos.

Por fim, consulte sempre um(a) dermatologista!

Leia mais:  Aprenda a fazer lifting facial com corretivo
publicidade

Moda e Beleza

Comfy: looks confortáveis são a nova tendência!

Publicado

Quando se fala em moda, parece não haver nada melhor do que se sentir confortável com a roupa escolhida e mesmo assim ainda estar estilosa, não é mesmo? Por muito tempo foi difícil associar tendências fashions ao conforto, mas isso acabou! 

Looks comfy

Os novos hábitos adotados durante a pandemia da Covid-19 impactaram e propuseram modificações em todos os setores da sociedade, inclusive na moda. Um novo jeito de pensar e se vestir surgiu em meio ao caos, assim, outros sentidos foram atribuídos às peças e seus verdadeiros propósitos. Será que vale mesmo passar o dia desconfortável em nome da beleza? A resposta é definitivamente não!

Portanto, para atender essa nova demanda, um novo estilo se consolidou como tendência: o comfy. A proposta é unir tudo o que a mulher precisa para se sentir segura, bonita e pronta para seus afazeres no dia a dia, considerando sempre o seu bem-estar e conforto.

Essa busca por conforto se torna ainda maior durante a onda de frio que atinge o Brasil. É justamente no inverno que as pessoas precisam investir em roupas que, além de aquecer, proporcionem uma sensação de aconchego, para que o vestuário não atrapalhe no trabalho e nem nas demais tarefas.

Reprodução / Instagram @pametropia

O que é considerado comfy? 

Nada de pensar em pijama, viu? Estamos falando de sofisticação e modernidade com uma pegada de leveza e liberdade! “A moda comfy tem uma influência urbana, que vem das ruas, mas mira no conforto de estar em casa. O fato das peças terem tons mais neutros, proporciona diversas combinações”, conta a consultora de moda e imagem Maristela Barbosa.

Veja abaixo os principais aspectos dessa nova tendência:

  • modelagens amplas (oversized);
  • conjuntos;
  • tênis e sapatos rasteiros;
  • cores neutras e monocromáticas;
  • tecidos macios e malhas maleáveis;

Divulgação / Loja Damylla

Aposte nas combinações

“Quando se combina o básico com peças elegantes, como um blazer, a tradicional camisa branca ou peças mais esportivas, elas se encaixam ao estilo. Exemplos disso são as camisetas e joggers – calças de moletom tradicionais, com elásticos que, hoje, frequentam todos os lugares!”, indica Maristela. 

Divulgação / Loja Damylla

A dica de ouro é inspirar-se nos looks comfy, priorizando seu conforto, e sempre considerar aquilo que você já tem no guarda-roupa, combinando peças, tendências e estilos. O que vale na moda é se sentir bem consigo mesmo, estar confortável e usar as roupas em prol da autoestima e autoconfiança! 

Leia mais:  Saiba como higienizar e cuidar corretamente dos seus tênis
Continue lendo

Moda e Beleza

Saias no inverno: saiba usar a peça em dias frios

Publicado

No inverno, é de praxe optarmos por roupas mais robustas, como agasalhos de tricot, calças jeans, ou até mesmo o clássico conjunto de moletom. Porém, como o isolamento social aguçou o desejo de mudar o visual, mesmo com as temperaturas baixas, o ideal é entrar na onda das peças diferenciadas e apostar em produções cada vez mais fora da curva. Dessa forma, que tal investir nas saias durante os dias mais gelados?

Pode ser uma experiência muito diferente para muitas pessoas, porém, nada como uma meia calça e um casaco robusto da sua preferência para ajudar esse look ficar o mais quentinho e fashion possível!

Sendo assim, confira 6 ideias de outfits com as saias para você arrasar no visual!

Reprodução / Instagram @hansiniv

Sabe quando o inverno dá aquela trégua? Então, quando estiver um clima mais ameno, não deixe de apostar nas saias mais curtas, porém, sempre com um casaco em mãos para se proteger do vento gelado! Use e abuse também em botas tratoradas e bolsas baguette para compor um look moderno.

Reprodução / Instagram @alexincolour

Animal print no inverno é a aposta certeira para produções estilosas! Opte por combinar a estampa divertida com cores vivas, como amarelo, vermelho ou um azul mais claro.

Reprodução / Instagram @gabrielagriffith

Como, geralmente, a estação mais fria do ano no Brasil não chega a atingir temperaturas negativas, é possível optar pela saia midi e a clássica camisa branca. O pulo do gato é se jogar em assessórios chunky.

Reprodução / Instagram @georgia_3.0

Quer usar a mini saia a qualquer custo? É mais do que viável optar pelo comprimento mini nos dias de hoje, até porque roupas curtas não saem do corpo das fashionistas. O truque é combinar com agasalhos pesados, botas de cano alto e meias compridas.

Reprodução / Instagram @simply.cie

Outra tendência que está em alta são as roupas de crochê. Além de serem peças super quentinhas, são muito estilosas para compor aquele outfit de roupas oversized.

Reprodução / Instagram @mariakragmann

Para quem ainda não pretende sair da zona de conforto, mas adora um truque básico, nada melhor do que apostar no clássico blazer na hora de compor looks para o inverno. Por seu uma peça statement, ela não será usada apenas no frio, e sim ficará um bom tempo no seu guarda-roupa para combinar tanto com saias longas, até a clássica calça jeans azul.

Leia mais:  Make lavanda é a pedida para o Réveillon; inspire-se
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana