conecte-se conosco


Entretenimento

Anitta discute com deputado Felipe Carreras sobre direitos autorais

Publicado

Parlamentar criou medida provisória que pretende diminuir repasse de direitos para compositores durante enfrentamento de pandemia

Anitta e o deputado federal Felipe Carreras (PSB – PE) debateram na noite de terça-feira (5) sobre a medida provisória proposta pelo parlamentar, que visa diminuir os repasses de direitos autorais a compositores durante o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

A emenda de Carreras afeta a Medida Provisória 948, que abrange o cancelamento de serviços e eventos dos setores de turismo e cultural devido à pandemia do novo coronavírus.

A proposta do deputado mexe na cobrança de direitos autorais em eventos públicos e privados. Hoje, 10% do que é pago em cachê é repassado para o ECAD, que redistribui esse dinheiro entre as associações de compositores.

Carreras quer diminuir esse percentual para 5%. Segundo o meio cultural, isso influencia na forma de arrecadação dos compositores, fazendo com que percam dinheiro.

Em conversa ao vivo que durou cerca de 50 minutos, a artista e o político divergiram da medida e chegaram bater boca de forma mais incisiva em determinados momentos. Anitta defendeu a classe de compositores e diz que a medida vai aumentar a crise no setor.

“Eu não encaro como se você estivesse do nosso lado (os artistas). Porque assim, como eu te falei, esse é um momento que não condiz, principalmente na MP 948, que é uma MP de urgência, que é sobre a toda a dificuldade que todas essas pessoas estão passando nesse momento de coronavírus. Usar essa MP de urgência para colocar essa questão de direito autoral, é uma coisa que não faz muito… Que não é o momento”, rebateu.

Após a réplica de Carreras, que voltou a defender sua emenda e dizer que é aberto ao diálogo, Anitta foi ao ataque: “Para mim, só é diálogo quando a gente tem a opção antes de a coisa ser feita. Se a gente não tivesse sempre fiscalizando e vendo o que tá rolando, a gente não ia ter a oportunidade de lutar para reivindicar isso”, afirmou.

Carreras voltou a pedir para falar. “Em primeiro lugar, estou à disposição do diálogo. Em segundo lugar, eu falei com a representante do ECADque tem a outorga, que fala por vocês, porque eu não consigo falar com todo mundo. Com você eu posso falar amanhã, depois, com outros artistas, estou à disposição. Estou à disposição do diálogo, estou do lado de vocês”, dizia, quando foi a vez de ele ser interrompido.

“Eu não acho que você esteja, e essa é uma coisa que a gente não vai concordar, e a gente não vai acabar esse debate jamais. Então, obrigada pelo seu tempo, a gente continua aí lutando, você puxa daí, a gente puxa daqui, e vamos ver o que acontece”, disse a cantora, contrariada. “Eu estou do lado de vocês. Eu quero ajudar vocês”, disse o deputado. “Não acho. Não concordo”, concluiu Anitta, que finalizou a transmissão.

No campo de comentários do perfil, a cantora foi apoiada por músicos como Pe Lu (Selva), Zé Henrique (da dupla com Gabriel), Diogo Nogueira, Jota Quest, Fernanda Abreu, Gabi Melim e MC Rebecca.

Leia mais:  Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morre no Rio aos 68 anos após contrair Covid-19
publicidade

Entretenimento

Companheira de Paulinho do Roupa Nova briga na Justiça por herança

Publicado

Elaine Soares Bastos Mendes entrou com ação solicitando reconhecimento de união estável com cantor, que morreu há pouco mais um mês; ela alega que os filhos do artista a deixaram de fora do inventário; Twigg, primogênita de Paulinho, afirma que não procede a alegação da ex-companheira do pai

A psicóloga e advogada Elaine Soares Bastos, de 52 anos, companheira de Paulinho, vocalista do grupo Roupa Nova que morreu há um mês e quatro dias depois de complicações da Covid-19, entrou na Justiça contra Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, filhos do músico, a fim de solicitar o reconhecimento de união estável com Paulinho. Elaine afirmou que os os dois não a incluíram no inventário sobre a questão da divisão de bens do vocalista do Roupa Nova. A notícia foi dada em primeira mão pelo portal Grande Tijuca, do Rio.

“Soube que eles abriram o inventário logo depois da morte do pai, no dia 16 de dezembro, na 7ª Vara da Comarca da capital, e não me incluíram. Desde o início, queria fazer tudo de forma consensual, não queria, nem quero, briga nem confusão. Vivi durante 16 anos com o Paulinho uma vida marital. Nosso acervo de fotos de viagens já mostra. A vida do Paulinho era eu e ele era a minha vida. Ele era totalmente dependente emocionalmente de mim e eu também dele”, afirmou.

Elaine afirmou que vivia para o músico, por quem era apaixonada. “O Paulinho me chamava de ‘namorada’. Sou dependente dele no IRPF desde 2006 e já dei entrada no INSS para ter direito à pensão. O que estou fazendo é uma regulamentação de união estável, mas os filhos dele estão dificultando porque querem que eu vá para a rua, virar mendiga”, afirmou.

A psicóloga disse estar extremamente abalada com a perda do companheiro e que está vivendo à base de remédios psiquiátricos. “Tudo o que fiz foi por amor e faria novamente. O Paulinho começou com o linfoma em 2017. Em agosto do ano passado, foi internado no CHN (hospital em Niterói) para fazer o transplante. Fiquei 33 dias com ele no hospital. Quando ele teve alta, pegou Covid-19. E eu também. A maior preocupação dele era como ia ficar o meu padrão de vida, ele queria montar algo para mim. Fiquei muito surpresa por não ter sido incluída no inventário porque não esperava. Fiquei 16 anos casada com ele. Estou vivendo o meu luto. Só saio de casa para ir ao psiquiatra e volto”, falou.

 

Leia mais:  Ronaldinho Gaúcho é detido no Paraguai por uso de documento falso
Continue lendo

Entretenimento

Após flagra, Gusttavo Lima revela tentativa de retomar casamento com Andressa Suita

Publicado

A responsável pelo flagrante foi Alice de Jesus, fã dos artistas e que também curtia dia de sol em Angra

O domingo, dia 17, foi de comemoração para os fãs de Gusttavo Lima e Andressa Suita! Isso porque, um flagra dos dois juntos em um iate em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, deu o que falar na internet!

Fã flagra Gusttavo Lima e Andressa Suita juntos em Angra dos Reis | OFuxicoApós a imagem viralizar, Gusttavo Lima se pronunciou sobre o encontro com e ex-esposa e mãe de seus filhos, confirmando que está tentando retomar o casamento.

– Ela está aqui do meu lado. Leo. Vou ser bem sincero. Ela é a mãe dos meus filhos. Mulher que eu mais amo neste mundo. Ainda é muito cedo para falar em volta. Convidei Andressa para passar um fim de semana comigo, e ela veio. Em nome dos nossos filhos, resolvemos nos encontrar, disse ele em entrevista a Leo Dias.

A responsável pelo flagrante foi Alice de Jesus, fã dos artistas e que também curtia dia de sol em Angra. Nas redes sociais, ela publicou uma série de fotos com os dois e afirmou que teve a aprovação de Suita para divulgar as imagens.

– Juro que não sabia que ia ter essa repercussão toda por causa dessa foto. Falei para a Andressa que se ela quisesse eu não ia postar a foto dela, só a nossa com o Gusttavo Lima. Postei stories só com o Gusttavo e os dela cortei porque até então os dois estavam lá no privado, bonitinhos… Mas ela falou que não tinha problema. E postei. Já mandei mensagem para ela e pedi desculpa. Mas não é segredo para ninguém que todos nós, fãs deste casal, estamos torcendo para que eles voltem, contou ela no Instagram Stories.

Andressa e Gusttavo anunciaram o fim do casamento, que já durava há cinco anos, em outubro de 2020. Os dois são pais de Gabriel e Samuel. Dois meses após o término, eles assinaram o divórcio.

Gusttavo Lima estaria em Angra dos Reis negociando a compra de uma ilha no local. As propriedades variam entre cinco milhões e podem chegar a custar 16 milhões de reais.

Leia mais:  Não vou viver de migalhas, diz viúva de Gugu
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana