conecte-se conosco


Cidades

Antiga sede do Saldanha da Gama será a Casa do Turismo Capixaba

Publicado

A antiga sede do Clube Saldanha da Gama, no Centro de Vitória, será a Casa do Turismo Capixaba. O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande nesta quarta-feira (08), dia em que a Capital do Espírito Santo completa 470 anos. O espaço, que atualmente está passando por obras de reforma, será a sede da Secretaria de Turismo (Setur). Além disso, haverá um espaço gastronômico e um local para apresentações culturais.

“O turismo vai se encaixar muito bem nesse prédio histórico. Vamos recuperar o Forte São João. Assim, os moradores e turistas poderão desfrutar desta bela paisagem. Quem vier tomar um café, um chope ou fazer uma refeição vai energizar o Centro de Vitória, trazendo mais movimento e desenvolvimento para essa região. Monumentos como esse jamais poderiam ter sido abandonados. Esse é mais um trabalho nosso em prol do resgate do Centro de Vitória e de boa parte da história do Espírito Santo”, afirmou o governador.

Casagrande citou ainda outras importantes obras que estão sendo feitas pelo Governo do Estado na capital. “Em breve teremos o barco do Aquaviário passando aqui na frente, na Baía de Vitória, transportando as pessoas pela Região Metropolitana. São 470 anos de Vitória e o dia é todo voltado para ela. Já fomos ao Portal do Príncipe, já estivemos na missa na Catedral, vamos na Rodovia das Paneleiras e visitar as obras da Ciclovia da Vida na Terceira Ponte. Também iremos entregar a nova sede do Procon Estadual, no Centro de Vitória”, declarou o governador, que estava acompanhado da primeira-dama Maria Virginia Casagrande.

A ocupação de mais este espaço, que é parte da história e da paisagem capixaba, integra as ações de revitalização do Centro Administrativo da Capital, projeto prioritário do Governo do Estado. As obras estão sendo realizadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER/ES). A previsão é de que o espaço seja aberto com a transferência da sede da Setur e a abertura dos espaços comerciais no primeiro semestre de 2022.

A secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, afirmou que o local voltará a ter o merecido destaque no cotidiano da cidade, fortalecendo a história capixaba e permitindo o fluxo de moradores e turistas, contribuindo para o dinamismo econômico do Centro Histórico da Capital. “A Casa do Turismo Capixaba será um espaço de convivência da cidade com espaços comerciais e de exposição, além de palco de manifestações culturais”, completou.

Também estiveram presentes a vice-governadora Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Vitor de Angelo (Educação), Tyago Hoffmann (Inovação e Desenvolvimento), Nara Borgo (Direitos Humanos) e Marcelo Calmon (Gestão e Recursos Humanos); os deputados estaduais José Esmeraldo, Marcelo Santos e Emilio Mameri; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira; além de dirigentes de órgãos e autarquias, secretários municipais, vereadores e lideranças locais.

Uso do espaço

Além de ser a sede da Secretaria de Turismo (Setur), o espaço abrigará um restaurante e uma cervejaria. No próximo mês, o Governo do Estado publicará os editais para locação dos espaços comerciais. Uma das principais exigências será um cardápio com pratos capixabas, bem como a comercialização de cervejas artesanais produzidas em solo capixaba.  

A proposta do projeto envolve um espaço cultural de resgate da memória do Forte e espaço para eventos. No Memorial do Forte, será feita a recuperação visual e restauro da muralha, dos canhões e da estátua do índio Araribóia, que receberá uma iluminação cênica para tornar o local ainda mais bonito. Está prevista ainda a instalação de totens com a história do espaço.

O acesso ao local também será reformulado com a instalação de uma faixa de desaceleração possibilitando mais segurança para uso do estacionamento. O imóvel já está recebendo obras de manutenção nas áreas internas e externas. Além disso, estão sendo contratados projetos e a execução de novas estruturas de climatização, rede lógica, sistema de combate a incêndio, elevador e equipamentos de circulação vertical. 

História

Leia mais:  Escolas recebem familiares de alunos para informar sobre protocolos de segurança

O espaço conhecido hoje como “Saldanha” foi construído no período colonial para abrigar o Forte São João com a finalidade de proteger a cidade dos invasores e se tornou o símbolo de resistência do povo capixaba.  Tudo começou em 1592, quando o pirata inglês Thomas Cavendish se aproximou com sua esquadra da ilha de Vitória, depois de um saque bem-sucedido a Santos, Estado de São Paulo.

Para se defenderem dos invasores, os habitantes da Vila de Vitória utilizaram madeira, pedras e areia para improvisar dois fortes na baía: um na base do Morro do Penedo e outro no Morro do Vigia. Depois da expulsão dos piratas, o forte do Penedo foi gradativamente desativado. Já a construção erguida do outro lado da baía foi mantida e deu origem ao Forte São João.

Em 1931 o Clube Saldanha da Gama comprou a antiga sede do Forte. Além de ser referência em várias modalidades esportivas, o clube passou a investir em festas e concursos tornando-se o principal clube social da cidade o que permitiu a realização de obras de reparos e reformas na edificação. Em 1984 o imóvel foi tombado pela Prefeitura de Vitória. Já a muralha do clube é tombada pelo Estado.

Leia mais:  Volta às aulas: redes do Estado e dos municípios retornam a partir de 3 de fevereiro
publicidade

Cidades

Detran inova e agora permite indicação do real condutor infrator pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT)

Publicado

Essa é para você, proprietário de veículo. Uma multa autuada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), pelas prefeituras cujo trânsito é municipalizado ou pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES) foi registrada no seu veículo, mas não era você o condutor naquele dia e horário? A partir de agora, é possível indicar o real condutor pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT). O Detran|ES é o pioneiro no País na adesão dessa tecnologia, que foi desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) – antigo Denatran, do Ministério da Infraestrutura. 

O aplicativo Carteira Digital de Trânsito reúne uma série de informações sobre o condutor e o veículo. Além de permitir fazer a indicação do principal condutor do veículo, a adesão ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) e o informe sobre a necessidade de realizar o recall do veículo, agora é possível mais essa facilidade, sem a necessidade de acessar um outro site ou se deslocar até uma unidade do Detran|ES.  

“O mundo está caminhando a passos largos para a digitalização de documentos e procedimentos. E o Detran|ES não fica para trás. Por meio do Detran 100% Digital, programa alinhado ao planejamento estratégico do Governo Casagrande, estamos implementando a modernização do órgão, com tecnologia, equipamentos e procedimentos, facilitando a vida do usuário dos nossos serviços. Hoje, já oferecemos mais de 60 serviços digitais por meio do nosso site e aplicativos parceiros. E podem esperar porque não vamos parar por aqui”, reforçou o diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira.    

Como vai funcionar 

O proprietário do veículo receberá a notificação de autuação da infração, por meio do aplicativo CDT, logo que aderir ao SNE. Se não for ele o responsável por aquela infração, é preciso acessar a multa, selecionar a opção “Real Infrator” e, posteriormente, a opção “Indicar”, informando o CPF do indicado. Esse, por sua vez, receberá uma notificação da indicação e deverá aceitar e efetuar a autenticação da assinatura, por meio do portal gov.br, para que o procedimento seja efetuado. Após a conclusão, será possível visualizar o documento assinado.  

A analista de negócio do Serpro, Mara Leniza, explica que com a nova funcionalidade de indicação, é possível informar o verdadeiro responsável pela infração. “Caso o indicado realize o aceite pelo aplicativo, assumirá, apenas para aquela infração, os pontos em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH)”, informa.   

Notificação de infrações a terceiros 

Anteriormente, o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) enviava notificações de infrações apenas para o atual proprietário do veículo. Com a nova funcionalidade, o aplicativo agora passa a enviar também notificações eletrônicas para outras pessoas do ciclo de vida da infração, como o proprietário anterior do veículo (ou proprietário à época do cometimento da infração), o principal condutor e o real infrator. Portanto, é essencial que o proprietário do veículo e o indicado já estejam utilizando o aplicativo CDT e tenham feito a adesão ao SNE.  

Outras maneiras de fazer o indicativo de real infrator 

O Detran|ES disponibiliza, no site www.detran.es.gov.br, a possibilidade de o proprietário do veículo realizar a Indicação de Real condutor das multas autuadas pelo órgão, sem a necessidade de se dirigir presencialmente até uma unidade. 

Para ter acesso ao serviço, é necessário que a infração seja de competência do Detran|ES, que não tenha havido abordagem pelo agente de trânsito com identificação do condutor infrator e que a multa em questão seja considerada pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de responsabilidade do condutor e não do proprietário do veículo. 

Para realizar o serviço, o proprietário do veículo deverá acessar o site do Detran|ES, na área de “Infrações”, e acessar o ícone de “Indicação On-line de Condutor”, na opção de “Serviços On-line”. Para garantir a segurança do processo, será necessário informar a placa e o Renavam do veículo, o CPF ou CNPJ do proprietário e o número do Auto de Infração. 

Na página seguinte, o interessado deverá preencher o formulário com os dados do condutor infrator e anexar a Carteira Nacional de Habilitação do proprietário do veículo e do condutor que cometeu a infração, além da Declaração de Indicação de Real Condutor (Dirc), utilizando a própria Notificação de Autuação de Infração de Trânsito, em que constam os campos que devem ser corretamente preenchidos e assinados. 

O processo será analisado pela equipe do Detran|ES e, caso a indicação cumpra os critérios exigidos, ela será deferida e a pontuação será transferida para o condutor infrator. Caso a indicação seja indeferida, o proprietário do veículo será considerado responsável pela infração. Com o novo serviço, o resultado, com o deferimento ou indeferimento do processo, também será enviado por e-mail para o requerente.

Leia mais:  Famílias francisquenses aderem e Rua de Lazer começa a fazer sucesso no município
Continue lendo

Cidades

Encontro com empreendedores de Itaúnas discute ações de promoção para o destino

Publicado

Equipes da Secretaria de Turismo (Setur); da Superintendência Estadual de Comunicação Social do Espírito Santo (Secom), do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema) e da Associação Brasileira de Agências de Viagem do Espírito Santo (Abav) se reuniram com empreendedores da cadeia produtiva da Vila de Itaúnas, em Conceição da Barra, na última sexta-feira (17) para debater ações de fomento do destino, com vistas à promoção na 48ª Abav Expo & Collab, em Fortaleza-CE – principal feira nacional do setor – focada em agentes de viagem e operadoras de turismo. Também participaram da reunião representantes da prefeitura de Conceição da Barra e da Câmara Municipal.

Com ações voltadas ao ecoturismo e potencial de Itaúnas, o destino deve ser fortalecido com a estruturação da Trilha de Itaúnas, que faz parte da Rede Capixaba de Trilhas, no âmbito da Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso. A reunião foi a oportunidade de o poder público, empreendedores e parceiros unirem esforços no sentido de fortalecer meios de hospedagem e atrativos turísticos para qualificar a infraestrutura local, a fim de atender os turistas que chegarão à Vila, vindos de todo o País.

De acordo com a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, este é o momento de fortalecer o turismo sustentável e Itaúnas é a vitrine ideal para que isso aconteça. “A Vila já é conhecida e querida pelo capixaba, que se encanta com a beleza natural e história do local, mas pode ser ainda mais divulgada nacionalmente, uma vez que investimentos recentes foram entregues para qualificar o destino, como a pavimentação da Rodovia ES-010, e outros estão sendo construídos, como as oficinas de capacitação”, enfatiza.

Nesta quinta-feira (23) tem início a Oficina de Sinalização e Manejo de Trilhas de Longo Curso, que tem como público-alvo empreendedores e lideranças locais envolvidos no projeto da Rede Capixaba de Trilhas. A implementação do projeto piloto na região do Parque Estadual de Itaúnas (PEI) será também catalisador do desenvolvimento sustentável na região de forma ordenada, gerando renda para toda a cadeia produtiva do Turismo na região e projetando o destino no cenário nacional. A primeira etapa da trilha será um percurso de aproximadamente 30 quilômetros, entre Guaxindiba, ao sul do Parque, e Itaúnas.

A elaboração da Rede Capixaba de Trilhas é uma ação conjunta entre Setur, Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Diagnóstico

O Sebrae apresentou, na manhã de sexta-feira, em Conceição da Barra, o diagnóstico para o desenvolvimento sustentável do Turismo e da Cultura Barrense, que abrange as regiões de Itaúnas e Meleiras.

O estudo foi realizado por uma consultoria que identificou os principais ativos turísticos da região, capazes de potencializar o turismo e a cultura local, convergindo esforços e recursos das diversas inciativas presentes no município.

Leia mais:  Governador atende pedido de Freitas e cria Companhias Independentes da PM de Jaguaré e Pinheiros
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana