conecte-se conosco


São Mateus

Ao rechaçar fake news, Paulo Fundão mostra avanços da Câmara Municipal

Publicado

Credibilidade e trabalho para desenvolver São Mateus. Paulo Fundão entende que, mesmo depois de todas as turbulências, a população mateense hoje pode se orgulhar de o Município prever arrecadar R$ 72 milhões a mais em 2022, passando a previsão de receitas no ano de R$ 348 milhões para R$ 420 milhões

São Mateus – Numa manifestação de solidariedade aos vereadores Preta do Nascimento, Lailson da Aroeira, Ciety Cerqueira e outros parlamentares vítimas frequentes de notícias falsas, o presidente da Câmara de São Mateus, vereador Paulo Fundão, elencou avanços do Parlamento Municipal na atual legislatura. Na construção do desenvolvimento sustentável, e em parceria com o Executivo, destacou articulações com o empresariado para gerar empregos para os mateenses, especialmente os mais jovens que chegam ao mercado de trabalho. “Ataques, todos nós sofremos. Eu mesmo sofro ataques quase todos os dias, de dois bandidos aí, contumazes” – comentou, na última sessão ordinária do mês de maio, realizada terça-feira (31).

Paulo Fundão citou inclusive atitude recente do governador Renato Casagrande, que, sob ataques de adversários políticos, responde com mais obras, no caso o investimento, “numa tacada só”, de quase R$ 600 milhões para a educação. O presidente recordou que, naquela mesma sessão plenária, vereadores anunciaram diversas obras que estão chegando ao Município e ainda o atendimento de demandas de segmentos mais fragilizados da população, inclusive das mais distantes áreas rurais.

“Temos dialogado com o empresariado, os empreendedores, os agricultores, os estudantes, com todos, como nunca aconteceu neste Parlamento”, ressaltou Paulo Fundão. Ele ainda lembrou que, em 17 meses de mandato, a Câmara de São Mateus recebeu a visita inédita de um senador da República em pleno exercício do mandato, no caso de Marcos do Val, além de ter recepcionado deputados estaduais e federal, prefeitos e vereadores de outros municípios.

“Convivo neste Parlamento desde 1983, quando era menino e o meu pai o presidente da Câmara, e jamais este Parlamento teve tudo o que temos tido nestes 17 meses de mandato. Isso muitas vezes incomoda alguns que passaram por aqui e não puderam fazer o que hoje esta Casa de Leis está fazendo. Incomoda aqueles que querem voltar ao poder. Incomoda aqueles que recebiam dinheiro deste Parlamento para ficar achincalhando e enxovalhando a honra e a moral de pessoas que hoje estão na gestão. Isso incomoda, mas temos que mostrar é trabalho” – afirmou Paulo Fundão.

Ao relatar a abertura de diálogo com a Suzano, com visita agendada ao parque fabril em Aracruz, com vistas a ampliar investimentos sociais e produtivos em São Mateus, Paulo Fundão citou idas a Vitória, com outros vereadores e secretários municipais, em busca de obras e projetos para beneficiar os jovens mateenses.

“Em breve, este Parlamento vai sair deste local, vai para o centro da Cidade, lá para os prédios que eram da antiga Prefeitura. Estamos na sede atual há 20 anos, e o comodato está vencido há 10 anos, e muitos que passaram aqui não tiveram esta capacidade, esta competência, de fazer isso, de viabilizar a sede própria. Isso incomoda. Aí ficam pagando a dois maus elementos, contumazes mentirosos, para espalhar fake news” – reiterou Paulo Fundão.

Para rebater notícias falsas, espalhadas pelo que chamou de charlatões, o presidente da Câmara recomendou que cada vereador continue a mostrar trabalho. “Tenho convicção que o Município de São Mateus vive um novo momento”. Paulo Fundão entende que, mesmo depois de todas as turbulências, a população mateense hoje pode se orgulhar de o Município prever arrecadar R$ 72 milhões a mais em 2022, passando a previsão de receitas no ano de R$ 348 milhões para R$ 420 milhões.

Leia mais:  Bairro Pedra D'água celebra Santos Reis neste sábado (08) com missa e apresentações

“Isso é trabalho deste Parlamento, que está dando estabilidade política ao Município, independentemente de quem está no comando da Prefeitura. Em 2021, o Município arrecadou com superávit de R$ 50 milhões, e vai arrecadar agora mais R$ 70 milhões de superávit. É trabalho nosso porque veio para cá dinheiro federal, dinheiro estadual” – acrescentou o presidente da Câmara, reforçando que esses avanços incomodam a adversários políticos.

Paulo Fundão salientou ainda a chegada de R$ 5,4 milhões para serem investidos em calçamento de quase todas as ruas do Bairro Liberdade, área humilde e necessitada de intervenções do público. “Isso é trabalho, e isso incomoda. Mas temos que fazer como o governador Casagrande: tapar os ouvidos, mãos à obra, e trabalho” – cravou.

publicidade

São Mateus

Vereadora Ciety participa de reunião na APAE sobre atendimentos prioritários e acolhida das pessoas com deficiência

Publicado

Na ocasião, estiveram presentes, a diretora da APAE, Maria Aparecida da Silva Britto, Eduardo Ribeiro Moraes, Diretor Geral do Hospital Roberto Arnizaut Silvares, Ludnéia Francisco, representando a mãe do Grupo Autista, Vanete Timóteo e outros convidados

Na tarde de segunda-feira (04), na sede da APAE de São Mateus, a Vereadora Ciety Cerqueira, participou de uma reunião de alinhamento sobre atendimentos prioritários e acolhida das pessoas com deficiência, referenciados em nosso município, a fim de estabelecer um fluxo de atendimento para essa demanda.

Na ocasião, estiveram presentes, a diretora da APAE, Maria Aparecida da Silva Britto, Eduardo Ribeiro Moraes, Diretor Geral do Hospital Roberto Arnizaut Silvares, Ludnéia Francisco, representando a mãe do Grupo Autista, Vanete Timóteo e outros convidados.

A diretora da APAE, Maria Aparecida da Silva Britto, relatou sobre a reivindicação o atendimento prioritário nos estabelecimentos de saúde e demais órgãos públicos de atendimento para as pessoas com deficiência, sendo necessária uma maior humanização nesses atendimentos.

O gestor do Hospital Roberto Arnizaut Silvares, Eduardo Ribeiro Moraes , falou que é necessário estabelecer regras de protocolo para atendimento e que está sendo construído uma comissão para trabalhar essa demanda de prioridade para pessoas com deficiência, junto ao hospital.
Disse ainda que, o HRAS trabalha com a classificação de risco “Protocolo de Manchester”. Portanto, o protocolo está sendo construído, e convidou a APAE para que disponibilize uma equipe multidisciplinar para organizar o fluxo de atendimento de porta de atendimento do HRAS.

Leia mais:  Câmara deve funcionar no centro da Cidade já em maio

Por fim, a Vereadora Ciety Cerqueira, falou sobre a necessidade de criação do projeto de lei para que em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde e demais órgãos competentes sejam regulamentados o processo de atendimento prioritário para pessoas com deficiência.

Continue lendo

São Mateus

Placas educativas revelam flora e fauna da restinga e encantam frequentadores da orla de Guriri

Publicado

As placas educativas instaladas na orla de Guriri compõem a estratégia de informação e conscientização do Projeto Nossa Restinga. As fotos estampadas, que revelam em detalhes a biodiversidade da restinga

Lançado em abril de 2022, o Projeto surgiu da necessidade de preservar aquele ecossistema, que contém plantas que fixam as dunas e impedem seu avanço em direção à parte urbanizada da orla, e é também a fronteira vegetal entre a Mata Atlântica e o oceano, com um importante papel para a diversidade da fauna.

O secretário municipal de Meio-Ambiente, Ricardo Louzada, lembrou que as ações de preservação e recuperação começaram com a demarcação da área de proteção e a construção das passarelas. “O Projeto Nossa Restinga é uma continuidade desse processo. A consciência ambiental coletiva é um dos objetivos mais importantes. Sem ela, não existe preservação”. 

FUNDAMENTAÇÃO CIENTÍFICA

 

As belas fotos das placas exigiram mais que apenas um olhar fotográfico atento. A preferência é para as imagens produzidas por pesquisadores da área ambiental, o que enriquece o aspecto educativo da ação.

Leia mais:  Encontro de negócios de São Mateus reúne empresas dos setores de petróleo, gás e celulose

A nomenclatura científica, o nome popular e outras informações ajudam na familiarização com as espécies. “As pessoas precisam saber o que é da restinga e o que é invasor. Muita gente acha que castanheiras, casuarinas e coqueiros, por exemplo, são nativos e não são” – complementa Ricardo Louzada.

PRATA DA CASA

A consciência ambiental vem crescendo também junto aos mateenses. Entre os fotógrafos que tiveram suas fotos selecionadas está a pesquisadora local Bárbara Teixeira Costa, autora de uma das fotos que ilustra a matéria. Ela é moradora de São Mateus e cursa o oitavo e último período de Ciências Biológicas no Ceunes.

A foto escolhida foi a de uma Libélula, que ela flagrou em uma mata na Estrada das Meleiras. “Vi a mata, peguei a máquina e entrei com a certeza de que teria belas imagens. E foi o que aconteceu” – contou Bárbara, que tem 21 anos e fotografa “mato e bichos desde os 15.”

Conforme contou a orgulhosa mãe de Bárbara, Otília Maria dos Santos Costa Coelho, servidora municipal, “aos 15 anos ela escolheu um equipamento fotográfico ao invés de uma festa. De lá para cá está constantemente se aperfeiçoando em fotografia, ao mesmo tempo em que se dedica com afinco aos estudos e pesquisa ambiental.”

Leia mais:  São Mateus e Aracruz registram maior volume de chuva nas últimas 24 horas

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana