conecte-se conosco


São Mateus

Apóstolo Veridiano reconhece “gestão com sabedoria” na Câmara Municipal

Publicado

São Mateus – “Como pastores e como Igreja, sempre temos orado e invocado a Deus por vocês, porque aqui é uma casa de leis. Aqui nasce toda a visão de princípios para a boa ordem do Município de São Mateus. Que Deus continue vos abençoando”. Assim, focado e objetivo, o apóstolo Veridiano Gomes Lourenço agradeceu ao Voto de Congratulação e Louvor concedido pela Câmara de São Mateus ao Ministério Batista Sião (MBS), do qual ele é o principal líder. “Fico feliz por este reconhecimento de 32 anos de vida missionária nesta Cidade”.

Em pronunciamento na tribuna popular, Veridiano recordou os primeiros anos como missionário em São Mateus.

“Cheguei muito jovem, com 27 anos. Vim para ficar poucos meses, mas gostei da Cidade”. O apóstolo relata que logo conheceu a esposa Walma Leila de Oliveira Lourenço, com quem se casou e tem dois filhos.

O trabalho do Ministério Batista Sião ultrapassou as fronteiras de São Mateus e avançou pelo norte capixaba, chegando ainda à capital Vitória e a outros estados, conforme disse o fundador. Esta vitoriosa atuação recebeu elogios dos vereadores Delermano Suim, Carlinho Simião e Robertinho de Assis, além do presidente Paulo Fundão, proponente da Moção 113/2021, aprovada por unanimidade na sessão do dia 3.

Aliás, a amizade de Paulo e Veridiano é de longa data. Determinados, juntos concluíram o Curso de Direito, com incontáveis viagens à faculdade em Colatina. Observador atento, o apóstolo reconhece os avanços implementados nesta legislatura na Câmara de São Mateus.

“Eu disse ao meu amigo Dr. Paulo Fundão que esta gestão, através da sua presidência, tem sido uma gestão com muita graça, com muita destreza e com muita sabedoria de Deus. Meu irmão, que Deus continue te abençoando, você e toda esta Casa de Leis. Que realmente as demandas aqui sejam traçadas, direcionadas, movidas sempre pela graça e pela bênção de Deus” – afirmou o apóstolo Veridiano Gomes Lourenço, que na sessão legislativa esteve acompanhado da esposa Walma, da filha Débora e do genro Vinícius.

“Honra a quem tem honra”, comentou Paulo Fundão. Ele acrescentou que a sua conversão religiosa ocorreu a caminho da faculdade, com participação determinante do apóstolo. No Ministério Batista Sião, Paulo Fundão casou em cerimônia conduzida pelo amigo, a quem chama de irmão e mentor.

Quase 30 anos antes, em 1993 Veridiano já havia recebido o Título de Cidadão Mateense Honorário, outorgado pela Câmara de São Mateus por indicação do então vereador Matheus Cunha Fundão, que é exatamente o pai de Paulo Fundão.

Leia mais:  Marinha terá unidade militar no porto de São Mateus
publicidade

São Mateus

Secretarias municipais realizam lançamento do livro sobre Sítio Histórico do Porto de São Mateus

Publicado

São Mateus – As Secretarias Municipais de Cultura e Turismo realizarão no dia 9 de dezembro o lançamento do livro Memórias Arquitetônicas do Sítio Histórico do Porto de São Mateus, dos autores Patrícia dos Santos Madeira, Hansley Rampinei Pereira e Eliezer Ortolani Nardoto. O evento acontecerá na Arena Cultural no Sítio Histórico Porto de São Mateus, a partir das 14h30.

“As ações que reconhecem e valorizam a construção cultural da localidade e de seus espaços serão apoiadas pela secretaria de sua gestão. O Sítio Histórico do Porto de São Mateus é um patrimônio belíssimo e precisa ser preservado e a educação patrimonial é um dos caminhos para essa ação”, afirmou a secretária municipal de Cultura, Marília Silveira. 

Os autores foram contemplados pelos investimentos do Funcultura, e agora prestigiarão a sociedade mateense com a publicação do livro. “É muito gratificante perceber o crescimento em potencial da difusão cultural de São Mateus com as construções locais como essa publicação”, finalizou Marília.

Leia mais:  Multirão de vacinação contra Covid no Boa Vista, Guriri e Zona Rural de São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Prefeitura não paga o aluguel social e moradores ficam ao Deus dará

Publicado

São Mateus – A Prefeitura de São Mateus suspendeu o pagamento do aluguel social das pessoas que tiveram suas casas demolidas devido a situação de risco de desabarem. Como se isso não bastasse, o repasse para a empresa que constrói as novas casas também ficou sem receber e as obras foram paralisadas.

Diante dessa situação, os moradores do bairro Vitória, que estão nesse programa social, podem ser despejados, uma vez que, sem o repasse, o aluguel social não vem sendo pago.

As casas dessas pessoas foram demolidas e a Prefeitura, em contrapartida, assumiu o compromisso de construir novas casas para essas famílias. Como a municipalidade não vem fazendo o repasse para pagar a empresa construtora das casas, as obras foram paralisadas. O repasse, segundo fontes ouvidas pelo JN, para o pagamento do aluguel social dessas famílias também foram suspensos pelo prefeito Ailton Cafeu e esses moradores podem ficar desamparados porque correm o risco de serem despejados por falta de pagamento desses aluguéis.

Uma moradora, que faz parte do grupo do bairro Vitória que recebe o Auxílio Moradia, disse que o repasse está atrasado há dois meses e os proprietários das casas alugadas sem receber pelo aluguel podem despejar os moradores. “Estamos tirando dinheiro de onde não temos para cobrir o aluguel, mas vai chegar uma hora em que não vamos conseguir pagar e o dono dos imóveis podem nos colocar para fora da casa”, relata a moradora.

Famílias vêm recebendo a visita de assistentes sociais da municipalidade dizendo que nova análise está sendo feita para elaboração de uma nova relação para recebimento do aluguel social.

Procurada para se posicionar sobre essa questão, a Prefeitura de São Mateus não se pronunciou. Enquanto isso os moradores que estão nessa situação, seguem na incerteza e correndo o risco de ficarem ao “Deus dará”.

Leia mais:  Marinha terá unidade militar no porto de São Mateus
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana