conecte-se conosco


Entretenimento

Apresentador Rodrigo Rodrigues morre vítima da covid-19 no Rio

Publicado

Jornalista e músico de 45 anos estava internado desde o dia 25 de julho, no hospital Unimed Barra, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital carioca

A televisão brasileira está de luto. Aos 45 anos, morreu nesta terça-feira o apresentador Rodrigo Rodrigues, vítima de trombose venosa cerebral decorrente da Covid-19. O jornalista estava internado por complicações do novo coronavírus desde o último sábado na unidade de terapia intensiva do Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro.

Com o bom humor característico e a competência indiscutível, Rodrigo Rodrigues deixou sua marca por onde passou. Desde janeiro de 2019 na Globo, o apresentador conquistou a confiança de todos, e diversos colegas logo se tornaram amigos também fora do ambiente de trabalho.

A morte de Rodrigo abre uma ferida que vai muito além do profissional insubstituível. Dentro e fora da Globo, dezenas de pessoas sentem a perda de um amigo. E a família chora a partida de um parente que conquistou uma legião de admiradores.

Rodrigo Rodrigues apresentou o Troca de Passes pela última vez no dia 9 de julho, quando relatou que um amigo com quem tivera contato recente testou positivo. No dia 13, o apresentador fez o exame, que também diagnosticou a Covid-19. Desde então, cumpriu o isolamento em casa, com acompanhamento da equipe médica da Globo.

De acordo com o boletim médico do hospital, foi diagnosticada uma trombose venosa cerebral, e o apresentador passou por uma cirurgia na noite de domingo para aliviar a pressão intracraniana. Nesta terça, porém, ele não resistiu e teve morte encefálica confirmada.

Rodrigo Rodrigues foi um dos grandes nomes da televisão brasileira nas últimas décadas. Iniciou a carreira em 1995, na Rede Vida, embora só fosse ingressar na faculdade de Jornalismo dois anos mais tarde. Em 2001, aceitou um convite da TV Cultura para integrar a equipe do programa “Vitrine”, apresentado por Marcelo Tas. Rodrigo ficou por lá até meados de 2003 e, na sequência, teve passagem curta como repórter no SBT.

Já em 2005, mudou-se para a TV Bandeirantes e, em seguida, retornou para a TV Cultura, desta vez para ancorar o “Cultura-Meio Dia” ao lado de Maria Júlia Coutinho. Ele permaneceu na função até 2010.

Em janeiro de 2011, Rodrigo ingressou na área de onde não sairia mais: o esporte. Assumiu a função de apresentador do “Bate-Bola”, da ESPN Brasil. Ganhou espaço e admiração graças à forma leve e descontraída de transmitir informação aos telespectadores. Entre idas e vindas, passou também pela TV Gazeta, pelo Esporte Interativo e pela Rádio Globo antes de ser contratado pela Globo no início de 2019.

Leia mais:  Internado com covid-19, Paulo Gustavo é intubado e marido faz apelo: 'tomem muito cuidado'

Com carreira consolidada, Rodrigo Rodrigues chegou à equipe de esporte da Globo como reforço de peso. Começou com aparições em diferentes programas do SporTV e apresentou em algumas oportunidades o Globo Esporte de São Paulo. Em agosto, como mais um reconhecimento de sua competência, tornou-se âncora fixo do Troca de Passes.

Dentro e fora da televisão, Rodrigo Rodrigues tinha outra paixão que carregava desde a infância: a música. Em participação no “Domingão do Faustão” em março de 2020, ele contou que o interesse pelas artes começou cedo, com o desenho. Na sequência, veio o violão.

Em 2008, Rodrigo montou a banda “The Soundtrackers”, especializada em tocar trilhas de grandes sucessos do cinema. Guitarrista do grupo, ele dividia seu tempo entre o jornalismo e a música. Também encontrava espaço na agenda para escrever livros relacionados ao ambiente musical, como “As Aventuras da Blitz” e “Almanaque da Música Pop no Cinema”.

Rodrigo Rodrigues com os comentaristas Sergio Xavier e Petkovic — Foto: Divulgação

Rodrigo Rodrigues com os comentaristas Sergio Xavier e Petkovic

publicidade

Entretenimento

Santa Leopoldina se revelando para o mundo

Publicado

Privilégio não é para qualquer um. Muito menos para uma cidade que acaba de ser escolhida no Brasil para participar de uma conferência anual que celebra projetos de partilha de conhecimento livre como o Wikipédia e seus projetos irmãos, com três dias de conferência, discussões, encontros, treinamentos e seminários. É o caso de Santa Leopoldina que está nessa seleta lista, o Wiki Ocupa Santa Leopoldina, uma iniciativa para melhorar a cobertura do município, nos projetos Wikimedia. O evento acontece entre 11 e 14 deste mês de agosto, quando serão realizadas inúmeras atividades que incluem caminhada fotográfica, maratona de edição de verbetes (editatona) e mapeamento colaborativo.

Neste ano a Wikimania vai acontecer de forma híbrida e será composta por eventos presenciais locais e uma programação virtual mundial. Em nosso estado o Ocupa Santa Leopoldina integra o projeto Wiki Loves Espírito Santo, que está inserido no evento internacional Wikimania 2022. São parceiros do evento a Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo e o Museu do Colono de Santa Leopoldina.

Leia mais:  Ator Milton Gonçalves morre aos 88 anos

Vale destacar que o evento quem participar aprenderá como editar a Wikipédia e poderá também de participar de uma atividade prática de melhoria de verbetes sobre o município de Santa Leopoldina, até porque haverá um tutorial de edição. A participação presencial vai contar com o mapeamento digital das edificações históricas e passeios fotográficos para registro do casario da cidade, digitalização de coleções do Museu do Colono e a edição de verbetes que vai ampliar o conteúdo de disponível online sobre a cidade “Ocupada”. É um evento muito importante para a cidade, sua população e, principalmente para a sua história, que ganha mais visibilidade e destaque em nível nacional e internacional.

Confira a programação online apresentadas pelo Brasil no Dia das Américas na Wikimania:

* 12/08 – das 8 às 10:15 (UTC-3)

– Como organizar um “Wiki Ocupa uma cidade”

Célio Costa Filho e Sandra Soster

* 12/08 – 19:00 às 19:30 (UTC-3)

– Wiki Loves Espírito Santo: Um estudo de caso

Rafael Deminicis e Érica Azzellini

12/08 – 19:55 às 20:45 (UTC-3)

Leia mais:  Boninho é acusado de assédio moral por ex-funcionários do BBB

– Atividades das Américas

Como anda a descolonização do conhecimento na América Latina?

– Atividade prática com a participação de membros das comunidades Wiki dos países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Peru e Uruguai.

Continue lendo

Entretenimento

Simaria se apaixonou pelo marido de Simone e por isso dupla acabou, diz jornalista

Publicado

Segundo o colunista, este seria o motivo do término da dupla das irmãs

Parece até loucura, mas o jornalista Thiago Sodré jura que é verdade! Segundo ele, o motivo do término da dupla Simone e Simaria é por conta de uma paixão platônica.

O jornalista de celebridades afirma que Simaria, após terminar seu casamento, acabou se apaixonando pelo cunhado, o empresário Kaká Diniz.

Eu não estou conseguindo entender o motivo. Por que as pessoas não dizem o verdadeiro motivo da briga entre as irmãs Simone e Simaria? Está tão nítido, está tão aí na cara de todo mundo. Eu vou vender logo pra vocês, já que ninguém quer falar, já que a imprensa não quer dizer sobre isso. É nítido, é traição! Olha aí, dá pra ver que as irmãs não estão se entendendo e é uma traição amorosa“, afirma Sodré.

O colunista ainda foi direto ao falar de um possível retorno da dupla: “Por qual motivo não falar isso? Que a dupla acabou, acabou. Elas não conseguem superar esse trauma e não conseguiram passar por cima disto. Essa dupla não vai existir mais. Já que ninguém fala, pronto falei! Esse é o motivo“.

Leia mais:  Casagrande: "Se migrarmos para risco muito baixo, teremos Carnaval de Vitória"

Se essa história toda é verdade, não dá pra saber. Mas o clima entre as duas não anda nada bem.

Segundo o portal Metrópoles, Simone teria ido embora mais cedo da festa de seu filho, Henry, assim que Simaria chegou ao evento, que aconteceu na última quinta-feira (4).

Depois, a assessoria da cantora informou que o motivo dela ter deixado a festa era uma bateria de exames a ser feita no dia seguinte.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana