conecte-se conosco


Internacional

Argentina confirma primeiro caso na América Latina de hepatite misteriosa em criança

Publicado

Até agora, Estados Unidos eram o único país do continente americano a registrar pacientes com a doença

O primeiro caso de hepatite aguda grave de origem desconhecida da América Latina foi confirmado nesta quinta-feira (5) na Argentina, segundo o Ministério da Saúde do país. A doença foi detectada em um menino de 8 anos internado no Hospital das Crianças da cidade de Rosario, província de Santa Fé.

Ainda não se sabe a origem da infecção registrada em crianças, principalmente em países da Europa e Estados Unidos. A doença, porém, pode desencadear uma série de problemas, incluindo a necessidade de transplante de fígado, e levar à morte.

Até o dia 3 de maio, mais de 200 casos foram registrados em 20 países, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a grande maioria deles no Reino Unido, onde a doença foi detectada pela primeira vez e onde, até 25 de abril, havia 145 casos confirmados, majoritariamente em crianças até 5 anos, segundo o governo.

O Estados Unidos eram o único país das Américas a ter casos da hepatite aguda grave e, até 18 de abril, contabilizavam nove casos em crianças entre 1 e 6 anos. O Brasil não registrou paciente com essas condições.

De acordo com os dados reportados às autoridades, morreram uma criança no Reino Unido e outras três na Indonésia por causa desse problema. O governo americano investiga um óbito suspeito.

Leia mais:  Macron diz que Putin 'escolheu a guerra quando ainda era possível negociar a paz'

Segundo a OMS, a hepatite é uma inflamação que atinge o fígado causada por uma variedade de vírus infecciosos (hepatite viral) e agentes não infecciosos.

A infecção pode levar a uma série de problemas de saúde, que podem ser fatais. Os vírus comuns que causam hepatite viral aguda (vírus da hepatite A, B, C, D e E) não foram detectados em nenhum dos casos.

Embora a síndrome atinja pacientes de até 16 anos, a maioria dos diagnósticos está na faixa de 2 a 5 anos. O quadro das crianças europeias é de infecção aguda.

Muitos apresentam icterícia (pele e parte branca dos olhos amareladas), que, por vezes, é precedida por sintomas gastrointestinais – incluindo dor abdominal, diarreia e vômitos –, principalmente em pequenos de até 10 anos. A maioria dos pacientes não apresentou febre.

Em caso de suspeita, recomenda-se fazer testes de sangue (com experiência inicial de que o sangue total é mais sensível que o soro), soro, urina, fezes e amostras respiratórias, bem como amostras de biópsia hepática (quando disponíveis), com caracterização adicional do vírus, incluindo sequenciamento.

Vale reforçar que medidas simples de prevenção contra adenovírus e outras infecções comuns envolvem lavagem regular das mãos e higiene respiratória.

Leia mais:  Mulher de 22 anos enfrenta doença rara que a deixa com aparência de criança

Especialistas acreditam que o agente causador da doença seja um adenovírus transmitido por contato ou pelo ar. Embora seja atualmente uma hipótese como causa subjacente, ele não explica totalmente a gravidade do quadro clínico.

A infecção com adenovírus tipo 41, o tipo de adenovírus implicado, não foi previamente associada a tal apresentação clínica.

Os adenovírus são patógenos – organismos capazes de causar doença em um hospedeiro – comuns que geralmente provocam infecções autolimitadas. Eles se espalham de pessoa para pessoa e mais frequentemente causam doenças respiratórias, mas, dependendo do tipo, também podem provocar outras doenças, como gastroenterite (inflamação do estômago ou intestinos), conjuntivite e cistite (infecção da bexiga).

Segundo a OMS, há mais de 50 tipos de adenovírus imunologicamente distintos que podem causar infecções em humanos.

O adenovírus tipo 41 geralmente se apresenta com sintomas como diarreia, vômito e febre, muitas vezes acompanhados de sintomas respiratórios.

O potencial surgimento de um novo adenovírus ainda está sendo investigado. Outra hipótese é que haja alguma relação com o novo coronavírus.

A possibilidade de ser um efeito adverso da vacina contra a Covid-19, no entanto, foi descartada, uma vez que grande parte dos pacientes britânicos não havia tomado o imunizante. 

publicidade

Internacional

Três pessoas são presas após ao menos 50 mortos serem encontrados em caminhão abandonado nos EUA

Publicado

Além dos cerca de 50 cadáveres, dezesseis pessoas foram encontradas com vida no veículo, sendo quatro crianças. Elas foram levadas a hospitais da região

A polícia dos Estados Unidos prendeu três pessoas supostamente ligadas ao caminhão encontrado com ao menos 50 mortos próximo à cidade de San Antonio, no Texas.

O Departamento Interno de Segurança Interna dos EUA assumiu a investigação do caso. A prisão do trio foi confirmada, mas não se sabe qual a ligação dos suspeitos com as mortes.

O caminhão onde estavam as vítimas foi abandonado em uma estrada remota pouco antes das 18h locais da última segunda (27).

Conforme o chefe da polícia local, William McManus, um funcionário da cidade ouviu um grito de socorro de dentro do veículo e descobriu a situação. Um funcionário do Corpo de Bombeiros da cidade disse que encontrou “pilhas de corpos” e nenhum sinal de água no local.

“Os pacientes que vimos estavam quentes ao toque, estavam sofrendo de insolação, exaustão. Era um trator-reboque refrigerado, mas não havia unidade de ar condicionado visível naquela plataforma”, afirmou o chefe dos bombeiros de San Antonio, Charles Hood, em entrevista coletiva.

Leia mais:  Mais de 20 empresas aéreas cancelam voos para a China por coronavírus.

A hipótese inicial é que as vítimas sejam imigrantes, que entraram no país de forma ilegal. A tragédia levantou mais uma vez o debate sobre as políticas migratórias dos Estados Unidos.

Além dos cerca de 50 cadáveres, dezesseis pessoas foram encontradas com vida no veículo, sendo quatro crianças. Elas foram levadas a hospitais da região.

Governador culpa Biden

Governador do Texas, o republicano Greg Abbott repercutiu na última segunda o episódio e responsabilizou o presidente norte-americano, Joe Biden, pelo ocorrido.

“Essas mortes são culpa de Biden. São resultado de sua política mortal de fronteiras abertas. Elas evidenciam as consequências mortais de sua recusa em fazer cumprir a lei”, afirmou em postagem no Twitter.

Continue lendo

Internacional

Hotel voador para 5 mil hóspedes pode ficar anos sem pousar

Publicado

Um projeto ousado apresentou o Sky Cruise, “um hotel futurista acima das nuvens”, capaz de comportar 5 mil hóspedes sem ter que pousar por vários anos.

Trata-se de um misto de megaembarcação de cruzeiro e estação espacial. O enorme veículo “nunca ficaria sem combustível”, permanecendo no ar por anos a fio, conforme explicam os criadores.

Pilotado por inteligência artificial (IA), o gigantesco hotel voador teria sua própria torre de observação (também enorme) em forma de disco. Nela, os passageiros poderiam ver as paisagens ao redor, nas alturas, “acima das nuvens”, como explica um vídeo publicado pelo cientista Hashem Al-Ghaili, um dos autores do projeto, no YouTube.

O vídeo acrescenta que o Sky Cruise teria 20 motores elétricos, responsáveis pela propulsão da estrutura, alimentados apenas por um “pequeno reator nuclear” trabalhando sob reação de fusão altamente controlada. Qualquer turbulência ou outro tipo de problema durante os voos seriam previstos e analisados pela IA do veículo futurista. Assista:

“Graças à energia nuclear, o hotel nunca fica sem combustível e pode permanecer suspenso no ar por vários anos sem nunca tocar o solo”, afirmam os criadores do veículo revolucionário.

Leia mais:  Mais de 20 empresas aéreas cancelam voos para a China por coronavírus.

Os hóspedes voariam para o hotel nas alturas em jatos comerciais ou particulares e deixariam o local da mesma forma – e todos os reparos do veículo seriam feitos no ar.

Sky Cruise

Hóspedes desembarcaria no Sky Cruise via jatos comerciais

Perguntado pelo “Daily Star” sobre quantos pilotos seriam necessários para voar no Sky Cruise, chamado também de “o epítome do luxo”, Hashem respondeu:

“Toda essa tecnologia e você ainda quer pilotos? Acredito que será totalmente autônomo.”

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana