conecte-se conosco


Moda e Beleza

As regras de ouro da maquiagem após os 50 anos

Publicado

Como se maquiar depois dos 50 anos? Assim como as rotinas de cuidados com o cabelo e a pele são forçadas a mudar a partir de uma certa idade, o mesmo se aplica aos hábitos de maquiagem. É fato, para mostrar seus pontos fortes, você não usa maquiagem da mesma forma aos 20 e 50 anos ou mais. Neste artigo, damos a você as chaves para uma maquiagem mais adequada.

Com o passar dos anos, a natureza da pele muda, assim como as características faciais. Muitos sentem então a necessidade (e o desejo) de reinventar a sua rotina e os seus hábitos em termos de beleza.

É claro que a partir dos 50 anos, a pele não tem mais a mesma aparência ou as mesmas necessidades e a menopausa costuma ser o gatilho para todos esses transtornos. De fato, diante da diminuição geral na produção de colágeno, elastina e sebo que causa, a epiderme seca muito mais facilmente e perde em firmeza, as rugas e linhas finas de desidratação à medida que se instalam se tornam mais profundas. 

É por isso que o tratamento de beleza usual pode acabar não sendo adequado e você sente a necessidade de mudar. Então, como você consegue adaptar adequadamente seu novo tratamento de beleza, quais são as regras de ouro e o que evitar ao se maquiar depois dos 50

Como se maquiar depois dos 50 anos

Preparando a pele

Embora preparar bem a pele antes de aplicar a maquiagem seja sempre uma etapa primordial no tratamento de beleza, ainda mais depois de 50 anos. Na verdade, como explicamos a você, este é um momento da vida em que a pele precisa mais do que nunca ser profundamente reidratada e mimada em geral. 

Para fazer isso, recomendamos que você não multiplique os produtos de beleza, mas sim concentre-se em alguns itens essenciais perfeitamente adaptado às necessidades da sua pele. Um limpador suave, um creme de dia, um soro, um contorno de olhos, protetor solar e voila! 

São tantos os principais cosméticos que permitem preparar idealmente a pele antes de aplicar a maquiagem, que então será sublimada e tingida por muito mais tempo em um rosto fresco e hidratado do que em uma pele cansada e tensa.

Se você tem a impressão de que sua pele está “sugando a maquiagem”, significa apenas que não estava hidratada o suficiente antes da aplicação. O uso de pelo menos um sérum de cuidados em profundidade e um creme para proteger e nutrir a pele de manhã e à noite é realmente a base de uma boa rotina de beleza que faz sucesso depois dos 50 anos.

A escolha do limpador facial também é importante. Na verdade, economizar na qualidade desse tipo de produto chamado “secundário” apenas aumentará o risco de irritação da pele e, portanto, não ajudará em seu estado geral.

Maquiagem para mulher com mais de 50 anos

Primeiro passo da maquiagem depois de bem preparada a pele: o trabalho da pele. O mais importante é padronizar, porque depois dos 50 anos, a pele tende a revelar áreas mais escuras e marcadas que outras. 

Este é um dos efeitos que o sol tem na pele ao longo do tempo. Além dessa falta de uniformidade, manchas pigmentares também podem aparecer na pele, sempre por causa do mesmo fator: o sol. 

O que deve ser lembrado é que se faltar apenas a uniformidade de sua tez, neste caso, a aplicação de uma base suave fará o trabalho que você precisa. Se, por outro lado, necessita de mais cobertura para ocultar algumas irregularidades mais pequenas e importantes, pode optar pelo combo: base e corretivo (a aplicar com pincel nos pontos visados). 

Você tem a impressão de que a base acentua suas rugas? SIM, a base marca rugas! O problema é que o material vai escorregar nas rugas na altura das partes mais móveis do rosto. A solução é aplicar base apenas nas áreas mais fixasmaçãs do rosto, nariz e queixo. 

Para evitar que o material de escorregar, não hesite em misturar determinados produtos de maquiagem com outros produtos para a pele. Por exemplo, misturar hidratante e base permitirá que você obtenha um BB cream perfeitamente adequado ao seu tom de pele para os dias em que deseja um acabamento mais leve e uma boa dose de hidratação. 

Você também pode misturar o contorno dos olhos e corretivo para obter um material que não marque as rugas na área (não se esqueça do pequeno toque do corretivo puro ao nível do canto interno do olho, onde uma ruga azul tende a surgir).

E por que nem mesmo misturar blush e com um soro e criar o blush perfeito: nem muito líquido nem muito cremoso? Nós chamamos de água de blush e aqui está como fazer:

Como fazer água de blush

Tudo o que você precisa fazer é pegar um pincel e esmagá-lo generosamente girando na caixa de blush de sua escolha. Uma vez retirado o material suficiente, será necessário esmagar o pincel novamente em outra superfície até que os pigmentos sejam encontrados apenas no centro do pincel e não no final das cerdas. Em seguida, pegue uma gota de soro facial e misture com o pincel.

Resultado: a textura líquida obtida trará um belo brilho às maçãs do rosto sem marcar as rugas. Além disso, a pele da região permanece hidratada e confortável para o dia. 

Os erros que você deve evitar: escolher um tom de base muito escuro. A base não é usada para dar um efeito bronzeado à pele. Para aquecer a tez, é melhor usar um pó bronzer. Para a escolha deste último, recomendamos um material fosco e não perolado que realça ainda mais as rugas. 

maquiagem pele madura

Maquiagem dos olhos

Depois dos 50 anos, os olhos podem facilmente parecer mais fechados, pois as pálpebras costumam ficar caídas (a lei da gravidade obriga) e os contornos dos olhos marcados pela idade. É então necessário tentar abrir os olhos, o problema é que a maquiagem dessa área pode levar rapidamente ao oposto do resultado inicialmente desejado. 

Para não acentuar as fragilidades dos olhos, lembre-se do ditado: menos é mais! Aposte em uma sombra com acabamento fosco e bem mesclada, bem como em cores bastante neutras (champagne, bege…).

A maquiagem ainda tem que ser um prazer! Podemos encontrar prazer e se achar linda focando em um cinza azulado ao invés de um azul claro, por exemplo. Já para o rímel, opte por um produto volumizante ao invés de alongador. Com a idade, os cílios ficam mais finos, mais esparsos, por isso o melhor é apostar em um rímel que dê volume para não acentuar esse efeito. 

A  maneira definitiva para alargar os olhos está na maquiagem das sobrancelhas, uma área que muitas vezes é negligenciada e, no entanto, tão importante! Trabalhar as sobrancelhas é a chave e isso não deve ser negligenciado.

Isso pode ser feito simplesmente com cera, se suas sobrancelhas estiverem naturalmente cheias e desenhadas, ou com uma linha leve a lápis, se precisarem ser preenchidas. 

maquiagem olhos mais de 50 anos

Como preencher a sobrancelha com maquiagem

Para conseguir um resultado perfeito, é importante localizar o ponto mais alto da sobrancelha. Para fazer isso, você pode usar um lápis que colocará perpendicularmente à linha do seu olho, na altura do canto externo.

Desenhe um pequeno ponto para não perdê-lo de vista. Em seguida, você pode estilizar a sobrancelha para baixo, o que permitirá que você abra totalmente a raiz e direcione mais facilmente as áreas esparsas.

Concentre na linha superior das sobrancelhas e preencha os pequenos orifícios com um lápis de ponta ultrafina de preferência. Para a escolha da cor, recomendamos focar tom sobre tom, ou mesmo um tom um pouco mais claro se não está habituado a maquiar as sobrancelhas ou se pretende um resultado muito natural.

Depois refaça as sobrancelhas para cima: os cabelos escondem o lápis que fica quase imperceptível, mas o resultado está aí! Se você ainda encontrar alguns pequenos buracos aqui e ali, não hesite em preenchê-los traçando pequenos fios de cabelo tão finos quanto discretos.

Erros a evitar: para ampliar o visual, é aconselhável não aplicar delineador preto ao longo da linha dos cílios ou na pálpebra. Isso poderia realmente endurecer as feições e acentuar as olheiras. Pegue um lápis de cor neutra e aplique bem levemente na pálpebra superior do canto externo, sem hesitar em borrar o material.

Outra dica: aplique um pequeno lápis preto na altura da raiz dos cílios na pálpebra superior do olho, o que dará aos cílios uma verdadeira ilusão de comprimento! É muito sutil, mas o resultado está definitivamente lá.

Maquilhagem de boca

Com a idade, os lábios tendem a ficar mais finos e a enrugar-se ao nível dos contornos, para contrariar é preciso apostar em produtos de cuidado e maquiagem que tragam volume e suavidade à boca. 

Para isso, recomendamos optar por uma textura acetinada, luminosa e hidratante com acabamento aveludado. Para redesenhar o contorno dos lábios que tende a desbotar após os 50 anos, o delineador labial pode ser uma boa opção, embora muitos temam o efeito muito forte e contrastante que às vezes pode dar. 

Para evitar tal renderização, basta apostar em um lápis com textura cremosa e cuja cor combine perfeitamente com a do batom, sem demarcação.

Dica: Comece aplicando um gloss no centro do lábio, antes de colocar o batom por cima e finalizando com o delineador labial. Graças a este truque, a aplicação acaba por ser mais simples e permite obter instantaneamente mais volume. O brilho está presente sem que o material “pegajoso” do gloss seja muito sentido, é perfeito!

Leia mais:  Mapa das espinhas: saiba o que significa a acne em cada área do rosto
publicidade

Moda e Beleza

Comfy: looks confortáveis são a nova tendência!

Publicado

Quando se fala em moda, parece não haver nada melhor do que se sentir confortável com a roupa escolhida e mesmo assim ainda estar estilosa, não é mesmo? Por muito tempo foi difícil associar tendências fashions ao conforto, mas isso acabou! 

Looks comfy

Os novos hábitos adotados durante a pandemia da Covid-19 impactaram e propuseram modificações em todos os setores da sociedade, inclusive na moda. Um novo jeito de pensar e se vestir surgiu em meio ao caos, assim, outros sentidos foram atribuídos às peças e seus verdadeiros propósitos. Será que vale mesmo passar o dia desconfortável em nome da beleza? A resposta é definitivamente não!

Portanto, para atender essa nova demanda, um novo estilo se consolidou como tendência: o comfy. A proposta é unir tudo o que a mulher precisa para se sentir segura, bonita e pronta para seus afazeres no dia a dia, considerando sempre o seu bem-estar e conforto.

Essa busca por conforto se torna ainda maior durante a onda de frio que atinge o Brasil. É justamente no inverno que as pessoas precisam investir em roupas que, além de aquecer, proporcionem uma sensação de aconchego, para que o vestuário não atrapalhe no trabalho e nem nas demais tarefas.

Reprodução / Instagram @pametropia

O que é considerado comfy? 

Nada de pensar em pijama, viu? Estamos falando de sofisticação e modernidade com uma pegada de leveza e liberdade! “A moda comfy tem uma influência urbana, que vem das ruas, mas mira no conforto de estar em casa. O fato das peças terem tons mais neutros, proporciona diversas combinações”, conta a consultora de moda e imagem Maristela Barbosa.

Veja abaixo os principais aspectos dessa nova tendência:

  • modelagens amplas (oversized);
  • conjuntos;
  • tênis e sapatos rasteiros;
  • cores neutras e monocromáticas;
  • tecidos macios e malhas maleáveis;

Divulgação / Loja Damylla

Aposte nas combinações

“Quando se combina o básico com peças elegantes, como um blazer, a tradicional camisa branca ou peças mais esportivas, elas se encaixam ao estilo. Exemplos disso são as camisetas e joggers – calças de moletom tradicionais, com elásticos que, hoje, frequentam todos os lugares!”, indica Maristela. 

Divulgação / Loja Damylla

A dica de ouro é inspirar-se nos looks comfy, priorizando seu conforto, e sempre considerar aquilo que você já tem no guarda-roupa, combinando peças, tendências e estilos. O que vale na moda é se sentir bem consigo mesmo, estar confortável e usar as roupas em prol da autoestima e autoconfiança! 

Leia mais:  Cabelo castanho – Tons e combinações para todas
Continue lendo

Moda e Beleza

Saias no inverno: saiba usar a peça em dias frios

Publicado

No inverno, é de praxe optarmos por roupas mais robustas, como agasalhos de tricot, calças jeans, ou até mesmo o clássico conjunto de moletom. Porém, como o isolamento social aguçou o desejo de mudar o visual, mesmo com as temperaturas baixas, o ideal é entrar na onda das peças diferenciadas e apostar em produções cada vez mais fora da curva. Dessa forma, que tal investir nas saias durante os dias mais gelados?

Pode ser uma experiência muito diferente para muitas pessoas, porém, nada como uma meia calça e um casaco robusto da sua preferência para ajudar esse look ficar o mais quentinho e fashion possível!

Sendo assim, confira 6 ideias de outfits com as saias para você arrasar no visual!

Reprodução / Instagram @hansiniv

Sabe quando o inverno dá aquela trégua? Então, quando estiver um clima mais ameno, não deixe de apostar nas saias mais curtas, porém, sempre com um casaco em mãos para se proteger do vento gelado! Use e abuse também em botas tratoradas e bolsas baguette para compor um look moderno.

Reprodução / Instagram @alexincolour

Animal print no inverno é a aposta certeira para produções estilosas! Opte por combinar a estampa divertida com cores vivas, como amarelo, vermelho ou um azul mais claro.

Reprodução / Instagram @gabrielagriffith

Como, geralmente, a estação mais fria do ano no Brasil não chega a atingir temperaturas negativas, é possível optar pela saia midi e a clássica camisa branca. O pulo do gato é se jogar em assessórios chunky.

Reprodução / Instagram @georgia_3.0

Quer usar a mini saia a qualquer custo? É mais do que viável optar pelo comprimento mini nos dias de hoje, até porque roupas curtas não saem do corpo das fashionistas. O truque é combinar com agasalhos pesados, botas de cano alto e meias compridas.

Reprodução / Instagram @simply.cie

Outra tendência que está em alta são as roupas de crochê. Além de serem peças super quentinhas, são muito estilosas para compor aquele outfit de roupas oversized.

Reprodução / Instagram @mariakragmann

Para quem ainda não pretende sair da zona de conforto, mas adora um truque básico, nada melhor do que apostar no clássico blazer na hora de compor looks para o inverno. Por seu uma peça statement, ela não será usada apenas no frio, e sim ficará um bom tempo no seu guarda-roupa para combinar tanto com saias longas, até a clássica calça jeans azul.

Leia mais:  Tendências de nail art: 7 desenhos que estão bombando nas unhas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana