conecte-se conosco


Política e Governo

Assembleia instala Frente em Defesa da Primeira Infância e elege Bruno Lamas na presidência

Publicado

Desafios como a alta taxa de mortalidade infantil, que voltou a crescer pela primeira vez em mais de 15 anos; o risco de exposição à violência; a falta de vagas na creche, visto que, entre as crianças mais vulneráveis, apenas 26% conseguem o acesso, no Brasil; e até mesmo a ausência de políticas públicas que coloquem a criança de até 6 anos como prioridade levaram a Assembleia Legislativa a instalar a Frente Parlamentar em Defesa da Primeira Infância.

A frente, que será presidida na Casa pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB) e terá como secretária executiva a parlamentar Iriny Lopes (PT), possui como finalidade acompanhar e fiscalizar as políticas públicas voltadas para as crianças de 0 a 6 anos, etapa da vida popularmente conhecida como a primeira infância.

“Precisamos refletir sobre os caminhos que poderão ser abertos no Espírito Santo para fortalecer a política destinada à promoção da primeira infância. Sabemos que há muito a ser feito. É uma temática que necessita de acompanhamento permanente, pois a cada dia surgem novas demandas e desafios a serem vencidos”, frisou o deputado Bruno Lamas, que foi eleito na última quarta-feira (14).

Leia mais:  Apresentação da Lei de Incentivo à Cultura Capixaba mobiliza setor cultural no Estado

A subsecretária de Articulação de Políticas Intersetoriais da Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Márlei Vieira Fernandes, garantiu que em breve sairá do papel o Plano Estadual pela Primeira Infância (Pepi).

Ela afirmou que 24 municípios capixabas já estão desenvolvendo, na prática, ações iniciais de desenvolvimento da primeira infância, num trabalho integrado com a Setades. Conforme acrescentou, até 2022 mais 30 municípios deverão aderir.

Já a gerente de Capacitação, Articulação e Mobilização da Setades, Eliete Rodrigues de Souza, destacou, no contexto do Pepi, projetos como o Brinquedopraça, o Criança Feliz, Boas Práticas, Formação Continuada e Caravana pela Primeira Infância.

O Brinquedopraça consiste em espaços públicos como possibilidade lúdica de aprendizado por meio do brincar. Ao todo, serão 24 equipamentos, voltados para crianças se desenvolverem e estreitarem laços com suas famílias, cuidadores e comunidade.

Vinte quatro municípios que aderiram ao Programa Criança Feliz do governo federal assinaram o termo de responsabilidade que possibilitará a implantação desses espaços em suas localidades.

O total de investimentos será de R$ 7 milhões, direcionados aos municípios de Águia Branca, Alfredo Chaves, Apiacá, Baixo Guandu, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Dores do Rio Preto, Fundão, Guaçuí, Ibiraçu, Irupi, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Montanha, Mucurici, Muqui, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Mateus e Vargem Alta.

Leia mais:  Marcos Garcia pede que Banestes facilite a prorrogação de operações de crédito rural

publicidade

Política e Governo

Ramalho decide disputar a Câmara Federal

Publicado

Após ser rifado pelo partido na disputa do Senado e ter desabafado que o “sistema” tinha retirado o seu sonho, o ex-secretário da Segurança Pública Coronel Alexandre Ramalho (Podemos) vai disputar uma vaga de deputado federal. Ele vai se somar à chapa que já tem o ex-prefeito Gilson Daniel e o vice-prefeito de Vila Velha, Victor Linhalis, entre outros.

A decisão foi divulgada em nota na tarde desta quinta-feira (11), por sua assessoria. O comunicado diz que a homologação da candidatura foi deferida pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual.

Nos bastidores, a ida de Ramalho para a chapa federal do Podemos dá mais tranquilidade aos candidatos que temiam não alcançar nenhuma das 10 vagas. Agora, os cálculos dão conta da possibilidade de conquistar até duas cadeiras, segundo analistas políticos. O Podemos faz parte da base aliada do governo e vai apoiar a senadora Rose de Freitas (MDB) à reeleição.

Leia a nota na íntegra:

“Nesta quinta-feira (11), após refletir sobre a negativa da homologação da sua candidatura ao Senado, o Coronel Ramalho, ex-secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo, decidiu continuar na disputa eleitoral de 2022, agora como candidato a deputado federal.

Sua candidatura foi homologada pelo prefeito de Viana, Wanderson Bueno, que representou a Executiva estadual do Podemos, que também o orientou e motivou a permanecer com seu nome à disposição da sociedade capixaba.

A decisão foi tomada após ouvir sua família, amigos e principalmente as pessoas que o incentivaram a continuar lutando por uma vaga no Congresso Nacional. A deliberação final foi pautada ainda na possibilidade concreta de ser o único candidato com experiência e propostas efetivas no campo da segurança pública.

Ramalho continuará defendendo a modernização e adequação da Legislação Penal Brasileira, que no seu entender, não atende aos anseios dos operadores de segurança pública e das famílias brasileiras, que sofrem nas mãos dos criminosos e não são devidamente alcançados e punidos”.

Leia mais:  Vice-governadora assina termo de adesão do ‘Agenda Mulher’ em Marataízes
Continue lendo

Política e Governo

Profissionais da Educação do ES vão receber bônus de até um salário a mais este mês

Publicado

Segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária)

Conforme divulgado pelo governador do Estado, Renato Casagrande, por meio das redes sociais, nesta quarta-feira (10), o “bônus desempenho”, benefício pago aos profissionais ativos da educação, referente ao exercício de 2021, será pago na folha de pagamento de agosto deste ano.

Sobre o assunto, a Secretaria de Educação (Sedu) informou, em nota, que a concessão do bônus por desempenho para profissionais ativos da Educação é um direito e um reconhecimento do trabalho dos professores e servidores, regulamentado pela Lei Complementar nº 504 e pelo Decreto nº 2761-R, alterado pelo Decreto 3949-R e Lei Complementar 887, que concede aos profissionais ativos no âmbito da Secretaria da Educação (Sedu), sendo que o período de avaliação é de acordo com o calendário escolar.

Leia mais:  Vice-governadora assina termo de adesão do ‘Agenda Mulher’ em Marataízes

Também segundo a Sedu, recebem o Bônus Desempenho todos os profissionais da Educação (efetivos, comissionados e de Designação Temporária). Ao todo, serão beneficiados 12.975 profissionais neste ano.

A bonificação é concedida anualmente aos profissionais que atuam em escolas e outras unidades da Sedu e é calculada com base em indicadores coletivos e individuais. Desse modo, o profissional pode receber até um salário a mais, conforme os resultados apurados pela unidade de ensino onde exerce suas funções.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana