conecte-se conosco


Cidades

Associações de moradores mostram sua importância em Vitória e podem ser exemplo

Publicado

Por Paulo Borges – Correspondente

Vitória – As associações de moradores, dependendo de onde e de quem esteja à frente da entidade, tem ocupado um importante lugar no universo político-administrativo dos governos municipais. Outro fator que conta é se o governante tem a consciência de que deve ouvir a comunidade nas suas demandas, se está aberto ao diálogo saindo do lugar muito comum aos governantes de que estão no poder para se servir e fazer política partidária voltada para camarilhas e grupos sem qualquer interesse no desenvolvimento do município.

Resultado de imagem para prefeito luciano rezende

O prefeito da capital capixaba, Luciano Rezende (Cidadania).

Em Vitória a presença das associações nas decisões e atendimento de suas demandas pela Prefeitura tem merecido elogios dos moradores. O prefeito Luciano Rezende (Cidadania) e seu secretariado fazem um trabalho de parceria com essas entidades que vem dando certo e resolvendo questões que, por essa proximidade prefeito-morador, resolve muitas dessas demandas sem grandes atropelos. Para quem vive o dia-a-dia nesse trabalho voluntário nas associações e tem a necessidade de procurar setores da Prefeitura de Vitória sabe como isso é uma verdade. É muito difícil não ser atendido pelo próprio secretário. Um exemplo disso foi um fato acontecido recentemente por ocasião das fortes chuvas que se abateram sobre a capital semana passada.

Na Norte Sul, importante via que liga Vitória ao município de Serra ficou alagada e em seu piso abriu-se enormes crateras causando prejuízo aos motoristas. O presidente da Associação de Moradores e Amigos de Jardim Camburi (Amojac), Jair Teixeira Filho, que também teve o pneu e roda do seu veículo vítima da cratera, ajudou a desviar o trânsito e entrou em contato com a Prefeitura falando da situação. O próprio secretário municipal da Central de Serviços, Nathan Medeiros acionou assessores e em poucos minutos estavam no local, inclusive com a Guarda Municipal e a Polícia Militar. E era tarde da noite. Em tempo: a rodovia, apesar de passar pelo bairro de Jardim Camburi é de responsabilidade do Governo do Estado, através do DER. A agilidade da municipalidade em atender os chamados impressiona. Falas existem, mas a Prefeitura e seus servidores demonstram a vontade e capacidade de atender as demandas da população.

Em Vila Velha o prefeito Max Filho herdou do pai, Max Mauro, as reuniões regulares com as comunidades, na maioria das vezes representadas pelas associações de moradores. Mas devido à complexidade do município as demandas maiores do que a capacidade da Prefeitura de atendê-las, traz ao cidadão comum a impressão de que pouca coisa é resolvida. O município é grande e os problemas, principalmente de alagamento de alguns bairros, é crônico e necessita de grande investimento que depende de recursos complementares em nível federal e estadual.

Em São Mateus, Norte do Estado, também existem associações de moradores em quase todos os bairros. Foram criadas e incentivadas, em sua maioria, ainda no período do ex-prefeito, Pedro dos Santos Alves. O problema é a interferência exagerada nessas instituições, com vereadores elegendo seus cabos eleitorais e fazendo delas uma entidade a serviço de interesse eleitorais (eleitoreiros) que fogem a sua finalidade para a qual foram criadas. Mas, ainda muito comum no interior, é que o cabo eleitoral ali colocado começa a aparecer demais sendo ameaça a quem o colocou ali. A reação do “patrocinador” é desidratar a associação tornando-a praticamente inoperante.

Em Linhares e Conceição da Barra a prática é muito parecida. Isso estende pelos municípios daquela região. Prefeito e comunidade não tem conexão direta através de uma sistemática de intermediação feita pelas associações. O vereador é o único canal de comunicação com o prefeito e, se o parlamentar for adversário, a comunidade está alijada do diálogo, na elaboração de projetos em conjunto com a prefeitura.

Vitória tem um exemplo a ser seguido, guardadas as devidas particularidades de cada cidade.

Leia mais:  Governador visita Iconha e fala sobre a destruição causada pelas chuvas
publicidade

Cidades

VIDEOS I Três pescadores do barco “Petrel” são localizados em Aracruz; um segue desaparecido

Publicado

Embarcação pesqueira estava desaparecida na altura de Vila Velha e à deriva no mar do Espírito Santo desde a última quinta-feira (13)

Três pescadores do barco “Petrel”, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (13), foram resgatados na reserva ambiental de Comboios, em Barra do Riacho, Aracruz. A embarcação pesqueira havia apresentado problemas técnicos perto da costa de Vila Velha. Um quarto tripulante segue desaparecido.

Os três pescadores estão sendo atendidos em um hospital de Aracruz, e segundo informações da Capitania dos Portos de Vitória, eles passam bem. 

“Fisicamente eles estão bem. Estão desidratados devido ao período que ficaram expostos, mas não tiveram nada grave”, adiantou o Capitão de Mar e Guerra da Capitania dos Portos, Washington Luiz. 

A expectativa é que após o atendimento médico, os tripulantes serão encaminhados para Vitória para prestar depoimento sobre o acidente. 

Em conversa com o Capitão Washington Luiz, sobre a operação de resgates dos tripulantes.

Segundo ele, uma equipe de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) realizava um patrulhamento rotineiro na reserva de Comboios, em Aracruz, quando viram a embarcação “emborcado”, ou seja, de “cabeça para baixo”.

“Nós tivemos a disseminação do rádio para comunidade marítima, e isso é muito importante. Essa disseminação alertou todos os pescadores da área que conseguiram localizar a embarcação”, explicou Washington. 

Embarcação apresentava problemas técnicos

A Capitania dos Portos informou que a embarcação comunicou sobre problemas técnicos quando estava a 18 km de distância da praia de Itapoã, em Vila Velha, no dia 13 de maio. 

Foram feitas buscas durante dois dias com duas embarcações e houve ainda a participação do helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer -ES). Até uma embarcação de Macaé, no litoral do Rio de Janeiro, chegou a ser deslocada nessas buscas. 

Fonte: Folha Vitória.

Leia mais:  Nova Leitão da Silva é entregue à população
Continue lendo

Cidades

Banestes lança pacote promocional com condições especiais de crédito e serviços para servidores públicos

Publicado

As ofertas incluem anuidade grátis para cartões Visa, descontos em seguros e taxas de juros com descontos de até 40% no crédito

O Banestes anunciou a disponibilização de um pacote especial, com condições ainda mais atrativas em seus produtos de crédito, cartões e soluções em seguros, para todos os clientes da categoria servidores públicos, tanto municipais quanto estaduais e federais.

“Como o banco do Espírito Santo, o Banestes já tem como tradição o atendimento personalizado em todo o Estado e também a oferta de produtos com condições diferenciadas a todos os capixabas. Neste momento, queremos fortalecer ainda mais o vínculo com nossos clientes servidores públicos que, sem dúvida, encontram no banco estadual as melhores possibilidades de negócios. É dessa forma que alavancamos o desenvolvimento econômico do Espírito Santo”, destaca o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Dentre as ofertas, estão disponíveis a isenção de uma anuidade dos cartões Banestes Visa, sendo o Visa Platinum o de melhor programa de pontuação do Brasil; descontos de até 20% em seguros; e créditos com descontos de até 40% nas categorias crédito pessoal, para financiamento de veículos, consignado, portabilidade de consignado e de antecipação da restituição do Imposto de Renda (IR).

Confira – Condições especiais do Banestes para Servidores Públicos:

·        Cartões Banestes Visa:

– Anuidade grátis por um ano para os cartões Banestes Visa (tanto para upgrade quanto para novo cartão).

– Cartão Visa Platinum: melhor programa de pontos do mercado.

·        Seguros Banestes:

– 20% de desconto no seguro residencial durante um (01) ano.

– 10% de desconto na contratação do seguro auto.

·        Crédito Pessoal:

– Prazo de até 60 meses, com taxas a partir de 0,79% ao mês.

·        Financiamento de Veículos:

– Prazo de até 60 meses, com taxas a partir de 0,49% ao mês.

·        Crédito Consignado:

– Prazo de até 96 meses, com taxas a partir de 0,99% ao mês.

– Modalidade de Portabilidade de Crédito Consignado disponível. O cliente pode trazer o crédito contratado em outra instituição financeira e obter redução nas taxas de juros.

·        Rest-renda Banestes (Antecipação da Restituição do IR):

– Prazo de até 11 meses, com taxas a partir de 1,99% ao mês.

Os servidores públicos interessados em aproveitar as condições do pacote especial de ofertas devem entrar em contato com uma das agências do Banestes ou registrar uma solicitação pela opção “Fale com o Gerente”, disponível no Aplicativo Banestes. Como toda operação financeira, as contratações estarão sujeitas às análises de crédito e de cadastro.

Aqueles que ainda não são correntistas do banco poderão abrir a conta de forma rápida, prática e gratuita, 100% on-line, pelo Aplicativo Abre Conta Banestes – www.banestes.com.br/appabreconta.

Além disso, realizar a Portabilidade de Salário para a conta do Banestes também é rápido e seguro. Basta acessar o Aplicativo Banestes, clicar no ícone ‘Menu’ e, em seguida, ‘Serviços’ e selecionar a opção ‘Portabilidade de Salário’, e seguir os procedimentos.

Leia mais:  Câmara aprova Projeto de Lei que proíbe fogos de artifício
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana